Thaisa Galvão

4 de setembro de 2015 às 23:20

Lava Jato: pena de 30 anos faria José Dirceu optar por delação premiada? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O mais informado entre os envolvidos na Lava Jato…falaria?

Ou vai se submeter a mofar na cadeia?

Uma redução de quanto tempo de pena faria José Dirceu falar tudo o que sabe sobre todos?

Da Exame.com

Dirceu deve receber pena superior a 30 anos, diz procurador

Ana Fernandes, do Estadão Conteúdo

São Paulo – A força-tarefa da Lava Jato afirmou que, independentemente de seu papel como líder político no passado, o ex-ministro José Dirceu deve ser condenado por haver “provas e evidências” de que ele praticou “crimes graves” no esquema de corrupção bilionário na Petrobras.
O procurador Deltan Dallagnol disse esperar que Dirceu receba uma pena superior a 30 anos de prisão. “Não estamos julgando o José Dirceu, mas atos e fatos concretos”, disse Dallagnol.
A denúncia feita nesta sexta-feira, destacou Dallagnol, centra em integrantes do que a Polícia Federal classificou como “núcleo político” da operação, composto por políticos que desviavam recursos para partidos e para uso próprio, além de seus familiares e representantes.
Nesse núcleo, foram denunciados José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e outras sete pessoas – nove dos 17 denunciados hoje. Entre as acusações estão organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção.
Segundo a força-tarefa, Dirceu e Vaccari não atuavam de forma conjunta, mas em paralelo. O dinheiro que passava por Vaccari era destinado ao Partido dos Trabalhadores enquanto, no caso do Dirceu, o desvio seria feito em benefício próprio.

A PF identificou repasses de R$ 14 milhões a Vaccari e de R$ 11,8 milhões a Dirceu – valores contemplados pela denúncia, que se refere a contratos da Engevix.
Renato Duque e Pedro Barusco, respectivamente ex-diretor de Serviços e ex-gerente da Petrobras, considerados do núcleo administrativo, também foram denunciados. O procurador Roberson Pozzobon destacou que Duque permaneceu no cargo com apoio de José Dirceu.
Segundo a força-tarefa da Lava Jato, há evidências de que o delator Milton Pascowitch fez operar uma espécie de “banco criminoso”, com uma série de rebuscadas e complexas operações de lavagem de dinheiro.
No caso de Dirceu, houve contratos com sua consultoria, repasses em dinheiro, além de repasses ocultos através do pagamento de imóveis, reformas a imóveis e até do uso de uma aeronave, usada por Dirceu ao longo de dois anos.
O sistema instalado permitiu até que Dirceu virasse sócio oculto de um terço da aeronave através de Pascowitch, aponta a denúncia.
Pozzobon destacou que foram identificados contratos com a consultoria de Dirceu, a JD, enquanto o ex-ministro era processado e após ser condenado no processo do mensalão.
O delegado Igor Romário de Paula, integrante da força-tarefa, que também participa da coletiva, destacou que a postura do ex-ministro demonstra “total desrespeito pelas instituições” e elogiou a rapidez do trabalho dos investigadores no caso da Lava Jato, da investigação em si até a denúncia.
Romário de Paula, ao responder uma pergunta dos jornalistas, esclareceu que não há intenção de investigar toda a vida Dirceu, mas que a equipe trabalha sobre os fatos que vêm à tona ao longo da investigação.
Mobilização
Integrantes da força-tarefa aproveitaram a coletiva para falarem sobre a importância da Lava Jato para a democracia e para o bem da população.
Dallagnol chamou por várias vezes a corrupção de “problema que corrói a democracia” e disse que o governo hoje não atua em benefício do povo.
O procurador afirmou que a “cura” para o problema é mais democracia e com respeito às instituições. Dallagnol lembrou que o Brasil está perto de celebrar o dia da Independência, em 7 de setembro, mas vive ainda um “Estado de exploração” de agentes públicos corruptos.
Pozzobon falou da importância de mudar a cultura da celebração de contratos no setor público. “É chegada a hora de essas empresas não mais contratarem com o setor público”, afirmou.
O procurador defendeu também a importância da adoção de medidas preventivas, como as 10 medidas contra corrupção sugeridas como projeto de lei popular pelo Ministério Público Federal.
A denúncia apresentada hoje contra 17 pessoas pede ressarcimento de R$ 60 milhões de recursos públicos desviados.
A força-tarefa identificou também centenas de ligações e visitas presenciais a Milton Pascowitch que evidenciam a participação de pessoas no esquema criminoso. Foram detectados 129 atos de corrupção ativa e 31 de corrupção passiva de 2004 a 2011.

