Thaisa Galvão

20 de agosto de 2013 às 23:15

Corpo do empresário Luís Flor será sepultado na manhã desta quarta-feira [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Será nesta quarta-feira, às 8h30, no cemitério Morada da Paz, em Emaús, onde o corpo está sendo velado, o sepultamento do empresário Luís Flor, que morreu nesta terça.

Aos 97 anos, Luís Flor deu início ao comércio no ramo de combustíveis em Natal.

O sindicato ao qual o empresário pertencia, emitiu nota de solidariedade pela sua morte.
Eis a nota:

O Sindicato do Comércio Varejista do Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos/RN) externa todo seu pesar pelo falecimento do empresário Luís Flor.
O empreendedor que fez história na economia do Rio Grande do Norte, partiu deixando muitas lições.

Sua vida pessoal e profissional é marcada por exemplos.
Na família, foi o símbolo de dedicação.
Entre os amigos, marcou pela lealdade.

No segmento empresarial, coube a Luís Flor e seu irmão Joaquim Flor (também de saudosa memória) atuarem como vanguardistas no Rio Grande do Norte, inaugurando a primeira revenda do nosso Estado.
Hoje, todos que integram o Sindipostos se enlutam na tristeza pelo falecimento de seu Luís Flor.
À sua família, a mais profunda solidariedade.
A seu Luís Flor, a homenagem e o reconhecimento ao homem que empreendeu um perfil empresarial de correição e dignidade.
E a toda população do Rio Grande do Norte o testemunho, de todos que fazem o Sindipostos, do grande homem que neste momento parte para junto do Pai, deixando todos nós saudosos e com a viva lembrança do seu exemplo.

Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte

20 de agosto de 2013 às 22:49

PMDB e os candidatos imaginários [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Sem candidato a governador, o PMDB vai seguindo com seus governadoráveis imaginários.

Quando o presidente do partido, deputado Henrique Alves, diz que o PMDB terá candidato próprio, diz pensando no ministro Garibaldi Filho.

Quando Garibaldi diz que o PMDB terá candidato próprio, diz pensando no deputado Henrique Alves.

Quando o líder do PMDB na Assembleia, deputado Walter Alves, diz que o o PMDB terá candidato próprio, diz pensando no deputado Henrique Alves.

Quando o presidente do PMDB de Natal, deputado Hermano Morais, diz que o o PMDB terá candidato próprio, diz pensando no ministro Garibaldi Filho, no deputado Henrique Alves, no deputado Walter Alves…e no ex-senador Fernando Bezerra.

Quando o ex-senador Fernando Bezerra diz que o o PMDB terá candidato próprio, diz pensando no deputado Walter Alves…

E no final, nenhum peemedebista pensa em si próprio como candidato a governador.
Com isso, o partido seguirá mais 4 anos sem o comando da gestão do Rio Grande do Norte.
E não vai ter do que reclamar depois.
A hora era agora…mas o partido vai deixar o cavalo passar selado.

20 de agosto de 2013 às 21:33

Fora da disputa pelo governo, Marcelo Alecrim colabora com o RN mantendo os 1.300 empregos do Grupo ALE [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O empresário Marcelo Alecrim, presidente do Grupo ALE, quarta maior distribuidora de combustíveis do Brasil, não será candidato a governador.
O fato dele ter respondido, em entrevista de TV, que não descartaria a possibilidade, não significa também que toparia a parada.

Ao Blog, Marcelo disse agora há pouco que está focado na ALE.
E que com a ALE, ajuda ao Rio Grande do Norte.
Manter a sede do grupo em Natal, apesar do corte de incentivos, já é uma grande colaboração por parte da empresa que mantém 1.300 empregos.
Vale salientar que a sede da ALE poderia ser em Minas Gerais, onde se concentram os outros sócios, e onde há interesse local, com incentivos fiscais.
Portanto, é esse o projeto de Marcelo Alecrim no momento: manter os empregos no Rio Grande do Norte.
E seguir ganhando o reconhecimento do trabalho pelo país afora.

No próximo mês, como campeã setorial, a ALE vai ser premiada na Segunda Edição do Anuário Época Negócios 360 Graus, da Editora Globo, onde as campeãs setoriais concorrerão ao prêmio de Empresa do Ano.

A entrega do prêmio será na Casa Fasano, em São Paulo, no dia 12 de setembro.

zzzx1

20 de agosto de 2013 às 20:53

Declaração de Walter Alves ao Blog repercutiu pelo Estado afora [3] Comentários | Deixe seu comentário.

A declaração do deputado Walter Alves, com exclusividade ao Blog na manhã desta segunda-feira, repercutiu pelo Estado afora.

Foi assunto de emissoras de rádio de vários municípios, de blogs, e foi manchete do JH.
Em tempo de noticiário político sem novidades, a novidade que faltava.

