Thaisa Galvão

25 de junho de 2013 às 22:42

A convite do Banco Mundial, secretário de Segurança participa de Conferência na Colômbia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O secretário de Segurança do Estado, Aldair da Rocha, está na Colômbia.

Ele participa, desta quarta até a sexta-feira, da Conferência Internacional “PREVENCION DEL DELITO Y LA VIOLENCIA: DE LACIENCIA A LA ACCION”.

Evento que acontece na cidade de Cali.

O secretário viajou a convite do Banco Mundial, sem ônus para o Estado.

 

25 de junho de 2013 às 22:23

Importação de médicos pode ser a marcha-ré da quarta-feira (?) [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Semana mais do que perturbada no Planalto, no Congresso…em Brasília.

A presidente Dilma Rousseff se valeu até do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso para criação da proposta de plebiscito e convocação de Constituinte exclusiva para transformar corrupção em crime hediondo.

FHC foi contra.

DDilma não pediu opinião do seu vice, o constitucionalista Michel Temer

Um golpe no PMDB que se completou quando, nas discussões já da terça-feira, apelou para o Senado e para a OAB…mas deixou de fora a Câmara do peemedebista Henrique Alves.

Tudo bem que o presidente do Congresso, Renan Calheiros, é do PMDB, mas…do PMDB que aceita mudar de ideia e até apoiar o Passe Livre. Passagem de graça para estudantes, bravou Calheiros…

 

Apesar do apoio do presidente do Congresso, Dilma voltou atrás…

Desistiu da Constituinte exclusiva.

Foi convencida do óbvio: que era inconstitucional.

E o PT, que batia palmas para a proposta, começou a bater palmas para outras coisas…

 

Semaninha essa em Brasília…

A PEC37, que tinha a intenção de retirar poder de investigação do Ministério Público, que deveria ser votada semana que vem, foi posta em votação de repente, mas com um combinado: votar nadica de nada.

Matar a PEC.

Votar, não a Proposta, mas o arquivamento dela, e assim foi feito, e assim foi aprovado.

 

Quarta-feira chegando. Médicos na rua em todo o Brasil, protestando contra a importação de colegas europeus.

Aguardaremos, pois, o dia seguinte.

Qual será a marcha-ré do dia?

25 de junho de 2013 às 22:10

Povo na rua faz Câmara derrubar PEC que desejava aprovar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1 – Brasília

Todo mundo sabe que todo mundo sabe que a Câmara desejava aprovar a PEC37.

Mas aí veio o grito causado pelo aumento na tarifa de ônibus…

 

Câmara derruba PEC que tentava limitar o poder de investigação do MP

PEC 37 impedia promotores e procuradores de abrir investigações próprias. Protestos pelo país pediram que Congresso rejeitasse a proposta polêmica

Nathalia Passarinho e Fabiano Costa 

 

A Câmara dos Deputados derrubou nesta terça-feira (25), por 430 votos a nove (e duas abstenções), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que impedia o Ministério Público de promover investigações criminais por conta própria. O texto da chamada PEC 37 (entenda) previa competência exclusiva da polícia nessas apurações. Com a decisão da Câmara, a proposta será arquivada.

Pela proposta de alteração na carta constitucional, promotores e procuradores não poderiam mais executar diligências e investigações próprias – apenas solicitar ações no curso do inquérito policial e supervisionar a atuação da polícia. A rejeição da proposta era uma das reivindicações dos protestos de rua que se espalharam em todo o país.

 

Antes de iniciar a votação nominal, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), fez um apelo para que a proposta que limita o MP fosse derrotada por unanimidade.

“Tenho o dever e a sensibilidade de dizer a esta casa que todo o Brasil está acompanhando a votação desta matéria, nesta noite, no plenário. E por isso tenho o dever e a sensibilidade de declarar, me perdoe a ousadia, que seria um gesto importante, por unanimidade, derrotar essa PEC”, disse.

A votação foi acompanhada por procuradores e policiais, que ocupavam cadeiras na galeria do plenário da Câmara. Conduzidos pelo líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), promotor de Justiça licenciado, parlamentares tucanos ergueram cartazes no plenário contra a PEC 37. As cartolinas estampavam “Eu sou contra a PEC 37. Porque não devo e não tenho medo da investigação. A quem interessa calar o MP?”, indagava o manifesto.

Ao abrir a sessão extraordinária, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou que era necessário votar a PEC 37, mesmo sem acordo.

