Thaisa Galvão

1 de julho de 2014 às 23:14

Saída de deputados do chapão proporcional pode mudar cálculos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vem aí cenas de novos capítulos na novela das coligações proporcionais da chapa puxada pelo PMDB.

Caso os deputados Gilson Moura (PROS) e José Adécio (DEM) deixem o Chapão – se não forem mais candidatos – o cálculo de Oswald de Souza muda.

Saem nomes compotenciais eleitorais para entrada de quem?

O número de eleitos cogitados pode cair?

São muitas as perguntas e as preocupações já dos deputados que disputam reeleição.

No PMDB, a curiosidade básica: na ata guardada a sete chaves da convenção do PMDB, tem o nome do ex-prefeito de Parelhas, Antônio Petronilo?

Se tiver, mais motivo para refazer cálculos.

Bem que os partidos que dizem que vão caminhar juntos poderiam sentar e colocar à mesa as cópias de suas atas.

Para entrarem na campanha sabendo com quem andas, e quem tu és…

 

Recapitulando:

Gilson Moura: a Justiça Federal determinou seu afastamento do cargo. Teve o nome homologado pelo PROS na convenção para disputar reeleição. Falta requerer registro de candidatura ao TRE. Resta saber se diante da instabilidade jurídica, vai deferir ou não o pedido.

José Adécio: já tirou carta de seguro. Manteve o nome do filho como candidato, já homologado pelo PRB, partido ao qual está filiado. Caso entenda que numa chapinha onde está o PRB, o filho Gustavo Costa se elegeria com mais facilidade do que ele no Chapão dos deputados, o candidato, claro, será Gustavo. Como o Blog vem publicando.

 

 

1 de julho de 2014 às 23:12

Peemedebista quer saber se DEM está coligado na chapa majoritária de Henrique [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E por falar em atas…

Tem político dentro da coligação proporcional onde está incluído o DEM, desesperado para ver a ata da convenção do Democratas.

Quer ter certeza que o DEM não deliberou sobre candidatura majoritária, logo, não está coligado com o PMDB na majoritária.

Somente na proporcional.

 

1 de julho de 2014 às 21:28

Câmara aprova ‘Aluguel Social’ para desabrigados na capital [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Câmara Municipal de Natal definiu hoje, em sessão extraordinária, o projeto de lei do Executivo que regulamenta a concessão do “Aluguel Social” para as vítimas das catástrofes em Mãe Luíza e outras áreas da capital.

O benefício custará aproximadamente R$70 mil por mês aos cofres da Prefeitura. 

O texto original enviado à CMN pelo prefeito foi objeto de oito emendas protocoladas pelos vereadores, das quais cinco foram aprovadas e encartadas ao projeto – duas de Sandro Pimentel (PSOL), uma de Amanda Gurgel (PSTU), uma de Marcos Antônio (PSOL) e uma de Ubaldo Fernandes (PMDB).

Duas adaptações ao texto legislativo foram retiradas por possuírem igual teor a outras emendas, enquanto apenas uma – proposta por Amanda Gurgel – foi rejeitada em votação.

"É importante salientar que o benefício não se restringe aos moradores do bairro de Mãe Luiza, mas contempla toda e qualquer situação de calamidade que nossa cidade eventualmente venha a enfrentar. As comunidades no entorno das lagoas de captação, por exemplo, também estão sendo beneficiadas”, explicou o líder do prefeito na Casa, vereador Júlio Protásio.

1 de julho de 2014 às 20:51

“Não preciso ser vereadora para cobrar”, diz moradora de área alagada que roubou a cena com discurso na Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O discurso de Adriana Matias, representando os moradores do conjunto Santarém, na zona Norte de Natal, ontem na audiência pública da Câmara Municipal, levantou uma questão entre os que assistiram e ficaram impressionados com tamanha desenvoltura.

Estaria surgindo na Câmara, a exemplo do que aconteceu na Assembleia com o discurso de Amanda Gurgel, uma nova vereadora?

