Thaisa Galvão

24 de fevereiro de 2012 às 22:02

Ministério Público quer pena maior para implicados na Operação Impacto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Assessoria do Ministério Público do RN:

MP apela ao TJ para reformular sentença da Impacto

 

O Ministério Público Estadual, por intermédio das Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal, apelou ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte para reformar a decisão do Juiz da 4ª Vara Criminal, Raimundo Carlyle, na sentença da Operação Impacto. Em média, os representantes do MP requerem mais dois anos e meio de prisão para os condenados, o que implica na mudança do regime inicial das penas aplicadas, que deixa de ser semi-aberto e passa a ser o fechado.

No recurso, os Promotores do Patrimônio Público apresentam suas considerações e requerem também a reforma da sentença para condenar o Prefeito de Natal em exercício, vereador e presidente da Câmara Municipal, Edivan Martins pela prática de corrupção passiva. Na sentença, o vereador havia sido absolvido da acusação.
O Ministério Público, através de seus representantes legais, requer também que o TJ reforme a sentença do Juiz que inocentou o empresário Ricardo Cabral Abreu e José Cabral Pereira Fagundes pela prática do crime de lavagem de dinheiro.

Os Promotores do Patrimônio Público querem que o Tribunal de Justiça amplie a pena do empresário Ricardo Abreu fixando a pena-base em sete anos de reclusão e a pena definitiva em nove anos e quatro meses de reclusão, modificando o regime de cumprimento inicial da pena de acordo com a nova pena a ser aplicada.

Da mesma forma, os representantes do MP querem que os desembargadores reformem a sentença do Juiz de primeiro grau para agravar a pena do ex-vereador Emilson Medeiros e do vereador Dickson Nasser, fixando a pena-base em oito anos e três meses de reclusão e a pena definitiva em 10 anos e oito meses de reclusão, também modificando o regime de cumprimento.

A apelação também pede a reforma da sentença para fixar a mesma pena-base de oito anos e três meses e a pena definitiva de 10 anos e oito meses de reclusão para os ex-vereadores Geraldo Neto, Renato Dantas, Edson Siqueira, Aluísio Machado, Salatiel de Souza e Carlos Santos, além dos vereadores Adenúbio Melo, Júlio Protásio e Aquino Neto. Para o vereador Adão Eridan, o Ministério Público requer a fixação da pena-base e a pena definitiva de oito anos e três meses de reclusão, com mudança de regime de cumprimento da pena de acordo com nova pena a ser aplicada.

Os Promotores de Justiça do Patrimônio Público pedem, ainda, que o Tribunal de Justiça reforme a senteça do Juiz Raimundo Carlyle para ampliar a pena dos condenados Klaus Charlie, Francisco de Assis e Hermes Soares Fonseca, fixando a pena-base em oito anos e três meses de reclusão e a pena definitiva em 12 anos, um mês e 15 dias de reclusão, modificando também o regime de cumprimento.

Os representantes do MP se convenceram da sentença do Juiz com relação a Sid Fonseca, Joseilto Fonseca da Silva e João Francisco Garcia Hernandes, e não apresentaram recurso.

Mesmo tendo apelado da sentença, os Promotores de Justiça do Patrimônio Público ressaltaram a importância da condenação na luta contra a corrupção, enaltecendo mais uma vez o trabalho desenvolvido no âmbito da 4ª Vara Criminal da Comarca de Natal no processo que investigou a compra e venda de votos na reforma do Plano Diretor de Natal em 2007, quando foi deflagrada a Operação Impacto

24 de fevereiro de 2012 às 21:26

Presidente da Coteminas apresenta projeto que irá transformar São Gonçalo do Amarante [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quando chegou hoje na Governadoria com um projeto debaixo do braço, o empresário Josué Gomes, filho do ex-vice-presidente da República, José Alencar, não revelava ainda o que iria apresentar ao Rio Grande do Norte.

No salão vermelho, a governadora Rosalba Ciarlini, o ministro Garibaldi Filho, os senadores Paulo Davim e José Agripino Maia, o presidente da Assembleia, Ricardo Motta, o prefeito de São Gonçalo, Jaime Calado, os prefeitáveis Rogério Marinho (PSDB) e Hermano Morais (PMDB), aguardavam ansiosos para conhecer o que o presidente da Coteminas tinha a dizer.

