Thaisa Galvão

2 de outubro de 2015 às 23:43

Repórter invisível da Globo diz no Idema que reportagem gravada em Natal não irá ao ar nesta domingo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No Idema, onde foi nesta sexta-feira em busca de informações sobre denúncias de desvio de dinheiro público no Rio Grande do Norte, o repórter invisível do Fantástico, na Rede Globo, Eduardo Faustini, adiantou que a reportagem que fez em Natal não irá ao ar neste final de semana.No órgão do Estado, ele entrevistou o diretor administrativo Marcelo Gurgel, o diretor técnico, Luiz Augusto Santiago e a coordenadora do setor de Petróleo.

O diretor geral Rondinelli Oliveira estava em reunião no Tribunal de Justiça, tentando desbloquear o dinheiro que foi bloqueado para pagar precatórios.

O invisível saiu do Idema impressionou com a fragilidade do sistema..

2 de outubro de 2015 às 22:42

Colunista da Época afirma que Eduardo Cunha tem dito que Dilma cairá antes dele [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, todo encalacrado com as contas na Suíça, não desceu do salto.

E, segundo a coluna Expresso, da Época, mira sua metralhadora para a presidente Dilma Rousseff.

  
Acuado com as denúncias sobre contas na Suíça e com receio de perder o cargo, Eduardo Cunha quer atingir a presidente Dilma Rousseff, a quem atribuiu sua derrocada. Partirá para o ataque nesta semana. Tentará criar uma comissão para analisar o pedido de impeachment proposto pelo jurista Hélio Bicudo. Cunha quer que essa comissão apresente um relatório até o dia 21 de outubro. 

Para aprovar o pedido de impeachment, precisará de dois terços dos votos, o que ainda não tem. Se obtiver esses votos, Cunha conseguirá afastar Dilma da Presidência até que ela seja julgada no Senado. “Não caio antes dela”, disse Cunha a amigos.
Planalto está atento

A presidente já conhece parte da estratégia de Cunha e estuda a melhor forma de se defender. 

A mais provável é acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) para conter a manobra arquitetada por Eduardo Cunha.

2 de outubro de 2015 às 21:27

Lava Jato: Ministro Teori Zavascki autoriza depoimento de Lula mas apenas como “informante” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1

Ministro Teori Zavascki autoriza depoimento de Lula na Lava Jato

Ex-presidente não é investigado. Ele vai falar na condição de ‘informante’. Pedido é da Polícia Federal. Depoimento será parte de um dos inquéritos

Por Renan Ramalho

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta sexta-feira (2) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ministros do governo dele sejam ouvidos em depoimento em um dos inquéritos da Operação Lava Jato.

O pedido para ouvir Lula foi formulado ao ministro pela Polícia Federal. O ex-presidente não é investigado no caso, mas será ouvido na condição de testemunha, como defende o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ou “informante”, nas palavras do ministro.

O ministro não usou o termo “testemunha”, como Janot, para não qualificar a forma como o ex-presidente será ouvido. Em tese, num inquérito penal, uma pessoa depõe na condição de investigado (pela qual não tem compromisso de dizer a verdade) ou testemunha (em que se compromete a falar a verdade). 

A figura do informante só existe num processo de natureza civil e, nessa condição, também não há obrigação de dizer a verdade.

A assessoria do Instituto Lula informou que a decisão de Zavascki confirma que ele não há motivo para que ele seja investigado.

“A manifestação do ministro Teori Zavaski confirma o entendimento do Procurador Geral da República: o ex-presidente Lula não pode ser investigado nos inquéritos sobre a Petrobras, porque não há qualquer razão para isso. O ministro Teori vai além: Lula não pode nem mesmo ser ouvido como testemunha. O ex-presidente sempre esteve à disposição das autoridades da República para colaborar na busca da verdade e, se convidado, o fará como um dever de cidadania”, diz o texto da nota.