Vocês devem se lembrar de Amanda com seu discurso articulado em defesa dos professores, dos salários e lamentando que os educadores não tinham direito de comer o cuscuz do lanche das escolas.

O "cuscuz alegado" de Amanda virou bloco de carnaval…e ela virou vereadora.

Conversei agora com Adriana Matias, que ontem foi à Câmara como representante dos moradores de Santarém, que tiveram suas casas inundadas pela lagoa de captação que transbordou com as últimas chuvas.

Tão articulada quanto Amanda, Adriana, ao contrário de Amanda, não quer ser vereadora.

Ela não acredita que irá solucionar os problemas do seu bairro com um mandato nas mãos.

 

Quem é Adriana Matias?

Solteira, 33 anos – completa 34 em agosto – moradora da rua Taraucá, no conjunto Santarém, desde 11 anos de idade.

Não trabalha e se diz dona de casa.

Evangélica, atua nos projetos sociais da igreja que faz parte.

Mora com o pai de 61 anos e a mãe de 55.

 

Thaisa Galvão – Quantas vezes vocês tiveram sua casa inundada por causa da lagoa de captação?

Adriana Matias – A primeira vez foi em 1998, que tinha sido a segunda maior. Em 2008 foi maior porque foram duas enchentes, uma em junho e a outra em agosto. Nessa a gente passou mais tempo fora de casa, em uma escola.

 

Thaisa Galvão – Você é muito articulada. Já exerceu alguma função de liderança? Líder comunitária, por exemplo..

Adriana Matias – Nada. Só a necessidade que me obriga. O que digo é a pura realidade. Eu nem sei muito bem o que digo numa hora dessas, eu falo o que eu vivo.

 

Thaisa Galvão – Você já procurou quem nesse tempo todo?

Adriana Matias – Eu já levei muito Não de vereador, por isso falei daquela forma. Não tem um ano que pelo menos uma vez eu não chame a televisão.

 

Thaisa Galvão – Você está atuando agora em parceria com o jornalista Rodrigo Klyngerr, também morador da rua Taraucá, em Santarém. Qual o próximo passo de vocês?

Adriana Matias – Existe uma ação do Ministério Público que está na Quinta Vara da Fazenda Pública. Nós vamos lá para saber se estão agilizando isso. Há dois anos quando fui pedir, a pessoa que me atendeu disse que a prioridade eram os concursos públicos. Quer dizer que uma casa inundada não é prioridade? Agora com mais uma perda de tudo, vou de novo, ver se consigo falar com a secretária da Vara, já que o assunto está na televisão. Se não for atendida vou chamar os moradores da rua e vamos para a frente do Fórum, chamamos a televisão para cobrar.

 

Thaisa Galvão – O que diz essa ação?

Adriana Matias – Cobra saneamento. E já existe o dinheiro para saneamento na zona Norte. Porque tem que tirar a água servida (com saneamento) para poder fazer a canalização para a lagoa do José Sarney. Com isso, quando encher, bate direto e a água cai nas manilhas.

 

Thaisa Galvão – E é isso que vocês vão cobrar da Justiça?

Adriana Matias – Vamos tentar fazer com que um juiz obrigue a Caern a fazer o saneamento, que já está num processo licitatório até o fim do ano.

 

Thaisa Galvão – E depois da Vara da Fazenda?

Adriana Matias – Se não der certo aí vamos para a Assembleia Legislativa que vai votar o Orçamento do próximo ano. Vamos aproveitar enquanto o problema está no auge.

 

Thaisa Galvão – Assim como Amanda Gurgel, que começou fazendo um discurso que chamou atenção e virou vereadora, você tem algum projeto, um sonho, de ajudar às pessoas, tipo…tem vontade de ser vereadora?

Adriana Matias – O dom de ajudar eu tenho e eu não preciso ser vereadora para falar. Já que vereador só faz cobrança. Eu ouvi de muitos: 'só posso cobrar', então cobrar eu também posso. Falar aqui (na Câmara) eu também posso. Então não preciso ser vereadora pra cobrar. Só preciso mesmo ser uma sofredora.