4 de setembro de 2015 às 21:37

Revista Época e a “propina atômica do PMDB” que traz à tona o presidente do Senado Renan Calheiros [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vem aí Renan Calheiros…

O Blog disse e repetiu: passada a sabatina do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no Senado, seria a vez do presidente da Casa, Renan Calheiros.

Além dele, os senadores Romero Jucá e Edison Lobão são os personagens da semana da revista Época que chegará às bancas neste sábado.

Eis a capa:

  

4 de setembro de 2015 às 20:18

Motorista perde controle do carro, atropela ambulantes e um é morto na Salgado Filho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Acidente agora há pouco na Salgado Filho, em frente à Igreja Universal do Reino de Deus, acabou com um ambulante morto.

Um motorista atropelou o rapaz.

A informação é que ele teria enganchado o chinelo no acelerador e perdeu o controle do carro.

Alguns ambulantes, instalados em área de risco, foram atingidos e um morreu.

  

4 de setembro de 2015 às 19:44

Beto Rosado afirma que se Rosalba Ciarlini conseguir reverter inelegibilidade será candidata à prefeita de Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Beto Rosado (PP), em entrevista ao Jornal da Noite/95, declarou que, caso a ex-governadora Rosalba Ciarlini, sem partido, consiga vencer na Justiça a luta contra a inelegibilidade, sua atual situação, a Rosa será candidata à prefeita de Mossoró no próximo ano.

Sobre o mandato, Beto falou de seus projetos, e de sua atuação, principamente na Comissão Especial da Transposição do Rio São Francisco, onde é o único potiguar indicado como membro.

Abaixo a entrevista que foi veiculada ao vivo pelo Periscope.

4 de setembro de 2015 às 18:07

Dezessete são denunciados na Lava Jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1-Paraná

José Dirceu e mais 16 pessoas são denunciados na Operação Lava Jato
Denúncia foi apresentada pelo Ministério Público Federal nesta sexta (4). Se a Justiça Federal aceitar a denúncia, eles passam a ser réus.

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou, nesta sexta-feira (4), uma denúncia contra 17 pessoas investigadas na 17ª fase da Operação Lava Jato. Entre elas, está o ex-ministro José Dirceu, preso desde o dia 3 de agosto, em Curitiba. Segundo o MPF, contra o grupo pesam acusações de crimes como organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro.

O inquérito contra eles foi concluído na terça-feira (1º) e os documentos e provas levantados pela Polícia Federal foram enviados ao MPF na sequência. Os procuradores, então, trabalharam na denúncia. Além de José Dirceu, estão entre os denunciados o irmão e a filha dele, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, o ex-gerente da estatal Pedro Barusco, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, e o operador e delator Milton Pascowitch.

Com a apresentação da denúncia à Justiça, caberá ao juiz federal Sérgio Moro determinar se aceita ou não os argumentos do MPF e inicia um processo contra os envolvidos. Se as denúncias ou parte delas forem aceitas, todos serão considerados réus e deverão responder à Justiça pelos crimes que os procuradores os imputaram. Veja aqui como é cada etapa de uma ação criminal.

Veja a lista de denunciados:

– Camila Ramos, filha de José Dirceu.

– Cristiano Kok, presidente de Engevix Engenharia.

– Daniela Leopoldo e Silva Facchini, arquiteta que reformou imóvel para José Dirceu.

– Fernando Antonio Guimarães Horneaux de Moura, lobista suspeito de representar José Dirceu na Petrobras.

– Gerson de Mello Almada, ex-vice-presidente da Engevix.

– João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT.

– José Adolfo Pascowitch, operador do esquema.

– José Antunes Sobrinho, executivo da Engevix Engenharia.

– José Dirceu de Oliveira e Silva, ex-ministro da Casa Civil.

– Júlio César dos Santos, ex-sócio minoritário da JD Consultoria.

– Júlio Gerin Camargo, lobista e delator da Lava Jato.

– Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, irmão e sócio de José Dirceu na JD Consultoria.

– Milton Pascowitch, operador e delator da Lava Jato.

– Olavo Horneaux de Moura Filho, operador.

– Pedro José Barusco Filho, ex-gerente da Petrobras.