O depoimento de Lula foi pedido no início de setembro pelo delegado da Polícia Federal Josélio Sousa no maior inquérito da Lava Jato no Supremo: o que tem atualmente 39 investigados e no qual se apura se houve a formação de uma organização criminosa na Petrobras para desvio de dinheiro público e pagamento de propina a políticos.

No pedido, o delegado apontou que o ex-presidente pode ter se beneficiado, obtendo vantagens para si, para o seu partido, o PT, ou mesmo para o seu governo, com a manutenção de uma base de apoio partidário sustentada às custas de negócios ilícitos na Petrobras.

Na semana passada, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, concordou com o pedido, ressaltando porém que não havia nada de objetivo até aquele momento que justificasse a inclusão de novos nomes na investigação. Isso, segundo o procurador, não impede que as pessoas sejam ouvidas como testemunhas.

“Para que a condição jurídica das referidas pessoas seja alterada – de testemunhas para investigados – é necessário que a autoridade policial aponte objetivamente o fato a ensejar a mudança do status, o que será oportunamente avaliado pelo titular da ação penal”, diz Janot, que é quem comanda a investigação.

Embora Lula não tenha mais o chamado foro privilegiado – porque não é detentor de mandato –, o pedido da PF foi enviado ao STF porque o inquérito envolve políticos que só podem ser investigados pelo tribunal.
Outros depoentes

No mesmo despacho de Teori Zavascki, ele também aceitou prorrogar esse inquérito por mais 80 dias, como solicitado pela PF, além da tomada de depoimentos de outros integrantes dos governos Lula e Dilma.

Entre esses, está a ex-ministra da Secretaria de Relações Institucionais Ideli Salvatti, o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gilberto Carvalho; ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, que está preso em Curitiba; e os ex-presidentes da Petrobras José Sérgio Gabrielli e José Eduardo Dutra.

O ministro também autorizou depoimentos do ex-senador Francisco Dornelles (PP-RJ); do presidente do PT, Rui Falcão; do ex-tesoureiro da campanha da presidente Dilma Rousseff José de Filippi Junior; e também de representantes das construtoras Queiroz Galvăo, Braskem, UTC, Jaraguá, Camargo Correa, Galvão Engenharia, Constran, Tome Engenharia e Alusa.

Janot também havia concordado com os depoimentos deles na condição de testemunhas; Teori Zavascki classificou todos como informantes.
Pedido sobre Dilma é negado


Em outra parte do despacho, Teori Zavascki ainda se manifesta sobre um pedido do líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), para que a presidente Dilma Rousseff também fosse ouvida no mesmo inquérito. O ministro disse que tal requerimento tem “manifesta inviabilidade”.

“Além de tratar de questão estranha ao âmbito deste inquérito, cuja provocação não dispensaria, segundo a jurisprudência aqui assentada, a iniciativa do Ministério Público […], é importante registrar que o Supremo Tribunal Federal não profere decisões de caráter meramente consultivo, sem pertinência ‘com a essência da atividade jurisdicional’”, escreveu o ministro, citando outras decisões do STF sobre pedidos do tipo.

No pedido para ouvir Dilma, Sampaio defendia que a presidente pudesse vir a ser eventualmente investigada no caso, ao contrário do que afirmava o delegado no pedido para ouvir Lula.

“A presidente Dilma pode, sim, ser investigada, pois o que a Constituição Federal veda é que ela seja processada. E, a exemplo de Lula, há elementos para que a presidente seja investigada, já que ela ocupou cargos que, por si só, a colocam no centro dos fatos criminosos. Não é possível que, tendo passado pelo Ministério das Minas e Energia, pasta à qual a Petrobras é vinculada, pela Casa Civil e ter sido presidente do Conselho de Administração da estatal, ela diga, simplesmente, que não sabia de nada”, afirmava o pedido.