 

Thaisa Galvão – Você fez um discurso ontem na audiência pública e hoje voltou à Câmara. O que você foi fazer?

Adriana Matias – Pra ver se sai a comissão de vereadores para fiscalizar o problema.

 

Thaisa Galvão – Você quer fazer parte dessa comissão?

Adriana Matias – Essa eu quero.

20140701-205207-75127971.jpg

1 de julho de 2014 às 18:45

Ministro do TSE determina volta imediata do deputado Dibson Nasser à Assembleia tirando do cargo o suplente José Adécio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O TSE entra em recesso depois de mirar os olhos para a política do Rio Grande do Norte.

Depois de segurar o processo de cassação do deputado Betinho Rosado (PP), permitindo que ele requeira seu registro de candidatura, e de concluir o processo da deputada Larissa Rosado (PSB), livrando-a da inelegibilidade, o Tribunal mandou que o deputado afastado Dibson Nasser (PSDB) retorne "imediatamente" ao cargo.

Dibson foi eleito e perdeu o mandato a partir de uma ação do DEM, que beneficiou o suplente, José Adécio Costa (DEM), que assumiu o mandato.

Segundo o advogado Felipe Cortez, que nesse caso atuou em parceria com o advogado Joelson Dias, de Brasília, o ministro João Otávio Noronha deferiu liminar da cautelar que eles deram entrada junto ao TSE, pedindo o retorno de Dibson ao mandato.

Cortez explicou o que vinha acontecendo nesse caso: Dibson ganhou a eleição e o afastamento imediato dele, por determinação do TRE-RN, se deu a partir de um processo que teve início com base em "uma procuração falsa".

No TSE, segundo Felipe Cortez, o processo começou a ser julgado, levando em consideração a falsidade do documento, daí o Pleno ter revertido o processo, não mais para as denúncias que recaíam sobre o deputado Dibson, mas, para a averiguação da falsidade da procuração.

Com isso o julgamento ficou inconcluso.

Foi aí que os advogados de Dibson Nasser deram entrada na cautelar pedindo que, já que o TSE decidiu atrasar o julgamento dele, para analisar o teor da procuração, e o prazo para registro de candidatura estava prestes a se expirar (5 de julho), ficando o deputado sob risco de não poder disputar, que o TSE determinasse que Dibson aguardasse o fim do julgamento no cargo.

Agora há pouco a decisão do ministro Noronha suspendeu o efeito do TRE-RN e mandou que Dibson Nasser retornasse imediatamente à Assembleia Legislativa.

A decisão do TSE deverá ser comunicada amanhã pela manhã ao TRE, que deverá comunicar à Assembleia Legislativa para dar posse imediata a Dibson.

Com a decisão, Dibson Nasser retorna ao seu gabinete e pode ser candidato à reeleição.

José Adécio, deixa a Assembleia, porém, com direito de ser candidato.

1 de julho de 2014 às 17:25

Rosalba chega ao Palácio do Planalto vestida de ‘vermelho PT’ [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Vestindo vermelho PT, a governadora Rosalba Ciarlini chegou agora ao Palácio do Planalto para cerimônia do Ministério da Cultura, e com presença da presidente Dilma Rousseff. Rosalba chegou acompanhada da secretária de Cultura do Estado, a cunhada Isaura Rosado.

20140701-172423-62663366.jpg

1 de julho de 2014 às 17:07

Moradora que teve casa alagada no Santarém faz discurso na Câmara e desafia poder público a resolver questão de lagoa de captação [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Durante o período de chuvas que provocou o deslizamento em Mãe Luíza, enquanto todas as atenções se voltavam para o bairro e para Areia Preta, o Blog publicava o clamor dos moradores da rua Taraucá, no conjunto Santarém, na zona Norte de Natal.

Vizinhos de uma lagoa de captação, eles viveram o dilema de terem que sair de suas casas alagadas pelas águas da lagoa.

Ontem, o vereador Arolco Alves (PSDB) promoveu uma audiência pública na Câmara Municipal , para debater a questão das famílias afetadas pelas chuvas em toda a capital.

