Holiday

Thaisa Galvão

13 de dezembro de 2012 às 23:45

O alerta do Ministério Público Federal aos prefeitos que saem e aos que entram [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do site do Ministério Público Federal:

 

MPF/RN envia recomendação a prefeitos eleitos e aos que deixarão os cargos

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) está enviando recomendações aos prefeitos que assumem o cargo em 1º de janeiro, bem como aos que deixam as prefeituras no final deste mês, com o objetivo de alertar a todos e evitar a prática de diversas possíveis irregularidades em suas administrações.

Em linhas gerais, as recomendações, cujos conteúdos só não serão enviados aos reeleitos, tratam principalmente de medidas que garantam a lisura dos convênios e licitações, bem como a devida prestação de contas, entre outras ações necessárias à continuidade dos serviços e obras municipais. O MPF adverte que, em caso de descumprimento injustificado, os atuais e futuros prefeitos não poderão alegar desconhecimento da recomendação, seja ao responderem processos administrativos ou judiciais.

“E o Ministério Público Federal, por meio dos seus procuradores da República, atuará na rápida responsabilização dos infratores, com a promoção das ações penais e de improbidade administrativa cabíveis, sem prejuízo da provocação de outros órgãos federais ou estaduais, como a Controladoria-Geral da União, o Tribunal de Contas da União, a Receita Federal, o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas do Estado.”

Para os que estão saindo das prefeituras, o MPF destaca a obrigação legal de prestarem contas da utilização de recursos públicos recebidos por intermédio de convênios ou contratos celebrados com os governos federal e estadual, cujos prazos se encerrem até o próximo dia 31. A não prestação de contas, lembra a recomendação, pode resultar na condenação do político por crime de responsabilidade e por ato de improbidade administrativa.

O Ministério Público Federal alerta ainda quanto à necessidade de os prefeitos repassarem aos sucessores todos os documentos relativos aos convênios e contratos cujo prazo para prestação de contas se encerre após o dia 31 de dezembro de 2012. Eles também são advertidos quanto à necessidade de permitirem condições para que haja a continuidade dos serviços prestados à população, em especial dos essenciais como saúde, educação e limpeza pública.

Os atuais ocupantes dos cargos devem apresentar aos sucessores informações sobre as dívidas e receitas do município; a situação das licitações, contratos e obras; assim como a respeito dos servidores, folha de pagamento e estado dos prédios e bens públicos. A recomendação solicita a designação de, pelo menos, dois servidores para compor equipe de transição, junto com o prefeito eleito e o seu vice; e sugere que, por cautela e segurança, providenciem cópias e guardem toda a documentação relacionada aos convênios executados durante suas gestões, se os prazos dos mesmos se encerrarem na gestão seguinte.

O texto destaca que os prefeitos não devem assumir obrigação cuja despesa não possa ser paga no atual exercício financeiro (a menos que fique recurso disponível em caixa para o pagamento), nem autorizar ou executar aumento de despesa com pessoal. A manutenção em dia do pagamento dos servidores, incluindo o 13º salário, é outra recomendação do MPF.

Já com relação aos eleitos, o alerta é para que nomeiem como secretários pessoas com grau de instrução compatível com a responsabilidade dos cargos e, se possível, com conhecimento específico da área de atuação, o mesmo valendo em relação aos integrantes das comissões permanentes de licitação.

Os novos prefeitos, segundo o MPF, devem ainda arquivar adequadamente toda documentação relativa a convênios ou contratos de repasse e promover licitações antes da contratação de empresas, salvo nas exceções previstas em lei. O convite ou habilitação de empresas “de fachada” poderá configurar crime.

Outras recomendações incluem a manutenção e atualização regular do sistema informatizado do Tribunal de Contas do Estado, assim como dos equivalentes sistemas federais; e lembretes com relação ao último ano do futuro mandato (2016), nos mesmos termos dos endereçados aos atuais prefeitos que deixarão seus cargos.

As recomendações enviadas pelo MPF/RN estão sendo assinadas pelos procuradores da República Rodrigo Telles de Souza, Kleber Martins de Araújo, Ronaldo Pinheiro de Queiroz, Gilberto Barroso de Carvalho Júnor, Caroline Maciel da Costa, Cibele Benevides Guedes da Fonseca, Marina Romero de Vasconcelos, Cleber de Oliveira Tavares Neto, Fernando Rocha Andrade e Clarisier Azevedo Cavalcante de Morais.

