Thaisa Galvão

12 de dezembro de 2013 às 21:15

Rosalba vai à procissão de Santa Luzia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pagando promessa….ou não…
A governadora vai amanhã a Mossoró para a procissão de Santa Luzia.
Como faz desde sempre.
*
Declaração da Rosa Gove hoje à tarde, antes da decisão do TSE que a fez permanecer no cargo:

“Como devota ou como governadora devota, eu irei”.
*
Hoje a governadora despachou no Centro Administrativo.
Recebeu os deputados estaduais José Adécio e Antônio Jácome, e o vereador Jacó Jácome.
E ainda o pastor Martim Alves da Silva, presidente da Assembleia de Deus, e o Monsenhor Lucas, da paróquia Santo Afonso Maria de Ligório, em Mirassol.

12 de dezembro de 2013 às 20:41

TSE mantém Rosalba no cargo [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A ministra do TSE, Laurita Vaz, deferiu mandado de segurança que mantém a governadora Rosalba Ciarlini no cargo.
A governadora não será afastada como decidiu o TRE na sessão de terça-feira.

12 de dezembro de 2013 às 20:20

TRE cassa prefeito de Carnaubais e mantém no cargo os de Arez e Equador [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na sessão desta quinta-feira, o TRE cassou mais uma vez a prefeita afastada de Mossoró, Cláudia Regina.
Agora já são 5 méritos julgados em desfavor de Cláudia e do vice-prefeito, Wellington Filho.
*
A Corte Eleitoral também cassou o mandato do prefeito de Carnaubais, Luzinho (PSB), mandando dar posse ao presidente da Câmara e determinando a realização de eleição suplementar no município.
*
Se livraram do fogo do inferno que tem queimado a Justiça Eleitoral no Rio Grande do Norte, os prefeitos Doutor Erço, de Arez e Noeide Sabino, de Equador.
No julgamento do mérito dos processos que cassaram os dois em primeira instância,ambos foram absolvidos.

12 de dezembro de 2013 às 19:42

TRE publica Acórdão da decisão que afasta governadora e manda empossar o vice [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral, de amanhã, já está no ar.
E traz o Acórdão da decisão do TRE que afasta do cargo a governadora Rosalba Ciarlini e manda a Assembleia Legislativa dar posse ao vice-governador.
Eis a cópia do Acórdão que será encaminhada amanhã à Assembleia.
De posse do documento com data desta quinta-feira, o presidente da AL, Ricardo Motta, tem um prazo ded 24 horas para empossar Robinson Faria como governador interino.
Eis o Acórdão:
*