“Lamentavelmente chegamos a 95% de acordo. Faltaram 5% para concluirmos um texto. Esta Casa demonstrou sua vontade de estabelecer um perfeito entendimento entre o Ministério Público e os delegados. Mas na hora que não foi possível, isso não poderia ser pretexto para não votar a PEC. Ela não poderia ficar pairando”, disse.

 

Henrique Alves disse ainda “ter certeza” de que os parlamentares voltariam a proposta pensando no que seria melhor para o país.“ Tenho certeza de que cada parlamentar estará votando de acordo com a sua consciência, para o combate à corrupção, o combate à impunidade”, disse

Em discurso no plenário, o líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente (RJ), destacou o papel das manifestações populares na derrubada da PEC 37. “Lá na CCJ da Câmara a maioria dos deputados era a favor da PEC 37. A maioria desse plenário era a favor da PEC 37. […] Essa PEC vai ser derrubada pelo povo nas ruas”, afirmou.

A maioria dos partidos orientou as bancadas para rejeitar a proposta. “A bancada do Democratas vai votar em sua ampla maioria, senão na sua totalidade, para derrotar a PEC 37. Mas aos colegas que votarem favoravelmente a ela, o meu respeito, porque eu respeito qualquer parlamentar no momento da sua decisão e votação”, disse o líder do DEM, deputado Ronaldo Caiado (GO).

 

Ao defender a rejeição da PEC 37, o líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), afirmou que o partido quer dar uma reposta às manifestações.

“Ninguém quer acabar com o poder de investigar. Todos nós queremos que todos investiguem. Queremos dar uma resposta à sociedade, uma resposta às ruas. Não queremos que nenhuma criminalidade fique sem investigação”, afirmou.

 

Autor da PEC lamenta ‘rótulo’
O autor da proposta, deputado Lourival Mendes (PTdoB-MA), foi o único a defender o texto no plenário. Ele afirmou que a PEC 37 foi rotulada de forma “indevida” como sinônimo de “impunidade”.

“Essa PEC tramitou nesta Casa com 207 assinaturas, foi aprovada na CCJ [Comissão de Constituição e Justiça], foi aprovada na comissão especial. Lamentavelmente, num acidente de percurso, a PEC foi rotulada e alcançada por um movimento que nada tem a ver com sua propositura. Não é verdadeiro o rótulo de impunidade da PEC”, afirmou.

25 de junho de 2013 às 21:14

Morre dona Lenice Salustino, avó do deputado Fábio Faria [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Morreu hoje à tarde, dona Lenice Lins Salustino, seridoense, viúva de Edgar Salustino.

Aos 90 anos, ela se sentiu mal e foi levada ao hospital onde foi constatado que ela havia sofrido um AVC.

O corpo de dona Lenice, avó do deputado federal Fábio Faria (mãe da sua mãe, Nina Salustino), está sendo velado no Morada da Paz da rua São José, em Natal, e amanhã será levado para Currais Novos.

Uma missa de corpo presente será celebrada às 15 horas na igreja Matriz, e logo depois haverá o sepultamento.

Assim que chegou em Brasília hoje, Fábio Faria soube da morte da avó e está tentando embarcar de volta ainda hoje.

 

25 de junho de 2013 às 18:40

Deputados votam contrário à liberação de dinheiro para transmissão de jogos da Copa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ainda não foi votada a polêmica PEC 37, que será derrubada, de acordo com combinado entre os líderes partidários na Câmara, que decidiram ouvir o clamor das ruas.

E o clamor das ruas já rejeitou a PEC que retira poder de investigação do Ministério Público.

Neste momento estão sendo votadas várias mensagens, entre elas, a que retira a verba para transmissão dos jogos da Copa.

Só o PT está encaminhando a favor.

Os outros partidos, contra.

 

25 de junho de 2013 às 17:54

Governo autoriza redução de preços nas tarifas de linhas semiurbanas a partir de amanhã [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A partir de amanhã, viajar de ônibus pela Região Metropolitana a partir de Natal, será mais barato.

É que o DER autorizou a redução nos preços das tarifas.

De Natal para São Gonçalo do Amarante, por exemplo, que hoje tem uma tarifa de R$ 2,50, passará a ter, a partir de amanhã, de R$ 2,30.

 

A redução é resultado da queda no valor da tarifa de ônibus de Natal, já que, de acordo com portaria assinada entre Prefeitura de Natal e Governo do Estado, através do DER, as linhas semiurbanas só podem cobrar um preço 5% acima da tarifa urbana. 