– Renato de Souza Duque, ex-diretor da Petrobras.

– Roberto Marques, ex-assessor de José Dirceu.

Denúncia

Conforme o procurador da República Deltan Dallagnol, a denúncia envolve atos ilícitos no âmbito da diretoria de Serviços da Petrobras, e abarca 129 atos de corrupção ativa e 31 atos de corrupção passiva, entre os anos de 2004 e 2011. O valor de corrupção envolvido nestes atos foi estimado em R$ 60 milhões, e cerca de R$ 65 milhões foram lavados.

Entre os denunciadas, três pessoas pertencem ao núcleo empresarial, duas ao administrativo, três ao financeiro e nove ao núcleo político do esquema investigado na 17ª fase da Operação Jato.

Conforme o procurador Roberson Pozzobon, a participação da Engevix e seus executivos se dava através de projetos da empreiteira junto à diretoria de Serviços da Petrobras. “Dentro desses projetos, foram efetuados depósitos em favor dos operadores Milton Pascowitch e seu irmão José Adolfo”, explicou.

Conforme Pozzobon, o pagamento da propina era feito através de contratos ideologicamente falsos firmados entre a Engevix e a Jamp, empresa de Pacowitch. O dinheiro era repassado para Pedro Barusco, Renato Duque, e para o núcleo político que incluía José Dirceu. Segundo Deltan Dallagnol, dos mais de R$ 60 milhões em contratos da Engevix com a JD e a Jamp para repasse de propina, R$ 11,8 milhões foram para “o bolso de José Dirceu”.

A Engevix também celebrou contratos simulados com a JD Consultoria, empresa de José Dirceu, realizando repasses de mais de R$ 1 milhão por serviços não prestados. Conforme o procurador Pozzobon, houve compras ocultas de um avião e de imóveis em nome de José Dirceu para lavagem do dinheiro.

Pascowitch ainda atuou na aquisição de um imóvel para a filha de José Dirceu, Camila Ramos, com dinheiro de propina. A compra foi feita com R$ 700 mil transferidos de Pascowitch para Camila, valor acima do avaliado pelo mercado. “Ainda hoje o imóvel está no nome na filha de Dirceu”, disse Pozzobon.

Outros imóveis foram reformados para lavagem de dinheiro, segundo os procuradores. Um deles estava no nome de Luiz Eduardo, irmão de Dirceu, e a reforma foi custeada em nome da Jamp. O outro imóvel reformado ficava em Vinhedo e estava no nome de Julio Cesar Santos, ex-sócio da JD Consultoria.

O MPF ainda citou trecho da delação premiada de Milton Pascowitch em que o delator disse que passou R$ 14 milhões para Vaccari em decorrência de obras na Petrobras. “A lavagem de dinheiro que aí ocorreu se insere como um elemento da organização criminosa aqui apresentada”, afirmou Pozzobon.

Atuação de José Dirceu

Conforme a investigação da PF, o ex-ministro atuava no esquema através de dois caminhos. Um deles consistia no relacionamento com executivos das empresas Hope e Personal, terceirizadas de serviços da Petrobras. Estas empresas não foram incluídas nesta denúncia, mas, segundo o MPF, a situação delas segue sendo analisada.

“Por terem sido ‘apresentadas’ à empresa por Fernando Moura e seu irmão Olavo Moura, ‘apadrinhadas’ por José Dirceu, o grupo passou a ‘titularizar’ uma parcela do faturamento dessas empresas, cujo pagamento era instrumentalizado por Milton Pascowitch”, diz trecho da conclusão do inquérito.

A outra frente de atuação, segundo a PF, estava relacionada a empreiteiras com contratos com a Petrobras, como a Engevix, OAS, UTC, Odebrecht, Galvão Engenharia e Camargo Corrêa. No inquérito, o delegado apontou que as empresas “teriam carregado vantagens ilícitas, dissimuladas como ‘serviços de consultoria’ para José Dirceu, seja diretamente ou ainda por meio da Jamp Engenharia”.

Segundo os procuradores do MPF, José Dirceu recebia essas quantias por ter indicado Renato Duque para a diretoria de Serviços da Petrobras.

Início do esquema

Segundo as investigações, Dirceu indicou Renato Duque para a diretoria de Serviços da Petrobras e, a partir disso, organizou o esquema de pagamento de propinas. Duque é réu em ações penais originadas na Lava Jato. Segundo o procurador, Dirceu era responsável por definir os cargos no governo Lula. O nome de Duque teria sido sugerido pelo lobista Fernando Moura.

