Thaisa Galvão

7 de fevereiro de 2012 às 1:39

Policial potiguar que atuou na greve da Bahia tem prisão preventiva decretada [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Entre os mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça da Bahia, um é endereçado ao presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS) da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, cabo Jeoás Nascimento dos Santos.

Jeoás, que defende greve nacional da PM, integra a lista de 11 policiais apontados como líderes do movimento que parou a polícia baiana desde o dia 31 passado.

O mandado de prisão foi cumprido contra o cabo.

Mas, segundo reportagem da Tribuna do Nortepelas leis brasileiras, Jeoás só pode ser preso no Rio Grande do Norte após o encaminhamento de um documento feito pela Justiça da Bahia à Justiça do RN. É preciso comunicar oficialmente que ele é considerado foragido da Justiça baiana para que a ordem seja cumprida pelas forças policiais potiguares. Se a prisão fosse determinada pela Justiça Federal, não haveria necessidade de realizar tais trâmites. Até ontem à tarde, Jeoás ainda aguardava uma resposta da assessoria jurídica da Associação Nacional de Praças para definir o que fazer. 

Atualizando – Apesar da reportagem da Tribuna falar em prisão, o Cabo Jeoás não foi preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*