Thaisa Galvão

6 de julho de 2013 às 23:50

Sax no pôr do sol do Thermas [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Uma bela imagem para terminar o sábado…

Um sax e uma canção…nos arredores das piscinas quentes do Hothel Thermas.

No pôr do sol de Mossoró.

Foto: Thaisa Galvão

6 de julho de 2013 às 23:35

Dois mortos, 10 em estado grave e mais de 80 feridos em acidente de avião na Califórnia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Duas pessoas morreram no acidente com um Boeing 777 da companhia aérea sul-coreana Asiana Airlines, que sofreu um acidente por volta das 16h (horário de Brasília) no Aeroporto de San Francisco, na Califórnia.

82 passageiros estão feridos e mais de 100 sendo atendidos em hospitais da região.

Do total, 10 pessoas, incluindo seis mulheres e duas crianças, estão gravemente feridos.

Segundo a agência Reuters, dos 291 passageiros do voo, 141 são chineses, 77 sul-coreanos, 61 americanos e 16 são tripulantes.

O avião saiu de Xangai, na China, fez escala em Seul, na Coreia do Sul, e estava pousando no momento do acidente.

Foto: John Green/Associated Press

Foto: Kimberly White/AFP

KTVU/Associated Press

 

 

6 de julho de 2013 às 16:09

Para o advogado Erick Pereira, “exiguidade temporal anda em desfavor da criação dos novos partidos” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da revista Carta Capital:

 

Marina cresce, Joaquim aparece

Duas incógnitas. Ou cartas fora do baralho?

por Mauricio Dias — publicado 06/07/2013

 

Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal, entrou em férias com um grilo na cuca. Alcançou 15% das intenções de voto para presidente da República. Sem gastar um só centavo, bastou, para ele, soltar o verbo. Foi ele o maior beneficiado com a queda das intenções de voto na presidenta Dilma Rousseff. Marina Silva herdou menos votos, embora se tenha mantido na segunda posição, em alternância com o tucano Aécio Neves. Dilma ainda mantém uma boa distância de Marina. Esta, engalfinhada na tarefa de construir um partido, beneficia-se da memória do eleitor. Em 2010, conseguiu quase 20 milhões de votos no primeiro turno.

 

Joaquim e Marina são as duas incógnitas da pesquisa do Datafolha, feita no calor da hora das manifestações de rua. Um movimento cujo lema assim pode ser resumido: contra tudo e contra todos. É mais ou menos, também, a expressão substancial do discurso de Marina e Joaquim.

 

Pesquisa, como se sabe, retrata o momento em que é feita. E o retrato revelado pode ser fugaz. Isso ocorre principalmente quando, como agora, a velocidade das transformações e a inexistência de um fator determinante formam a moldura do cenário de um movimento surpreendente e, essencialmente, restrito aos centros urbanos, dominado em números por militantes da classe média. De certa forma, tornou-se uma anomalia no processo político-eleitoral. Os resultados da pesquisa sustentam isso.

 

Os votos saídos de Dilma se esparramaram. Aécio Neves herdou um pouco e mesmo o governador pernambucano Eduardo Campos (PSB) levou algum. Votos em branco, nulos ou em nenhum dos nomes apresentados cresceram. Enfim, os votos não migraram para um adversário mais definido em oposição a Dilma.

Joaquim Barbosa deixa o próprio nome circular, fingindo que não deixa. Mas, após o recesso do Judiciário, a partir de 2 de agosto, terá pouco tempo para decidir. Mesmo sem chances de ser bem-sucedido ele prega a inclusão de candidatura avulsa no processo.  O calendário eleitoral é rigoroso para ele e, muito mais, para Marina Silva.

 

“A exiguidade temporal anda em desfavor da criação dos novos partidos”, alerta o advogado Erick Wilson Pereira, mestre em Direito Constitucional pela PUC-SP e especialista em legislação eleitoral. Em 2012 publicou Manual das Eleições (Ed. Baobá).