Na 17ª fase da Lava Jato, os investigadores focaram em irregularidades de contratos com empresas terceirizadas, contratadas pela diretoria de Serviços, que pagavam uma prestação mensal para Dirceu através de Milton Pascowitch – lobista e um dos delatores da Lava Jato. Para o MPF, o ex-ministro enriqueceu dessa forma.

O juiz Sérgio Moro escreveu no despacho de prisão de José Dirceu que o ex-ministro “teria insistido” em receber dinheiro de propina em contratos da Petrobras mesmo após ter deixado o governo, em 2005.

4 de setembro de 2015 às 17:08

Holiday Inn Natal: mais moderno hotel para turismo de lazer, eventos e negócios já está funcionando [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Natal acaba de ganhar mais um hotel da rede Holiday Inn.

O Holiday Inn Natal é uma opção de nível superior para o turismo de negócios e de eventos.

Pela localização ao lado da Arena das Dunas, está no raio de alcance próximo dos dois maiores shoppings da capital, da UFRN, Petrobras, Fiern, TRT, Justiça Federal, Ministério Público, Centro Administrativo do Estado…

Diretor de Vendas e Marketing, o empresário George Gosson recebeu o Blog para conhecer o novo espaço, que se integra ao grupo que já administra dois hoteis em Ponta Negra: o PraiaMar, de lazer e eventos, e Holiday Inn Express, de lazer e viagens de negócios.

Segundo Gosson, o hotel foi projetado por Luciano Barros e Alexandre Abreu, e foi ambientado por Viviane Telles.

  
O setor de convenções pode sediar, de uma só vez, 6 eventos.

Alguns dos salões tem capacidade para receber até 1.700 pessoas.

Os espaços são modulados, podendo se transformar em espaços maiores. Um coquetel para 2.400 pessoas está dentro do projeto de capacidade do hotel, assim como um banquete com capacidade para 8 pessoas sentadas em mesas redondas.

O hotel foi equipado com sistema moderno de segurança como sprinklers – chuveiros automáticos, instalados em áreas individuais e comuns, que disparam e liberam água em caso de incêndio.

Também tem detector de fumaça em todos os ambientes, portas corta-fogo, duas escadas de incêndio e escadas rolantes para facilitar o movimento de pessoas em eventos nos salões de convenções. Esse setor ainda dispõe de um elevador específico com acesso à garagem.

   
  

Abaixo o hall de entrada, com acesso aos espaços empresariais, restaurante e cafeteria para atender eventos e hóspedes.

  

Na área de lazer, piscina, bar, espaço kids e academia, tudo com vista da Arena das Dunas e da entrada de Natal.

  

E o conforto dos apartamentos, onde as camas são montadas com 4 travesseiros, lençóis de fios especiais, e na bancada de trabalho, poltronas ergonômicas.

  

O Holiday Inn Natal não teve festa de inauguração, mas já está funcionando a todo vapor.

Fotos Thaisa Galvão

 

4 de setembro de 2015 às 15:49

Ministro diz a deputado Beto Rosado que liberou 4 milhões para o RN  [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, garantiu ontem ao deputado federal Beto Rosado, de quem é aliado, no PP, que liberou mais 4 milhões para o Rio Grande do Norte.

Do total, 2 milhões para a adutora de Currais Novos, e 2 milhões para a adutora do Alto Oeste

Beto Rosado falará sobre o assunto logo mais a partir das 18 horas, no Jornal da Noite da 95FM.

Sintonize!!

4 de setembro de 2015 às 15:28

Filho da jornalista Flávia Freire e do jogador Júlio Terceiro precisa com urgência de sangue tipo A- [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Filho da jornalista Flávia Freire e do jogador de futebol, Júlio Terceiro, o bebê Julinho, que nasceu com uma cardiopatia, está precisando com urgência de sangue.O tipo sanguíneo de Julinho é A-.(negativo).

Quem puder doar vá ao Hemovida e faça a doação em nome do bebê Júlio Freire David.

  
Doe sangue para Julinho!

