Thaisa Galvão

11 de fevereiro de 2013 às 10:15

Mensalão será o tema indigesto dos palanques do próximo ano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A ala radical do PT ainda bate o pé. Quer, porque quer, manter os mandatos dos deputados mensaleiros, já condenados.

Para isso, grita aos quatro cantos do Brasil que o presidente da Câmara, Henrique Alves, se comprometeu com o partido…

E que o partido se comprometeu com sua eleição, desde que os coitados dos mensaleiros condenados continuassem com os cargos na Câmara, representando o combalido povo brasileiro.

Os petistas mais moderados, como diz a Folha, concordam com a cassação.

Tentam virar a página do mensalão.

 

 

A própria presidente Dilma Rousseff poderia estimular e acatar a cassação dos deputados já condenados.

Pode não cair bem sobre sua campanha pela reeleição, o estigma de que é a chefe do Estado que apoia o descumprimento da legislação.

E mais: que apóia a corrupção.

Já se foi o tempo em que o povo não entendia os bastidores da política.

E ir para uma campanha taxada de presidente mensaleira, poderá pegar mais do que mal para a candidata.

 

 

Aqui pelo Rio Grande do Norte, o desejo desenfreado do partido de defender os deputados condenados pode respingar sobre a campanha ao Senado da deputada Fátima Bezerra.

Em campanha é assim..em certos casos, quanto mais em cima do muro, melhor.

E o caso dos mensaleiros será o mais indigesto nos palanques do próximo ano.

E como pensam os petistas moderados, de acordo com a Folha, melhor mesmo seria passar a página.

Página que está nas mãos do deputado-presidente Henrique Alves.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*