2 de outubro de 2015 às 18:08

Emenda do senador José Agripino Maia é liberada para a UERN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em meio à crise por causa da greve que já dura mais de 100 dias, a UERN recebeu ontem a notícia da liberação de recursos de emenda de autoria do senador José Agripino. São R$ 250 mil alocados no Orçamento Geral da União (OGU) para aplicação em obras de mobilidade e infraestrutura na instituição.
“No momento em que a UERN comemora 47 anos, fico feliz em pode celebrar a data com a notícia da liberação de uma emenda parlamentar de minha autoria que será revertida no desenvolvimento da mobilidade e infraestrutura dessa sólida instituição”.
Agripino reconheceu, ainda, o trabalho da UERN tanto na formação profissional quanto no desenvolvimento regional. 
“A universidade é parceira da sociedade e realiza um excelente trabalho, que está acima de qualquer debate, para qualificar a nossa juventude. Só esses motivos já são suficientes para que a UERN tenha meu apoio incondicional. Os estudantes e os corpos docente e técnico fiquem certos de que meu mandato está à disposição para fortalecer a UERN, sempre”, completou o senador.
“Nas visitas aos gabinetes em Brasília e nas oportunidades que temos no Estado, fazemos questão de mostrar os resultados positivos da nossa Universidade”, afirmou o reitor Pedro Fernandes.

  
Ordem bancária referente ao repasse

2 de outubro de 2015 às 17:34

Dia Mundial do Coração será lembrado amanhã no Parque das Dunas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A seccional potiguar da Sociedade Brasileira de Cardiologia, em parceria com a Fundação do Coração – Funcor, promoverá amanhã um evento para lembrar o Dia Mundial do Coração, oficialmente 29 de setembro.Das 8 da manhã ao meio dia, no Parque das Dunas, será realizado um dia evento de concientização sobre a importância da prevenção e combate aos níveis elevados de colesterol que mais contribuem com a doença cardiovascular (DCV).

Segundo o presidente da SBC/RN, o médico cardiologista Rui Faria, as doenças cardiovasculares são a principal causa de mortalidade no Brasil, mais do que câncer ou as doenças infecciosas. 

Além da SBC/RN, irão participar do evento alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem e Nutrição da UFRN. 

2 de outubro de 2015 às 17:15

Para o Ministério Público, habeas corpus do STJ não garante liberdade de Fernando Freire [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Para o Ministério Público Estadual, o habeas corpus concedido pelo STJ ao ex-governador Fernando Freire não garante sua liberdade, já que apenas um, entre 4 mandados de prisão, foi julgado.Para isso o MP vai reforçar ao juiz José Armando Ponte, ao Juízo de Execuções Penais e ao Comando da Polícia Militar, que quando receber alta do hospital onde se encontra, Fernando Freire deverá continuar custodiado.

2 de outubro de 2015 às 14:37

Ex-vereador e médico Enildo Alves se filia ao PSD para tentar voltar à Câmara de Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-vereador de Natal, Enildo Alves, está se preparando para tentar retornar à Câmara.

Alves não se reelegeu na última campanha e vem sendo cobrado pela classe médica a trabalhar para retomar o mandato.

Ontem Enildo, que foi do DEM, se filiou ao PSD, e teve a ficha abonada pelo presidente estadual do partido, governador Robinson Faria.

  

2 de outubro de 2015 às 14:29

Café São Braz do Midway é interditado pela justiça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Há dois dias que o café São Braz, no Midway Mall, está interditado.

Oficiais de Justiça chegaram, mandaram fechar e foram orientando aos clientes que estavam no momento que a melhor coisa que tinham a fazer era se retirar.

Justificativa passada: falta de pagamento.

Suspeita de outros problemas também.

A informação no shopping é que a São Braz, para não sujar a marca, irá abrir até passar para outro franqueado.

  

2 de outubro de 2015 às 14:02

Caos toma conta das ruas de Natal nesta sexta-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Kennedy Diniz, direto do caos que está o trânsito hoje em Natal:

   
 

2 de outubro de 2015 às 11:37

Repórter invisível do Fantástico está no Idema [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Cadê o dinheiro que estava aqui?

