Thaisa Galvão

9 de julho de 2013 às 22:21

Uma queda a mais… [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Primeiro caiu a popularidade da presidente Dilma Rousseff…

Depois caiu a proposta de Constituinte exclusiva…

Caiu a Cura Gay…

Caiu o plebiscito…

Há quem jure, de pés juntinhos, que a próxima coisa a despencar será a decisão de dois anos a mais para o curso de Medicina…

#opovoquerfalar

#vemprarua

9 de julho de 2013 às 21:43

Enterrada a fusão do PMN com PPS e MD não será criado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Cristiana Lôbo, no G1:

 

Durou pouco

 

A formação de um novo partido de oposição, a partir da fusão entre PPS e PMN para criar o MD, Mobilização Democrática,  e que foi vista como fortalecimento para novos apoios a candidatos de oposição – tanto Eduardo Campos, do PSB como para o PSDB – não vai prosperar.

A presidente do PMN da Paraíba, Lídia Moura, informou hoje que já convocou Congresso do PMN para o dia 28 de julho a fim de desfazer a fusão com o PPS. A decisão do PMN ainda não foi formalmente comunicada ao PPS.

 

– Eu não sei disso! – afirmou o presidente do PPS, Roberto Freire, surpreendido pela informação.

 

Ele avaliou que poderia haver “algum ruído” porque se decidiu esperar uma palavra do TSE sobre a compreensão da Justiça Eleitoral sobre a fusão de partidos: se vai ser visto como um novo partido e, assim, poder receber parlamentares de outras legendas sem correr o risco de perda de mandato; ou se será visto apenas como uma incorporação, permitindo apenas a saída da legenda dos dois partidos. É preciso saber se a fusão vai funcionar como porta de entrada para novos parlamentares ou se será apenas uma janela para saída dos atuais, disse Freire. O PMN tinha mais pressa na formalização da fusão.

 

Lídia Moura confirma que foi “incompreensível” para o PMN a demora do PPS em formalizar a fusão. Mas disse que a decisão de desfazer a aliança se deu porque em dois meses de convivência com o PPS nos Estados “houve ainda mais divergências”.

– Nós queremos busca de base, de vereadores, sindicatos e militantes; o PPS prioriza a cúpula, a busca de mais parlamentares e nós não concordamos com isso – disse ela.

PPS e PMN nos Estados também estão divergindo na formação do comando do novo partido, o Mobilização Democrática, mas, segundo Lídia Moura, a gota d’água, foi na discussão da reforma política. O PPS defende o fim das coligações proporcionais e o financiamento público de campanha – pontos que o PMN não aceita. Segundo ela, o fim das coligações proporcionais só favorece partidos grandes e o financiamento público iria reduzir muito a participação dos pequenos partidos no fundo partidário.

 

– Para se ter uma idéia, na proporcionalidade conforme as bancadas, partidos pequenos como o nosso receberia para deputado federal algo em torno de R$ 400 mil; já os grandes receberiam R$ 27 milhões.

Mais tarde, a Executiva Nacional do PMN emitiu nota comunicando oficialmente o cancelamento da união com o PPS, alegando que as consultas no TSE desgastaram o relacionamento. Ao final, desejaram ao ex-futuro-parceiro “sucesso em sua empreitada”.

9 de julho de 2013 às 21:39

Plebiscito descartado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pronto.

Não adianta a militância do PT ir às ruas na quinta-feira, defender o plebiscito como quer a presidente Dilma Rousseff.

Em reunião hoje na casa do presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB), os líderes partidários decidiram, por maioria, descartar o plebiscito que iria discutir uma reforma política já valendo para o próximo ano.

 

Na reunião, o PT ficou isolado na defesa do plebiscito já.

Em resposta, os petistas vão tentar recolher assinaturas de 171 deputados para viabilizar um projeto de decreto legislativo propondo a consulta popular e contam conta com o reforço do PC do B e do PDT.

Não conseguirão: juntos, os três partidos somam só 128 deputados.