Sem falar nas etapas cartorárias, dificilmente haverá agilidade suficiente para o deferimento do registro de criação do partido pelo Tribunal Superior Eleitoral em 60 dias. E, se mesmo assim houver boa vontade e prioridade no julgamento desse processo que cria o partido capitaneado por Marina Silva, este terá de ocorrer até o dia 4 de outubro, sob pena de prejudicar a migração dos interessados sem perda do respectivo mandato eletivo”, ele afirma.

Marina Silva e Joaquim Barbosa parecem duas cartas fora do baralho.

 

Recado das ruas
Se nada mais for programado e realizado com expressão política, já se pode dizer que as manifestações pelas ruas do País alcançaram o apogeu e entraram em declínio.

Parece, entretanto, que os políticos, presenças rejeitadas pelos manifestantes, contam com isso e desprezam o recado das ruas.

O vício de 40 anos de Parlamento, deixando a índole à parte, fez Henrique Alves, presidente da Câmara, usar aviões oficiais como se fossem veículos da família prontos a transportar parentes para o jogo do Brasil no Maracanã.

 

Veja dois outros exemplos semelhantes.

*

Danem-se as ruas I
Sob o comando de José Sarney, nos últimos 50 anos, o Maranhão oferece maus exemplos aos princípios republicanos.

Uma ação da OAB local bloqueou a candidatura de Samir Jorge Murad para a vaga do quinto constitucional no Tribunal de Justiça do Maranhão. A OAB nacional confirmou.

Samir é irmão de Jorge, que vem a ser marido de Roseana Sarney. Se ele entrasse na lista tríplice, caberia à governadora a escolha. Roseana teria, então, a oportunidade de nomear o cunhado.

Nada mais, considere-se a naturalidade, do que um gesto familiar.

*

Danem-se as ruas II

O reincidente estado ampliou o alcance político do oportuno Conselho de Gestão das macropolíticas do Maranhão.

É empolgante o nome, mas os fins não justificam os meios.

O Conselho, com 206 membros, talvez estadistas, não é uma instituição nova no estado. Reformatado, deu vaga a todos os aliados de Roseana Sarney derrotados em 2010.

Eles recebem, a cada reunião, um jetom de 5,8 mil reais.

Remuneração capaz de dar inveja aos imortais da Academia Brasileira de Letras.

*

Força da expressão
Certas “tribos” mais ativas das redes sociais, envolvidas na mobilização das passeatas, são embaladas por um grande sucesso musical dos anos 1970, apogeu da ditadura: Eu Quero É Botar meu Bloco na Rua, de Sérgio Sampaio (1947-1994), um dos “malditos” da MPB.

Sampaio diz: Eu, por mim, queria isso e aquilo/ Um quilo mais daquilo, um grilo menos nisso/ É disso que eu preciso ou não é nada disso/ Eu quero todo mundo nesse carnaval.

O isso e o aquilo expressam com precisão a agenda dos manifestantes.

*

Força da pressão
O ministro Gilberto Carvalho agendou para o dia 10 de julho encontro com integrantes das campanhas “Banda Larga É um Direito Seu” e “Para Expressar a Liberdade”.

É um avanço.

A reunião faz parte da abertura do Planalto para os movimentos sociais, por pressão do grito das ruas.

Ouvir é um ato banal do poder. Decidir é outra coisa.

*

Qual é o remédio?
As manifestações dos médicos brasileiros são as mais contaminadas pelo vírus do corporativismo.

Além do conflito interno que enfrentam com enfermeiros, nutricionistas e fisioterapeutas, em torno do “Ato Médico”, travam batalha com o Ministério da Saúde, que pretende contratar médicos estrangeiros para suprir as deficiências do País (tabela).

Essa decisão, nenhuma voz oficial sustenta, é o único remédio para amenizar a tragédia da saúde pública brasileira.

É um esforço para suprir a reação dos médicos brasileiros, que são tomados por urticária quando pensam em servir no interior do Brasil ou na periferia das grandes cidades.

6 de julho de 2013 às 15:48

Deputada Márcia Maia vai apresentar PEC pelo fim do voto secreto na Assembleia Legislativa [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A deputada Márcia Maia já tem uma proposta para apresentar ao plenário da Assembleia Legislativa, quando as atividades pós-recesso parlamentar recomeçarem.