13 de dezembro de 2012 às 23:35

Vereador Lairinho Rosado, mais uma vez Parlamentar do Ano em Mossoró [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador Lairinho Rosado, de Mossoró, é eleito pelo segundo ano consecutivo, o Parlamentar do Ano, na segunda edição do prêmio Niná Rebouças.

Termina o ano como vereador mais produtivo.

Com 348 matérias apresentadas, sendo 5 projetos de lei, 5 projetos de decreto, 301 indicações, 34 requerimentos escritos e 3 requerimentos orais.

Antes dos dois anos em primeiro lugar, foram 4 anos em segundo lugar.

Entre os projetos mais importantes deste ano, estão a Ficha Limpa Municipal, distribuição de fardamento escolar, lei antifumo, incentivo à doação de leite materno e combate ao bulying nas escolas da rede municipal de ensino.

13 de dezembro de 2012 às 17:45

Dagô tenta tomar posse como suplente, mas vaga de Ney Júnior não será ocupada [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Vereador eleito em outubro, mas suplente do DEM, Dagô chegou agora à tarde à Câmara Municipal, todo arrumado para tomar posse na vaga do prefeito Ney Júnior.

O Blog informou ontem que, como Ney não renuncia, apenas se licencia do cargo, o suplente não pode assumir, já que a licença é de tempo inferior a 120 dias.

Bingo.

Dagô até tentou…mas deixa a Câmara sem tomar posse.

Acompanhando Dagô, a fiel escudeira Fátima, que também questionou sobre a posse ou não do marido, como suplente.

*

A posse de Dagô como suplente começou a ser ventilada depois que foi levantada a questão da votação do Orçamento…que não poderia acontecer sem a bancada completa.

O que não procede.

A Procuradoria da Câmara explicou sobre a necessidade de um quórum mínimo, não sendo exigida a presença dos 21 vereadores.

13 de dezembro de 2012 às 17:34

Ney Lopes Júnior já é prefeito de Natal [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal já é Ney Lopes Júnior (DEM).

Depois da renúncia de Paulinho Freire (PP), na sede da Prefeitura, Ney foi empossado na Câmara Municipal.

Assinatura do termo de posse

13 de dezembro de 2012 às 17:22

Ao renunciar, Paulinho Freire diz que contou com ajuda do MP e do judiciário para evitar bloqueios de recursos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador eleito Paulinho Freire já renunciou ao cargo de prefeito de Natal.

Eis o discurso de renúncia, proferido agora há pouco no Palácio Felipe Camarão:

Paulinho Freire, Edivan Martins e Ney Júnior

 

Boa tarde a todos.

Senhor presidente da Câmara Municipal, vereador Edivan Martins, por cujo intermédio todos os vereadores presentes,
Senhor vice-presidente da Câmara, vereador Ney Lopes Júnior,
Senhoras secretárias,
Senhores secretários,
Demais companheiros de trabalho na Prefeitura do Natal,

Vivi nos últimos 43 dias uma experiência marcante e intensa.
Assumi, por força de decisão judicial e em ato solene realizado pela Câmara Municipal, o cargo de prefeito de Natal.
Vivi a partir dali um período de intensa atividade, marcado por muitos problemas e inúmeros desafios.