No discurso de Alencar, lembranças do pai político.

“Meu pai dizia que era o quarto senador do Rio Grande do Norte”, dando a entender que tinha muito a fazer pelo Estado.

Além da fábrica Coteminas, com 1.100 empregos na unidade de São Gonçalo, e 1.100 empregos na unidade de Macaíba, o grupo comandado por Josué Gomes vai investir 1 bilhão de reais e gerar mais de 5 mil empregos  num primeiro momento e mais 6 mil empregos num segundo momento.

Num terreno-bosque que dispõe em São Gonçalo, o grupo do empresário mineiro, que disse se orgulhar de ter um pai potiguar, por ter recebido o título de cidadão norte-rio-grandense, vai construir um complexo imobiliário sustentável, incluindo conjuntos comerciais e residências para mais de 12 mil pessoas.

O complexo inclui um shopping de 40 mil metros quadrados, um hotel com 270 apartamentos, centros empresarial e de convenções, um teatro e uma escola de ensino fundamental e médio.

Tudo dentro do contexto do aeroporto de São Gonçalo e do crescimento do município, o que deixou, durante o anúncio, o prefeito Jaime Calado quase nas nuvens.

Ele dizia a toda hora que não acreditava no presente que São Gonçalo estava ganhando.

Claro que na cabeça, o filminho que passava era reeleição-reeleição-reeleição…

O empreendimento, que depois de pronto empregará 6 mil potiguares, já tem nome: Horizontes do Potengi.

E o projeto já passou da fase de sonho e pesquisa. Está pronto para sair do papel.

“O projeto está definido e analisado, pronto para início o quanto antes”, disse a governadora Rosalba Ciarlini, empolgada com o que acabara de ver ser apresentado.

No grande espaço que mais parecerá uma nova cidade dentro de São Gonçalo, além de shopping e centros de convenção e comerciais, escola, creche, clube, cinema, parque ecológico, praça, restaurantes, centros de artesanato…tudo integrado, dispensando o uso de transporte para circular em todo o complexo.

Que quando estiver próximo de ficar pronto, irá transferir a unidade da Coteminas de São Gonçalo para Macaíba, garantindo o emprego de todos que atuam na fábrica.

Uma mudança de estrutura…coisa de cidade que cresce…e de empresário de visão.

Ganha o Rio Grande do Norte que acaba de receber o primeiro grande empreendimento trazido pelo aeroporto.

E quando o empresário diz que seu pai José Alencar se dizia o quarto senador do RN, daqui a gente pode completar: o quarto, porém, o mais atuante.

E ponto.

Rosalba recebeu Josué Gomes com políticos aliados e auxiliares do governo (Foto: Demis Roussos)

24 de fevereiro de 2012 às 13:42

Enildo Alves diz que limitar texto da CEI a vereadores é “não ser transparente” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Líder da prefeita Micarla de Sousa na Câmara, o vereador Enildo Alves criticou a posição do presidente da casa, em exercício, vereador Ney Júnior, de limitar aos vereadores a entrega do relatório da CEI dos Contratos, assinado pelo relator, vereador Bispo Francisco de Assis.

“Isso pra mim não é transparente”, disse Enildo, defendendo que a imprensa também recebesse uma cópia do texto.

24 de fevereiro de 2012 às 13:42

Presidente da Câmara Edivan Martins considera positiva interinidade durante o carnaval [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será daqui a pouco, às 15 horas, na rua São Geraldo, no bairro das Quintas, que o prefeito em exercício, Edivan Martins, devolverá o cargo à titular Micarla de Sousa.

Na rua onde Edivan viveu e chegará hoje como prefeito, Micarla assinará ordem de serviço para início das obras de mobilidade da Copa.

Em contato com o Blog, Edivan considerou positivo o período de 10 dias à frente da Prefeitura de Natal.

“O balanço foi positivo apesar de, em quase 10 dias, metade ter sido de carnaval. Mas tomei todas as providências para que o carnaval acontecesse com apoio da Prefeitura e mais de 70 shows foram realizados, mais de 100 bandas saíram pelos pólos, mais de 600 toneladas de lixo foram recolhidas depois da festa. Antecipei o pagamento das escolas de samba e tomei providências para que os pagamentos de quem trabalhou fosse pago agora no começo de março”.

Faturando o período politicamente, apesar de evitar falar no assunto, Edivan disse ter sido bem recebido em todos os pólos que percorreu.

