Thaisa Galvão

31 de outubro de 2007 às 0:17

Álvaro Dias: “A governadora está querendo me retaliar e me perseguir” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Álvaro Dias, presidente do PDT-RN, tem todo direito do mundo de não acreditar que o ministro Carlos Lupi disse à governadora que iria tomar o comando do partido dele.

Álvaro é adversário da governadora.

Prefere não acreditar que ela ouviu do presidente do seu partido, que ele iria tomar-lhe o comando da legenda no RN.

Lupi disse a Wilma, sem pedir reservas, no gabinete onde também estavam a secretária chefe do escritório de representação do governo do RN em Brasília, Luíza Góis, o secretário de Comunicação do governo potiguar, Rubens Lemos Filho, e o secretário de Trabalho e Ação Social do Estado, Fernando Antônio Bezerra.

Todos ouviram a declaração do ministro.

Falei com o deputado Álvaro Dias agora à noite.

Ele está em Brasília, mas disse que não iria procurar o presidente do seu partido.

A informação passada a ele pelo deputado Henrique Alves, já lhe bastava.

“Esse assunto já está superado”, disse Álvaro ao Blog, se queixando de “interferência” da governadora Wilma de Faria nas questões do PDT.

“A governadora está querendo me retaliar e me perseguir”, reclamou Álvaro, que estava acompanhado do deputado baiano Severiano Alves, e passou o telefone para ele.

O deputado garantiu que Lupi não fez essa declaração.

Severiano, Alves como Henrique, não estava no gabinete na hora que Carlos Lupi falou cobras e lagartos de Álvaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*