Thaisa Galvão

19 de fevereiro de 2013 às 21:37

TCE e TJ: dois tempos e duas medidas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Muito tem se falado, de sexta-feira para cá, que a pressa que a governadora Rosalba Ciarlini teve na indicação do desembargador, não tem na indicação do conselheiro do Tribunal de Contas.

Claro que a vaga do TCE, até pelo tempo – mais de um ano – já deveria ter sido ocupada.

Mas, a pressa da escolha do desembargador não pode ser comparada à lentidão do TCE.

A vaga do Tribunal de Contas é uma escolha única e pessoal da governadora. Não cabe interferência.

Já no caso de desembargador, eram 3 nomes, eleitos em dois processos de votação, e muitos padrinhos por trás dos 3, com muita pressão em cima da governadora.

Que para se livrar das pressões…se apressou em apontar o seu preferido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*