 

Confira algumas das novas tarifas que estarão em vigor a partir desta quarta:

 

Natal – São Gonçalo – R$ 2,30

Natal – Parnamirim – R$ 2,30

Natal – Macaíba – R$ 3,10

Natal – Pirangi – R$ 3,10

Natap – CearáMirim – R$ 3,95

Natal – Jacumã – R$ 3,95
Natal – NísiaFloresta – R$ 5,00
Natal – Barreta R$ 5,00
Natal – Monte Alegre R$ 5,00
Natal – Alcaçuz  – R$ 3,30

25 de junho de 2013 às 17:21

Quinto Constitucional: bastidores do TJ apontam lista tríplice com nomes de Marisa Almeida, Artêmio Azevedo e Glauber Rêgo [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Sai Ministério Público, entra Tribunal de Justiça.

O Pleno do TJ escolhe amanhã, a partir das 8 horas, através de voto aberto e fundamentado, a lista tríplice que será encaminhada à governadora Rosalba Ciarlini, para indicação do desembargador pelo Quinto Constitucional.

Seis advogados na disputa: Artêmio Azevedo, Magna Letícia, Marisa Almeida, Glauber Rêgo, Verlano Medeiros e Priscila Fonseca.

Nos bastidores do TJ duas listas tríplices foram dadas como certas da semana passada paca cá.

Uma com Artêmio, Marisa e Magna.

A mais recente com Artêmio, Marisa e Glauber.

 

A diferença da primeira votação – anulada pelo CNJ – para esta, é o fortalecimento da advogada Marisa Almeida, que não chegou a entrar na primeira lista, composta por Artêmio, Glauber e Magna.

 

 

 

 

25 de junho de 2013 às 16:50

De Henrique sobre a derrubada da PEC37: “Vamos cumprir nosso dever, votando em sintonia com aquilo que a rua quer” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pelo twitter, o deputado-presidente da Câmara, Henrique Alves, explica a decisão do colegiado de líderes de rejeição, ainda hoje, à PEC37, que retiraria do Ministério Público o poder de investigação.

 

Henrique E Alves ‏@HenriqueEAlves – Líderes fecharam acordo para rejeitar #PEC37 e votar recursos dos royalties do petróleo para educação
Henrique E Alves @HenriqueEAlves – As ruas estão fazendo sua parte, protestando. Vamos cumprir nosso dever, votando em sintonia com aquilo que a rua quer
Henrique E Alves @HenriqueEAlves – Lamentavelmente grupo de trabalho não conseguiu chegar a acordo que harmonizasse posições de policiais e Ministério Público na #PEC37
Henrique E Alves @HenriqueEAlves – País não quer escolher entre policiais e Ministério Público, quer os dois trabalhando pelo combate à impunidade e corrupção #PEC37

25 de junho de 2013 às 16:44

Doações de empresas para projetos da Prefeitura serão feitas diretamente ao Movimento Brasil Competitivo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A assessoria da Prefeitura de Natal explica as doações que serão feitas pelas empresas Queiroz Galvão e OAS a projetos da Prefeitura de Natal.

Os recursos não serão feitos diretamente à Prefeitura, mas ao ‘Movimento Brasil Competitivo’, uma Oscip fundada pelo empresário Jorge Gerdau, que tem no seu conselho alguns dos maiores empresários brasileiros, e cujo objetivo é atuar no sentido de aumentar a competitividade no Brasil.

Um dos projetos do MBC é atuar junto ao Poder Público como faz em vários Estados e prefeituras do Brasil.

“Na verdade, o MBC arrecada, contrata e paga consultorias que atuam junto aos órgãos públicos em diferentes serviços. Um deles, o primeiro a ser contrato no caso de Natal, é a auditoria na folha de pagamento. Também nos planos da prefeitura a contratação de consultorias para trabalhar no aumento da arrecadação (sem aumento de impostos) e na diminuição dos gastos correntes, via melhor gerenciamento de processos”, explicou o secretário de Comunicação, Héverton de Freitas.

25 de junho de 2013 às 16:19

Com placar de 4 X 1, TRE mantém mandato do deputado João Maia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Terminou agora votação no Tribunal Regional Eleitoral, que manteve, por 4 votos contra 1, o mandato do deputado federal João Maia, acusado de fazer caixa 2 na campanha de outubro passado.

Votaram a favor do mandato do deputado, o relator da matéria, Nilson Cavalcanti e os juízes Verlano Medeiros, Zeneide Bezerra e Carlo Virgílio.

O voto contra foi do desembargador João Batista Rebouças.