9 de julho de 2013 às 19:04

Senador José Agripino apresenta PEC que dificulta criação de Ministérios [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente nacional do Democratas, o senador José Agripino Maia apresentou Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dificultando a criação de órgãos públicos no país.

Caso a PEC seja aprovada, ministérios, órgãos e entidades da administração pública só poderão ser criados mediante lei complementar, que exige quórum de maioria absoluta e votação nominal em dois turnos, no plenário.

A PEC de JA também proíbe o governo de editar Medidas Provisórias (MP) sobre o assunto.

 

9 de julho de 2013 às 14:44

Assembleia Legislativa de MG aprova fim do voto secreto [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou hoje pela manhã o fim do voto secreto na Casa.

As votações de maior relevância agora serão nominais, e o voto de cada deputado ficará registrado no painel eletrônico.

Uma proposta de emenda constitucional, votada em segundo turno hoje, foi aprovada por 59 dos 77 deputados que compareceram à sessão. 

 

Bo Rio Grande do Norte, a deputada estadual Márcia Maia (PSB) adiantou que, logo no dia primeiro de agosto, quando os deputados retomam o período legislativo, pós recesso parlamentar, irá apresentar uma PEC também pedindo o fim do voto secreto na AL potiguar.

9 de julho de 2013 às 14:34

Ex-prefeito de Baía Formosa é condenado a pena de 5 anos em regime semi-aberto [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Procuradoria Geral do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte:

 

Denúncia do MPF/RN resulta em condenação de ex-prefeito de Baía Formosa

 

Uma denúncia do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) resultou na condenação do ex-prefeito de Baía Formosa, Samuel Monteiro da Cruz, a uma pena de cinco anos em regime inicialmente semiaberto, por desvio de verbas públicas. O réu poderá ainda tornar-se inelegível pelo prazo de até oito anos após o cumprimento da pena, caso a sentença seja confirmada por tribunal, e também inabilitado para o exercício de cargo ou função pública pelo período de cinco anos, após o trânsito em julgado.

Um total de R$ 598.565,36 em recursos federais foram repassados pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para a Prefeitura de Baía Formosa, dentro do Convênio 3.004/2001, entre julho de 2002 e novembro de 2004. O objetivo era a instalação de melhorias sanitárias domiciliares na zona rural e urbana do município, orçadas em R$ 630.068,80, incluindo a construção de 236 banheiros com reservatórios elevados, 113 com reservatórios apoiados, 257 melhorias parciais (conjunto de pia, tanque de lavar roupa e reservatório) e uma oficina de saneamento.

Vistoria realizada pela Funasa em outubro de 2005 constatou que das 607 unidades previstas, somente 210 foram executadas, ainda assim de má qualidade e incapazes de garantir o adequado uso pela população, não atendendo às especificações técnicas previstas no plano de trabalho. O MPF concluiu, através das evidências colhidas, que pelo menos 69% da totalidade dos recursos liberados foram desviados pelo denunciado.

“Com efeito, coube ao acusado, enquanto prefeito do Município de Baía Formosa/RN, à época da celebração e execução do convênio e, portanto, ordenador de despesas, determinar o pagamento integral dos serviços prestados pela empresa contratada, que ultrapassaram o montante de R$ 600.000,00, o que foi feito mesmo com a ciência de que a obra não estava sendo devidamente executada”, destacou o juiz federal Francisco Eduardo Guimarães Farias, autor da sentença.

Uma ação civil pública também impetrada pelo MPF (0010906-78.2009.4.05.8400), e tratando do mesmo fato, apurou a responsabilidade civil do ex-prefeito e resultou na condenação de Samuel Monteiro ao ressarcimento de R$ 1.319.965,91 aos cofres da Funasa, valor já corrigido. O réu recorreu da decisão.

9 de julho de 2013 às 14:09

TCE dá prazo de 90 dias para governo do RN identificar salários acima do teto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Tribunal de Contas do Estado:

 

O procurador geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado, Luciano Ramos, justificou o pedido do órgão ao Tribunal de Contas, determinando limite de remuneração dos servidores públicos estaduais, assim como a redução dos salários de quem estiver ganhando acima do estabelecido pela Legislação.

