Thaisa Galvão

21 de setembro de 2015 às 23:12

O triste retrato de Gargalheiras [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Foto aérea recente do açude Gargalheiras, que circula nas redes sociais.

Sem o devido crédito por não ter conseguido rastrear sua origem.

Depois de 59 anos, tempo que passou desde conclusão de sua construção até hoje, o reservatório está seco pela primeira vez.

   
 

Atualizando: A foto é de Francisco Solano Dantas.

21 de setembro de 2015 às 23:05

Ministro da Integração Gilberto Occhi participará de encontro do PP no RN na próxima 2ª feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em Natal, na segunda-feira, 28, para participar de um debate na Assembleia Legislativa sobre transposição do rio São Francisco, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, cumprirá também uma agenda política.Ele vai participar do encontro do PP, comandado no Rio Grande do Norte pelo ex-deputado Betinho e pelo deputado federal Beto Rosado.

O evento vai reunir representantes de diretórios municipais para discutir projetos de desenvolvimento do partido e sucessão nos municípios, além de apresentar os presidentes da Juventude Progressista e do PP Mulher no Estado.

21 de setembro de 2015 às 23:03

PP tem novos dirigentes em Caicó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E no final de semana, o presidente do PP, Betinho Rosado, acompanhado do deputado Beto Rosado, deu posse ao dirigente do partido em Caicó.

Estão no comando do diretório o empresário Marcos José e, como vice, o estudante Augusto Maia.

O prefeito de Caicó, Roberto Germano, e os vereadores Odair Diniz e Lobão Filho participaram do evento.

  

21 de setembro de 2015 às 22:49

Para Agripino, condenação de tesoureiro do PT é a ‘condenação do próprio PT’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do senador José Agripino Maia sobre a condenação, a 15 anos de prisão, do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto:

“A condenação de Vaccari é a condenação do próprio PT. A quem ele e suas ações eleitorais serviam? Falta esclarecer o destino do que foi arrecadado pelas práticas, agora julgadas e condenadas.”  

21 de setembro de 2015 às 19:59

JN: Deputado Gustavo Carvalho aguarda criação do PL para deixar o PROS [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Para o deputado Gustavo Carvalho, o PROS é um partido que já nasceu morto.

Por isso que ele e outros companheiros do partido esperam pela janela de criação do PL para mudarem de partido.

Gustavo vai para a nova legenda.

Esse foi um dos assuntos da nossa entrevista com o vice-presidente da Assembleia Legislativa agora há pouco no Jornal da Noite da 95FM.

21 de setembro de 2015 às 15:34

Ingressos para shows da Festa do Boi já estão sendo vendidos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A venda de ingressos para a Arena de Shows na Festa do Boi começou no fim de semana.
Os shows acontecem nos dias 10, 16 e 17 de outubro.Os pontos de venda são loja da Vivo no Midway, e Alecrim Presentes, no Norte Shopping e Shopping Parnamirim.

Dia 10 de outubro (sábado) , a abertura dos shows terá Aviões do Forró, Harmonia do Samba, Luan Estilizado e Chicabana.
No dia 16 (sexta-feira) tem Henrique e Juliano, Dorgival Dantas, Mano Walter e Solteirões do Forró.

Para o encerramento, 17 de outubro (sábado), tem a Banda Calypso, Bonde do Brasil, Calcinha Preta e Mara Pavanelly.

21 de setembro de 2015 às 15:14

Deputado Fábio Faria é mais um da bancada do RN contra a CPMF [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do deputado federal Fábio Faria (PSD) contra a criação da CPMF, em discussão no Palácio do Planalto.

“A criação de impostos como a CPMF não é a saída para a crise, e da forma como a proposta foi encaminhada para o Congresso, não há clima para aprová-la. Praticamente toda a bancada do nosso partido é contrária ao texto que foi apresentado. Eu sou totalmente contra esse projeto que hoje tramita na Câmara. O governo precisa encontrar outra saída para a crise que o país enfrenta. Não é a população quem vai pagar por isso”, afirmou o deputado.