RECURSO ELEITORAL – REPRESENTAÇÃO – CONDUTA VEDADA A AGENTE PÚBLICO – PRELIMINAR DE INTEMPESTIVIDADE – ACOLHIMENTO
– TRÂNSITO EM JULGADO DA SENTENÇA CONDENATÓRIA – PRELIMINAR DE CONTINÊNCIA – REJEIÇÃO – PRELIMINAR DE LITISPENDÊNCIA –
REJEIÇÃO – PRELIMINAR DE IMPOSSIILIDADE JURÍDICA DO PEDIDO – REJEIÇÃO – GOVERNADORA – USO DE BEM PÚBLICO EM BENEFÍCIO
DE CANDIDATURA – CONDUTA VEDADA PREVISTA NO ART. 73, INCISO I, DA LEI N.º 9.504/97 – FARTA COMPROVAÇÃO NOS AUTOS – QUEBRA
DA ISONOMIA ENTRE OS CONCORRENTES AO PLEITO – DESNECESSIDADE DE PARTICIPAÇÃO DOS CANDIDATOS BENEFICIADOS NO
ILÍCITO – PROPORCIONALIDADE DAS SANÇÕES APLICADAS – ELEVADO JUÍZO DE REPROVABILIDADE DA CONDUTA PRATICADA –
INCIDÊNCIA DA INELEGIBILIDADE PREVISTA NO ART. 1º, I, “j”, DA LC N.º 64/90 – MANUTENÇÃO DA SENTENÇA CONDENATÓRIA –
DESPROVIMENTO DO RECURSO – QUESTÃO DE ORDEM – APLICAÇÃO DO ARTIGO 15 DA LC N.º 64/90 – DECLARAÇÃO DE NULIDADE DO
DIPLOMA CONFERIDO À GOVERNADORA NAS ELEIÇÕES 2010 – ASSUNÇÃO DO VICE-GOVERNADOR – COMUNICAÇÕES NECESSÁRIAS
A retirada dos autos por advogado habilitado nos autos dá ensejo ao início da contagem do prazo recursal, de modo que se revela intempestivo o recurso interposto após o transcurso do aludido prazo. A publicação da decisão na imprensa oficial em data posterior não implica a devolução do prazo para recurso. Acolhimento da preliminar de intempestividade para não conhecer do apelo interposto e reconhecer o trânsito em julgado da sentença em
face da Governadora do Estado.
*
Ausentes os requisitos legais, afasta-se a alegação de continência e litispendência entre o presente feito e outras ações eleitorais em curso. Aplicação da Súmula n.º 235 do STJ.
Revogado o inciso XV do artigo 22 da LC n.º 64/90 pela Lei da Ficha Limpa, não há impedimento à aplicação da pena de cassação do diploma após a eleição. De acordo com a novel regulamentação, ainda que o julgamento da ação de investigação judicial eleitoral ocorra após a proclamação do resultado, é possível a condenação nas penalidades de inelegibilidade e cassação do registro ou diploma. Além do mais, tratando-se da cominação de
sanções por condutas vedadas, a legislação sempre previu a possibilidade de cassação do mandato eletivo após as eleições.
*
Restou demonstrada de forma inequívoca e contundente nos autos a ostensiva participação da Governadora na campanha eleitoral dos recorrentes nas eleições municipais de 2012, conforme amplamente divulgado na mídia, com a conjugação dos atos administrativos de governo com os atos de campanha dos candidatos, sob a tentativa de se promover uma aparência de licitude à conduta praticada, com a confecção de uma agenda governamental artificialmente compatível para justificar o freqüente deslocamento ao município, custeado com recursos públicos, em especial a utilização de aeronaves pertencentes ao Governo do Estado, com inequívoca quebra da igualdade de oportunidades entre os concorrentes ao pleito.
*
Comprovação de deslocamentos realizados nas proximidades do pleito sem que houvesse, na agenda oficial da Governadora, qualquer compromisso administrativo no município, evidenciado o claríssimo desvio de finalidade da conduta, expresso no uso do patrimônio público para fins eminentemente eleitorais.
A ilicitude (atípica) da conduta deve ser analisada sob o prisma do desvio de poder, já que se trata de conduta inserida no regime jurídico-administrativo.
Nessa perspectiva, o motivo determinante da utilização do bem público não foi propriamente o cumprimento da agenda oficial, senão a viabilização da participação da Governadora nos atos de campanha eleitoral dos recorrentes, pelo que o fim legal não coincidiu efetivamente com o fim real, restando evidenciada a ilicitude (atípica) do ato praticado, cuja finalidade foi desvirtuada, como forma de atender a interesses eleitorais privados. Identificado o desvio de poder, projeta-o para o direito eleitoral para configurar a conduta vedada prevista no artigo 73, I, da Lei nº 9.504/97.
*
Tratando-se de conduta vedada, o candidato responde, juntamente com o agente público, pela prática da conduta ilícita, independentemente de sua participação, ciência ou anuência em relação a esta, desde que evidenciado o benefício auferido à respectiva candidatura, nos termos do artigo 73, §§5º e 8º, da Lei nº 9.504/97.
A conduta vedada comprovada nos autos ensejou a cominação da penalidade de multa, aplicada tanto à responsável pelo ilícito (Governadora) quanto aos candidatos beneficiados, nos moldes do § 4º do artigo 73 da Lei 9.504/97. Revelou-se rigorosamente proporcional a aplicação da reprimenda máxima aos candidatos beneficiados, a saber, a cassação dos respectivos diplomas, nos termos do § 5º do preceito, uma vez que o descumprimento da
legislação eleitoral afetou substancialmente a normalidade do processo eleitoral realizado no município.
Embora para fins de enquadramento legal os fatos estão sendo analisados apenas como conduta vedada, conforme delimitado pela causa de pedir e aplicação do princípio da adstrição, tamanha foi a sua gravidade que implicaram também outros ilícitos eleitorais, a saber, abuso do poder econômico, abuso do poder político e captação ilícita de recursos.
*
Incidência da inelegibilidade prevista no artigo 1º, I, “j”, da LC n.º 64/90 à Governadora e aos candidatos recorrentes, com base em uma interpretação sistêmica do aludido dispositivo. Desprovimento do recurso interposto pelos candidatos para manter a condenação imposta na sentença.
Acolhimento de questão de ordem para, aplicando o disposto no artigo 15 da LC n.º 64/90, declarar a nulidade do diploma conferido à Governadora do Estado, com a cassação do respectivo mandato eletivo e a posse do Vice-Governador.
Comunicações necessárias, após a publicação desta decisão.
*
Sob a presidência do(a) Excelentíssimo(a) Desembargador(a) AMILCAR MAIA, Sob a presidência do(a) Excelentíssimo(a) Desembargador(a) AMILCAR MAIA, ACORDAM os Juízes do Egrégio Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio Grande do Norte, à unanimidade de votos, em acolher a preliminar de intempestividade suscitada pela Procuradoria Regional Eleitoral, para não conhecer do recurso interposto por Rosalba Ciarlini Rosado; pela mesma votação, em harmonia com o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral, em rejeitar as preliminares de continência, litispendência e de impossibilidade jurídica do pedido de cassação do diploma após a diplomação; no mérito, em consonância com a manifestação da Procuradoria Regional Eleitoral, à unanimidade de votos, em negar provimento ao recurso interposto por Cláudia Regina Freire de Azevedo e Wellington de Carvalho Costa Filho para
manter a sentença recorrida em todos os seus termos, e, por maioria, restando vencido o Juiz Marco Bruno, em acolher a questão de ordem suscitada pelo Juiz Nilson Cavalcanti para, aplicando o disposto no artigo 15 da LC n.º 64/90, declarar a nulidade do diploma conferido à Governadora Rosalba Ciralini Rosado, com a cassação do respectivo mandato eletivo e a assunção do Vice-Governador, determinando, por fim, seja comunicada a decisão
deste Tribunal ao juízo da 33ª Zona Eleitoral e à Câmara de Vereadores do Município de Mossoró para, dar posse interinamente ao Presidente daquela Casa Legislativa no cargo de prefeito, até que se ultimem os procedimentos para realização de novas eleições no Município de Mossoró/RN, bem assim, também seja comunicada a presente decisão ao Presidente da Assembléia Legislativa do Estado para que, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas,
emposse o Vice-Governador no cargo de Governador, nos termos do voto do relator e das notas de julgamento, partes integrantes da presente decisão.
Anotações e comunicações.
Natal(RN), 10 de dezembro de 2013.

