Thaisa Galvão

24 de janeiro de 2013 às 13:40

Governo e bancada devem tentar impedir que ministro autorize importação de camarão [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A chegada de um ministro a Natal, sempre festejada pela classe política, bem que poderia ter outro tom durante a visita do ministro da Pesca, Marcelo Crivella.

A bancada federal potiguar e a governadora Rosalba Ciarlini, poderiam aproveitar a chegada do ministro-pastor, amanhã, para fazer pressão.

Desconhecedor total e absoluto do tema que comanda no governo federal, o ministro que ganhou o cargo por ser político – e religioso – está prestes a concretizar uma ação que deverá prejudicar a carcinicultura brasileira.

Crivella, que apoiou, mas não elegeu, Celso Russomano para a Prefeitura de São Paulo, tenta pagar a conta a uma

empresa de camarão que teria patrocinado a campanha…comprometendo a carcinicultura do Brasil.

O ministro-pastor que não entende nada de pesca, quer autorizar a importação de camarão argentino para o país.

Carcinicultores garantem que o camarão argentino, sem o programa de fiscalização ambiental implantado no Brasil, deverá chegar por aqui trazendo uma média de 200 tipos de vírus.

Mesmo assim, o pastor Crivella quer importar…

E com isso, beneficiar a tal empresa que teria bancado a campanha de Russomano, que passaria a comprar o produto por um precinho bem camarada, mesmo não repassando o benefício ao consumir, que ainda ganharia a possibilidade de ser contaminado.

A história é essa.

 

O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Camarão, o potiguar Itamar Rocha, já conversou com o ministro-pastor sobre o assunto, mas ele se mostrou irredutível.

Afinal de contas, precisa pagar a conta que o candidato derrotado não consegue pagar.

A ministra da Casa Civil, Idelli Salvati, que já foi da Pesca, garantiu à deputada Sandra Rosado que o governo não iria permitir a importação.

 

É o Rio Grande do Norte quem tem que gritar para evitar a marmota, e a oportunidade é essa.

Amanhã, antes de inaugurar uma colônia de pescadores em Tibau, Crivella assina convênios com o governo do Estado e com a Prefeitura de Pedra Grande, para implantação do Projeto Velas ao Vento…

E bem que a bancada poderia acompanhar o ministro cobrando insistentemente…

 

No sábado, o pastor Crivella participa do Grito da Pesca em Rio do Fogo.

E bem que o Grito poderia ser dado pelos carcinicultores do RN e pelos deputados, senadores, governadora…ministro da Previdência Garibaldi Filho…

*

O ministro da Pesca que trabalha para acabar com a pesca de camarão no Brasil, pode até justificar o fator preço, e tentar vender o ‘peixe’ argentino mais barato do que o do Brasil…

Mas aí essa seria uma questão de interesse da iniciativa privada.

O governo jamais poderia trabalhar contra a produção local.

Deixasse para os empresários, donos de restaurantes…vivendas da vida.

 

*

Os carcinicultores têm dois canais para levar o ‘Grito da pesca do Camarão’ até a mesa da presidente Dilma Rousseff: o ministro Garibaldi, que quando governador incentivou a carcinicultura, e o deputado Henrique Alves, candidato a presidente da Câmara.

Nas visitas que tem feito a estados do Brasil, em campanha para chegar à presidência, Henrique tem ouvido cobranças de ações do governo federal em relação aos estados.

Bem que a cobrança da bancada potiguar poderia ser essa: o Grito da Pesca ao contrário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*