20 de agosto de 2013 às 20:51

Walter e Garibaldi: pelo rompimento [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o deputado Walter Alves não fala sozinho quando adianta que sua posição no encontro do PMDB em outubro, será de rompimento com o governo, começando pela entrega dos cargos hoje ocupados pelo PMDB.

Walter fala em sintonia fina com o pai, ministro Garibaldi Filho, com quem se encontrou agora à noite, em Brasília.

A decisão será tomada a partir de uma conversa com os líderes do partido de todo o Estado.

20 de agosto de 2013 às 15:21

Para Nélter, sem candidato próprio, PMDB poderia apoiar Wilma ou Robinson [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Entrevistado há pouco no Jornal do Dia, da TV Ponta Negra, o deputado Nelter Queiroz, do PMDB, disse que só falta o partido oficializar o rompimento com o governo Rosalba Ciarlini.

E disse que, já que o partido não disponibiliza nomes para disputar o governo, poderia apoiar uma candidatura denWilma de Faria ou Robinson Faria

Nélter defendeu aliança do PMDB com o PSD de Robinson, o PSB de Wilma, o PR de João Maia, o PDT de Carlos Eduardo e o PT da deputada Fátima Bezerra.

Faltou só o deputado Nélter combinar com os russos…

O ministro Garibaldi Filho e o deputado Henrique Alves.

20 de agosto de 2013 às 8:22

Walter Alves sobre o governo: “Meu nome não está à disposição” [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Se o PMDB tinha o deputado Walter Alves como o nome para disputar o governo do Estado no próximo ano…não tem mais.

Walter conversou com o pai, ministro Garibaldi Filho, neste final de semana e decidiu: não será candidato.
“Meu nome não está à disposição do PMDB”, disse Walter agora há pouco ao Blog.
O deputado disse que ficou lisonjeado e honrado com a indicação, “principalmente de pessoas com a envergadura do ex-senador Fernando Bezerra”, mas, repetindo, o nome não está na disputa.
Walter disse que será candidato à reeleição, e quanto a uma possível candidatura majoritária, ele afirma que ainda está se preparando.
“Estou fazendo MBA em Gestão Pública”, revelou Walter.
Se preparando para uma próxima…

20 de agosto de 2013 às 7:13

Henrique Alves quer ser o federal mais votado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Henrique Alves jura que não será candidato à sucessão da governadora Rosalba Ciarlini (DEM)r.

Mas, todo mundo sabe, que todo mundo sabe, que ele trabalha com cara e jeito de governador.

Mas o up-grade na campanha do peemedebista tem uma explicação: como presidente da Câmara Federal, não quer se eleger mal na foto.

Quer ser o federal mais votado.

Como cabe a um presidente de Poder.

 

20 de agosto de 2013 às 0:23

Sono coletivo [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Foi cansativo o evento que contou com a presença da presidente da Petrobras, Graça Foster, nesta segunda-feira, na Federação das Indústrias.

Tanto que nas filas A e B, o sono foi coletivo…

Haja piaba pescada…

Coisas de segunda-feira…

 

O flagra é de Márlio Forte

zzzxcv

20 de agosto de 2013 às 0:10

Deputado Walter Alves: o nome do PMDB para o governo do RN [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Quando sugeriu ao prefeito Carlos Eduardo a candidatura ao governo com apoio do PMDB, o deputado Henrique Alves deu uma justificativa.

Que depois do episódio do voo da FAB, não teria condição de ser candidato a governador.

Foi num jantar, onde estavam presentes a noiva Laurita e o sogro, jornalista Cassiano Arruda.

A sugestão partiu de Henrique.

 

 

Sem nenhuma disposição de disputar o governo do Rio Grande do Norte, o deputado Henrique Alves (PMDB) apoiaria a reeleição da governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

Mas, bate de frente com o PMDB do G (de Garibaldi), que já definiu que terá candidato próprio.

Decidiu que terá, mas não decidiu quem será.

Nome mais forte do PMDB, o senador-ministro Garibaldi Filho não será candidato.

Já foi governador, por dois mandatos, e não tem mais a vaidade de governar o Estado, ainda mais sabendo as dificuldades e ter certeza que sua volta não seria no clima de mar de rosas que navegou há tempos…

 

 

Nome com o peso do cargo de presidente da Câmara, o deputado Henrique Alves também não quer…

Resta, no PMDB, o nome do deputado estadual Walter Alves.

Pai do possível candidato, o ministro Garibaldi Filho tem se mostrado contrário ao projeto para o filho.

Sabe das dificuldades do Estado…

Mas tem dito a amigos próximo que não quer ter arrependimentos.

Não quer se arrepender por não ter apoiado o ‘desejo’ do filho…

Nem quer se arrepender por ter dado gás…

Garibaldi também tem dito que ainda não chegou a hora de conversar com Walter sobre o assunto…