“Não existe direito adquirido acima do Direito. Para ter direito é preciso ter uma situação lícita. No caso do Poder Executivo Estadual, o que houve foi uma omissão do poder público em relação ao abate teto, lei em vigor desde 1998””, disse Ramos.

 

O pedido do MP-TCE feito em março passado, foi acatado, e definiu o salário de desembargador do TJ como teto. Ou seja, nenhum servidor do Executivo deve receber mais do que R$ 25.323,50.

Relator da matéria, o ex-deputado e conselheiro Poti Júnior fez 8 recomendações aà Secretaria de Administração. Uma das recomendações é a revisão na remuneração dos servidores que ganham acima do teto estabelecido.

O governo tem 90 dias para atender à recomendação.

 

Segundo Luciano Ramos, até agora foram identificados 628 servidores com salários acima do teto.

Caso o governo não cumpra o prazo e a determinação, quem responde pela ordenação de despesa da Secretaria poderá ser responsabilizado por dano ao erário.

9 de julho de 2013 às 13:43

Doar sangue faz bem à saúde [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Familiares e amigos do ex-candidato a deputado federal Ney Dias, fazem campanha na internet para conseguir sangue necessário para a cirurgia à qual ele se submeterá no próximo dia 17.

Quem puder doar deve ir ao Hemonorte, em Natal, e doar em nome de Ney Silveira Dias.

*

Também na internet a corrente para doar sangue – qualquer tipo – para Guiomar Germeck.

Funcionária da Central do Cidadão, ela se encontra na UTI precisando de sua colaboração.

Guiomar está com leucemia e depois de ter se submetido a uma cirurgia, foi direto para a UTI e já utilizou 22 bolsas de sangue. Sempre precisando de mais.

Quem puder doar deve se dirigir ao Hemovida e doar em nome da paciente.

9 de julho de 2013 às 12:16

Centrais sindicais consideram oportunistas partidos que querem participar da mobilização da quinta-feira [2] Comentários | Deixe seu comentário.

A paralisação desta quinta-feira, marcando o dia nacional de lutas, pode ser menos tranquila do que se possa imaginar pelo Brasil afora.

É que o PT está mandando seus militantes afrouxarem as gravatas, fecharem os gabinetes e voltarem para as ruas, podendo provocar um confronto com os manifestantes de centrais sindicais que já avisaram: não querem políticos nem partidos infiltrados no movimento.

Nas ruas, o PT, com bandeiras estreladas nas mãos, vai defender o plebiscito e a reforma política da presidente Dilma Rousseff.

Já as centrais sindicais vão protestar contra…o governo do PT. E contra toda a classe política.

E aí estão incluídos no pacote o mensalão, a importação de médicos, o caos na Saúde pública, a crise na Educação, a falta de segurança, os gastos com a Copa do próximo ano, a inflação, os voos da FAB…

As centrais sindicais acusam os partidos de oportunistas. E são mesmo.

O tal ‘gigante que acordou’ não tem partido, não é filiado, não é militante.

O tal ‘gigante que acordou’ é exatamente o que estava há anos sendo atacado pela classe política. Em silêncio.

A Força Sindical é a mais radical na luta contra a infiltração de bandeiras partidárias no movimento.

“Não aceitamos que o partido pegue carona na nossa pauta”, diz o secretário-geral, João Carlos Gonçalves.

 

Presidida pelo deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) e rompida com o governo federal, a Força Sindical também vai pras ruas cobrar mudanças na equipe econômica.

 

*

Em Natal, as centrais sindicais estão convocando os manifestantes para concentração às 9 horas, nas proximidades do Midway Mall.

