Thaisa Galvão

18 de setembro de 2015 às 9:55

Para MP, crimes identificados em Ielmo Marinho são de ‘suborno, corrupção, falsidade ideológica e peculato’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público vai receber a imprensa em Natal, logo mais às 11 horas, para explicar detalhes da Operação Resistência, que afasta o prefeito de Ielmo Marinho, Bruno Patriota.A operação, segundo o MP, apura a conduta do prefeito com objetivo de frustrar processo na Câmara de Vereadores que poderia resultar na sua cassação.

“Uma das condutas está relacionada à entrega de dinheiro para testemunha”, diz o twitter do MP.

 A operação investiga também prática de retaliação contra servidores e oferta de benefício a vereadores para obter apoio político na Câmara.

Para o MP, os “crimes investigados na Operação Resistência são suborno, falsidade ideológica, concussão, corrupção ativa e peculato”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*