Além de representantes da Prefeitura – Semopi e Semurb – e de poucos vereadores, moradores dos bairros afetados também compareceram.

E foi exatamente uma moradora da rua Taraucá, vítima mais uma vez de alagamento por causa das águas da lagoa de cptação – essa não foi a primeira vez – que roubou a cena da sessão.

Tão articulada quanto a hoje vereadora Amanda Gurgel, que surgiu assim, num pronunciamento casual na Assembleia Legislativa, defendendo os direitos dos professores.

Adriana Matias foi à Câmara para defender muito mais do que o direito de uma categoria profissional.

Ela foi defender o direito de entrar em sua casa e dormir em paz.

Sem o medo, diante de qualquer chuvisco, de ter que sair correndo no meio da madrugada. E de perder o que tem dentro de casa.

Adriana desafiou os vereadores, a Prefeitura, a Caern, a se pronunciarem sobre a questão antiiiiiga da lagoa de Santarém.

O site ViaCertaNatal publicou vídeo com o discurso de Adriana.

20140701-165843-61123339.jpg

CLIQUE AQUI PARA VER O VÍDEO

 

1 de julho de 2014 às 16:19

No facebook, o desabafo de Larissa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Desabafo da deputada Larissa Rosado (PSB), na sua página do facebook, depois de ser inocentada pelo TSE que, na sessão de hoje, garantiu-lhe o direito de requerer o registro de candidatura para disputar reeleição.

20140701-161828-58708912.jpg

20140701-161841-58721236.jpg

1 de julho de 2014 às 16:06

Definitivamente, deputada Larissa Rosado se livra da inelegibilidade [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A deputada estadual Larissa Rosado (PSB) está, definitivamente, livre da inelegibilidade.

Larissa já havia sido inocentada por um placar de 5 X 0, porém, o ministro Tarcísio Carvalho pediu vista do processo.

Sem o julgamento ser concluído, mesmo considerada inocente das acusações que a tornaram inelegível, ela se mantinha sob risco de uma eleição sub júdice.

O processo de Larissa s[o seria julgado em agosto, depois do recesso.

Mas hoje, contrariando a tradição do TSE de não pautar processos para julgamento na sessão de encerramento, antes do recesso de meio do ano, o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, decidiu julgar pendências na Corte.
E o processo de Larissa era uma das pendências, já que poderia, mesmo com um placar favorável, interferir no deferimento do seu registro de candidatura.
E apenas por falta de um voto, que tanto poderia ser contra ou a favor da deputada.
Bastava apenas que fosse votado.
E foi.

Hoje o processo de Larissa entrou na pauta.
O ministro Tarcísio votou contrário à inelegibilidade dela.
Foi acompanhado pelo presidente do TSE, Dias Toffoli, que votou pela manutenção da inelegibilidade da deputada.

Terminada a sessão, o TSE decidiu que Larissa Rosado está livre para disputar reeleição sem nenhum fantasma no seu caminho.

Sem fantasma de inelegibilidade.
Sem fantasma de uma candidatura sub júdice.
Sem fantasma de ganhar e não levar.

Votaram favoráveis à elegibilidade de Larissa, na eleição do dia 24 passado, os ministros Laurita Vaz, João Otávio, Luciana Lóssio, Teori Zavascki e Gilmar Mendes.


Em Brasília, o processo foi acompanhado pelo escritório do advogado Marcus Furtado Vinícius Coêlho, presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e a  sustentação oral no julgamento no TSE foi feita pelo advogado Vicente Viana.

 

1 de julho de 2014 às 16:05

Larissa Rosado sobre decisão do TSE: “Sempre tive a consciência tranquila” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A deputada Larissa Rosado soube da decisão do TSE em seu favor na Assembleia Legislativa, onde participava da sessão.

"Sempre tive consciência tranquila", reagiu a deputada ao ser informada sobre o resultado do julgamento.