JUIZ FEDERAL MARCO BRUNO MIRANDA CLEMENTINO – RELATOR VENCIDO EM PARTE

JUIZ NILSON CAVALCANTI – REDATOR DO ACÓRDÃO

12 de dezembro de 2013 às 19:22

TRE adia para quinta-feira julgamento de processo de inelegibilidade da deputada Larissa Rosado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Relator no TRE, do processo que vai julgar inelegibilidade da deputada Larissa Rosado (PSB), decretada em primeira instância, o juiz Carlo Virgílio deixou para declarar seu voto na quinta-feira.
Justificativa: são dois processos que serão juntados em um só.
Um julgamento só para os dois processos.
Na sessão da quinta.

12 de dezembro de 2013 às 18:59

Diretor do Procon, Ney Júnior nega que tenha sido expulso da Arena das Dunas como divulgaram [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Diretor geral do Procon do Estado, Ney Lopes Júnior emite nota para esclarecer à sociedade natalense e à imprensa potiguar sobre informações de que ele teria sido expulso da Arena das Dunas.
Ney esclarece que visitou o estádio em companhia de um sobrinho, que como toda criança deseja bater fotos na Arena.

De acordo com Ney Lopes Júnior, chegando ao local ele identificou-se como do Procon-RN e explicou que havia uma recomendação do Ministério da Justiça para que o órgão acompanhasse as relações de consumo decorrentes da Copa do Mundo de 2014, inclusive nos estádios.
*
“Como o PROCON-RN não tem assessoria de imprensa, e sendo jornalista, foi necessário que eu mesmo tirasse as fotos do estádio em construção para ilustrar o relatório em preparação”, afirma o diretor.