Encontramos a administração municipal numa situação de extrema fragilidade, do ponto de vista administrativo e financeiro, com parte dos salários de outubro em atraso.
Fiz desse período um exercício diário de paciência, perseverança e coragem. Com a ajuda de alguns companheiros e o apoio de várias instituições e organismos consegui levar adiante essa difícil jornada.
Conseguimos pagar praticamente um terço do valor da folha de pagamento de outubro, que encontrei em aberto.
Graças à sensibilidade e ao espírito público de integrantes do Ministério Público e da Magistratura conseguimos evitar novos bloqueios de recursos da Prefeitura e reverter outros anteriormente efetivados.
Desse modo, conseguimos pagar, integralmente, os salários de novembro e posso anunciar neste momento que concluiremos ainda hoje o pagamento do decimo-terceiro salário.
Para superarmos este quadro de graves dificuldades, fomos em busca de parcerias, retomamos o diálogo com as instituições e firmamos entendimento sempre em nome do interesse da coletividade, da população de Natal.
O primeiro passo foi determinar a redução de despesas e a contenção de gastos de modo a não agravar a grave situação financeira da prefeitura. Para isso, desativamos cinco secretarias e mais de uma centena de cargos comissionados.
O passo seguinte foi mudar a composição e o perfil da equipe de transição. Com o objetivo de evitar prejuízos para a cidade e para a população, asseguramos total entendimento com a equipe de transição da futura gestão. Desse modo, conseguimos, mediante recurso à Justiça, retirar Natal das inscrições no Cadastro Único de Convênios e, por consequência, assinar importantes contratos para o futuro da cidade. Graças a esta atuação conjunta, conseguimos assinar contratos que viabilizarão, num futuro próximo, investimentos na orla marítima, na sinalização turística e na mobilidade urbana.
Na área da Saúde, retomamos o diálogo com as cooperativas de profissionais. Asseguramos também a manutenção do funcionamento da UPA de Pajuçara, ameaçado por conta do fim de contrato de gestão e do período de intervenção.
Na área da limpeza urbana, procuramos o Governo do Estado e com o apoio do Exército, da Marinha, da Federação do Comércio e do Ministério Público iniciamos um Mutirão de limpeza da cidade, afim de amenizar os problemas decorrentes da coleta irregular provocados pelas dívidas com as empresas que atuam no setor.
O Mutirão já foi realizado na zona leste e nos próximos três finais de semana será feito nas zonas norte, Sul e oeste.
Mesmo diante de tantas dificuldades, conseguimos firmar uma importante parceria com o Sebrae para que ele administre e organize, com o apoio da Prefeitura, a Feira de Artesanato da Árvore, um tradicional evento de fim de ano realizado no bairro de Mirassol.
Na área da assistência social, assinamos convênio com o ministério do trabalho e emprego para projetos na área da economia solidária e com a secretaria de políticas para as mulheres firmamos convênio para assegurar recursos para um amplo programa de capacitação de mulheres.
Inauguramos, ainda, a central de videomonitoramento e implantamos o gabinete de gestão integrada do município, uma importante contribuição para o setor de segurança pública. Obtivemos também a aprovação de projeto que garantirá mais 8 milhões de reais para a ampliação do sistema de videomonitoramento e modernização e aparelharemos da Guarda Municipal.
Este é um breve e sucinto relato do que foi possível fazer em apenas 43 dias de muito trabalho. Fiz tudo o que foi possível fazer, tudo o que estava ao alcance. E serei eternamente grato a todos que se dispuseram a ajudar, desde os companheiros de trabalho, ao Ministério Público, à Magistratura, ao Tribunal Regional do Trabalho e ao Tribunal de Contas.
Uma palavra de agradecimento em especial ao Sindicato dos Servidores Públicos da Prefeitura do Natal pela compreensão e confiança.

Quero, por fim, explicar a razão da minha decisão. Não estou abandonando o barco. Cumpri a minha missão. Enfrentei os desafios, cumpri os compromissos com os servidores públicos. Propus parcerias, procurei as instituições e consegui apoio em nome de Natal.
Deixo o cargo para poder ser diplomado, pela Justiça Eleitoral, vereador da minha cidade.
Antes de tomar essa decisão que agora anuncio, tive o cuidado de me reunir com pessoas de diversos setores. Ouvi advogados, juristas, promotores públicos e magistrados.
Tive o zelo também de promover reuniões visando discutir a minha sucessão. Estou convencido de que a Prefeitura ficará em boas mãos e por isso deixo o cargo com a convicção de que agi sempre com zelo, responsabilidade e espírito público.
Vivi estes 43 dias um enorme sacrifício pessoal, enfrentando diuturnamente enormes desafios. Cumpri o meu dever. Mais do que isso, agi em defesa dos interesses da população e do futuro dessa cidade.
Serei eternamente grato a Natal pela confiança. E espero que ela me julgue, no futuro, como alguém que sempre pensou nela, em primeiro lugar, antes de tomar qualquer decisão como gestor público.