“Sempre tive a consciência tranquila, pois pauto minha atuação no respeito ao povo e à Justiça. E esse posicionamento do TSE confirma que não cometemos nenhuma irregularidade e que as denúncias foram infundadas”.

A candidatura de Larissa à reeleição foi homologada pelo PSB na convenção de sexta-feira.

Resta agora à deputada dar entrada no registro de candidatura que será julgado pelo TRE.

Julgamento não exclusivo de Larissa, mas de todos os candidatos que tiveram os nomes homologados nas convenções.

É que o deferimento das candidaturas, de todas elas, não cabe aos partidos, mas sim, à Justiça Eleitoral.

1 de julho de 2014 às 15:41

Raimundo Fernandes diz que comissão de deputados vai aprimorar projeto que limita o tráfego costeiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Autor do projeto que limita o acesso à beira-mar de todo o litoral do RN, a buggys, proibindo o tráfego de veículos 4 X 4 mesmo em áreas permtidas para a passagem de carros, o deputado Raimundo Fernandes vai alterar o projeto, apontado como inconstitucional.

Ao Blog, Raimundo disse que nomeou uma comissão para "aprimorar" o projeto.

A comissão é formada pelos deputados Márcia Maia (PSB), Hermano Morais (PMDB) e Fernando Mineiro (PT).

Depois de pronto, o projeto vai para tramitação e retornará à mesa diretora para ser apreciado.

1 de julho de 2014 às 13:36

Assembleia tira de pauta projeto de Raimundo Fernandes que restringe a buggys tráfego na orla do RN [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A Assembleia Legislativa não votou o projeto que restringe a buggys, proibindo a veículos 4X4, o acesso à orla do litoral do RN.
O presidente da Casa, deputado Ricardo Motta, conversou com os bugueiros que lotaram a galeria da AL e disse que o projeto seria retirado de pauta.
O que foi reiterado pelo próprio autor, Raimundo Fernandes.

Nos bastidores, a irritação de dois líderes de blocos partidários que não foram consultados sobre a dispensa de tramitação.

No meio jurídico, a ilegalidade do Parlamento em legislar sobre casos fora de sua alçada.

1 de julho de 2014 às 13:20

TSE não julga processo e Betinho Rosado segue apto a disputar reeleição [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Apesar da pressão, o deputado Betinho Rosado vai ser registrado elegível.

O presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, não levou para a mesa o processo de cassação que estava na pauta do dia.

Toffoli recebeu ligação do mais alto cargo político do RN, mas não atendeu so pedido de priorizar o projeto e a sessão foi encerrada sem o nome de Betinho ser citado.

Agora serão muitas diligências para serem cumpridas e até outubro o julgamento não deverá ser concluído.

1 de julho de 2014 às 12:30

Autor de projeto que proíbe tráfego de 4X4 na orla não aparece na AL e matéria é retirada de pauta [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de conversar com os bugueiros, o presidente d v a Assembleia, deputado Ricardo Motta retirou de pauta o projeto do deputado Raimundo Fernandes que limita a buggys, proibindo a veículos 4 X 4, o acesso à orla do litoral do RN.

Motivo: o autor do projeto não apareceu.

Nos bastidores, a irritação de dois líderes de blocos partidários que sequer foram consultados sobre a dispensa de tramitação.

1 de julho de 2014 às 11:54

Ex-prefeito de Tangará é indicado segundo suplente de Fátima [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Assessoria de imprensa da deputada Fátima Bezerra (PT), candidata ao Senado, informa: o ex-prefeito de Tangará, Theodorico Neto, do PCdoB, será o segundo suplente da candidata da coligação “Liderados pelo Povo”.

O primeiro já havia sido indicado: o ex-secretário de Energia do Estado, Jean-Paul Prates.

1 de julho de 2014 às 11:46

Propaganda: Leitor de Caicó questiona veiculação de discursos de convenção em emissora de rádio [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Leitor de Caicó liga para o Blog para fazer uma pergunta.

Pode, uma emissora de rádio transmitir um discurso de convenção, na íntegra, inclusive com os candidatos pedindo votos?

