Thaisa Galvão

8 de fevereiro de 2012 às 21:46

Rafael Godeiro alega suspeição e não julga habeas corpus de Carla Ubarana [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Caberia ao desembargador Rafael Godeiro o julgamento do pedido de habeas corpus em favor de Carla Ubarana, acusada de desviar dinheiro público destinado a pagamentos de precatórios do Tribunal de Justiça.

Mas, segundo informação do DN Online, o desembargador Godeiro alegou suspeição, por motivo de foro íntimo, para não julgar a acusada.

Carla Ubarana foi nomeada chefe do setor de Precatórios na gestão do então presidente do TJ, desembargador Oswaldo Cruz, e permaneceu na função na gestão do então presidente, desembargador Rafael Godeiro.

Permaneceu ainda nos primeiros momentos da gestão da desembargadora Judite Nunes – atual – até ser afastada por suspeita de fraude.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*