Ainda de acordo com o diretor do órgão, os funcionários do estádio autorizaram que ele entrasse no local, sem nenhuma discussão, oferecendo gentilmente capacetes de proteção, permitindo que a visita acontecesse normalmente e que as fotos fossem tiradas.

Segundo Ney Lopes Júnior, ao sair, já estando dentro do carro para ir embora, dois diretores da OAS o abordaram dizendo que a segurança do local havia relatado a presença dele e que gostariam de saber o motivo da visita.

“De imediato identifiquei-me novamente como sendo do PROCON-RN e repeti o esclarecido acima. O diálogo transcorreu normalmente, sem nenhum agravante e foi explicada a minha presença no Arena das Dunas”, diz.

O diretor do Procon/RN se diz surpreso quando viu em alguns meios de comunicação, a versão de que ele teria sido arrogante e prepotente, o que não existiu, e a suposta punição ao funcionário que permitiu a entrada dele, que realmente agiu de boa fé e com gentileza, acompanhado de colegas de trabalho que forneceram os capacetes para que a visita fosse feita.
*
“Em momento algum eu disse ser “uma autoridade”, até mesmo porque não sou e nunca fiz uso de prerrogativas de cargo público para tirar qualquer tipo de benefício próprio ou para terceiros. Quem me conhece bem sabe disto. Sempre fui e sempre serei um cidadão comum”, finaliza Ney Lopes Júnior.

12 de dezembro de 2013 às 18:57

Advogado Gleydson Oliveira em noite de autógrafos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O advogado Gleydson Oliveira lança agora na livraria Saraiva do Midway Mall, a obra “Comentários ao Código Civil Brasileiro – Volume 8 – Responsabilidade Civil”, publicada pela Editora Forense.

Esse é o quinto livro de autoria de Gleydson, que é professor adjunto da UFRN, doutor e mestre em Direto Processual Civil pela PUC/SP, sócio do escritório Alves, Andrade e Oliveira Advogados, em Natal, e tem atuação em Direito Imobiliário.

20131212-185503.jpg

12 de dezembro de 2013 às 15:49

Governadores, inclusive do PT, fazem campanha pela manutenção de Rosalba no cargo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O recurso da governadora Rosalba Ciarlini é destaque no site do TSE.
Agora…
O que o Blog sabe e a matéria não diz:
Governadores de vários Estados entraram em defesa da governadora potiguar.
Tem até governador…Pasmem!… do PT!!! pedindo pela permanência de Rosalba no cargo.
*
Agora eis o destaque do site do TSE:

20131212-154639.jpg
A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, protocolou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mandado de segurança, com pedido de liminar, em que solicita a suspensão da decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) que cassou o seu mandato, determinou seu imediato afastamento do cargo e a declarou inelegível por oito anos, com base na alínea “j”, do inciso I do artigo 1º da Lei das Inelegibilidades (Lei nº 64/90).
*
Na última terça feira (10), o TRE-RN entendeu, em julgamento, que Rosalba Ciarlini teria cometido abuso de poder político e econômico ao fazer campanha em apoio a uma das candidatas à prefeitura de Mossoró em 2012. Cláudia Regina de Azevedo foi eleita.

No mandado de segurança, a governadora argumenta que “o mandato ora exercido não se encontra discutido em nenhuma ação”. Isso porque, segundo Rosalba Ciarlini, no processo que resultou na cassação da prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, o juízo eleitoral da cidade apenas aplicou multa à governadora e “expressamente delimitou quais representados poderiam ser inelegíveis por oito anos a contar das eleições 2012”, o que excluiria a governadora.

A relatora do mandado de segurança é a ministra Laurita Vaz.

12 de dezembro de 2013 às 15:34

Mensaleiros presos não tem direito ao indulto de natal, afirma o jurista Erick Pereira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os mensaleiros que estão no Presídio da Papuda, em Brasília, passarão natal e reveillon…atrás das grades.
Como não têm um ano de prisão ainda, não têm direito ao indulto natalino.
Foi o que explicou o jurista e professor-Doutor de Direito Constitucional, Erick Pereira ao jornal Correio Braziliense.