 

9 de julho de 2013 às 11:59

Planalto autoriza governo do RN a contrair empréstimo de 360 milhões de dólares ao BIRD [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Publicado hoje, no Diário Oficial da União, despacho da presidente Dilma Rousseff autorizando a contratação de operação de crédito pelo governo do Rio Grande do Norte e o BIRD.
Com o OK, o governo Rosalba Ciarlini deverá acrescentar ao seu caixa, 360 milhões de dólares, que serão liberados em etapas.
Eis a publicação:

9 de julho de 2013 às 2:38

“Mais Médicos”: Para Rosalba, “Faltou apenas o governo aumentar o repasse per capita “ [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini acompanhou em Brasília, nesta segunda-feira, o lançamento do programa ‘Mais Médicos para o Brasil’, pela presidente Dilma Rousseff, que anunciou a vinda de médicos estrangeiros para o mês de setembro, além de mudanças no currículo do curso de Medicina.

 

“Faltou apenas o governo aumentar o repasse per capita da área de saúde para o programa ‘Mais Médicos para o Brasil’ ficar completo”, disse a governadora, que defende a liberação de recursos para reformar, ampliar e equipar os hospitais públicos.

 

Rosalba se posicionou favorável ao aumento da duração do curso de Medicina.

Rosalba com governadores (Fotos: Mariana Di Pietro)

Dilma assina convênio para garantir mais médicos para o Brasil. Atrás, o deputado Henrique Alves

 

9 de julho de 2013 às 2:20

Jornalista Emanoel Barreto prepara lançamento de “Os crimes do Padre Heuzs” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será no dia 24 próximo, no Solar Bela Vista, em Natal, o lançamento do livro “Os crimes do Padre Heuzs”, do jornalista Emanoel Barreto.

A noite de autógrafos terá início às 19 horas.

Segundo Barreto, o livro de 225 páginas “traz em sua essência a condição humana, as incertezas e as falsas ideias que às vezes as pessoas têm de si próprias; certezas absolutas que redundam em grandes falhas”.

O livro foi editado pela Sebo Vermelho.

Emanoel Barreto

 

9 de julho de 2013 às 1:51

Em Natal, deputado Gabriel Chalita faz palestra sobre Educação [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vetado para ocupar um Ministério do governo Dilma, por ter sido acusado de desviar dinheiro público utilizando a venda de  livros de sua autoria para escolas de todo o Brasil, o deputado federal e escritor-educador Gabriel Chalita foi muitíssimo bem recebido em Natal nesta segunda-feira.

 

Chalita esteve em Natal para participar do Seminário Educação Básica e Profissional para o Desenvolvimento do Rio Grande do Norte.

Evento prestigiado pelo PMDB de Chalita, representado pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Alves e pelo ministro da Previdência, Garibaldi Filho.

Presença também do prefeito Carlos Eduardo, do presidente da Fiern, Amaro Sales, da reitora da UFRN, Ângela Paiva…e de vereadores, deputados…

Um sucesso.

Chalita deve ter adorado.

Chalita chegou ao Praiamar Hotel com Henrique (Fotos: Márlio Forte)

O deputado que quase foi ministro com a secretária de Educação Betânia Ramalho e a vereadora-professora Eleika Bezerra

Palestra do deputado-escritor sobre Educação

Tudo em família: ao lado de Henrique, o cochichado de Carlos Eduardo e Garibaldi

Platéia qualificada

 

9 de julho de 2013 às 1:07

TRT-RN decide economizar 850 mil copos descartáveis por mês [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O TRT do Rio Grande do Norte decidiu trocar copos descartáveis por canecas de porcelana, no uso de seus funcionários em todo o Estado.

Só pra se ter uma ideia do desperdício mensal, são 600 mil copos de água e 250 copinho de café jogados no lixo dos gabinetes de desembargadores e nas Varas do Trabalho e  setores administrativos e judiciais do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região.

As canecas de porcelana foram distribuídas com o lançamento da campanha Habeas Copos, que conta com o apoio institucional do Banco do Brasil.

 

“Nosso desafio é reduzir esse consumo e contribuir com a sustentabilidade, com a preservação do meio ambiente e com a economia de recursos no tribunal com essa prática muito simples”, explicou o desembargador José Rêgo Júnior, presidente do TRT-RN.

Rêgo fazendo entrega de canecas para a Vara de Currais Novos...

...e para a Vara de Mossoró