Onde: HEMOVIDA 

Dados:

Julio Freire David

Sangue A – (negativo)

Incor Natal (Promater)

(84) 99197-1000 / (84) 99172-6939

4 de setembro de 2015 às 11:45

Ministro Henrique Alves representa o Brasil na Expo Milão durante o feriadão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro do Turismo, Henrique Alves, passa o feriadão em Milão, na Itália.Segundo sua assessoria, representa o Brasil, de hoje até segunda-feira, da Semana do Brasil na Expo Milão, uma das maiores exposições do planeta.

O evento brasileiro dentro do evento italiano é uma parceria do Ministério através da Embratur, com Funarte e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex).

Atrações culturais e produtos turísticos nacionais serão apresentados para o público internacional. 

No pavilhão do Brasil acontecerá o Visit Brasil – Olympic Games, evento de promoção dos Jogos Olímpicos e da Paraolimpíada de 2016. 

O Pavilhão do Brasil na Expo Milão recebe uma média de 15 mil pessoas por dia.

  

4 de setembro de 2015 às 11:14

Ex-deputado Cândido Vaccarezza rebate informações de que teria recebido dinheiro do doleiro Youssef [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sobre operação Lava Jato, recebi agora, por whatsapp, do ex-deputado Cândido Vaccarezza (PT):

  

4 de setembro de 2015 às 11:13

Promotor afirma durante Fórum do Sistema Prisional que “quem manda no sistema é o preso” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No Fórum do Sistema Prisional que aconteceu há pouco no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, o promotor Antônio Siqueira declarou que “Quem manda no sistema é o preso”.

E que “o Estado perdeu o controle” do sistema. 

Ontem o promotor ajuizou três Ações Civis Públicas (ACP) com pedido de liminar, em desfavor do Estado, acionando a Justiça para ajudar a regularizar a condução de presos às audiências e unidades hospitalares no Estado.

VÍDEO Clique Aqui e acompanhe a entrevista do promotor.

  
No Fórum, onde estiveram presentes representantes do Ministério Público, OAB, Direitos Humanos, Ministério Público de Contas, o juiz de execuções penais, Henrique Balthazar, falou que o Estado (referindo-se à Sejuc), lembrou que o Estado reconheceu o problema, mas que precisa agir.

VÍDEO Clique para acompanhar declaração do juiz

  
Ouvindo as declarações dos dois, volto a lembrar que há cerca de dois anos o então presidente do STF e CNJ, Joaquim Barbosa, esteve em Natal, visitou o presídio de Alcaçuz, mostrou o caos no sistema prisional do Rio Grande do Norte, exigiu providências e…tá aí o caos contínuo para contar a história.

4 de setembro de 2015 às 9:55

Carlos Eduardo garante que não conversou sobre vice com o PMDB e que começará a discutir chapa com sua vice Wilma de Faria [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), candidato à reeleição no próximo ano, tem um probleminha a resolver na formação da chapa.

Manter na vice, a atual vice-prefeita Wilma de Faria (PSB) ou atender aos anseios do PMDB, recém-aliado por obra e graça do atual ministro do Turismo, Henrique Alves, presidente estadual da legenda.

Em entrevista há pouco na 96FM, Carlos Eduardo disse que só vai tratar do assunto no próximo ano, começando entre março e abril.

E garantiu que começará as discussões conversando com sua atual vice.

“Eu tenho com Wilma o melhor relacionamento, tá certo? Eu já fui aliado de Wilma durante várias eleições, só uma eleição nós não tivemos aliados, nós temos um bom entendimento e eu tenho dito o seguinte, Wilma, quando a gente precisa conversar ela me liga aí eu vou à casa dela ou ela dá um pulo lá na Prefeitura ou vai na minha casa, quer dizer, a gente tem um bom entendimento eu e Wilma”, disse o prefeito, reafirmando que, tanto ele quanto ela sabem que discutir o assunto agora não será saudável.

“É sinônimo de confusão”, afirmou Carlos, garantindo que ainda não chegou a discutir com ninguém sobre formação de chapa.

“Esse prefeito aqui jamais conversou com partido algum, tá certo? Nem com o PMDB nem com ninguém sobre questão de vice. Nada. Não tem ‘olha, vai ser fulano o vice, vai ser sicrano o vice’, nada. Até porque esse é um assunto que eu vou conversar em março ou abril do próximo ano e vou começar exatamente com a minha cice-prefeita que é Wilma de Faria. Eu viu começar por ela”, adiantou o prefeito.

Sobre a possibilidade de Wilma permanecer na chapa, “aí depende muito do partido dela”, argumentou Carlos Eduardo.