 

25 de junho de 2013 às 16:11

Ministério Público sai fortalecido com derrubada combinada da PEC37 [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Com a decisão do colégio de líderes de derrubar a PEC37, já em votação hoje, o Ministério Público sai fortalecido.

E com plenos poderes de continuar investigando.

Há dois dias o Blog dizia não acreditar na votação…

Quase acertou.

Votada vai ser, sim. Mas, previamente, combinadamente, rejeitada.

Tudo por causa do grito nas ruas.

Leia nota do Blog publicada anteontem:

Agora, continuando…

O combinado de hoje é derrubar a PEC37…e criar outra, de consenso entre procuradores de Justiça e delegados.

Mas, sabe quantas vezes o Blog acredita em outra PEC tirando poderes do Ministério Público?

Nenhuma!

25 de junho de 2013 às 15:49

Para Rosalba, pacote de Dilma deveria incluir ‘pacto federativo e segurança’ [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini comentou hoje os 5 pactos anunciados pela presidente Dilma Rousseff, na reunião de ontem com governadores e prefeitos.

Para Rosalba, um sexto ponto deveria ter entrado na pauta da presidente.

“Considero que a revisão do pacto federativo também deve entrar na pauta”, disse a governadora, afirmando que sem a revisão, Estados e Municípios vão continuar com dificuldade para realizar investimentos e manter o custeio da máquina.

 

“A divisão dos recursos federais, como é feita atualmente, é de uma desigualdade muito grande com estados e municípios recebendo cada vez menos e, em contrapartida, as responsabilidades desses entes federativos só aumentam”.

 

“Um pacto para a segurança pública. Sem isso fica difícil responder à voz das ruas”, também lembrou a governadora.

25 de junho de 2013 às 15:30

Câmara vai derrubar ainda hoje, em votação, a atual PEC37 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como o Blog previa…

A PEC37 não será votada.

Pelo menos do jeito que está o projeto.

Como está, retirando o poder de investigar do Ministério Público, ela entra em votação hoje, e de acordo com os líderes partidários, será rejeitada.

A intenção é criar outra PEC.

Força das ruas ecoando na Câmara.

Como o Blog previa…

 

Além da PEC hoje também serão votados:

-Uma medida provisória que libera crédito para 4 ministérios

-A nova proposta de divisão do fundo dos estados

-O Projeto do governo federal que propõe que 100% dos royalties do petróleo da camada do pré-sal sejam destinados para a educação.

 

25 de junho de 2013 às 11:45

Presidente do BNB, na contramão do Planalto, diz que banco vai continuar executando dívidas [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Enquanto a presidente Dilma Rousseff tenta atender aos anseios populares, o seu auxiliar, no cargo de presidente do Banco do Nordeste, faz a linha “o povo que se lixe”.

Aliás, ‘a presidente que se lixe também’, já que segue na contramão do atual momento do ‘Planalto Paz e Amor’.

Mesmo diante do clamor dos produtores, o presidente do BNB disse que o banco iria continuar executando os empréstimos feitos e não pagos.

Ou seja…tomando as terras dos pequenos produtores…

A produtora rural acariense Joana D’Arc Pires contou sua história pessoal: perdeu o pai, que cometeu suicídio, exatamente por enfrentar uma seca e não conseguir pagar a dívida ao banco.

Nem sinal de comoção do rapaz…

25 de junho de 2013 às 11:07

Alunos da rede pública de Mossoró participam de concurso de maquetes juninas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem passa pela Praça de Eventos, onde acontece o Mossoró Cidade Junina, pode eleger a melhor maquete de São João.

São 16 maquetes produzidas por alunos da rede municipal de Mossoró, divididas em duas categorias: do 3° ao 5° ano e do 6° ao 9° ano.

Os visitantes avaliam os trabalhos  e votam na maquete preferida.

As vencedoras serão definidas pelo voto popular.

O primeiro e segundo colocados das duas categorias irão receber R$ 1 mil e R$ 500, respectivamente.

O espaço está aberto à visitação hoje e amanhã, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 17h.

Na quinta o horário será esticado até o encerramento das atividades na Praça de Eventos.

A contagem dos votos será sábado, com premiação marcada para começar às 20h e ad maquetes ganhadoras ficarão expostas no domingo.

25 de junho de 2013 às 10:19

Vota ou não vota? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vota ou não vota?

Nota da coluna Panorama Político, do Globo de hoje:

Uma reunião do presidente da Câmara, deputado Henrique Alves, com procuradores de Justiça e delegados está agendada para hoje, na intenção de se chegar a um consenso.