Que Deus continue iluminando os nossos caminhos e o destino da nossa cidade e do nosso povo.

Muito obrigado.

13 de dezembro de 2012 às 15:40

Wilma de Faria, patronesse do natal de idosos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Na tradicional festa de natal para idosos, promovida há anos pelo colunista Toinho Silveira, a estrela política que brilhou foi a da vice-prefeita eleita de Natal, ex-prefeita e ex-governadora, Wilma de Faria.

Que foi escolhida patronesse da noite.

A festa, com direito a ceia natalina, aconteceu, como há 10 anos, na Praça Augusto Leite.
“Não abro mão de participar deste evento todos os anos. É um bonito trabalho de grande alcance social que Toinho Silveira realiza. Sempre apoiei o “Natal Feliz”, seja como prefeita, governadora, e hoje como patronesse. Ver a alegria desses idosos não tem preço”, disse Wilma.

Wilma com a filha deputada Márcia Maia e o colunista-promoter Toinho Silveira (Fotos: Rodrigo Loureiro)

O abraço festivo

Na festa de natal

13 de dezembro de 2012 às 15:30

Ministro Garibaldi Filho recebe Medalha Mérito Tamandaré [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro  Garibaldi Filho começou o dia recebendo honraria.

Em Brasília, recebeu a Medalha Mérito Tamandaré, uma das principais condecorações conferidas em tempos de paz pela Marinha do Brasil.

A solenidade aconteceu no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília.

Garibaldi homenageado

 

13 de dezembro de 2012 às 15:28

Walter Alves: troféu pela segunda vez [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Em Natal, na noite desta quarta-feira, quem foi premiado foi o deputado Walter Alves, filho do ministro Garibaldi.

Do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, recebeu o troféu de Parlamentar do Ano.

Troféu que foi entregue pela sua mãe, Denise Alves.

O ministro-pai-coruja não pôde comparecer à festa.

Esta é a segunda vez que Walter é eleito Parlamentar do Ano.

Denise, Walter e o presidente da Assembleia, Ricardo Motta (Foto: Márlio Forte)

13 de dezembro de 2012 às 15:25

Gerações Alves [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E na festa de premiação ao deputado Walter Alves, 3 linhas da família Alves.

O deputado estadual e ex-prefeito de Natal e de Parnamirim, Agnelo Alves….

O deputado homenageado Walter Alves…

E o vereador eleito Felipe Alves.

Agnelo, Walter e Felipe (Foto: Thaisa Galvão)

13 de dezembro de 2012 às 14:50

Prefeito Paulinho Freire renuncia daqui a pouco [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será daqui a pouco que o prefeito de Natal, Paulinho Freire, renunciará ao mandato.

Ele, o presidente da Câmara, Edivan Martins, e o vice-presidente Ney Júnior já estão chegando ao Palácio Felipe Camarão para uma coletiva.

Pela linha sucessória, o prefeito seguinte seria Edivan.

Mas como o presidente da Câmara trava luta na justiça para assumir uma vaga na Casa, a posse como prefeito impediria que ele assumisse, caso ganhasse a parada judicial.

13 de dezembro de 2012 às 14:47

Transição entre Paulinho Freire e Ney Júnior foi feita na manhã de hoje [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O próximo prefeito de Natal, vereador Ney Júnior, esteve hoje com o prefeito Paulinho Freire.

No gabinete da Secretaria Municipal de Planejamento, os dois fizeram uma rápida transição.

Suficiente para que Ney conclua a gestão que até o dia primeiro de janeiro de 2013, contando com hoje e com o dia primeiro, tem exatos 20 dias.

Paulinho passou para Ney os compromissos assumidos, e as ações em andamento, como a campanha de limpeza da cidade.

 

13 de dezembro de 2012 às 14:21

Árvore de Mirassol acesa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A tradicional árvore de Mirassol, marca do natal em Natal, está acesa.

As luzes foram ligadas na noite desta quarta-feira.

Um dia antes do prefeito Paulinho Freire renunciar.

Foto: Canindé Soares

13 de dezembro de 2012 às 14:11

Dois méritos em julgamento [1] Comentários | Deixe seu comentário.