Em Natal apurando denúncias de desvios de dinheiro público, o repórter invisível do Fantástico, Eduardo Faustini, está neste momento no Idema.

2 de outubro de 2015 às 11:31

Eduardo Cunha se pronuncia no twiter sobre…o dia internacional da não violência [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sempre atento no twitter a responder críticas, em cima da bucha, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, não tuitou nada sobre o tema “contas na Suíça”.

E hoje começou o dia fazendo cara de paisagem no twitter:

   
  

2 de outubro de 2015 às 10:33

Fecomércio deixa para depois de reunião com Robinson a tomada de posição sobre o pacote fiscal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, suspendeu a reunião extraordinária da diretoria da entidade, prevista para hoje onde seria definido um posicionamento oficial da Federação sobre o pacote fiscal do governo que reajusta em 1% alguns impostos estaduais.
Queiroz decidiu suspender depois que se reuniu ontem com o secretário de Desenvolvimento, Flávio Azevedo, e presidentes de outras entidades do setor produtivo.

Ficou decidido que eles se reunirão com o governador Robinson Faria na segunda-feira, para uma discussão em torno do pacote e seus efeitos na economia, além de prováveis alternativas e contrapartidas ao eventual aumento de impostos.

A decisão que seria tomada hoje ficou, então, para depois da reunião com o governador.

2 de outubro de 2015 às 9:30

Prefeitos do Oeste se filiam ao PSD [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Prefeitos de municípios da região Oeste se filiaram ontem, em Natal, ao PSD.
Fichas abonadas pelo presidente estadual da legenda, governador Robinson Faria, e pelo deputado Galeno Torquato.
Os prefeitos são Antônio Dólar, de José da Penha; Carlos Aquino, de Doutor Severiano; Jessé Freitas, de Riacho de Santana, e Rosânea Teixeira, de Serrinha dos Pintos.
O prefeito Fabrício Torquato, de Pau dos Ferros, que se filiou no encontro do PSD com presença do ministro Gilberto Kassab, participou do ato de ontem.

  

2 de outubro de 2015 às 8:44

Folha critica destinação de recursos a turismo religioso de Santa Cruz sem considerar o crescimento do município [4] Comentários | Deixe seu comentário.

A Folha de S.Paulo publica hoje crítica ao financiamento do governo federal, para instalação do teleférico de Santa Cruz, no interior do Rio Grande do Norte.

O turismo religioso em Santa Cruz é capaz, sozinho, de manter o município e região, mais distantes da crise, apesar da falta d’água por causa da estiagem.
A reportagem – crítica pela crítica – sequer procurou saber o que significa para o município o que apenas classifica como “santa das causas impossíveis”.

Impossível acreditar que a pauta considerou desnecessárias informações do tipo quantos leitos existiam em Santa Cruz e região, e quantos tem hoje; quantos restaurantes tinham, e quantos são hoje; além de qual era o índice de desemprego antes e qual é agora.

Longe do Blog fazer defesa de quem inventou a santa ou de quem bancou a santa, mas na obrigação de explicar aos leitores que o jornal não foi feliz ao apenas criticar um projeto que deu certo, entre os milhares que não dão no país.

*

Abaixo a reportagem da Folha:
Em meio à crise e à seca, governo financia teleférico no interior do NE