Márcia vai apresentar uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) pelo fim do voto secreto no Legislativo Estadual do RN.

O anúncio foi feito pelo seu twitter:

 

marciamaia @MarciaMaia_ – Vamos apresentar na primeira sessão ordinária, após fim do recesso legislativo, uma PEC pelo fim do voto secreto na Assembléia do RN…
marciamaia@MarciaMaia_ – A PEC traduz o anseio da população por mais transparência em todos os atos do legislativo estadual…
marciamaia ‏@MarciaMaia_ – Afinal, o cidadão que elegeu o seu parlamentar tem o direito de saber como ele votou em todas as matérias legislativas.
marciamaia ‏@MarciaMaia_ – Na 1ª sessão após o recesso, iremos colher as assinaturas necessárias para apresentação e votação da PEC pelo fim do voto secreto.

6 de julho de 2013 às 15:30

Carlos Eduardo usa twitter para prestar contas de seus 200 dias de gestão [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, amanheceu o sábado prestando contas de sua administração, via twitter.

Prestes a completar 200 dias de gestão, e concluir o prazo que pediu à população para dar “um trato” na cidade, ele adiantou o que já tem feito…mesmo sabendo que muito do que pretendia nesse período, não pôde ser feito.

Como o fechamento dos buracos nas ruas da capital.

A questão do lixo, pode-se dizer que foi solucionada, pois apesar de problemas em alguns pontos da cidade, a coleta tem funcionado.

Eis os posts de Carlos Eduardo em seu twitter:

 

Carlos Eduardo @carloseduardo12 – Dia 15 sai resultado da licitação para obra de resgate do Parque da Cidade e construção do Mercado Modelo das Rocas. Natal recomeçando.
Carlos Eduardo @carloseduardo12 – Parque da Cidade foi vitima da inveja da administração passada. Obras começam este mês. Março do próximo ano, Natal terá o Parque de volta.
Carlos Eduardo @carloseduardo12 – Parque da Cidade, Mercado Modelo das Rocas, Maternidade Leide Moraes, Ginásio Nélio Dias obras da nossa administração, foram abandonadas.
Carlos Eduardo ‏@carloseduardo12 – Ginásio Nélio Dias já resgatado, maternidade Leide Moraes dentro 3 meses e o Parque e Mercado serão entregues no 1 semestre do ano que vem.
Carlos Eduardo @carloseduardo12 – Capim Macio, África, Passo da Pátria, Vila de Ponta Negra obras abandonadas, recomeçarão até Setembro. Fim do desperdício do dinheiro público.
Carlos Eduardo‏@carloseduardo12 – Já Nossa Senhora da Apresentação outra obra abandonada, recomeça esta semana. Serão 26 ruas drenadas e pavimentadas e uma grande escola.
Respondendo a perguntas de tuiteiros, disse ainda que a operação tapa-buracos volta “com força” depois que acabar o período de chuvas, que os salários da Prefeitura estão todos em dia, e que, até junho do próximo ano Natal passará por mudanças “radicais”.

6 de julho de 2013 às 15:19

Prefeito de Jardim de Piranhas pede ajuda ao senador José Agripino [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador José Agripino recebeu nesta sexta, para um café da manhã em seu apartamento de Natal, o prefeito de Jardim de Piranhas, Elídio Queiroz.

O prefeito foi pedir apoio do senador para um projeto de ampliação de uma estrada em seu município, além da instalação de uma base do Samu, pelo governo do Estado.

O encontro foi articulado pelo ex-vice-prefeito de Jardim, Galbê Maia, que é irmão do deputado João Maia.

Hoje Galbê responde pela Secretaria de Agricultura do município.

Agripino, Elídio e Galbê

6 de julho de 2013 às 15:07

Contorno de Caicó fica pronto em setembro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal João Maia recebeu a certeza do DNIT, através do superintendente regional, Ézio Gonçalves, de que as obras do contorno rodoviário de Caicó serão concluídas em setembro.