De repente a dúvida entre leitores do Blog.

O julgamento de hoje no TRE foi de Mérito ou de Reclamação?

Pois pois: do mérito da reclamação, tendo como relator, o juiz eleitoral Nilson Cavalcanti.

 

E o julgamento de agora à tarde?

Mérito de novo.

Da decisão do juiz Ibanez Monteiro, sobre tal Artigo 69, que define que a anulação dos votos da coligação da qual fazem parte Raniere e George, havia transitado em julgado.

 

Mas…a expectativa é de que o resultado do Mérito da tarde siga o resultado do Mérito da manhã.

E Raniere e George sejam diplomados amanhã.

13 de dezembro de 2012 às 14:10

Defesa de Edivan e Cláudio acredita em mudança com base em decisão do ministro do TSE [1] Comentários | Deixe seu comentário.

E quem acha que o estresse termina com a diplomação dos vereadores eleitos…engana-se.

Começa agora a segunda fase do estresse, que se estenderá até a posse dos diplomados.

Os advogados de Raniere e George acreditam que os dois serão empossados e assumirão.

Os advogados de Edivan Martins e Cláudio Porpino acreditam que até a posse, haverá mudanças, com base na decisão do ministro Dias Tóffolli, do TSE.

O que eles estão reclamando agora é que o TRE não está disponibilizando as informações sobre o Acórdão. Coisa que, para eles, deve ser disponibilizado em sessão.

 

 

13 de dezembro de 2012 às 13:56

Kelps Lima: mandato próprio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De fato e de direito.

Kelps Lima não é mais deputado temporário, nem suplente.

Com a saída do deputado Poti Júnior para o Tribunal de Contas, Kelps deixa a condição de suplente da coligação para deputado efetivo.

A posse, acompanhada do primeiro discurso, aconteceu hoje na Assembleia Legislativa.

Discurso de posse

13 de dezembro de 2012 às 13:40

Nelter Queiroz reassume cadeira na Assembleia Legislativa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Nelter Queiroz reassumiu seu mandato hoje na Assembleia Legislativa.

Nelter estava de licença por 120 dias, e o suplente Kelps Lima estava em seu lugar.

Como agora Kelps, como suplente da coligação, assumiu em definitivo com a saída de Poti Júnior para o Tribunal de Contas, Nelter decidiu voltar.

Reassumiu hoje.

13 de dezembro de 2012 às 13:31

Justiça determina indisponibilidade de bens de vereador de Currais Novos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do site da Justiça Federal:

 

Decisão da 9ª Vara da Justiça Federal do Rio Grande do Norte decretou a indisponibilidade dos bens do médico e vereador de Currais Novos Eduardo Bastos de Pontes, até o limite de R$ 113.609,66, acatando pedido cautelar do Ministério Público Federal (MPF/RN). O réu é acusado de acumulação ilícita de até oito cargos e funções públicas simultaneamente, pelo menos nos anos de 2009 a 2010, nos municípios de Cerro Corá, Acari, Currais Novos, Lagoa Nova, Jardim do Seridó, Nova Cruz e Tenente Laurentino.

Durante a apuração do MPF/RN. uma pesquisa junto ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde demonstrou que Eduardo Bastos atuaria em dez unidades de saúde, totalizando uma carga horária de 132 horas semanais, o que equivale a uma média diária de mais de 18 horas de trabalho, levando-se em conta todos os dias da semana.

E os números podem ser ainda mais significativos. A ação do MPF/RN revelou que o médico está vinculado ao Programa Saúde da Famíla (PSF) do município de Lagoa Nova, com carga horária prevista de 40 horas semanais; é estatutário em Currais Novos, com atribuições na Junta Médica do município e a mesma carga horária; e possui outra jornada de 40 horas em um vínculo com o estado. Somente os três empregos já representariam uma soma de 120 horas por semana.

“Não bastasse a improvável possibilidade de compatibilizar as cargas horárias contratadas com o Município de Lagoa Nova, com o Município de Currais Novos e com o Estado do rio Grande do Norte, o demandado ainda prestava serviços nos municípios de Acari (40 horas semanais), e em outros três municípios potiguares”, descreve a ação do MPF.