“Foi ótimo”, disse o prefeito em exercício, que foi de Ponta Negra à Redinha, onde se concentrou o maior número de foliões.

 

 

24 de fevereiro de 2012 às 13:40

Prefeito em exercício faz balanço de ações à frente do Município [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Fora da folia, o prefeito em exercício também considerou positivas suas ações à frente da administração municipal.

“Tive uma audiência com a governadora Rosalba Ciarlini, e também com o secretário de Segurança, Aldair da Rocha. Pedi empenho da pasta para garantir a segurança dos foliões na capital e tudo saiu perfeitamente, como planejado. Nos hospitais Walfredo Gurgel e Santa Catarina implantamos os programas “Classe Hospitalar”, que garante educação a crianças internadas em tratamentos duradouros”, disse o vereador-prefeito.

 

Falando sobre sua atuação, Edivan citou ainda as providências que tomou para que fossem iniciadas as obras de recuperação do calçadão de Ponta Negra, que foi atingido pela ressaca do mar. No conjunto Brasil Novo, ele solucionou o problema de transporte público, que teve que ter o percurso alterado por causa de alagamentos.

“Não podia deixar a população sem ônibus e determinei que a Semob fosse lá e alterasse o percurso”.

Edivan Martins disse ainda que visitou as obras retomadas do CMEI das Quintas, que irá abrigar crianças de uma creche pequena, e abrigar também, em convênio com a UFRN, o projeto Metrópole Digital.

Hoje, acompanhado do secretário de Esporte, Jean Valério, o prefeito em exercício visitou áreas sugerindo instalação de academias de terceira idade, parquinhos infantis, e no caso da área sob a ponte da Redinha, instalação de pistas de motocross, quadriciclo. “Uma arena 4 X 4”, explicou o prefeito.

 

 

 

 

24 de fevereiro de 2012 às 13:39

Edivan diz que governadora Rosalba prometeu ajudar na construção da UPA de Cidade da Esperança [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Durante a interinidade do mandato, o presidente da Câmara, Edivan Martins, considerou positivo o encontro que teve com a governadora Rosalba Ciarlini.

“Ela assumiu um compromisso público de se empenhar para ajudar na construção da UPA da Cidade da Esperança. Já determinei que a secretária de Saúde fosse falar com o titular da pasta no Estado, Domício Arruda, já que ele presenciou o anúncio da ajuda feito pela governadora”, disse Edivan, afirmando que pediu ainda que o governo ajudasse na manutenção da Unidade de Pronto Atendimento.

“Já que a Prefeitura está arcando tudo sozinha”, justificou Edivan, afirmando que a ajuda será interessante para o governo, ajudando a desafogar o Walfredo Gurgel.

 

24 de fevereiro de 2012 às 13:38

Desconto do ITIV é prorrogado até 22 de maio [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Como uma de suas últimas medidas adotadas como prefeito de Natal, em exercício, o vereador Edivan Martins prorrogou, por mais 90 dias, o prazo para o contribuinte pagar, com desconto de 50%, o Imposto sobre a Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis (ITIV).

O prazo foi readequado por força de um decreto publicado no Diário Oficial de hoje.

De acordo com o decreto Nº. 9.626, o desconto será concedido até o dia 22 de maio.

O benefício vem sendo concedido pela Secretaria Municipal de Tributação (Semut) desde setembro de 2011 e seria encerrado nesta quinta-feira (23/02).

A prefeita Micarla de Sousa já havia prorrogado o primeiro prazo.

Com a redução concedida pela Prefeitura de Natal a alíquota do ITIV passa de 3% para 1,5%.

“O objetivo é atingir um numero maior de contribuintes para que todos possam regularizar seus imóveis, e acabar com os contratos de gaveta”, disse o secretário de Tributação, André Macedo.

“A prorrogação foi necessária porque este é um período em que as pessoas têm muitos compromissos, com início das aulas, matrículas e material escolar de filhos”, justificou o prefeito Edivan, afirmando que a redução do ITIV beneficia a Prefeitura, que arrecada, e o contribuinte, que consegue regularizar seus imóveis.

 

24 de fevereiro de 2012 às 13:00

Detox: a receita para eliminar os excessos das férias e do carnaval [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Fim de férias, fim de carnaval…gordurinhas indesejáveis aparecendo.