20131212-153024.jpg
*

20131212-153055.jpg

12 de dezembro de 2013 às 15:13

Movimento pelo Acórdão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O TRE deverá publicar hoje o Acórdão da decisão que afasta a governadora Rosalba Ciarlini do cargo.
Um grupo que quer pressa na publicação se programa para fazer um movimento na frente do Tribunal agora à tarde.
O Acórdão já está assinado pelo juiz federal Marco Bruno e pelo juiz eleitoral, Nilson Cavalcanti.

12 de dezembro de 2013 às 12:59

Mandato de Rosalba nas mãos de Laurita [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Já tem relator o mandado de segurança impetrado no TSE pela defesa da governadora Rosalba Ciarlini.
É a ministra Laurita Vaz.
A governadora está nas mãos de Laurita.

12 de dezembro de 2013 às 11:34

TSE aguarda relator para julgar mandado de segurança impetrado pela defesa de Rosalba [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Já protocolado no TSE o mandado de segurança contra decisão do TrE-RN que afasta a governadora Rosalba Ciarlini.
Aguardando relator….
Por aqui, segurando o caso…tentando adiar posse do vice…

20131212-113156.jpg

12 de dezembro de 2013 às 10:25

Defesa de Rosalba entra com mandado de segurança preventivo para evitar saída da governadora e posse do vice [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A defesa da governadora Rosalba Ciarlini deve entrar com mandado de segurança ainda agora pela manhã, junto ao TSE, em Brasília.
Sem ter como entrar com recurso ordinário, vez que o Acórdão da decisão que afasta Rosalba do cargo ainda não foi publicado, resta à defesa o mandado de segurança.
Recurso mais frágil, já que não é acompanhado de documentos, provas…
Certamente matérias publicadas na imprensa servirão de base.
E a alegação de que a decisão do TRE foi “teratológica”.
*
O mandado de segurança “preventivo” tem a intenção de evitar o afastamento da governadora e a posse do vice.
Assina o MS o advogado Fernando Neves, que foi ministro do TSE e em 2004 participou da criação da lei da ficha limpa.
Neves já advogou para Rosalba.
A política, não a gestora.
*
Obs:
Teratológico no aspecto jurídico do termo diz respeito a uma decisão absurda, ou seja, em princípio, podemos dizer que seria a decisão que contraria a lógica, o bom senso e a até mesmo – em certos casos – a moralidade.

12 de dezembro de 2013 às 8:55

Seridoenses se reunirão para defender criação de Universidade [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Os seridoenses vão se reunir no domingo, na Igreja de Santana, do bairro Capim Macio, em Natal.
A mobilização será em defesa da criação da Universidade Federal do Seridó.
A reunião terá início às 9h30, logo depois da missa.

12 de dezembro de 2013 às 7:59

Kelps Lima reafirma que assumirá presidência da comissão provisória do Sdd [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Kelps Lima, que se filiou ao Solidariedade, ainda não assumiu a presidência do partido, como anunciado.
Ao Blog, ele explicou que o partido, que é novo, também estava sem presidente nacional.
Que o deputado Paulinho da Força assumiu há poucos dias, depois de enfrentar a burocracia natural.
E só agora é que, fechado o diretório nacional, será iniciado o trabalho de fechamento das comissões provisórias em todo o país.
Kelps reafirmou que vai presidir o Sdd, que hoje está sob o comando de Anderson Lopes.
*
“Mas tentaram pegar o partido. Articularam para isso”, disse o deputado ao Blog, referindo-se a pessoas ligadas ao governo do Estado.

12 de dezembro de 2013 às 6:51

Permissionários do transporte alternativo vão protestar contra “setores conservadores” do Ministério Público [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Alegando que vem sofrendo perseguição por parte “de setores conservadores do Ministério Público”, o Sindicato de Transporte Alternativo faz mobilização hoje em Natal.
Das 15h às 18 horas.
No facebook, onde publica o convite, o sindicato só não disse o lugar do que eles estão chamando de ‘Ato Público contra a Criminalização dos Movimentos Sociais, em particular ao Sitoparn’.

A categoria reclama que há mais de 70 dias que a Lei da bilhetagem está em vigor, mas não esta sendo cumprida pela Prefeitura de Natal…
E criticam o Ministério Público por não investigar a situação.

