Thaisa Galvão

1 de agosto de 2015 às 23:51

Após desacatar autoridade da PRF e ser conduzido à delegacia em Caicó, deputado Carlos Augusto admite que errou e pede desculpas  [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de um sábado dedicada à competição da filha, brindando o 5º lugar na primeira etapa do Campeonato Estadual de Ginástica Rítmica, volto ao noticiário…

Sem deixar de comentar o dia pouco feliz do deputado estadual e pré-candidato a prefeifo de Parnamirim, Carlos Augusto Maia.

Participando da festa de Santana, em Caicó, o parlamentar foi o assunto do sábado, depois que foi parado em uma blitz e conduzido à delegacia.

A abordagem ocorreu quando ele saía da festa de Aviões do Forró, na AABB.

O deputado não estava dirigindo, mas o motorista foi convidado a sair do carro e fazer o teste do bafômetro.

Maia não permitiu, entrou em discussão com os policiais rodoviários federais e, por desacato, foi conduzido à Delegacia.

Ao Blog Sidney Silva, de Caicó, o delegado Carvalhal disse que pretendia fazer os procedimentos e encaminhar para o MPF e Justiça Federal, mas, por causa da imunidade parlamentar, Carlos Augusto, não poderia ficar preso.

Sem ter como justificar o caso confirmado pelo delegado de Caicó, coube ao deputado pedir desculpas pelo ocorrido.

Eis a nota do deputado e pré-candidato:

AMIGOS,

Devo satisfações públicas sobre o ocorrido nessa madrugada em Caicó:

1. Sou advogado de formação e, além disso, tenho convicções políticas de que o fato de estar deputado não me coloca acima da lei. Ao contrário, é meu dever dar exemplo;

2. Portanto, não me insurgi contra a abordagem policial nem à fiscalização de trânsito ao veículo nem ao motorista que o conduzia. Atendeu-se prontamente à inspeção e ao teste do bafômetro – que deu negativo. Estavam dentro das normas.

3. Reagi, sim, e de forma inapropriada – é verdade – ao método de abordagem de alguns agentes que, a meu juízo, ultrapassaram o limite do respeito a que todos cidadãos temos direito.

4. Quem me conhece sabe do meu temperamento ameno, cordial, humilde e respeitoso – com todos.

5. Peço desculpas públicas pelo ocorrido. Em especial aos amigos, familiares e correligionários.

6. Reafirmo meu respeito às instituições e em especial à Polícia Rodoviária Federal que tem por missão preservar vidas humanas zelando pelo cumprimento das regras de trânsito.

Carlos Augusto Maia – Deputado Estadual

1 de agosto de 2015 às 12:11

Publicada nomeação do novo secretário de Desenvolvimento Flávio Azevedo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Blog adiantou ontem a data da posse do engenheiro Flávio Azevedo no cargo de secretário estadual de Desenvolvimento Econômico.

Será na 3ª feira às 16 horas.

A nomeação de Flávio, pelo governador Robinson Faria foi publicada no Diário Oficia de hoje.

1 de agosto de 2015 às 9:59

Governador Robinson Faria e 1ª dama Julianne Faria são cidadãos caicoenses [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria e a primeira dama e secretária de Assistência Social, Julianne Faria, receberam ontem o título de cidadão caicoense. 

As homenagens seriam entregues na semana passada mas o governador não pôde ir a Caicó por causa de outros compromissos.

Além do título, Robinson também recebeu a comenda de honra ao mérito “Vila do Príncipe”, mais alta distinção concedida pela Câmara.

A comenda foi proposta pelo presidente da Casa, Nildson Dantas, e o título pelo ex-vereador Milton Batista. 

A homenagem à primeira-dama foi outorgada pelo vereador Leleu Fontes.
“Nada melhor do que poder receber o título e a comenda, que são homenagens abençoadas por Santana. Isso tem um valor muito grande para mim e aumentam ainda mais o meu carinho por essa cidade”, disse o presidente da Câmara.

“Minha família tem raízes do Seridó, em especial de Caicó. Fico feliz em poder reafirmar a minha cultura com esse título”, agradeceu Julianne Faria.

