Thaisa Galvão

17 de setembro de 2014 às 23:33

Promessa de Henrique e Robinson se aproxima da lei do deputado Walter Alves, que garante mínimo de 9% do OGE para segurança [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Segurança Pública.

É o que os dois principais candidatos a governador do Rio Grande do Norte estáo listando como prioridade de foverno.

Tanto Henrique Alves (PMDB) quanto Robinson Faria (PSD) incluíram, nas suas propostas de campanha, que o governo do Estado não poderá incluir menos de 10% no orçamento anual para o setor de segurança.

Porém, o assunto já foi debateido no plenário da Assembleia Legislativa, e o aumento, de 7% oara 9%, virou lei.

De autoria do deputado estadual Walter Alves (PMDB), agora candidato a deputado federal.

 

"Nos últimos anos, o Estado vinha investindo uma média de 7% do Orçamento na segurança. A Constituição Federal obriga o investimento de 25% em educação e de 12% em saúde. O RN carecia de uma obrigatoriedade constitucional para a segurança. Por isso, apresentamos a PEC da Segurança que garante o investimento de, no mínimo, 9% na segurança pública do nosso Rio Grande do Norte. Hoje já é lei. Está encartada na Constituição Estadual. Por isso ficamos felizes em ver que os candidatos estão apresentando propostas de investir 10% do orçamento na área, ou seja, dentro do que a Constituição obriga após a nossa iniciativa. Nos antecipamos na tentativa de solucionar esse problema, que é um dos maiores hoje enfrentados pelo povo potiguar. Se houver orçamento, o próximo governador pode investir até mais de 10%, mas não menos que 9%. Essa foi uma marca que nós deixamos para o Rio Grande do Norte que vai ajudar a minimizar esse problema"

17 de setembro de 2014 às 23:22

Associação dos Magistrados defende relatório da Corregedoria e diz que Justiça opera ‘no limite’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Continua a polêmica causada pela divulgação do Provimento da Justiça, pela Corregedoria Geral de Justiça do Estado.

Depois do anúncio do relatório, juízes fizeram críticas aos colegas da Corregedoria.

O Blog levantou a hipótese de um racha no âmbito do poder judiciário.

O Tribunal de Justiça emitiu nota negando todo e qualquer clima de divisão dentro do TJ.

Agora foi a AMARN – Associação dos Magistrados do RN…que se 

 

NOTA

A AMARN – ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO RIO GRANDE DO NORTE vem prestar os seguintes esclarecimentos em relação à edição do PROVIMENTO n. 109/2014 da Corregedoria de Justiça e em face de matérias publicadas na imprensa acerca dos dados ali contidos:

1 – O Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Norte vive um momento de dificuldade funcional, com 85 unidade jurisdicionais sem juiz (sem realização de concurso há 10 anos) e quase 1.000 cargos vagos de servidor, com carência de mão de obra em quase todas as varas do Estado.

2 – Mesmo assim, os números publicados no recente PROVIMENTO 109/2014 demonstram o esforço dos 197 juízes do Estado em manter a prestação jurisdicional, tendo os magistrados proferido entre 2005 a 2013, 851.931 (oitocentos e cinquenta e uma mil, novecentos e trinta e uma) sentenças. Destas, 166.205 foram proferidas em 2012 e 223.303 em 2013.

3 – Longe de demonstrar baixa produtividade, os números claramente indicam um esforço considerável dos juízes em aumentar sua eficiência, mesmo com recursos humanos limitados e demanda crescente.

4 – O quadro delineado demonstra, entretanto, que se mostram necessárias providências para aumentar a mão de obra e gerenciar competências, na medida em que estamos operando no limite da capacidade do sistema.

5 – A AMARN espera que todos os setores do Tribunal de Justiça envidem esforços nesse sentido, para que a prestação jurisdicional passe a ser dada na forma e com a celeridade desejada pela sociedade.

A DIRETORIA DA AMARN 

17 de setembro de 2014 às 23:01

Presidente da Câmara de São Fernando, vereador do PMDB apóia Fátima para o Senado [2] Comentários | Deixe seu comentário.

A candidata ao Senado, Fátima Bezerra, que fez campanha solo na segunda-feira, sem o candidato a governador Robinson Faria, foi ao Seridó.