  

21 de setembro de 2015 às 14:48

Ex-tesoureiro do PT e ex-diretor da Petrobras são condenados a 15 e 20 anos de prisão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1 – Paraná

Vaccari e Duque são condenados por corrupção e lavagem de dinheiro

Condenação é referente à ação penal originada na 10ª fase da Lava Jato. Youssef, Barusco, Mário Goes e Julio Camargo também foram condenados

Por Thais Kaniak e Bibiana Dionísio

 
 O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto e o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque foram condenados pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Esta é a primeira condenção de ambos e é referente a uma ação penal originada na 10ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em março deste ano.
Veja todos os condenados na Lava Jato.

A sentença assinada pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, é desta segunda-feira (21).

Duque também foi condenado por associação criminosa. A pena para o ex-diretor será de 20 anos 8 meses e para Vaccari de 15 anos e 4 meses de reclusão. Os dois estão presos no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Além deles, foram condenados:

Alberto Youssef: lavagem de dinheiro

Augusto Ribeiro de Mendonça Neto: corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa

Adir Assad: lavagem de dinheiro e associação criminosa

Dario Teixeira Alves Júnior: lavagem de dinheiro e associação criminosa

Sônia Mariza Branco: lavagem de dinheiro e associação criminosa

Pedro Barusco: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa

Mario Frederico Mendonça Goes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa

Julio Gerin de Almeida Camargo: corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa também era réu nesta ação pelos crimes de lavagem de dinheiro e de dissimulação de repasses criminoso. Porém, ele foi absolvido pelo juiz por “falta de prova suficiente de que participou diretamente desses crimes”.

Conforme a sentença, Adir Assad, Dario Teixeira, Sônia Branco, Renato Duque e João Vaccari estão proibidos de exercer cargo ou função pública ou de diretor, membro de conselho ou de gerência das pessoas jurídicas.

Os advogados de Vaccari e Duque não atenderam às ligações da reportagem para comentar a sentença. Já advogado Antonio Figueiredo Basto, que defende Youssef e Barusco, disse que a condenação deles está dentro dos termos dos acordos de delação premiada. As defesas dos demais condenados ainda não foram localizados.

Penas

As penas do doleiro Alberto Youssef superam 32 anos de reclusão, considerando que ele já foi condenado em outras ações penais referentes à Lava Jato. Entretanto, devido ao acordo de colaboração premiada, a pena dele foi reduzida. Ele ficará preso por três anos. Como ele está detido desde março do ano passado, na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, o total destes três anos estão contando desde a data da sua prisão.

Para Júlio Camargo, as penas somadas desta condenação chegam a 12 anos de reclusão. Contudo, como ele também celebrou acordo de delação premiada, a pena dele ficou fixada em cinco anos em regime aberto diferenciado.

As penas somadas de Augusto Ribeiro de Mendonça Neto são de 16 anos e 8 meses de reclusão, mas, com o acordo de delação premiada, ele cumprirá pena de quatro anos em regime aberto diferenciado

Já as penas somadas de Barusco chegam a 18 anos e 4 meses de reclusão. Porém, por causa da delação, ele cumprirá regime aberto diferenciado por dois anos.

Mario Frederico de Mendonça Goes foi condenado a 18 anos e 4 meses de reclusão. Com a delação premiada, ele irá cumprir prisão domiciliar até dia 5 de agosto de 2016 mais dois anos de regime semi-aberto diferenciado, que é a prisão domiciliar, com recolhimento apenas nos fins de semana e durante a noite. Em seguida, Goes passa o regime aberto, ficando apenas proibido de deixar o país sem autorização judicial.

Adir Assad, Sônia Mariza Branco e Dario Teixeira Alves Júnior foram condenados a 9 anos e 10 meses de reclusão.

10ª fase

A 10ª fase da Operação Lava Jato foi batizada de “Que país é esse” em referência à frase dita sido dita por Renato Duque no momento em que foi preso pela primeira vez, ainda em novembro de 2014.

21 de setembro de 2015 às 14:16

Força Nacional permanecerá no RN por mais 6 meses [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério da Justiça prorrogou por mais seis meses o apoio da Força Nacional de Segurança Pública ao sistema prisional do Rio Grande do Norte. 
A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de hoje.

“As ações são de policiamento ostensivo na modalidade de patrulhamento nos perímetros externos dos estabelecimentos prisionais de Natal e região metropolitana”, explicou a secretária nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Miki.

A prorrogação atendeu pedido do Governo do Estado.

