Thaisa Galvão

1 de junho de 2014 às 18:43

ABC abre portões do Frasqueirão para velar Marinho Chagas e programa homenagens para o ex-craque [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O estádio Frasqueirão abre seus portões pela primeira vez para um velório.

É lá que está sendo velado o corpo do ex-craque Marinho Chagas, eleito melhor jogador do mundo quando disputou a Copa de 1974.

Para o presidente do ABC, Rogério Marinho, o velório de Marinho acontece no estádio do clube por um ato de exceção da Fifa, já que hoje está sob responsabilidade da Fifa.

"Conversamos com agentes da Fifa locais e expomos a importância que Marinho teve para o futebol do mundo", explicou Rogério, que programa mais homenagens para o campeão em nome do ABC, seu time do coração no Rio Grande do Norte.

 

Segundo Rogério, na terça-feira, quando ABC enfrentará o Náutico (PE) no Iberezão, em Santa Cruz (RN), a intenção é colocar nos jogadores, inclusive do Náutico – e isso será discutido amanhã com o clube pernambucano – uma braçadeira preta representando luto.

"Também vamos tentar colocar a 'camisa 6', que pertenceu a Marinho, em todos os jogadores. Tipo, se o número do jogador for 9, passará a ser 96; se for 11, 116", adiantou o presidente do ABC, agradecendo ao Grupo Vila por ter doado o velório, a um conselheiro do clube por ter enviado as cadeiras, ao grupo Sterbom por ter doado água.

Neste momento, no estádio, Rogério está acompanhado de Patrícia Chagas, a viúva de Marinho, do ex-presidente do ABC, Judas Tadeu, do presidente da Emprotur, Alexandre Mulatinho e do publicitário e conselheiro do clube, Tertuliano Pinheiro.

 

20140601-184351-67431493.jpg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*