Thaisa Galvão

22 de julho de 2014 às 11:21

MP entra com ação de improbidade contra prefeita de Ouro Branco [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O promotor Gláucio Pinto Garcia, da comarca de Jardim do Seridó, entrou com ação de improbidade administrativa contra a prefeita de Ouro Branco, Fátima Araújo (PT).
No processo de 28 páginas, ele cita irregularidades na Prefeitura como desvio de funções relativas a nomeação de aprovados no concurso público de 2010.
 
“Inicialmente, este órgão ministerial constatou, no âmbito do Inquérito Civil nº 06.2014.00001559-1, a existência de diversos casos de desvio de função no Município de Ouro Branco – alguns dos quais pela própria prefeita Maria de Fátima Araújo da Silva, que, a despeito do pleno conhecimento dos fatos, nada fez ou faz para cessá-los”, frisou na ação o promotor Gláucio Garcia.
 
Vários casos de servidores concursados e efetivados para uma função, mas trabalhando em outras, como uma auxiliar de serviços gerais que  atua como técnica de enfermagem são narrados pelo Ministério Público Estadual na peça. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*