Sugestão do momento para desintoxicar o organismo e prepará-lo para uma dieta, o Detox tem ganhado cada vez mais adeptos.

Médica endocrinologista com especialização em prática Ortomolecular, adepta do Detox, Lyz Helena tem adotado a receitinha para pacientes na Revivare, que passam 24 horas cuidando da beleza, e claro, da saúde.

Thaisa Galvão – O que é Detox?

Lyz Helena – É um processo de eliminação e substâncias tóxicas que acumulamos na nossa vida moderna. Esse é um processo fisiológico que nosso organismo sempre vai ser capaz de realizá-lo. A Detox é realizado por todas as células de todos os tecidos, mas principalmente pelo intestino (20%, aproximadamente) e no fígado entre 60 a 65%. Quando  o consumo excessivo de toxinas excede a capacidade de eliminação do organismo, surgem os efeitos tóxicos como fadiga, desânimo, constipação, insônia, depressão, diarréia, ansiedade, aumento de peso e retenção de líquidos.

O que fazemos é facilitar a eliminação fisiológica, retirando os alimentos industrializados, conservantes, corantes, alimentos alergênicos e enlatados.

Utilizamos vitaminas, minerais e antioxidantes, probióticos,  aminoácidos e alguns fitoterápicos para que o organismo receba todo o aporte nutricional necessário.

Aliado a todo esse processo, para aumentar a capacidade de desintoxicação do nosso organismo e promover saúde e emagrecimento saudáveis e efetivos, é necessário também  praticar atividades físicas , drenagem linfática, diminuir a ingestão de medicamentos sem prescrição médica e consumir alimentos que aumentem a capacidade de detoxificação do nosso organismo. Não podemos esquecer da água.

 

Thaisa Galvão – Qualquer pessoa pode fazer?

Lyz Helena – Qualquer pessoa pode fazer desde que seja avaliada e a Detox personalizada.
Thaisa Galvão – Fazer Detox emagrece?
Lyz Helena – Acelera a quebra de gorduras, favorecendo a retirada de produtos químicos do tecido adiposo para posterior eliminação do corpo.
Thaisa Galvão – A Revivare oferece o procedimento sempre que solicitado?

Lyz Helena – Sim, após a avaliação do paciente oferecemos o melhor modelo de Detox para cada pessoa.

 

Thaisa Galvão – É interessante repetir o Detox de quanto em quanto tempo?

Lyz Helena – Na vida que levamos, uma vez por mês, a cada 2 ou 3 meses…depende de cada pessoa.

Lyz Helena (Foto: Versatilnews)

 

24 de fevereiro de 2012 às 12:35

Aula Magna abrirá ano letivo do Instituto do Legislativo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente da Associação Brasileira das Escolas Legislativas e de Contas –ABEL, professor Florian Madruga, estará em Natal na próxima segunda-feira.

Ele será um dos convidados para a Aula Magna que dará início às atividades de 2012 do Instituto do Legislativo Potiguar-ILP.

A solenidade, marcada para às 16 horas, no Salão de Eventos Deputado Álvaro Dias, da Assembleia Legislativa, contará com a presença do presidente da Casa, deputado Ricardo Motta.

O ILP é coordenado pelo professor Mizael Barreto.

24 de fevereiro de 2012 às 9:11

Precatórios: mansão sequestrada pela Justiça vira atração em Baía Formosa [4] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem vai à praia de Baía Formosa, agora tem um ponto turístico a mais para visitar.

Sem nenhum acesso, claro, mas com direito a passar na frente, tirar fotos, observar…e ver pouco, bem pouco.

O que tem despertado a curiosidade de turistas que chegam à praia é a imponente casa – sequestrada pela justiça – da técnica judiciária e ex-chefe do setor de precatórios do Tribunal de Justiça, Carla Ubarana, e do marido George Leal.

A casa – uma mansão – encravada em um terreno alto, sequer pode ser fotografada.

Eis os cliques de uma leitora que foi descansar em Baía Formosa durante o carnaval, e, claro, foi ver de perto a badalada obra.

Os donos continuam presos, sob acusação de desviar dinheiro público  destinado a pagamento de precatórios.

