Thaisa Galvão

23 de setembro de 2015 às 21:01

Delator diz que Eduardo Cunha dava as cartas na diretoria internacional da Petrobras [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Época Online:

Cunha tinha a palavra final para indicações em diretoria da Petrobras, diz delator

Eduardo Musa, ex-gerente da área internacional da empresa, citou deputado durante delação
O delator Eduardo Musa, ex-gerente da área internacional da Petrobras e réu da Operação Lava Jato, afirma que o deputado Eduardo Cunha dava a palavra final nas nomeações políticas para diretoria Internacional da estatal. 

“João Augusto Henriques disse ao declarante que conseguiu emplacar Jorge Luiz Zelada para diretor internacional da Petrobras com o apoio do PMDB de Minas Gerais, mas quem dava palavra final era o deputado Eduardo Cunha do PMDB/RJ”, diz trecho da delação de Musa, obtida pelo G1.

A delação de Musa foi homologada pelo juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato, no dia 10 de setembro. João Henriques, o nome citado na delação, é apontado pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF) como um operador ligado ao PMDB.

Henriques foi preso na 19ª fase da Lava Jato, deflagrada na segunda-feira (21). O PMDB nega ter conexão com ele.

Aos procuradores, Musa disse que, logo que entrou na empresa, ouviu que havia um esquema de propinas na Petrobras. Em outro trecho da delação,ele afirma que só tomou contato com esse esquema a partir de 2006.

Por meio da Assessoria de Imprensa da Câmara, Eduardo Cunha informou que não conhece o delator. Ao G1, seu advogado afirmou que não vai se pronunciar até conhecer o teor da delação. 

 Não é a primeira vez que Cunha é citado por um delator. Em julho, o ex-consultor da Toyo Setal, Júlio Camargo, afirmou que foi pressionado pelo deputado a pagar propina de US$10 milhões de modo a fechar um contrato de navios –sonda com a estatal. Do total do suborno, US$5 milhões foram para Cunha, segundo Camargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*