  

4 de setembro de 2015 às 8:47

Carlos Eduardo sobre maquiagem: “Eu quero é minha cidade limpa, com lixo recolhido e os canteiros pintadinhos” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sobre a polêmica nas redes sociais, travada nos últimos dias, sobre a cidade “maquiada”.

“O que essa minoria inconformada gostaria de ver era a cidade com lixo na rua, a cidade completamente esburacada, a cidade feia, a cidade sem jardins, uma cidade mal cuidada, a educação arrasada, a saúde arrasada, não vão ver. Não paguem essa aposta, não façam essa aposta, porque vocês não vão pagar, tá certo? Então eles costumam chamar isso de maquiagem. Se isso é maquiagem, então isso é maravilhoso. Eu quero é minha cidade limpa, com lixo recolhido, os canteiros pintadinhos, ali, sabe? Agora também eu quero as crianças fardadas nas escolas, com seu fardamento, com sua merenda, cujo cardápio é feito por nutricionistas, desde a nossa última administração, que fizemos um concurso específico para isso. Eu quero é os projetos sociais funcionando, com seriedade, com respeitabilidade, como eu estou agora visitando vários projetos da Prefeitura…isso é que é importante. Nós temos hoje prefeito em Natal e temos administração”.

Palavras do prefeito Carlos Eduardo.

*

Do Blog sobre maquiagem: Os tempos áureos de Natal maquiada tinham como responsável pela make, a titular da Semsur, Marilene Dantas, já falecida. E com a cidade maquiada, a então prefeita Wilma de Faria contabilizava índices astronômicos de popularidade

Prova de que o povo gostava.

Na maquiagem de hoje, em tempos de redes sociais, que antes não existiam, se questiona nas redes que maquiagem sai com água. Mas, isso também é coisa do passado. Nos tempos atuais das redes sociais, a maquiagem à prova d’água, que mantém a boa aparência, é o que há de mais moderno.

4 de setembro de 2015 às 8:27

Prefeito Carlos Eduardo diz que Município perde 40 milhões em arrecadação por causa da crise que atinge o país [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Retrato da crise.

Agora na 96FM, o prefeito Carlos Eduardo disse que, antes da crise, Natal arrecadava 140 milhões por mês.

Hoje, com a crise, arrecada 100 milhões.

O prefeito admitiu dificuldades para fechar a folha e criticou, mesmo sem nominar, o governo do Estado por recorrer ao fundo previdenciário, para ele, “ilegal”, para pagar ao funcionalismo.

O prefeito disse que é bacharel em Direito e entende que a retirada do fundo é ilegal.

Quando diz isso, o prefeito admite que cometeu ilegalidade quando da sua gestão que terminou em 2008, quando foi feito um saque do fundo previdenciário para honrar a última folha da gestão, com o décimo-terceiro.

Mas isso já faz tempo, a new-press não se recorda que o assunto foi tema do noticiário.

Na entrevista o prefeito fez críticas ainda à gestão “desastrosa” de sua sucessora Micarla de Sousa, afirmando que ao reassumir a Prefeitura de Natal, cortou cargos comissionados, aluguel de carros, reabriu escolas, unidades de saúde, e economizou muito dinheiro.

4 de setembro de 2015 às 6:07

Temer diz que Dilma não resistirá sem apoio popular mas garante: “jamais seria oportunista” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um vice muito fofo…

D’O Globo de hoje:

Temer diz que é ‘difícil’ Dilma resistir mais 3 anos com baixa popularidade

Vice-presidente fez afirmação durante debate em entidade de empresários. ‘Ninguém vai resistir três anos e meio com esse índice baixo’, declarou.

Por Roney Domingos

O vice-presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira (3), em São Paulo, que se a presidente Dilma Rousseff mantiver os atuais índices de popularidade será “difícil” resistir a mais três anos e meio de governo.

Ele fez a afirmação durante debate em São Paulo com o grupo Política Viva, organização que se autointitula suprapartidária e reúne empresários e estudiosos.

Segundo o vice-presidente, a taxa de popularidade é “mais ou menos cíclica”, mas, para melhorar, é necessária uma reação da economia, com o apoio dos políticos.

