Thaisa Galvão

11 de novembro de 2007 às 22:47

Ex-tradutora de espião italiano inclui o senador José Agripino somo suposto recebedor de propina [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A revista IstoÉ traz em uma de suas reportagens especiais, um tema que não deve agradar em nadica de nada o senador José Agripino.
Tradutora do espião italiano Marco Bernardini, Luciane Araújo declarou, em entrevista ao site “Consultor Jurídico”, que na disputa pelo controle da Brasil Telecom, o senador potiguar havia recebido propina.
Luciane afirmou que intermediava conversas secretas com brasileiros que “supostamente” recebiam propinas…
Ela também cita a senadora petista Ideli Salvati, o ex-ministro da Comunicação Social Luiz Gushiken, o empresário Luiz Roberto Demarco….
Luciane ainda declara que em um depoimento prestado, citou como contatos de Bernardino no Brasil os ex-deputados Luciano Pizzato, Francisco Perrone e Fleury Filho, o publicitário Duda Mendonça, o lobista Alexandre Paes dos Santos, Sérgio Ricardo Rosa, do Fundo de Previdência do Banco do Brasil, e “Márcio Thomaz”, suposta referência ao ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos.
E ainda o então senador Antônio Carlos Magalhães, o presidente do PT, Ricardo Berzoini, o atual secretário de Transportes do DF, Alberto Fraga, o doleiro Antonio Claramunt, conhecido como Toninho da Barcelona, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o atual governador de São Paulo, José Serra, e sua mulher, Mônica.

Para ler a reportagem completa é só acessar www.istoe.com.br e clicar em “Conexões na Linha”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*