Acari, Cruzeta, Carnaúba dos Dantas…

São Fernando também estava no roteiro da candidata, e foi lá que ela recebeu o apoio do presidente da Câmara, Francisco das Chagas Medeiros (PMDB).

O vereador disse que apoia a candidata por conhecer seu desempenho como deputada e acreditar que ela poderá fazer ainda mais pelo estado como senadora.

 

IMG_2249.PNG

17 de setembro de 2014 às 20:17

Agripino diz que CPMI vai pedir ao STF conteúdo da delação premiada de Paulo Roberto [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Como esperado, o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, optou por não dar um pio na CPI mista do Congresso, que investiga denúncias de corrupção na estaral.

“Acho que pode ser a sessão aberta, mas permaneço com a mesma posição, de nada a declarar”, respondeu Costa, quando questionado se queria uma sessão secreta.

“O evento de hoje, o do ‘nada a declarar’, vai manchar a imagem deste Congresso Nacional”, disse o líder do DEM no Senado, José Agripino (RN).

O presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), telefonou para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, pedindo uma reunião com os membros da CPI.
A reunião ficou agendada para quinta-feira.
Agripino vai pedir a Lewandowski que a comissão tenha acesso ao depoimento feito em delação premiada por Paulo Roberto Costa.

Com a recusa de Costa de falar na sessão, Agripino disse ser imprescindível que a comissão tenha acesso às declarações do depoente via STF.

“Temos que ir ao STF e peticionar a vinda daquilo que é nosso direito: a delação premiada compartilhada para que a CPI Mista possa chegar a conclusões em função da aflição e indignação que o Brasil vive neste festival de corrupção”, disse o líder democrata.

Agripino fará parte da comitiva formada pelo presidente da CPMI, Vital do Rêgo (PMDB-PB); o vice-presidente, Gim Argelo (PTB-DF); e o relator Marco Maia (PT-RS).
“O que nós podemos fazer é aquilo que a sociedade espera: que o Congresso dê sua cota de contribuição para agilizar o esclarecimento de uma coisa que está indignando o Brasil inteiro. A Petrobrás se transformou em uma caixa de corrupção em que os culpados ainda não estão identificados”, disse Agripino.
Fotos Mariana Di Pietro

IMG_2242.PNG

17 de setembro de 2014 às 19:52

Prefeito Jaime Calado assina convênio para capacitar guardas municipais aprovados em concurso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, assinou hoje convênio para capacitação da Guarda Municipal .

O convênio assinado com o comandante geral da PM, Coronel Francisco Araújo, irá garantir que 25 guardas aprovados em concurso público e já convocados sejam treinados.

O treinamento terá duração de quatro meses e será ministrado no Centro de Formação da Polícia Militar.

17 de setembro de 2014 às 13:52

Governo emite nota chamando atenção para golpe de falsos fiscais da Anvisa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nota da Vigilância Sanitária do Governo do Rio Grande do Norte:

Esclarecimento

A Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária do RN (SUVISA) vem esclarecer aos proprietários e responsáveis técnicos das farmácias do Rio Grande do Norte sobre uma tentativa de golpe que vem ocorrendo em nosso Estado. 

Pessoas se passando por fiscais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) estão cobrando taxas indevidas e chantageando as farmácias com ameaças de fechar o estabelecimento caso não paguem a “Taxa para Autorização de Funcionamento da ANVISA”, a qual deverá ser depositada em uma conta por eles fornecida.

A SUVISA alerta que se trata de um golpe. A ANVISA, órgão da esfera federal, NÃO realiza inspeção nos estados ou nos municípios. Esta inspeção é de competência da Vigilância Sanitária local. Quando há necessidade da presença da ANVISA a inspeção é feita conjuntamente com os fiscais do Estado ou do Município.

Portanto, a SUVISA reitera que fiquem atentos e que, caso sofram esse tipo de abordagem, não façam nenhum depósito bancário. Denunciem, através do telefone (84) 3232-2557, ou entrem em contato com os fiscais das Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAPs) ou das Vigilâncias Sanitárias (VISAS) dos seus municípios.

 

17 de setembro de 2014 às 13:46

Agripino e líder do DEM na Câmara discutem estratégias para depoimento de ex-diretor da Petrobras [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Líder do Democratas no Senado, José Agripino se reuniu hojed cedo com o líder do partido na Câmara, Mendonça Filho (PE) para discutir estratégias para o depoimento do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa no Congresso.

