Thaisa Galvão

4 de outubro de 2015 às 8:50

Ezequiel sugere que governo faça parceria com ceramistas para desassorear açudes e garantir capacidade nas próximas cheias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com os reservatórios de água bo interior do Rio Grande do Norte secando, o momento é de cuidar dos mesmos já pensando no futuro.Quando um açude seca, há um acúmulo de lama que, se não for retirada, quando ele voltar a encher, terá uma capacidade reduzida de armazenamento. Ou seja, o açude fica menor.

Em Acari, o prefeito Isaías Cabral, como declarou ao Blog, já vem cuidando de desassorear o Gargalheiras, contando com empresas ceramistas, que precisam da tal lama.

Para garantir que isso seja feito em todos os reservatórios que estão na mesma situação do Gargalheiras, o presidenten da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza, sugeriu ao Governo do Estado que aproveite o momento da seca para fazer uma parceria com o setor ceramista com o objetivo de desassorear os reservatórios no interior. 

“É uma forma de aumentar a capacidade de água dos açudes e fomentar a área ceramista, que tem polos no Seridó e no Vale do Açu, usando a matéria prima encontrada nesses porões para garantir o emprego e renda nesse importante setor”, afirmou.

“Temos mais de 13 municípios em colapso total de água, sendo abastecidos com carros-pipa. Precisamos de soluções imediatas. São 40 milhões de nordestinos sofrendo com a falta de água. Precisamos cobrar celeridade do governo federal e exigir urgência da chegada de recursos para o Estado. É preciso buscar alternativas e seguir o exemplo de outros países do mundo, como Espanha, Califórnia e Israel que fizeram investimentos vultuosos para dessalinizar a água do mar”, lembrou o deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*