Segundo o leitor, que falou com o Blog, os discursos do deputado Henrique Alves e do senador José Agripino Maia foram exibidos, na íntegra, ontem, na região do Seridó.

Com direito a pedido de voto.

Que na convenção, está correto.

Mas, na rádio pode?

Passo a pergunta do leitor para o juiz da propaganda eleitoral, Marco Bruno Miranda.

Pode, Arnaldo?

1 de julho de 2014 às 11:40

Betinho Rosado na pauta…e na mesa também? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O processo de cassação do deputado Betinho Rosado (PP) está na pauta da sessão de hoje no TSE.

Outras vezes ele também entrou em pauta, mas não foi para a mesa.

Resta saber o que decidirá hoje o presidente do Tribunal, ministro Dias Toffoli.

 

1 de julho de 2014 às 11:34

Bugueiros pressionam AL para manter regulamentação do uso da orla [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Movimento grande de bugueiros neste momento na Assembleia Legislativa.

Os profissionais do turismo acompanham a votação do projeto que regulamenta o acesso à beira-mar apenas aos bugueiros cadastrados, proibindo o acesso de veículos de passio 4 X 4.

Fotos Márlio Forte

20140701-113556-41756434.jpg

1 de julho de 2014 às 10:33

Canindé Soares em noite de autógrafos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sucesso a noite de autógrafos de Canindé Soares que lançou, nesta segunda-feira, o livro "Natal em Fotos".

O livro conta, em fotografias, a história de Natal como cidade-sede da Copa.

Os fotógrafos amigos foram, os políticos também, e os jornalistas também foram.

As fotos abaixo são de Elias Medeiros e podem ser conferidas no www.eliasjornalista.com

20140701-103221-37941206.jpg

20140701-103233-37953421.jpg

1 de julho de 2014 às 10:09

Com dois processos em pauta, TRE julga um e mantém prefeita de Francisco Dantas no cargo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A contar com o julgamento desta segunda-feira no TRE-RN, a prefeita eleita de Francisco Dantas, Aparecida Araújo (DEM), continua firme e forte no cargo.

São dois os processos contra a chapa Aparecida – Anaximandro (PR).

Os dois já estavam para serem julgados.

Quando iam entrar em pauta, surgiram denúncias envolvendo o Tribunal Eleitoral.

E o objetivo de procrastinar começou a ser alcançado.

Primeiro, o processo é adiado e quatro dias depois, o relator Carlo Virgílio deixa o processo alegando suspeição, e segue processando os denunciantes.

O processo ficou sem quorum para ser julgado. 



Na sessão de ontem, o juiz Gustavo Smith foi convcado.

E no primeiro processo, pelo placar de 3×2 com voto de desempate do presidente, desembargador Amílcar Maia, os denunciantes perderam o primeiro processo, já que foi mantida a tese (pacificada no TSE), da "autonomia partidária".



No segundo processo, divergências na Casa.

Mesmo com a resolução do TRE-RN  que estipulou prazo de 24 horas para desincompatibilização de cargos públicos no caso da eleição suplementar, o relator Eduardo Guimarães desconsiderou a própria resolução e definou que o prazo teria que ser de 6 meses, o mesmo das eleições ditas, normais.



Foi aí que o juiz Artur Cortez pediu vista para discutir a tese da razoabilidade:

Como o TRE exige prazo de 24h e agora muda para 6 meses?

Eis a questão.

Pressão na Corte.

A tese das 24 horas exigida pelo TRE foi definida em consonância com promotor de primeiro grau, juiz de primeiro grau e procurador regional eleitoral, mesmo assim fica a dúvida: há como alterar a resolução do Tribunal no momento do julgamento?

*

 

Aparecida Araújo substituiu o marido Gilson Dias na chapa que disputou a Prefeitura de Francisco Dantas com o candidato Wandeilton.
Gilson era o prefeito do município, mas foi cassado e afastado.
Seria candidato, mas teve o registro indeferido, daí ter colocado a esposa para compor a chapa.
Aparecida obteve 1.077 votos contra 1.053 de Wandeílton.