Thaisa Galvão

20 de setembro de 2007 às 10:26

Conciliação anunciada hoje será julgada um dia após a eleição [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os dois candidatos vão para a disputa nas urnas.

Mas ambos, fragilizados.

Flávio leva mais vantagem.

A liminar que reintegrou o nome dele à chapa, não garante a posse, caso seja reeleito.

“Mas é apenas uma questão de etapa jurídica”, tranqüilizou o advogado Erick Pereira, explicando que a liminar expedida ontem garante a reintegração de Flávio à chapa, mas que o processo segue para que a posse também seja garantida.

Outra vantagem é o número de integrantes na chapa: 22.

Sílvio corre mais riscos.

Além de ter só 5 no seu grupo, ainda submeterá a chapa ao julgamento da juíza Fátima Cristiane.

Que marcou para o dia 27, um dia após a eleição, a audiência de instrução e julgamento.

Onde irá analisar, com muita calma, todos os casos de impugnação do processo.

E caso Sílvio vença nas urnas, mas a juíza decidir manter as impugnações, ele não poderá assumir.

Uma semaninha bem agitada na Federação das Indústrias….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*