Thaisa Galvão

6 de novembro de 2007 às 23:22

Ministro da Educação: galã deselegante [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, comunicou à governadora Wilma de Faria que vai liberar R$ 50 milhões para o ensino público do Rio Grande do Norte, até o fim do ano.
E ainda pediu para Wilma fazer uma forcinha junto ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, para apressar a liberação do dinheiro.

Conhecido pelo seu estilo galã, Haddad surpreendeu a todos pela, digamos, descortesia, quando chegou o deputado federal João Maia (PR), acompanhado do prefeito de Apodi, José Pinheiro (PR).

João Maia entrou na audiência pensando que a Universidade do Semi-Árido também estava em discussão.
Sem ainda sequer ter sido convidado a sentar, o deputado ouviu do ministro, nada simpático: “Não tenho esse assunto em pauta”.
Com toda elegância e um mandato, João Maia respondeu ao ministro passageiro: “Eu não ia ficar mesmo, tenho votação agora no Congresso Nacional”.

E saiu, deixando a comitiva potiguar indignada.
Além da governadora, estavam os secretários Rubens Lemos, da Comunicação, e Ana Cristina Cabral, da Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*