PATRÍCIA BRITTO

DO RECIFE

Em tempos de crise e de seca, o governo federal está ajudando a construir um teleférico no interior do Rio Grande do Norte que levará turistas e fiéis até uma imagem de Santa Rita de Cássia, a santa das causas impossíveis.
As obras começaram há um ano em Santa Cruz (a 110 km de Natal), cidade de 39 mil habitantes que está entre os 153 municípios potiguares em estado de emergência devido à seca. Serão duas estações, sete torres de sustentação e oito bondinhos, que poderão levar até 150 pessoas por hora entre a igreja Matriz e o Alto de Santa Rita.
Inspirado no Bondinho do Pão de Açúcar, o projeto foi orçado em R$ 12,6 milhões, quase dez vezes o Coliseu do Sertão, estádio de futebol construído com recursos federais no interior do Ceará. Do total, R$ 5,1 milhões já foram licitados, sendo R$ 4,2 milhões de recursos federais.
Parte da verba foi viabilizada por meio de emendas parlamentares do então deputado Henrique Alves (PMDB-RN), hoje ministro do Turismo, e do senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN).
Os R$ 7,5 milhões restantes, para a compra de equipamentos importados, ainda não estão garantidos, e o valor deve subir devido à alta do dólar. Mas, segundo a secretária municipal de Turismo, Marcela Pessoa, o ministro “se comprometeu” a aprovar a verba restante.
Idealizado em 2012 pelo ex-prefeito Tomba Farias (PSB), o teleférico complementa outra obra dele, o Alto de Santa Rita de Cássia –um santuário onde a imagem da padroeira da cidade é exposta como “a maior estátua católica do mundo”. A santa tem 56 m de altura, 18 a mais que o Cristo Redentor do Rio.
Além da estátua, o complexo inclui capela, mirante, altar, sala de promessas, restaurantes, lojas e estacionamento. O acesso também é possível sem bondinho, de carro ou ônibus. O santuário, inaugurado em 2010, custou R$ 6,5 milhões.
A obra do teleférico é tocada pela gestão da prefeita Fernanda Costa (PMDB), mulher de Farias, e deve ser entregue até o fim de 2016.

2 de outubro de 2015 às 7:39

Ministro Henrique Alves participa de reunião sobre passagem da tocha olímpica pelo RN e deverá ser questionado sobre contas de Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro do Turismo, Henrique Alves, participa daqui a pouco, às 9 horas, na Escola de Governo, da reunião preparatória para a passagem da tocha olímpica pelo Rio Grande do Norte.A reunião comandada pelo governador Robinson Faria também terá a presença do ministro do Esporte, George Hilton.
Na passagem pelo Rio Grande do Norte, a tocha pernoitará em Natal e Mossoró, e passará por Assú, Angicos, Lajes, Parnamirim e São José de Mipibu.
De uma coisa o ministro potiguar, do PMDB, não vai se livrar nessa reunião: de questionamentos por parte da imprensa, sobre as contas na Suíça do presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

2 de outubro de 2015 às 7:25

Líderes silenciam em torno das contas de Cunha na Suíça e renúncia passa a ser o tema em discussão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O jornal O Globo de hoje mostra que os líderes na Câmara dos Deputados silenciaram ontem diante da informação do Ministério Público da Suíça, sobre 4 contas em bancos daquele país, abertas em nome de empresas, mas que tinham o presidente da Câmara como beneficiário.

Somente Chico Alencar (PSOL), questionou Cunha sobre as contas, mas dessa vez quem silenciou foi Cunha.

Depois de ter negado na CPI da Petrobras que teria contas no exterior, Cunha se spresenta agora, no mínimo, em situação desconfortável.

  
Renúncia passa a ser a paavra ds hora, e o jornal relembra casos de parlentares que já foram obrigados a renunciar.

  
  
  
  
  
  

2 de outubro de 2015 às 6:36

Eduardo Cunha já rejeitou 3 pedidos de impeachment da presidente Dilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, rejeitou ontem mais dois pedidos de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Com isso já são 3 não acatados pela Câmara.

Ainda restam 8 pedidos para serem analisados por Cunha, entre eles o dos juristas Hélio Bicudo, fundador do PT e ex-companheiro de chapa de Lula, e do também jurista Miguel Reale Júnior, ex-ministro da Justiça no governo Fernando Henrique Cardoso.

Os pedidos de ontem alegavam crime de responsabilidade, e envolvimento da presidente nos escândalos de corrupção, tendo como provas somente matérias jornalísticas.

Cunha rejeitou as “provas”.