Por enquanto a Câmara não se pronunciou sobre engavetamento e a ideia é votar a PEC na semana que vem.

Agora às 11 e meia Henrique participa de reunião de líderes de partidos na Câmara.

25 de junho de 2013 às 8:05

Carlos Eduardo vai ao Ministério das Cidades se inteirar sobre recursos para mobilidade anunciados por Dilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, disse há pouco ao Blog que o Ministério das Cidades ainda vai explicar como será feito o repasse dos 50 bilhões para obras de mobilidade urbana, anunciado pela presidente Dilma Rousseff em seu pronunciamento ontem.

Carlos tem audiência logo mais às 10 horas com o ministro Aguinaldo Ribeiro, que deverá informar, inclusive, que prazo os estados/municípios tem para, se for o caso, apresentarem projetos que justifiquem a liberação do dinheiro.

Depois da ida aOs Ministérios das Cidades e da Saúde, o prefeito retorna a Natal.

25 de junho de 2013 às 7:52

Curitiba é campeã em número de obras de transporte com atraso para a Copa [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha de hoje, que mostra obras em atraso em todas as sedes da Copa, onde a campeã é Curitiba, com 8 em atraso, seguida por Fortaleza e Belo Horizonte, cada uma com 7 obras atrasadas. Em Natal estão em atraso o prolongamento da Prudente de Morais e os acessos ao aeroporto de São Gonçalo.

 

 

OBRAS DE TRANSPORTE PARA A COPA DE 2014 EMPERRAM

Dimmi Amora – Brasília

 

País em protestoDas 44 obras de mobilidade urbana lançadas em 2010 para atender a demandas da Copa do Mundo de 2014, só uma ficou pronta no prazo inicialmente previsto.

Se o cronograma inicial tivesse sido cumprido, o país teria hoje 42 novos sistemas de BRT (ônibus em corredor com estações), VLT (veículo leve sobre trilhos) e monotrilhos, além de algumas estradas ampliadas.

Outras duas obras que ficariam prontas apenas a partir do segundo semestre também estão atrasadas.

Os novos sistemas dariam às 12 cidades-sede da Copa do Mundo 300 quilômetros adicionais de vias com coletivos mais rápidos e eficientes. Mas ao menos dez obras sequer ficarão prontas para o evento.

O transporte público de má qualidade tem sido uma das maiores reclamações dos manifestantes que tomaram as ruas do país. Em resposta, a presidente Dilma Rousseff se comprometeu a elaborar um plano nacional de mobilidade urbana, em conjunto com Estados e municípios.

 

LEGADO

As obras de mobilidade sempre foram apontadas pelo governo como o maior “legado” da Copa para o país.

Em 2010, os governos federal, estaduais e municipais assinaram um documento em que se comprometiam a realizar esses projetos. O governo federal financiaria e os dirigentes locais se responsabilizaram pela construção. A previsão era gastar R$ 11,4 bilhões nessas obras.

Mudanças de planejamento, atrasos em licitações e desapropriações e demora na liberação de verba atingiram praticamente todas as obras.

Dos 44 projetos inicialmente previstos, só 34 permanecem na lista oficial. Outros seis foram incluídos após 2010. Considerando as obras mantidas, o custo atual está 11% superior ao previsto.

Manaus e Salvador vão participar do evento sem nenhum dos novos sistemas previstos operando. Em São Paulo e Brasília, a expectativa é que só sejam concluídos projetos de menor porte –as grandes obras serão feitas depois da Copa.

O único projeto que ficou pronto no prazo foram duas estações de metrô em Recife, ao custo de R$ 15,8 milhões (0,1% da previsão de gasto total feita em 2010).

Outros quatro projetos de Recife estariam prontos até abril, mas, pela previsão atual, começam a ser concluídos a partir de setembro.

Belo Horizonte, Curitiba e Fortaleza também prometem entregar suas obras em 2013. Na capital mineira, uma nova avenida deve ser entregue até julho.

Em Porto Alegre, o município retirou vários projetos da lista de obras. Ainda constam quatro, mas a assessoria da prefeitura informou que eles também serão excluídos da relação que estabelece as obras que têm que estar prontas até a Copa.

Ainda assim, a intenção, segundo a assessoria, é entregá-los no próximo ano, a tempo do evento.

No Rio, um BRT deve ser entregue até fevereiro do ano que vem. Em Natal, duas novas estradas devem ficar prontas até o fim de 2013.