12 de dezembro de 2013 às 2:14

Casal de brasileiros e filha de 10 anos são encontrados mortos dentro do carro, em Orlando [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha online:

Família brasileira é encontrada morta em Orlando, nos EUA
JOANA CUNHA
De Nova York
JOHANNA NUBLAT
De Brasília

Um casal e uma criança foram encontrados mortos na manhã do último sábado (7) dentro do carro na garagem da casa onde moravam em Orlando, nos Estados Unidos.

Segundo o jornal “Correio Braziliense”, os corpos são dos brasileiros Cledione Regina Ruppenthal Ferraz do Amaral, 34, e Márcio Luiz Ferraz do Amaral, 45, e da filha, Wendy Ferraz do Amaral, 10.

A polícia local não confirma a identidade das vítimas. O Itamaraty se limitou a informar que o consulado em Miami foi comunicado sobre a morte de dois adultos e uma criança no país.

Já o consulado afirma que tem acompanhado o caso, mas, “no intuito de preservar a privacidade dos envolvidos, não divulga detalhes”.

De acordo com o jornal local “Orlando Sentinel”, a investigação trabalha com a hipótese de homicídio seguido de suicídio. A polícia não confirma essa informação.

Ginette Rodriguez, sargento que atua na investigação, afirma que os corpos estavam havia pelo menos três semanas na garagem e foram encontrados “em estado de decomposição avançada”.

A causa das mortes ainda é desconhecida, segundo os investigadores.

Ainda de acordo com a publicação norte-americana, Márcio já trabalhou como piloto em uma companhia aérea brasileira e Cledione era funcionária de um parque da Disney.

O jornal informa ter ouvido os proprietários da casa onde a família brasileira morava. Segundo o texto, Márcio manifestara estar passando por problemas financeiros e havia deixado de pagar o aluguel nos últimos meses.

A Folha não conseguiu localizar familiares das vítimas que moram em Goiás.

O secretário de assuntos internacionais do governo goiano, Elie Chidiac, que estava em Orlando por outros motivos, disse à Folha que fez contato com uma irmã de Márcio, via conferência feita pelo consulado em Miami.

“A esperança que temos é que, amanhã, os peritos deem a causa da morte. E pode ser que liberem os corpos”, disse o secretário.

Segundo ele, caso se confirme que a família tem origens goianas, o governo poderá auxiliar na vinda dos restos mortais –devido ao estado de decomposição dos corpos, ele diz acreditar que apenas as cinzas sejam trasladadas.

Chidiac afirma que terá um encontro amanhã, em Orlando, com pessoas próximas à família.

12 de dezembro de 2013 às 2:07

Debate de plenário: Quem usou mais avião público em campanha? [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Um bate-boca entre os deputados Fernando Mineiro (PT) e Getúlio Rêgo (DEM), no plenário da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, virou polêmica também na 98FM, onde o entrevistado foi Getúlio.

Tudo começou na AL quando Mineiro começou a criticar o governo do Estado e a governadora, que teve o afastamento decretado pela Corte Eleitoral.
No foco das críticas, o uso do avião do governo, segundo Mineiro, “para a campanha da prefeita Cláudia Regina”.
*
O líder do governo rebateu…
O deputado Getúlio Rêgo disse que o ex-presidente Lula e seus ministros desembarcaram muito em Natal para as campanhas de aliados.

E lembrou de quando Lula veio para a campanha da deputada Fátima Bezerra, candidata à prefeita de Natal em 2008.
“Veio, se embriagou e fez um discurso desastroso que a deputada perdeu a eleição”, lembrou.
*
Mineiro rebateu…disse que o plenário era um ambiente democrático e que Getúlio tinha o direito de dizer o que quisesse.
Foi o que bastou para Getúlio repetir deu discurso no começo da noite, em entrevista à 98FM.

12 de dezembro de 2013 às 1:33

Advogado Erick Pereira é o aniversariante de hoje [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Doutor em Direito Constitucional pela USP, procurado por quase 10 entre 10 políticos do Estado, o advogado Erick Pereira é o aniversariante de hoje.
Comemora viajando com a família.
Mas, de olho nos tribunais.

20131212-013259.jpg