“Desde o dia 15 de março deste ano o Ministério da Justiça está reforçando as ações de segurança pública no Rio Grande de Norte com equipes de policiais militares da Força Nacional, e também com investimentos no sistema penitenciário”, acrescentou Regina.

21 de setembro de 2015 às 12:53

Senador Garibaldi Filho emite nota agradecendo a quem torceu pela sua recupereção [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do senador Garibaldi Filho, que está em casa, depois de dias internado em Brasília:

Mais uma vez, quero externar gratidão a todos os amigos que se preocuparam com o meu estado de saúde e incluíram, em suas orações, pedidos pela minha recuperação.

Agradeço, também, aos profissionais do Hospital Santa Lúcia que me atenderam com profissionalismo, dedicação e competência e receberam os meus familiares com atenção e carinho.

Recebi alta hospitalar neste domingo e, seguindo a orientação dos médicos, permanecerei em repouso nos próximos dias.

Graças a Deus, em breve estarei de volta desempenhando as minhas funções.

Obrigado!

Garibaldi Filho

21 de setembro de 2015 às 11:40

Ministro da Integração confirma presença em audiência sobre transposição na Assembleia Legislativa do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente da Frente Parlamentar da Água, na Assembleia Legislativa do RN, o deputado Galeno Torquato (PSD) anuncia para o dia 28, numa proposição da Frente, e também do Comitê de Ações de Combate à Seca, criado pela AL, a realização de uma audiência pública para lançar o movimento “RN pela Transposição”. Segundo Galeno, o objetivo é discutir a obra de transposição do rio São Francisco e as medidas necessárias para enfrentamento da crise hídrica no Rio Grande do Norte. Já confirmada a participação do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi.

21 de setembro de 2015 às 10:32

Ninguém Dorme: Segundo preso é lobista ligado ao PMDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Matheus Leitão, do G1:
Segundo preso na 19ª fase da Lava Jato é lobista ligado ao PMDB

Além de José Antunes Sobrinho, um dos donos da Engevix, também foi preso na 19ª fase da Lava Jato, deflagrada nesta segunda-feira (21), o lobista ligado ao PMDB João Rezende Henriques.
A prisão de Henriques, por ser temporária, tem duração inicial de 5 dias. Ele já é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em ação na Justiça derivada das investigações da Lava Jato.
Batizada de “Nessun Dorma”, a 19ª Fase da Lava Jato significa “Ninguém Dorme”. 

Trata-se de uma continuidade das fases 15, 16 e 17 da operação, investigando desvio de dinheiro na diretoria internacional da Petrobras, mas também ampliando o foco de corrupção fora da estatal – no caso na Eletronuclear, subsidiaria da Eletrobrás.

21 de setembro de 2015 às 10:25

Procurador diz que esquema da Petrobras “pode ter surgido dentro da casa civil do governo Lula” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O procurador do Ministério Público Federal Carlos Fernando dos Santos Lima, em entrevista coletiva neste momento revela:

Assim como o mensalão, o esquema da Petrobras “pode ter surgido dentro do gabinete civil do governo Lula. Trabalhamos com essa hipótese”.

21 de setembro de 2015 às 10:18

Ninguém Dorme: Lobista que está para ser preso é considerado o maior operador internacional da Lava Jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em entrevista coletiva agora, falando sobre a operação ‘Ninguém Dorme’, a 19ª fase da Lava Jato, policiais federais e procuradores informaram:

O nome do operador que está para ser preso é responsável pelo maior montante de dinheiro lavado no exterior.

O maior operador internacional.

Segundo o Estadão, o operador que está para ser preso seria João Augusto de Azevedo Henriques, porém o procurador Carlos Fernando não confirmou.

De acordo com o procurador, questionado sobre valores desviados pelo operador que está para ser preso, ele disse que ainda está sendo visto, mas que são “valores milionários como qualquer operação envolvendo a Petrobras”.

21 de setembro de 2015 às 10:11

PMs em viatura se envolvem em acidente  [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Kennedy Diniz nas ruas de Natal:

  

21 de setembro de 2015 às 10:02

Vereador consegue viaturas para policiamento de praias do município de Extremoz [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de três audiências públicas promovidas pela Câmara Municipa de Extremoz, para tratar de segurança nas praias de Pitangui, Graçandu e Barra do Rio, o vereador Rogério Pessoa, que está se desligando do PMDB, conseguiu bons resultados com o comando de policiamento metropolitano:

Duas viaturas novas para o policiamento do município.