“Hoje, realmente o índice é muito baixo. Ninguém vai resistir três anos e meio com esse índice baixo. Muitas vezes, se a economia começar a melhorar, se a classe política colaborar, o índice acaba voltando ao patamar razoável. O que nós precisamos não é torcer, é trabalhar para que nós possamos estabilizar essas relações. Se continuar assim, eu vou dizer a você, para continuar 7%, 8% de popularidade, de fato fica difícil passar três anos e meio”, declarou.

Pesquisa Datafolha divulgada em 8 de agosto indicou que, na ocasião, 8% dos entrevistados aprovavam o governo e 71% reprovavam – 20% consideravam o governo “regular”.

Durante o debate com Temer, houve um momento de tensão quando questionou o vice-presidente usando a palavra “oportunista”.

“Jamais seria oportunista, percebe? Quero deixar isso muito claro para o senhor. Em momento nenhum eu agi de maneira oportunista. Eu vou dizer ao senhor: muitas e muitas vezes dizem assim: ‘O Temer quer assumir o lugar da presidente’. Eu não movo uma palha porque aí sim eu seria oportunista. Aí, eu violaria a minha história”, afirmou.

Impostos

Temer defendeu a possibilidade de aumento temporário da alíquota de um imposto já existente como saída para as crises econômicas e política. Ele ressalvou, no entanto, que antes é preciso cortar gastos e “enxugar” contratos.

Na última quinta-feira (27), o ministro da Saúde, Arthur Chioro, confirmou a proposta do governo de criar imposto para financiar a saúde. A motivação do novo tributo seriam as dificuldades do governo para cobrir as despesas de 2016. A medida sofreu forte resistência no meio político e, no sábado, o governo desisitiu da proposta.

“A hipótese é tentar cortar gastos. Se você enxugar contratos, por exemplo, você consegue fazer… Eu sugeri isso hoje. Conversei com o ministro Levy e o ministro Barbosa antes de vir para cá e disse exatamente isso. […] Se, ao final, se for preciso em algum momento, quando muito, você pode pegar algum tributo existente e aumentar um pouquinho a alíquota temporariamente, porque você não pode aumentar uma aliquota que seja permanente. Então, você aumenta temporariamente mas se for necessário ainda”, declarou.

No evento, Temer também disse que argumentou contra a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

O vice-presidente disse que, na próxima terça-feira, terá um jantar com sete governadores do PMDB, os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para tentar encontrar caminhos para conter a crise.

Joaquim Levy

O vice-presidente também declarou no evento que defendeu a permanência do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no cargo e afirmou que o chefe da pasta possui “apoio pleno do PMDB”.

Informações de que Levy poderia deixar a equipe econômica deixaram o mercado financeiro apreensivo nesta quinta. O ministro chegou a cancelar viagem à Turquia, para reunião com ministros da economia de outros países, a fim de se reunir com a presidente Dilma Rousseff. No fim da tarde, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, afirmou que Levy não deixará o governo. À noite, o ministro da Fazenda acabou voltando atrás e decidiu viajar para a Turquia.

“Ainda hoje, falei com ele [Levy] que ele tem apoio pleno do PMDB. Ele disse que o PMDB está contra, e eu disse: ‘Nada disso’. A saída dele agora seria muito prejudicial para o país”, declarou.

Temer afirmou, ainda, que o Brasil passa por uma crise econômica e política, mas não uma crise institucional. Para o vice-presidente, é necessário pacificar o país. Ele demonstrou expectativa de que a recuperação da economia, em meados do ano que vem, afaste a crise política.

4 de setembro de 2015 às 4:00

Vereador que renunciou ao mandato em Extremoz se reuniu com o deputado Jacó Jácome e se filiou ao PMN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Após renunciar ao mandato de vereador em Extremoz, como o Blog publicou, o Professor Cleyton, eleito pelo PMDB do prefeito Klauss Rêgo, de quem se disse “perseguido”, se desfiliou do partido e já dispõe de nova legenda para disputar a reeleição no próximo ano.
Ontem, “O Gordo”, como é conhecido, se reuniu com o deputado estadual Jacó Jácome e se filiou ao PMN.

  

4 de setembro de 2015 às 3:48

Prefeito veta proposta de construção de banheiros em farmácias e Câmara derruba veto [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Vereadores de Natal derrubaram ontem, o veto integral do prefeito Carlos Eduardo ao projeto do presidente da Casa, Franklin Capistrano (PSB), que obriga farmácias e drogarias da capital potiguar a disponibilizarem banheiros ao público. 