Imóvel com segurança reforçada

A casa sequer pode ser vista

Portão com segurança máxima

A curiosidade dos que chegam à praia

 

24 de fevereiro de 2012 às 8:27

Ney Júnior libera relatório da CEI para vereadores [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Todos os vereadores de natal já têm acesso à cópia do relatório da CEI dos Contratos, assinado pelo relator, vereador Bispo Francisco de Assis.

Presidente em exercício da Câmara, o vereador Ney Lopes Jr (DEM), solicitou ontem à tarde que o texto fosse disponibilizado aos seus pares.

 

24 de fevereiro de 2012 às 8:12

População de Luís Gomes sofre a falta d’água há 4 meses [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do leitor Anderson Rocha, do município de Luís Gomes, terra onde água virou artigo de luxo e sonho de consumo da população:

Minha querida Thaisa
Sou da cidade de Luis Gomes e acompanho o seu Blog diariamente. Sei o quanto é visto por todo Rio Grande do Norte, por isso queria usar esse meio de comunicação para fazer um apelo de calamidade pública. Aqui em Luis Gomes a população está há mais de quatro meses sem uma gota de água nas torneiras. Governadora, não deixe o nosso povo sofrer com a falta desse liquido tão precioso. Sei que turismo e a copa são importantes para o estado, mas peço olhar para a nossa cidade.

Anderson Rocha

24 de fevereiro de 2012 às 8:04

Micarla reassume e começa obras de mobilidade da Copa [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A prefeita Micarla de Sousa, que desembarcou em Natal na madrugada, depois de ter passado o feriado de carnaval nos Estados Unidos, reassume o cargo e às 15 horas assina ordem de serviço para início das obras de mobilidade urbana para a Copa de 2014.

A assinatura será na rua São Geraldo, nas Quintas, onde Micarla receberá o cargo do até agora prefeito em exercício, Edivan Martins.

A São Geraldo é a origem de Edivan, e hoje ele ainda chega lá no papel de prefeito de Natal.

24 de fevereiro de 2012 às 8:00

Sebrae-RN premiará prefeitos empreendedores [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Sebrae-RN vai premiar gestores municipais de todo o Estado que implantaram em suas administrações, ‘projetos com resultados comprovados de estímulo à criação e desenvolvimento dos pequenos negócios e à modernização da gestão pública’.

Os gestores selecionados receberão o “Prêmio Sebrae – Prefeito Empreendedor Governador Cortez Pereira”.

A entrega acontecerá quarta-feira, 29, durante almoço ao meio-dia, no Olimpo Recepções, em Candelária.

24 de fevereiro de 2012 às 7:35

Dom Jaime Vieira receberá a imprensa um dia depois da posse [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Empossado no domingo como Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha receberá a imprensa na segunda-feira.

Uma coletiva está marcada para às 9 horas, no Centro Pastoral Pio X, no subsolo da Catedral.

O substituto de Dom Matias Patrício falará aos jornalistas sobre as perspectivas frente ao governo da Arquidiocese de Natal

 

24 de fevereiro de 2012 às 7:06

Telegrama de Dilma para Wilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Aniversariante da semana passada, a ex-governadora-prefeitável continuou a semana recebendo parabéns…

Pelos Correios, telegramas assinados pela presidente Dilma Rousseff e pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra.

Além de ligações de senadores, deputados, e do governador pernambucano Eduardo Campos, presidente nacional do PSB.

 

24 de fevereiro de 2012 às 6:21

Deputado Gustavo Fernandes receberá comissão da Unale [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A comissão organizadora da XVI Conferência Nacional da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais), que acontecerá em maio e terá Natal como sede, se reunirá na capital potiguar na segunda-feira.

A comitiva,  de Brasília, fará uma visita à Assembleia Legislativa do RN às 10 horas de segunda, e depois seguirá para o Centro de Convenções, onde o evento acontecerá.

E o tema da conferência já foi definido: “Matriz Energética e Alternativas para o Futuro”.

O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) foi indicado pelo presidente da Assembleia, Ricardo Motta, como presidente da Comissão Organizadora.

Na segunda, Gustavo será o anfitrião dos deputados Joarez Ponticelli (PP – Santa Catarina) e Hélio Soarez (PP – Maranhão), e de outros membros da Unale que virão a Natal.

