Thaisa Galvão

14 de novembro de 2007 às 22:45

Vereador Adão Eridan: a segunda condenação em dois dias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador natalense Adão Eridan anda numa maré de pouca – ou nenhuma sorte.

Depois de ter sido condenado ontem a pagar 5 mil reais à sindicalista Soraya Godeiro, que o denunciou por ter lhe chamado de Vagabunda…

Eis que agora o vereador tem os bens bloqueados pela justiça.

Segundo ação do Ministério Público Federal, Adão Eridan, que era assessor do então deputado federal Laíre Rosado, intermediava contatos referentes à Operação Sanguessuga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*