Thaisa Galvão

28 de junho de 2014 às 14:33

No palanque da “união de partidos”, presidenciáveis sobram na curva [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No palanque multipartidário, com torcida de todas as cores, os presidenciáveis sobraram.
Literalmente.
O governadorável Henrique Alves (PMDB) não falou na presidente Dilma, o vice João Maia (PR) também não, a senadorável Wilma de Faria não falou em Eduardo Campos, o senador José Agripino não falou em Aécio Neves.
No palanque “união de partidos”, os presidenciáveis não tiveram espaço na convenção que homologou a chapa Henrique-João-Wilma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*