Líder do prefeito na Câmara, o vereador Raniere Barbosa (PDT), justificou que a proposta deveria ser tratada através de lei complementar porque altera o Código de Obras do Município, sendo esta uma inconstitucionalidade formal. “Ademais, impõe aos estabelecimentos que comercializam medicamentos, a construção de banheiros no prazo de 90 dias, ferindo o direito adquirido pelas empresas”, justificou.
Para Capistrano, o veto não tem embasamento jurídico.

“Trata-se de comodidade, além de preservar a vida do cidadão. Por exemplo, existem muitas pessoas idosas que precisam de cuidados específicos durante suas atividades cotidianas. Agora, para obter o alvará de funcionamento as farmácias deverão ter banheiros para seus clientes”.

Fotos Elpídio Júnior

  

4 de setembro de 2015 às 3:36

Deputado Felipe Maia diz que PT fez boa oposição mas é um “fracasso” enquanto governo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do deputado Felipe Maia (DEM), durante pronunciamento na Câmara:

“O governo do PT faz uma política econômica errada para o país, não incentiva o setor privado a empreender no Brasil nem promove investimentos em estradas, ferrovias, portos e aeroportos com recursos públicos”.

Felipe se pronunciou com base nos dados divulgados pelo portal ‘Contas Abertas’, que mostram que desde 2009 o governo federal não investia tão pouco em infraestrutura.

De acordo com o parlamentar, houve um recuo de 42% na verba aplicada em obras e equipamentos, o que corresponde a R$ 15 bilhões a menos investidos em comparação com o mesmo período do ano passado. 

Além disso, 88% dos investimentos de 2015 são de restos a pagar. 

“O governo federal é contra o investimento privado e faz com que o empresário não se sinta motivado a investir no Brasil, e por outro lado, os investimentos públicos em portos, aeroportos e estradas estão um fracasso. A consequência prática disso é a redução do aumento da riqueza do nosso país, é o aumento do desemprego. Esse governo, definitivamente, não sabe governar. Fez uma boa oposição, mas enquanto governo é um fracasso”, disse o deputado, da tribuna da Câmara.

  

4 de setembro de 2015 às 3:23

Em Florânia, Dona Ana Canuto completa 104 anos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vida longa para Dona Ana Canuto, de Florânia.

Nesta quinta-feira, 3, ela completou 104 anos.

Ana Etelvina da Silva nasceu no dia 3 de setembro de 1911. 

Casou-se com seu João de Biluca e tiveram 2 filhos, 6 netos e 6 bisnetos.  

O filho mais velho, Francisco, mora em Belo Horizonte, e o caçula, Raimundo da Ambulância, vive em Florânia.

A aniversariante de ontem tem a saúde nos trinques. Própria de uma jovem de 104 anos.

  

4 de setembro de 2015 às 3:10

Governador recebe presidente da Assembleia e anuncia soluções urgentes para Currais Novos, Acari e Carnaúba [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O colapso de falta de água no açude Gargalheiras, em Acari, um dos mais importantes do Estado, e as ações emergenciais, foram o tema em pauta na audiência do governador Robinson Faria com o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza e o prefeito de Currais Novos, Vilton Cunha.
Também participou das discussões o presidente da Caern, Marcelo Toscano.

Ficou definido que para Currais Novos, a solução será captar água da adutora de São Vicente, que será levada até o açude Dourado e distribuída para a cidade, com complemento de carros-pipa com capacidade de 50m³. 

Para Acari, a equipagem de cinco poços, além de carros-pipa com capacidade de 8 m³ para regularizar o abastecimento.

E para Carnaúba dos Dantas, a retomada da adutora já em andamento.

“Nós estamos passando por uma das piores secas das últimas décadas no Rio Grande do Norte, mas por meio dos nossos técnicos e de uma articulação integrada entre as secretarias é que podemos dar respostas ágeis em relação às questões hídricas, sobretudo na região Seridó. Esta é uma luta permanente, difícil, mas que estamos enfrentando para que nossos cidadãos possam continuar tendo acesso à água de qualidade enquanto a solução definitiva, que são as adutoras de engate rápido e de Carnaúba dos Dantas, não são concluídas”, garantiu Robinson.

“Desde o primeiro momento o governador Robinson Faria, por meio da Caern e Semarh, se mostrou sensível à atual situação do Seridó e mostrou que tem boa vontade para garantir o abastecimento de água nas cidades”, declarou o presidente da Assembleia.

Fotos Fernanda Andrade