SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio lateral(240x200)'ORDER BY RAND() LIMIT 0,1;
  • fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829  
  • SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio lateral2(240x200)'ORDER BY RAND() LIMIT 0,1;
  • @thaisagalvao

    • 18
      fev

      Retrato do Walfredo Gurgel

      18 de fevereiro de 2012 às 6:22 — Comente aqui

      Retrato do caos no Walfredo Gurgel nos últimos meses:

      Um rapaz de Nísia Floresta sofreu um acidente na praia de Camurupim no dia primeiro de janeiro.

      No Walfredo fez um RX e foi encaminhado ao Médico Cirúrgico para ser submetido a uma cirurgia no braço.

      Veio fazer a cirurgia no último dia 7. 36 dias depois do acidente.

      Tornou-se um paciente muito caro para o Estado.

      E o caos não terminou aí.

      Quando estava sendo cirurgiado, os médicos constataram que havia também uma fratura na clavícula. E em vez de incluir no procedimento, marcaram nova cirurgia para o dia 14, como aconteceu.

      Mas a história desse paciente não termina por aí, com o procedimento realizado e a alta dada.

      Quando deu entrada no hospital, no começo do ano, recebia a atenção quase diária de um amigo.

      Que num dia, pelo corredor do hospital, tentou agilizar o tratamento, já que o rapaz entrava em estado de sofrimento,, mas ouviu de um profissional: “Não tem problema, se o braço colar a gente quebra de novo na hora da cirurgia”.

      Pela minha noção de leiga no assunto, além de mais sofrimento, quebrando de novo a cirurgia fica mais demorada, mais cara…

      E o amigo do paciente, que resolveu dar uns plantões no hospital para acompanhar o tratamento do rapaz, ouviu histórias de arrepiar.

      Testemunhou um servidor do Walfredo, daqueles tantos que têm boa vontade, ligar para um plantonista avisando que um paciente que ele havia recebido, estava grave. Este determinou que o funcionário internasse o paciente.

      -Mas o senhor tem que assinar a internação – justificou o plantonista, avisando que só passaria no hospital na tarde do dia seguinte.

      -Mas o senhor não está de plantão hoje? – questionou o funcionário…que assustado ao telefone, só respondeu assim:

      -Eu sei que não é da minha conta….

      Ora!

      Pode não ser da conta do coitado do funcionário que, tentando ajudar e salvar o paciente, levou um esbregue do plantonista. Mas é da conta, sim senhor, do Estado. É da conta do contribuinte. É da conta, sim, do profissional que furou o plantão, mas deve ter recebido no final do mês.

       

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)'ORDER BY RAND() LIMIT 0,1;

      Deixe uma resposta

      O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


      *