A sessão que vai ouvir o ex-diretor está marcada para daqui a pouco, às 14h30, na comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) da Petrobras.

 

Para Agripino, a vinda do ex-diretor ao Congresso é um direito de cada brasileiro, que exige esclarecimento sobre as denúncias feitas por Costa de desvio de dinheiro na estatal.

 

“O Brasil tem o direito de conhecer a fundo as denúncias feitas por Paulo Roberto Costa e conta com o Congresso Nacional para isso. Nós, como voz da sociedade, temos o direito e o poder, por meio da CPI, de ter acesso às declarações do ex-diretor sobre o esquema de desvio de dinheiro”, disse o senador.

 

A expectativa é de que o presidente da CPI e da CPI mista da Petrobrás, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), abra a audiência para o público, mas logo depois feche a sessão apenas para os parlamentares para deixar Paulo Roberto mais à vontade para falar.

Foto Mariana Di Pietro

IMG_2197.PNG

17 de setembro de 2014 às 13:12

Gargalheiras e a imagem mais triste do Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O lado triste do Seridó, no registro do fotógrafo Cláudio Abdon.
Gargalheiras da minha Acari…

IMG_2187.PNG

IMG_2193.PNG

IMG_2194.PNG

17 de setembro de 2014 às 11:32

CPI Mista da Petrobras: silêncio de Paulo Roberto previsto para começar às 14h30 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, deve começar a ficar em silêncio no depoimento à CPI Mista do Congresso, que apura desvio de dinheiro da estatal, a partir das 14h30.

Há uma torcida grande para que o 'homem bomba' abra o bocão.

Há uma torcida maior ainda para que ele opte por depor em sala fechada, sem transmissão e sem dizer um pio.

Está mais para a segunda opção.

Paulo Roberto já disse tudo o que deveria dizer para garantir se livrar da penitência que vive hoje o publicitário Marcos Valério, operador do mensalão, que levou os nomes mais poderosos do PT para a Papuda, o presídio badalado de Brasília.

Sem fazer delação, Marcos Valério vai mofar na cadeia.

Tudo o que Paulo Roberto não quer.

E o silêncio dele hoje altera o quê?

Nada.

Ele já falou para quem de direito: o juiz.

O que disser hoje, envolvendo o PT, o PP, o PMDB, o PSB e outros partidos, só vai servir para produzir peças de campanha.

 

17 de setembro de 2014 às 10:28

Rosalba começa por Parelhas visitas técnicas a obras no Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini está em Parelhas, neste momento, dando início a uma agenda de visitas técnicas de obras de sua gestão na região do Seridó. Com o prefeito Francisco do PT, ela discute as obras de saneamento e do incremento ao número de facções no município, referência em mineração no RN.

Rosalba visitou uma das facções instaladas em Parelhas, gerando 49 empregos de carteira assinada, através do Pró Sertão, programa do governo do Estado. Durante a visita, Eva, a proprietária da facção, fez um discurso de agradecimento.

IMG_2183.PNG

17 de setembro de 2014 às 10:16

Missas de sétimo dia de morte do ex-governador Iberê Ferreira serão celebradas em Natal e Santa Cruz [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Filhos do ex-governador Iberê Ferreira de Souza, Joca Ferreira, Gentil e Isabella, estão convidando para a missa de sétimo dia de morte do pai.

Que será celebrada em Santa Cruz e Natal.

Em Santa Cruz, a missa será celebrada sexta-feira, às 9h30, na Igreja Matriz.

Em Natal, na sexta às 19 horas, na Catedral Metropolitana.

17 de setembro de 2014 às 10:11

Seta e Item divulgarão novas pesquisas no domingo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mais duas pesquisas para todos os gostos estão registradas no TRE-RN, para serem divulgadas domingo.

Sob protocolo 00029/2014, o instituto Seta faz 1.700 entrevistas de ontem até amanhã.

Valor da pesquisa: 22 mil reais.

Encomendada pelo portal Nominuto.

Sob protocolo 00031/2014, o instituto Item faz 1.657 entrevistas de hoje até sexta.

Valor da pesquisa: 25 mil e 200 reais.

