Thaisa Galvão

22 de novembro de 2007 às 14:53

Corpo encontrado no rio Potengi está sendo identificado por familiares [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A família de José Roberto Queiroz Martins, de 34 anos, encontrado morto hoje no rio Potengi, está neste momento no Itep, para reconhecer o corpo.
O cadáver foi encontrado boiando por agentes da STTU que trabalhavam na sinalização da Ponte Forte-Redinha, e resgatado logo em seguida pelo Corpo de Bombeiros.
Se o cara se jogou mesmo, vai entrar para a história como o primeiro suicida da ponte de 55 metros de altura.
De ontem para hoje foram várias as versões apresentadas por populares que diziam estar sobre a ponte na hora do pulo.
Houve quem dissesse que o rapaz dizia querer acabar com a vida…e quem ouvisse ele dizer que estava acostumado a pular da Ponte de Igapó e sair nadando, e iria fazer o mesmo.
Houve até quem dissesse ter ouvido o corajoso dizer que tinha feito uma aposta e iria pular para nadar até a margem do rio, para ganhar uma grade de cerveja.
Segundo cálculos de um engenheiro, ao pular da altura de 55 metros, um corpo atinge a velocidade de 100 quilômetros por hora e cai no rio em apenas 3 segundos e 3 milésimos. E o impacto ao cair na água é de 3 toneladas e meia. O equivalente a uma batida de carro na parede, trafegando com uma velocidade de 100 quilômetros.
Não tinha como ficar vivo de jeito nenhum.
Agora os peritos do Itep vão analisar se o homem encontrado morreu mesmo ao pular da ponte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*