 

24 de fevereiro de 2012 às 5:48

O estilo falastrão de Paulo Henrique Amorim e suas várias condenações [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem acha que pode falar o que vem na telha…às vezes suja…corre o risco de juntar o que consegue, muitas vezes ilegalmente, para gastar com o que não queria…

O jornalista Paulo Henrique Amorim vai ter que desembolsar 30 mil reais, além de pagar anúncios em jornais de circulação nacional – bote outros 30 mil aí – para se retratar com o jornalista Heraldo Pereira, da Rede Globo.

Veja texto publicado no Portal Imprensa:

Paulo Henrique Amorim vai se retratar com Heraldo Pereira

Os jornalistas Heraldo Pereira, da TV Globo, e Paulo Henrique Amorim, da TV Record e do blog Conversa Afiada, entraram em um acordo, em audiência de instrução e julgamento, realizada no último dia 15/02, em Brasília (DF), referente à ação movida por Pereira contra Amorim por danos morais.

No ano passado, Amorim publicou texto em que citava o repórter e apresentador da TV Globo e, entre diversos “adjetivos”, classificou Pereira de “negro de alma branca”.

 

Entre as cláusulas do acordo firmado, Paulo Henrique Amorim deve publicar texto se retratando com o Heraldo Pereira nos jornais Folha de S.Paulo e Correio Braziliense. Além disso, o blogueiro do Conversa Afiada deve doar R$ 30 mil, em seis parcelas de R$ 5 mil, a uma instituição de caridade determinada por Pereira, sendo que o primeiro pagamento deve acontecer no próximo 15/03.

Outro ponto do acordo firmado entre as partes determina que Amorim retire de seu blog todos os textos que fazem referência a Heraldo Pereira, bem como publique a mesma retratação exibida nos jornais, com o mesmo destaque e formatação utilizada no blog.

 

Na texto de retratação, segundo determinou a Justiça, deve conter o título “Retratação de Paulo Henrique Amorim concernente à ação 2010.01.1.043464-9”, em caixa alta, e Amorim deve declarar que “reconhece Heraldo Pereira como jornalista de mérito e ético; que Heraldo Pereira nunca foi empregado de Gilmar Mendes; que apesar de convidado pelo Supremo Tribunal Federal, Heraldo Pereira não aceitou participar do Conselho Estratégico da TV Justiça; que, como repórter, Heraldo Pereira não é e nunca foi submisso a quaisquer autoridades; que o jornalista Heraldo Pereira não faz bico na Globo, mas é empregado de destaque da Rede Globo; que a expressão ‘negro de alma branca’ foi dita num momento de infelicidade, do qual se retrata, e não quis ofender a moral do jornalista Heraldo Pereira ou atingir a conotação de ‘racismo‘”.

 

Do Blog – Falastrão, PHAmorim já foi foi condenado em primeira instância a pagar R$ 30 mil a Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, por chamá-lo em seu blog Conversa Afiada de “Paulo Afro-descendente” e por divulgar o endereço em que mora, São Paulo (SP).

 

Também foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro a pagar R$200 mil para o banqueiro Daniel Dantas, depois que a 1ª Câmara Cível deliberou, por unanimidade, que Amorim abusou do direito de crítica e infligiu danos morais ao empresário.

 

E também foi condenado a pagar indenização de R$ 30 mil ao diretor de jornalismo da TV Globo, Ali Kamel, por conta de artigo publicado em sua página pessoal em que o acusa de pratica de racismo no livro “Nós não Somos Racistas”.

Pois…

Falar demais é caro. E vale para qualquer um.

 

24 de fevereiro de 2012 às 2:41

A trajetória de Eliana Tranchesi: do templo do luxo à prisão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha Online:

Morreu no início desta madrugada, aos 56 anos, a empresária Eliana Piva de Albuquerque Tranchesi, dona da Daslu. Ela estava internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Eliana não resistiu ao câncer contra o qual lutava desde 2006 e que acabou por afastá-la do comando da Daslu, o maior templo do consumo de luxo do país.

 

Em setembro de 2006, quando revelou que havia retirado um tumor do pulmão e que iniciaria sessões de quimioterapia e radioterapia, ela afirmou que “a crise da Daslu e mais o câncer me fizeram sentir como se eu fosse uma criança deixando abruptamente a Disney. Até então, eu imaginava a vida como uma grande brincadeira (…). A Daslu é a Disney, onde tudo é lindo, as vendedoras são lindas, o cabelo é lindo, a roupa é linda, é tudo bonito. É tudo agradável. Então, de repente, você sai desse mundo da Disney e cai lá dentro do [hospital Albert] Einstein já com um monte de pacientes com câncer”.