Pela documentação levantada pelo MPF, Eduardo Pontes teria prestado serviços de cirurgião ao município de Cerro Corá, de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2010, com carga horária de 20 horas semanais, operando nas segundas e sextas-feiras, de forma absolutamente incompatível com a suposta atuação no PSF de Lagoa Nova. O réu, pelo menos durante os anos de 2009 e 2010, recebeu ainda pela prestação de serviços médicos ao município de Tenente Laurentino Cruz, cumprindo supostamente carga horária aos sábados e domingos.

Informações repassadas pela Prefeitura de Nova Cruz acrescentam que Eduardo Bastos prestaria também serviços ao Hospital Monsenhor Pedro Moura, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, desde 26 de fevereiro de 2010. Já na função de vereador de Currais Novos, ele deveria participar, pelo menos, de de sessões ordinárias nas terças e quintas-feiras, a partir da 19h30. De acordo com a legislação, o servidor pode acumular um máximo de dois cargos, quando legalmente compatíveis, mas desde que o cômputo da carga horária de ambos alcance o máximo 60 horas semanais.

A decisão da 9ª Vara Federal determina que o vereador não poderá alienar ou transferir os bens indisponíveis, enquanto a ação não transitar em julgado, ou até deliberação judicial posterior. A ação civil pública de improbidade administrativa promovida pelo MPF/RN, e assinada pela procuradora da República Clarisier Azevedo, pede a condenação de Eduardo Bastos pelas condutas previstas na Lei 8.429/92, a chamada Lei da Improbidade Administrativa, que trata de enriquecimento ilícito, prejuízos ao erário e atos contra os princípios da administração pública.

Caso seja considerado culpado, o réu poderá ter de devolver os valores acrescidos ilicitamente, perder a função pública que exerça, ter suspensos seus direitos políticos, além de pagar multa civil e ficar proibido de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios.

O valor inicial de R$ 113.609,66 leva em conta o dinheiro recebido do PSF de Lagoa Nova (programa que conta com recursos federais) entre os anos de 2009 e 2010. O montante ainda deverá ser corrigido monetariamente. O objetivo da decretação de indisponibilidade é impedir que o vereador se desfaça de seu patrimônio ou transfira para terceiros, antes da decisão de mérito.

13 de dezembro de 2012 às 12:34

Artigo 69: mais um capítulo da diplomação de vereadores em pauta hoje no TRE [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Apesar do julgamento do Mérito, e da definição, pelo TRE, que os vereadores Raniere Barbosa (PRB) e George Câmara (PCdoB) serão diplomados vereadores reeleitos amanhã, mais um capítulo do polêmico processo ainda acontece hoje no Tribunal.

Onde o Pleno deverá julgar o recurso ordinário do juiz eleitoral Carlo Virgílio, que discute o polêmico Artigo 69 da Constituição Federal.

O artigo que entende que, no caso de problema em um partido, se torna ilegal toda a coligação.

Esse tema ainda não foi debatido…

Hoje será.

 

13 de dezembro de 2012 às 11:48

Mérito: Raniere Barbosa e George Câmara serão diplomados vereadores reeleitos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Termina se ser proferido o voto do juiz eleitoral, Ricardo Procópio.

Mais um voto a favor da diplomação dos vereadores Raniere Barbosa e George Câmara.

Placar de 4 X 1 para os dois.

Já maioria, portanto, já definido.

O presidente do TRE, João Batista Rebouças está votando agora, reiterando o voto antigo, que favorece Edivan Martins e Cláudio Porpino.

O placar final será de 4 X 2 para Raniere e George que amanhã serão diplomados vereadores reeleitos.

13 de dezembro de 2012 às 11:30

Julgamento continua no TRE: 3 X 1 para Raniere e George [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mais um votos no julgamento do mérito, do caso da diplomação dos vereadores na Câmara Municipal de Natal.

Eis o placar de agora:

Os juiz eleitoral Nilson Cavalcanti, Amílcar Maia e Jaílson Leandro votaram favoráveis à diplomação de Raniere Barbosa e George Câmara.

Carlo Virgílio votou a favor da diplomação de Edivan Martins e Cláudio Porpino.

*

Neste momento o juiz Ricardo Procópio está votando.