 

 

OUTRO LADO

Os governos das cidades-sede da Copa de 2014 e respectivos Estados informaram que os cronogramas previstos na licitação das obras estão sendo cumpridos e que os atrasos em relação à previsão de 2010 ocorreram devido ao fato de os projetos estarem, naquela época, ainda em seus estágios iniciais.

“A previsão válida é a assegurada nos contratos firmados, com base na Lei das Licitações, entre as empresas contratadas por meio de licitação -dividida em dois lotes- e a Prefeitura do Rio, que expiram em fevereiro de 2014”, defende a Secretaria de Obras da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Ela é responsável pelo BRT em construção na cidade, que tinha previsão de estar pronto em maio de 2013.

Os projetos que continuam na lista de obras da Copa de 2014, segundo os responsáveis, estarão operando durante o evento. Já sobre os que saíram, as cidades informam que isso ocorreu por causa de aumento de custos em relação à previsão de 2010.

O Ministério do Esporte informou em nota que “os prazos para conclusão das obras de mobilidade urbana constantes da lista de obras da Copa vão de junho de 2013 a maio de 2014”.

O documento a que se refere o ministério é o atual, não o que foi produzido em 2010. O documento em vigor é atualizado todas as vezes que uma cidade comunica mudanças na execução do cronograma de suas obras.

“As obras retiradas de versões anteriores da Matriz de Responsabilidades [lista de obras da Copa] foram incorporadas ao PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] para garantir a execução como legado da Copa do Mundo no país”, afirmou o ministério.

“A retirada se deu em função da possibilidade de não ficarem prontas para o Mundial de 2014.”

Ainda segundo o ministério, as obras hoje estão avaliadas em R$ 8,9 bilhões, sendo que o BNDES e a Caixa financiam R$ 5 bilhões. Dos R$ 5 bilhões, foi desembolsado R$ 1,6 bilhão até agora.

 

25 de junho de 2013 às 6:36

#opovoquerfalar: ‘Por um Brasil Melhor’, por Cristine Rosado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

#opovoquerfalar

De Cristine Rosado, Doutora em Educação:

 

Por um Brasil melhor

 

Como educadora que reflete na ação, venho pensando na relação dos jovens com a dinâmica social.

Ao assistir um movimento local, promovido por uma escola particular e estimulado por um levante nacional, vi o título desse texto ecoado nas vozes de inúmeros adolescentes, o que me encheu de esperança.

Sabemos da dualidade existente na injusta sociedade: de um lado, jovens que não têm assegurados de seus direitos mais básicos. Do outro, jovens que além tê-los, ditam os padrões do bom e do certo em nosso contexto social.

Assim, os jovens de tal movimento, que já têm seus direitos básicos garantidos, poderiam optar pela alienação do status quo, considerando que poucos fazem uso do transporte público, muitos possuem plano de saúde e usufruem de um bem estar social já estabilizado.

Apesar disso, com compromisso e seriedade, organizaram-se para debater o tema de forma reflexiva. Perceberam que não devem apenas saber da história, mas participar de sua construção.

 

Assim, entenderam que valia a pena protestar pelas causas sociais, pelo fim das desigualdades, conscientes de que a depredação do patrimônio, seja ele público ou privado, não tem nenhuma relação com o compromisso político que motiva o movimento legítimo, sem ações irrefletidas.

Dessa forma, acredito, com o coração cheio de otimismo, esperançoso, mas não ingênuo, que essa geração pode lutar e ver a história mudar, por um Brasil melhor, enfim!

25 de junho de 2013 às 1:01

Dilma ouviu até FHC antes de anunciar plebiscito [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Para anunciar a proposta de plebiscito para convocar constituinte exclusiva, a presidente Dilma Rousseff ouviu até o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mas não ouviu o seu vice, Michel Temer.

Leia nota de Painel, na Folha de S. Paulo desta terça-feira:

 

Dilma vai a FHC

Dilma Rousseff fez uma série de consultas antes de propor um plebiscito para convocar Constituinte exclusiva sobre reforma política. O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) foi à casa do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para propor uma reforma política ampla, pactuada com a oposição.

FHC disse ser favorável, mas que teria de consultar outros líderes tucanos. Quando Cardozo falou em plebiscito, o ex-presidente  disse ser contrário, e o ministro concordou com ele.

*

A coluna diz que o vice-presidente Temer não foi consultado sobre o assunto e foi surpreendido pelo anúncio na hora da reunião com governadores e prefeitos.