  

21 de setembro de 2015 às 9:50

Política de Mossoró na pauta da sessão de quinta-feira no TSE [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A ministra do TSE, Maria Thereza de Assis Moura, dedica a semana a estudar a política de Mossoró.

Ela é a relatora dos recursos dos processos contra a ex-prefeita Cláudia Regina, um envolvendo a ex-governadora Rosalba Ciarlini que estão na pauta da sessão de quinta-feira no Tribunal Regional Eleitoral.

Abaixo os processos que serão julgados:

  

 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  

21 de setembro de 2015 às 8:56

Dilma promete demissões no alto escalão mas Temer deverá manter indicação de Henrique [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff definiu na reunião de ontem com os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Nelson Barbosa (Planejamento): vai cortar pelo menos 10 ministérios e o anúncio será feito quarta-feira, depois de amanhã.

O que provocará quase demissão em massa no alto escalão do governo.

Os partidos aliados terão que cortar na carne e a grita já começou.

Com 6 cargos, o PMDB deverá ser reduzido à metade, com uma indicação do vice-presidente Michel Temer, uma do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e a outra do presidente do Senado, Renan Calheiros.

Temer hoje tem duas indicações e deverá optar por uma: entre Eliseu Padilha, da Aviação, e Henrique Alves, do Turismo, o Blog aposta que ele manterá Henrique.

21 de setembro de 2015 às 8:38

“Ninguém Dorme” é a 19ª fase da Lava Jato que prendeu hoje o dono da Engevix [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E a semana começa com mais uma fase da Operação Lava Jato no ar.

Quem fez negócio político com a Engevix não deverá dormir…

É a 19ª fase.

Da Folha Online:

PF prende um dos sócios da Engevix em nova etapa da Operação Lava Jato

ESTELITA HASS CARAZZAI

DE CURITIBA

BELA MEGALE

FLÁVIO FERREIRA

DE SÃO PAULO

GABRIEL MASCARENHAS

DE BRASÍLIA

A Polícia Federal prendeu um dos donos da Engevix em nova fase da Operação Lava Jato, que investiga a suspeita de desvios em contratos da estatal Eletronuclear. José Antunes Sobrinho, um dos sócios da construtora, foi preso preventivamente em Florianópolis. Ele será levado para a superintendência da PF em Curitiba, sede das operações.
Sobrinho já é réu num processo por suspeitas de participação no esquema de corrupção da estatal.
No dia 15 deste mês, o juiz federal Sergio Moro aceitou a denúncia contra o executivo e mais 13 pessoas, entre elas o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.
Outro foco da investigação são os desdobramento a 15ª fase “Conexão Mônaco”, que investiga agentes públicos e políticos que tenham se beneficiado de recebimento de propina no exterior proveniente da Diretoria de Serviços da Petrobras.
A 19ª etapa da operação, deflagrada nesta segunda, foi apelidada de “Nessun dorma” –expressão em italiano que significa “Ninguém dorme”.
Serão cumpridos ainda um mandado de prisão temporária, de uma pessoa ligada à estatal de energia, sete de busca e apreensão e duas conduções coercitivas (quando alguém é levado para prestar depoimento e esclarecer fatos da investigação). 

As diligências ocorrem nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis.
No Rio, um dos mandados de busca e apreensão está sendo cumprido na empreiteira Mendes Júnior. Uma outra empresa ligada a um dos suspeitos e três imóveis de investigados também são alvos das diligências no Rio. Em São Paulo e Florianópolis as buscas estão sendo feitas em imóveis de suspeitos.
A Eletronuclear já foi alvo de uma fase anterior da Lava Jato, no final de julho, quando foram presos o presidente licenciado da estatal, almirante Othon Pinheiro da Silva, e o executivo da Andrade Gutierrez Energia, Flávio David Barra.
Na época, foram investigados desvios em contratos da usina nuclear Angra 3. O então presidente da Eletronuclear teria recebido R$ 4,5 milhões em propina, por meio de contratos de fachada com as empreiteiras Engevix e Andrade Gutierrez. Ele e outras 13 pessoas foram denunciados à Justiça e respondem à acusação de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
Os investigadores verificaram que uma empresa sediada no Brasil recebeu entre 2007 e 2013 cerca de R$ 20 milhões de uma empreiteira que é alvo da Lava Jato.