Eliana herdou a Daslu da mãe, Lucia Piva. A loja nasceu quando Tranchesi tinha apenas um ano de idade, na sala da casa de sua mãe, há 55 anos. O nome da loja vem da junção dos nomes das primeiras sócias da loja, Lucia Piva e Lourdes Aranha, ambas apelidadas de Lu.

A loja virou uma grife e, a partir dos anos 90, começou a trabalhar com importados, quando as importações foram liberadas pelo então presidente Fernando Collor de Mello. Ela foi para a Europa e voltou com a mala abarrotada de marcas famosas que caíram no gosto dos endinheirados brasileiros. A partir daí, a Daslu virou referência para quem tinha dinheiro para gastar e queria ver e ser visto.

Ela criou setores para atrair homens, grávidas, decoradores e adolescentes. Eliana sempre afirmou que gosta de comprar, mas nunca pensou em tocar os negócios da mãe.

Há 28 anos, porém, ela assumiu o controle da butique, após a morte da mãe e deixou de lado o sonho de ser artista plástica. Começou a trajetória como vendedora, o que, aliás, é prática na loja entre as atuais diretoras e gerentes. Desde o início, ela contou com a ajuda dos irmãos no negócio.

Eliana foi casada como o médico Bernardino Tranchesi e tinha três filhos: Bernardo, 26, Luciana, 23, e Marcela, 20.

Religiosa, tinha o hábito de ir à missa aos domingos. Na Daslu há até uma capela, onde uma missa, fechada aos mais íntimos, serviu de cerimônia de “passagem”. Eliana apontou para Deus quando tentou traduzir o segredo do sucesso. “Acho que o segredo do meu sucesso é Deus e trabalhar feliz, em um astral bom”, disse a empresária dias antes de inaugurar seu empreendimento na zona sul de São Paulo, em 2005.

POLÍCIA FEDERAL

Em 13 de julho de 2005, teve início a Operação Narciso, da Polícia Federal, onde Tranchesi era suspeita de cometer crime de sonegação fiscal nas importações da Daslu.

 

A dona da loja foi detida e liberada no mesmo dia. Antonio Carlos Piva Albuquerque, irmão de Eliana e seu sócio na butique, e Celso de Lima, ex-contador da Daslu e dono da importadora Multimport (uma das principais da loja) ficaram presos durante cinco dias.

Segundo o Ministério Público Federal, as investigações sobre supostos crimes cometidos pela Daslu duraram cerca de 10 meses.

À época da operação, a Daslu movimentava ao ano mais de R$ 400 milhões em vendas, segundo a conta de especialistas. Eram mil empregados, sendo 200 “dasluzetes” –apelido das vendedoras que recebem até R$ 15 mil (incluindo comissão) por mês. Entre 75% e 80% das pessoas que vão à Daslu não vão embora da loja sem comprar alguma coisa. Já em shoppings, essa taxa varia de 15% a 30%.

Em investimentos, os volumes também são altos. Para a inauguração da nova Daslu –o espaço de 20 mil metros quadrados, incluindo o terraço, aberto ao público em junho de 2005–, foram gastos R$ 200 milhões. Estima-se que R$ 40 milhões tenham sido bancados pela própria Daslu, e o restante, rateado entre as grifes que estão na operação comercial.

SENTENÇA

Em março de 2009, Eliana Tranchesi e Antonio Carlos Piva de Albuquerque foram condenados a 94,5 anos, sendo três anos por formação de quadrilha, 42 anos por descaminho consumado, 13,5 anos por descaminho tentado e 36 anos por falsidade ideológica.

Para Celso de Lima, a pena de 53 anos incluiu três anos por formação de quadrilha, 21 anos por descaminho consumado, nove por descaminho tentado e 20 por falsidade. Para André Beukers, a Justiça deu pena de 25 anos; Christian Polo recebeu 14 anos; Roberto Fakhouri Junior e Rodrigo Nardy Figueiredo receberam 11,5 anos.

As sentenças levaram em conta a teoria do “concurso material”, ou seja, que os crimes não foram cometidos em sequência e num mesmo momento, o que permite que se somem todas as penas.