Encomendada pelo blog de Heitor Gregório.

17 de setembro de 2014 às 7:57

Abafa, Brasília [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mote do dia em Brasília: Abafa o caso.
Não sei, não vi, tenho horror de quem sabe.
Como ensinou o mestre.
E a vida segue na Corte dos desentendidos…

IMG_2157.PNG

17 de setembro de 2014 às 5:54

Paulo Roberto deve chegar mudo e sair calado da CPI da Petrobras [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Do El Paîs:

Ambicioso, o homem-bomba da Petrobras deve se calar na CPI
O ex-diretor da companhia, o engenheiro Paulo Roberto Costa delatou uma série de políticos aos investigadores, mas não deve fazer o mesmo no Congresso

Afonso Bentes

IMG_2146.PNG

O engenheiro Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras apontado como um dos principais membros de um bando suspeito de desviar até 10 bilhões de reais dos cofres públicos brasileiros, é um homem arrogante e detalhista. Tratava mal alguns funcionários e lia minúcias de contratos como poucos. Nos últimos anos em que passou na maior companhia brasileira, porém, a característica que mais chamou a atenção dos que conviveram com ele foi a ganância. Sempre queria galgar novos postos de chefia.

“Ele era muito competente, dedicado, cuidadoso e bastante arrogante em alguns momentos. Como sempre teve bom trânsito com a maioria das gestões, conseguiu atingir postos que vários carreiristas almejavam”, afirmou um engenheiro que trabalhou na companhia.

Nos 35 anos que esteve na Petrobras, Costa foi superintendente duas vezes, gerente em cinco ocasiões e diretor outras duas. Definitivamente, a ambição lhe rendeu muito poder, principalmente entre 2004 e 2012, quando foi diretor de abastecimento. Mas sumiu nos últimos meses, depois que ele foi preso pela Polícia Federal. De todo-poderoso a um esquecido por quem um dia esteve ao seu lado. Nenhuma das 17 pessoas ouvidas pelo EL PAÍS quis ter seu nome divulgado. “Nessa hora ninguém quer ter seu nome ligado a um homem que está delatando Deus e todo o mundo”, afirmou um dos entrevistados.

Após prestar 12 depoimentos aos policiais federais que o investigam por corrupção, remessa ilegal de recursos para o exterior e lavagem de dinheiro, Costa, de 60 anos, deve ser interrogado na tarde desta quarta-feira pelos congressistas da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga irregularidades na Petrobras. Na última semana, suas declarações bombásticas publicadas pela revista Veja, pautaram as discussões da campanha eleitoral.

O homem-bomba da Petrobras, entretanto, deve se calar para não invalidar seu acordo de delação premiada feita com o Ministério Público e a Justiça Federal. Pelo combinado, o diretor se beneficiaria de uma redução da pena caso repasse informações que ajudem a desvendar o esquema ilegal que envolve funcionários públicos, lobistas e políticos. Ele também teria de devolver os 23 milhões de reais que foram encontrados em contas suas e de pessoas ligadas a ele em bancos da Suíça.

Paulinho, como era conhecido nos corredores da Petrobras, está preso desde junho na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná. Ele ingressou na empresa em 1977, como funcionário de carreira. Era um jovem promissor que havia acabado de sair do curso de engenharia mecânica da Universidade Federal do Paraná, seu Estado natal.

Famiglia Costa

O rumo da carreira de Costa mudou depois que a Ouvidoria da Petrobras recebeu 202 denúncias contra a sua gestão. Um ano após essas denúncias, ele foi substituído na diretoria e a Polícia Federal passou a investigá-lo. As apurações que resultaram em sua prisão estão sendo ampliadas para identificar quem teria se beneficiado do esquema que tinha o ex-diretor como um dos líderes. Ao menos 30 políticos já foram citados por ele em seus depoimentos, segundo a revista Veja revelou na semana passada. Os governadores e parlamentares receberiam dinheiro para apoiarem os governos de Dilma Rousseff e de Lula da Silva (PT) no Congresso e nos Estados. Os recursos, conforme a revista, provinham de empreiteiras contratadas pela companhia que eram obrigadas a contribuir para um caixa paralelo. As gestões petistas negam ter participado dos atos ilegais.