21 de setembro de 2015 às 8:25

O Globo revela hoje que numa possível reforma do governo Henrique tem dito que não quer deixar o Turismo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O PMDB tem sido o tema de debates mais acirrados no Palácio do Planalto.

Confiar ou não confiar no partido que já decidiu que terá candidato próprio a presidente da República em 2018, batendo de frente com o projeto do atual governo.

E confiar ou não confiar no partido que tem dúvidas sobre permanecer no governo ou fechar a porta por fora?

E com esse imbróglio, manter o PMDB com 6 ministérios ou cortar as asas do partido, como cobra o PT?

Se a decisão por minimizar o poder do PMDB prevalecer, quem deixará o ministério?

O ministro do Turismo, o ex-deputado Henrique Alves, não cogita deixar o cargo.

D’O Globo de hoje:

Dilma vai procurar Temer para evitar atritos com PMDB na reforma ministerial

Cúpula do partido aliado está irritada por não ter mais informações sobre pastas que ficarão sob seu comando

por CRISTIANE JUNGBLUT

BRASÍLIA — A presidente Dilma Rousseff se reuniu ontem à noite com ministros, mais uma vez, para fechar os detalhes das medidas fiscais a serem enviadas ao Congresso e os detalhes da reforma ministerial. Após chegar de Porto Alegre, onde almoçou com a família, ela recebeu no Palácio da Alvorada os ministros Luís Inácio Adams (Advocacia Geral da União), Nelson Barbosa (Planejamento), Miguel Rossetto (Secretaria Geral) e Ricardo Berzoini (Comunicações). Para evitar criar arestas com o PMDB na reforma ministerial, Dilma quer ter uma conversa final com o vice-presidente Michel Temer sobre o tamanho do partido na Esplanada. O encontro deve ocorrer hoje, antes de uma reunião da cúpula do PMDB, convocada por Temer para esta noite.
Dilma mantém o plano de anunciar até quarta-feira a reforma ministerial e administrativa e oficializar as medidas do pacote fiscal necessário para reverter o déficit de R$ 30,5 bilhões no Orçamento de 2016. As medidas foram anunciadas semana passada, mas os respectivos projetos de lei, decretos e propostas de emenda constitucional ainda não foram divulgados. Dilma avisou aos aliados que as medidas serão enviadas ao Congresso sem alterações.
Nas conversas do fim de semana, Dilma também pediu atenção máxima à votação dos vetos presidenciais pelo Congresso, em sessão marcada para amanhã. Se derrubados, esses vetos jogarão por água abaixo o ajuste fiscal, e, por isso, Dilma quer que eles só sejam votados se os líderes do governo tiverem certeza de que serão mantidos. Ela também decidiu que a reforma ministerial terá que ir além do fim do status de ministro de alguns colaboradores.
— A presidente já se convenceu de que não dá apenas para tirar o status de ministro do presidente do Banco Central ou do advogado-geral da União — disse um interlocutor da presidente.
Temer convocou os principais caciques do PMDB para um jantar, quando eles decidirão como se comportar nesta nova fase do governo. O vice-presidente e o restante da cúpula peemedebista estão irritados com os vazamentos sobre os ministérios da legenda no novo desenho da Esplanada. A avaliação geral, inclusive do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), é que o Planalto foi “desastrado” mais uma vez ao promover a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, amiga de Dilma, a interlocutora do partido.
— Estamos tentando identificar o autor desta lambança. Quem fala pelo PMDB é o Michel. Criar mais um problema a esta altura é falta de noção — disse um ministro.
A cúpula peemedebista já decidiu que não cairá no que considera uma “armadilha” de ministros petistas: fazer o próprio PMDB escolher quais dos seus atuais seis ministros permanecerão. Os ministros petistas querem reduzir o espaço do PMDB para quatro ou três pastas.
Renan disse aos seus colegas de partido que não foi consultado sobre ministérios. As especulações sobre redução das pastas causou irritação no partido. O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves tem deixado claro nos bastidores que não quer sair. Líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE) disse que a bancada não foi consultada.
— A bancada do PMDB não se manifestou sobre a reforma ministerial e administrativa — disse Eunício. (Colaborou Bárbara Nascimento)