  

  

1 de agosto de 2015 às 9:26

PSDB não vai abandonar Eduardo Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Vera Magalhães, na coluna Painel de hoje, na Folha:

Para PSDB, risco que Cunha impõe a Dilma compensa desgaste de apoiá-lo
Malvado favorito O PSDB faz uma conta pragmática ao não abandonar Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Na avaliação de tucanos, o peemedebista fica no cargo mesmo se for denunciado por Rodrigo Janot, pelo menos até o STF decidir se abre ou não ação penal. Basta uma canetada dele para abrir o processo de impeachment, diz um cacique. Para tucanos, o preço que o partido pode pagar por oferecer sustentação ao presidente da Câmara é menor que o desgaste que ele pode causar a Dilma Rousseff.

Álibi Em última instância, se a situação do peemedebista ficar insustentável, vamos lembrar que o partido apoiou Julio Delgado e foi contra Cunha na eleição para a presidência da Câmara, diz um deputado tucano.

1 de agosto de 2015 às 8:56

Advogada não é obrigada a explicar origem de dinheiro pago a ela por serviço prestado, conclui STF [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Hugo Motta, do PMDB da Paraíba, que preside a CPI da Petrobras, não deu nem tchuns para a decisão do presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, em habeas corpus desobrigando a advogada Beatriz Catta Preta do comparecimento à Comissão Parlamentar de Inquérito.

Motta suspeita que Catta Pretta esteja se fazendo de vítima e quer que ela declare à Comissão da Câmara quem lhe fez ameaças.

Motta mudou o tom.

Antes queria que a advogada declarasse a origem do dinheiro pago a ela em honorários como advogada de defesa de vários envolvidos no esquema de desvio de bilhões-trilhões dos cofres públicos.

“Para se preservar a higidez do devido processo legal, e, em especial, o equilíbrio constitucional entre o Estado-acusador e a defesa, é inadmissível que autoridades com poderes investigativos desbordem de suas atribuições para transformar defensores em investigados, subvertendo a ordem jurídica. São, pois, ilegais quaisquer incursões investigativas sobre a origem de honorários advocatícios, quando, no exercício regular da profissão, houver efetiva prestação do serviço”, afirma o presidente do STF.

1 de agosto de 2015 às 8:42

Leniência: Agora a Camargo Corrêa também vai falar sobre as outras empreiteiras envolvidas na Lava Jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Novos capítulos da operação Lava Jato:

CAMARGO CORRÊA FAZ O PRIMEIRO ACORDO DE LENIÊNCIA DO PROCESSO

A construtora Camargo Corrêa firmou acordo com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e vai colaborar com as investigações de um cartel nas obras da usina nuclear de Angra 3, da Eletronuclear (subsidiária da Eletrobras).

A construtora deverá comprovar que Andrade Gutierrez, Odebrecht, Queiroz Galvão, EBE, Techint, UTC, além da própria Camargo combinaram preços para “dividir o mercado” em contratos da licitação das obras de Angra 3 que chegavam a R$ 3 bilhões.

O Cade está focada em Angra 3, mas a Camargo Corrêa considera fazer acordos também com a CGU (Controladoria Geral da União), e até mesmo com o Cade em outras áreas.
JUIZ SÉRGIO MORO ACEITA NOVA DENÚNCIA CONTRA RENATO DUQUE

Já é a 5ª denúncia contra o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, recebida e acatada pelo juiz federal Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

A nova denúncia inclui a aquisição de obras de arte.
CPI DA PETROBRAS MANTÉM CONVOCAÇÃO DE CATTA PRETTA

O presidente da CPI da Petrobras, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), declarou que a convocação da advogada Beatriz Catta Preta está mantida.

A CPI agora quer saber quem a ameaçou.

O presidente suspeita que a advogada esteja se fazendo de vítima para esconder “atos ilícitos” que ela possa ter cometido no processo da Lava Jato.

O STF (Supremo Tribunal Federal) desobrigou Catta Preta de informar a origem dos seus honorários.

1 de agosto de 2015 às 8:16

Denúncia prevista [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Ancelmo Góis, n’O Globo de hoje:

  
Ou 7 seria mesmo conta de mentiroso?