Os investigadores também vão apurar se havia algum outro funcionário da Petrobras envolvido no esquema criminoso. A suspeita surgiu por duas razões: 1) as manobras ilícitas são complexas de fazer sozinho e; 2) Costa costuma se apoiar em pessoas em quem confia para agir. Esta atitude ficou clara, para a polícia, quando descobriu que a família do engenheiro o ajudou a se desfazer de documentos que poderiam incriminá-lo. Assim que soube da operação que o prenderia, Costa pediu para suas filhas Ariana, de 31 anos, e Shanni, de 33, e os maridos delas, Márcio Lewcowicz, de 35, e Humberto Mesquita, de 40, destruírem os papéis que estavam na sede da Costa Global Consultoria e Participações. A empresa foi fundada pelo suspeito no Rio de Janeiro depois que ele se aposentou da Petrobras.

As filhas e os genros do ex-diretor foram indiciadas por dificultar a investigação de uma organização criminosa. Os quatro, se condenados, podem ficar até oito anos presos. Um advogado que já trabalhou para Costa disse que o engenheiro decidiu colaborar com a polícia para tentar proteger sua família e evitar que ela fosse responsabilizada pelos crimes. Ele passou mal quando ficou sabendo que as filhas poderiam ser presas por sua culpa. Sem a delação premiada, Costa poderia ser condenado a 50 anos de prisão. Com ela, a pena pode ser de cinco anos.

Os elos políticos do diretor

Internamente, na Petrobras, a nomeação de Paulo Roberto Costa para o cargo de diretor de Abastecimento em 2004 fora vista como um reconhecimento, porque ele, teoricamente, não tinha ligação política. Poucas semanas após assumir o cargo, o seu padrinho político apareceu: José Janene, então deputado federal pelo Partido Progressista (PP) do Paraná.
Janene era um dos acusados no escândalo do mensalão petista e deixou a Câmara em 2006. Não foi julgado porque morreu em 2010, antes da conclusão do processo judicial.
Foi naquele ano que Costa ampliou seu poder, conforme as investigações, e se aproximou dos outros membros do suposto grupo criminoso, entre eles o doleiro Alberto Yousseff, que também está preso, e de uma dezena de políticos. A essa altura do campeonato, todos queriam ser os novos padrinhos do diretor. Durante sua gestão, foram feitas duas compras polêmicas, a da refinaria de Okinawa (Japão) e a de Pasadena (Estados Unidos), além da construção de dois complexos no Brasil, a Refinaria de Abreu e Lima (no Pernambuco) e o polo petroquímico de Itaboraí (no Rio de Janeiro).

17 de setembro de 2014 às 0:35

Ibope: Dilma na frente e Marina com previsão de virada no segundo turno [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ibope aponta diferença de 6 pontos em favor de Dilma.
Eis os números na corrida pela presidência:

IMG_2133.PNG

IMG_2137.PNG

17 de setembro de 2014 às 0:29

Estudante da Uern que morreu atropelada em Mossoró será enterrada hoje em Apodi [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será enterrada às 9 da manhã, no cemitério de Apodi, a estudante Brenna Sonaria, que morreu atropelada na frente da Uern, ontem.
Brena mora em Apodi e viajava todos os dias para cursar Pedagogia na Universidade Estadual.
Brena desceu do ônibus escolar e estava atrás do veículo quando foi atropelada.
O motorista do ônibus ia estacionar e não viu a estudante.
Logo depois do acidente ele entrou em estado de choque.
Em Apodi, o que se diz é q esse motorista é o mais atencioso com os estudantes.
Brena é filha de um pedreiro e uma dona de casa.
No sábado, na suavpágina do facebook, ela falou de amizade…de saudade…

IMG_2142.PNG

IMG_2143.PNG

17 de setembro de 2014 às 0:07

Nas ruas, campanha pelo voto nulo [4] Comentários | Deixe seu comentário.

Todas as pesquisas eleitorais publicadas até agora no Rio Grande do Norte revelam um dado comum: o alto índice de desinteresse da população.
Além dos indecisos, que na reta final da campanha terminam por escolher um candidato, existe hoje uma parcela grande do eleitorado disposta a se rebelar e não votar em ninguém.
Já há movimentos pregando o voto nulo.
Eis os sinais que começam a aparecer nas ruas de Natal:

IMG_2138.PNG