Em sua decisão, a juíza mencionou que a “organização criminosa” também deve ser presa por ter “conexões no estrangeiro” e ter dado prosseguimento aos crimes mesmo depois de descobertos a primeira vez (em 2005), mudando-se apenas o eixo de atuação de São Paulo para o sul do Brasil. “Os acusados praticaram crimes de forma habitual, como verdadeiro modo de vida, ou seja, são literalmente profissionais do crime”, escreve Maria Isabel do Prado.

NEGÓCIOS

Em fevereiro de 2008, a BR Malls, maior empresa do setor de shoppings centers do país, anunciou que passaria a gerenciar a Villa Daslu –shopping com 70 lojas anexa à boutique de luxo Daslu.

Segundo a empresa, foi firmado um consócio onde a BR Malls ficaria responsável pela administração da Villa Daslu –na Vila Olímpia (zona sul de São Paulo)–, sem nenhuma espécie de pagamento ou troca de ações entre as duas partes.

Tanto a Daslu como a operação das marcas internacionais feitas pela boutique de luxo ficaram de fora da negociação.

 

24 de fevereiro de 2012 às 1:30

WikiPédia já atualizou perfil de Eliana Tranchesi [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Atualizadíssimo, o site WikiPédia já publicou, junto à data de nascimento, a data de morte da empresária Eliana Tranchesi.

Eis o perfil da empresária que morreu agora de madrugada, em São Paulo:

Eliana Piva de Albuquerque Tranchesi (1956 – 23 de fevereiro de 2012) foi uma empresária brasileira do ramo da moda, especializada em grifes internacionais. Trouxe para o Brasil lojas do porte de Dolce & GabbanaGiorgio ArmaniLouis VuittonChristian DiorPradaChanel,BurberrySalvatore FerragamoGucciFendiChloéCacharelYves Saint LaurentGoyardTom Ford e Tods. Hoje, é dona do “TemploDaslu” em São Paulo, lugar no Brasil onde se pode comprar roupas de grife, e que já é uma referência internacional. A Daslu é o centro da população rica do Brasil hoje em dia, vendendo desde roupas de grife até apartamentos caríssimos nos melhores bairros da cidade de São Paulo.

Filha de Lucia Piva, fundadora da Daslu, foi casada com o médico Bernardino Tranchesi tem três filhos: Bernardino, Luciana e Marcela Tranchesi. Dona da Daslu herdou loja da mãe e gastou R$ 50 milhões com templo de luxo.

Em 2006, revelou que havia retirado um tumor do pulmão e que estava se submetendo a sessões de quimioterapia e radioterapia. Devido a sua prisão em março de 2009, revelou que retomou o tratamento.

Prisão

Em 13 de julho de 2005, o Ministério Público, a Receita Federal e a Polícia Federal moveram a Operação Narciso resultando na prisão de Eliana e de seu irmão, Antonio Carlos Piva de Albuquerque. Porém, Eliana foi liberada logo depois de prestar depoimento.

Em abril de 2008, o Ministério Público Federal em Guarulhos pediu a condenação de Tranchesi e mais seis envolvidos no suposto esquema de importações fraudulentas.[2]

Em 26 de março de 2009, a Justiça brasileira condenou a pena máxima de 94,5 anos de prisão dada à empresária Eliana Tranchesi. Os outros seis réus foram condenados. Ambos foram acusados de formação de quadrilha, falsidade ideológica e descaminho tentado e consumado – importar ou exportar mercadoria lícita sem os devidos pagamentos de impostos. A Justiça considerou ainda o grupo “uma quadrilha que cometeu crimes financeiros de forma habitual e recorrente, mesmo após a denúncia do Ministério Público Federal”. Na sentença, a juíza Maria Isabel do Prado destacou que houve “ganância” e que Tranchesi “demonstrou ter personalidade integralmente voltada para o crime”. Em sua decisão, a juíza mencionou que a “organização criminosa” também deve ser presa por ter “conexões no estrangeiro” e que os acusados praticavam “crimes de forma habitual, como verdadeiro modo de vida, ou seja, são literalmente profissionais do crime”.

No mesmo dia, a empresária foi presa pela Polícia Federal em cumprimento a sentença judicial, mas, um dia depois, a defesa conseguiu um habeas corpus e Tranchesi foi libertada.

Eliana Tranchesi morreu no dia 23 de fevereiro de 2012, vítima de um câncer.