O contorno é a conquista mais importante do deputado do PR para a região do Seridó, uma de suas maiores bases eleitorais.

 

6 de julho de 2013 às 15:03

Wilma e Garibaldi juntos na noite na noite de autógrafos de Salete Queiroz [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Encontro de ex-governadores, por enquanto adversários, Wilma de Faria e Garibaldi Filho.

Ela, vice-prefeita de Natal, presidente do PSB. Ele, ministro da Previdência, maior líder do PMDB no RN.

Os dois foram à Pinacoteca, antigo Palácio do Governo, prestigiar a a jornalista-professora Salete Queiroz, que lançou “O Mundo Varzeano de Manoel Rodrigues de Melo – uma história contada a duas vozes”, numa homenagem ao escritor de Assu que contou a história de sua terra em vários livros.

Livro ilustrado com os cliques do fotógrafo João Vital.

 

Wilma com José Maurício e Garibaldi com Denise

João Vital e Salete Queiroz autografando para Wilma

6 de julho de 2013 às 8:03

#opovoquerfalar: “Enigma das ruas”, por Erick Pereira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

#opovoquerfalar

Do advogado Erick Pereira, no Novo Jornal deste sábado, sobre as manifestações populares e seus resultados.

 

 

 

 

6 de julho de 2013 às 7:00

Prefeitura de Natal cria Comissão Municipal da Memória, Verdade e Justiça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Prefeitura de Natal sancionou Lei que cria a Comissão Municipal da Memória, Verdade e Justiça.

Aprovada pela Câmara Municipal com a finalidade de examinar e esclarecer as graves violações de direitos humanos e de efetivar o direito á Memória, à Verdade, à Justiça e à reconstituição histórica que envolveu cidadãos natalenses.

A Lei é uma homenagem a Luiz Ignácio Maranhão Filho.

A Comissão será integrada por sete membros que serão designados pela Prefeitura de Natal.

Um representante será da Câmara e os membros serão designados para mandato com duração até o término dos trabalhos da Comissão, que será extinta após publicação do relatório final.

6 de julho de 2013 às 2:02

MPF investiga uso de voos da FAB [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, deixou a arrogância de lado.

E depois de dizer que não reembolsaria o país por ter ido a um casamento na Bahia, em avião da FAB, pelo fato de ser presidente de um Poder, voltou atrás…

Fez as contas e disse que iria reembolsar 32 mil reais pela viagem na aeronave com capacidade para transportar 50 pessoas.

 

O ministro da Previdência, Garibaldi Filho, que estava no Ceará inaugurando agência do INSS, e em vez de retornar a Brasília, ou pousar em Natal, já que era uma sexta-feira, decidiu ficar no Rio de Janeiro, foi apontado como tendo feito um voo irregular.

Mesmo tendo retornado a Brasília na segunda-feira em avião de carreira.

Garibaldi informou nesta sexta que vai reembolsar a União, e que o valor será calculado na segunda-feira.

 

Já o presidente da Câmara, Henrique Alves, decidiu devolver 9.700 reais aos cofres públicos.

O valor calculado pelo gabinete da presidência, e se o caso trata-se de improbidade, já estão sob investigação do Ministério Público Federal.

6 de julho de 2013 às 0:04

Criado cargo de adjunto no Ministério Público do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governo acaba de criar, através de Lei Complementar, o cargo de Procurador-Geral de Justiça Adjunto.

Como publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado:

 

Art. 3º  Fica criado o cargo de Procurador-Geral de Justiça Adjunto, que o substituirá nos seus afastamentos e impedimentos de livre nomeação do Procurador-Geral de Justiça, escolhido dentre os Procuradores de Justiça e Promotores de Justiça vitaliciados e que preencha os mesmos requisitos para a investidura no cargo de Procurador Geral de Justiça, exercendo ainda as funções previstas no art. 22 da LC 141, de 9 de fevereiro de 1996, que lhe forem delegadas”. (NR)

 

Nome cotado para o cargo: do promotor Jovino Pereira, nomeado para o cargo de diretor geral do Ministério Público, pelo novo procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis.