Holiday
Holiday

Thaisa Galvão

7 de outubro de 2015 às 21:11

Caso Congresso mantenha rejeição das contas, impeachment da presidente ganhará força [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Após serem rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União, as contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff seguem para o Congresso Nacional.

O relatório será avaliado primeiro pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso.

Depois, pela Câmara e pelo Senado.

Também poderá ocorrer uma sessão conjunta do Congresso Nacional.

Caso o Congresso mantenha a reprovação das Contas, aí sim, existirá fato jurídico que justifique o impeachment da presidente Dilma.

7 de outubro de 2015 às 20:41

Governo acredita que contas rejeitadas de Dilma serão salvas pelo Congresso Nacional [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Governo Federal acredita que as contas da gestão da presidente Dilma Rousseff relativas ao ano de 2014, reprovadas há pouco pelo Tribunal de Contas da União, serão salvas pelo Congresso Nacional.

Leia nota oficial do Palácio do Planalto:

COMUNICADO À IMPRENSA
1. A decisão hoje tomada pelo Tribunal de Contas da União constitui um parecer prévio sobre as contas de 2014 do governo federal. A matéria ainda deverá ser submetida a ampla discussão e a deliberação do Congresso Nacional.
2. Os órgãos técnicos e jurídicos do governo federal têm a plena convicção de que não existem motivos legais para a rejeição das contas. Além disso, entendem ser indevida a pretensão de penalização de ações administrativas que visaram a manutenção de programas sociais fundamentais para o povo brasileiro, tais como Bolsa Família, Minha Casa Minha vida. Também entendem não ser correto considerar como ilícitas ações administrativas realizadas em consonância com o que era julgado, à época, adequado pelo Tribunal de Contas da União.
3. Os órgãos técnicos e jurídicos do Executivo continuarão a debater, com absoluta transparência, as questões tratadas no parecer prévio do Tribunal de Contas, para demonstração da absoluta legalidade das contas apresentadas. 
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

7 de outubro de 2015 às 20:34

Contas do governo Dilma são rejeitadas à unanimidade do TCU [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Governo até tentou trocar o relator, mas o placar, com unanimidade em favor da reprovação das contas da presidente Dilma Rousseff, deixa claro que não tinha mudança que impedisse esse resultado.

O julgamento terminou às 20h15.

Do G1

TCU rejeita contas de Dilma de 2014 por unanimidade; Congresso terá decisão final

Parecer de Augusto Nardes pela rejeição foi aprovado por unanimidade. Executivo argumenta que práticas já foram adotadas em outros governos

Por Débora Cruz e Filipe Matoso

  
O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (7), por unanimidade, o parecer do ministro Augusto Nardes pela rejeição das contas do governo federal de 2014. Devido a irregularidades, como as chamadas “pedaladas fiscais”, os ministros entenderam que as contas não estavam em condições de serem aprovadas.

Para Nardes, ao adotar manobras para aliviar, momentaneamente, as contas públicas, o governo desrespeitou princípios constitucionais e legais que regem a administração pública federal. O cenário no ano passado foi classificada por ele como de “desgovernança fiscal”.
Em seu voto, Nardes defendeu que houve uma política expansiva de gastos “sem sustentabilidade fiscal e sem a devida transparência”. Para o relator, as operações passaram ao largo das ferramentas de execução orçamentária e financeira instituídas.

“Nessa esteira, entende-se que os atos foram praticados de forma a evidenciar uma situação fiscal incompatível com a realidade”, afirmou.
O parecer do TCU será agora encaminhado ao Congresso, que dará a palavra final sobre o tema. A análise da corte não tem efeito prático, já que funciona como uma recomendação aos parlamentares. A rejeição, porém, poderá ser usada como argumento para abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
O trâmite prevê que o relatório do órgão de fiscalização seja primeiro avaliado pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso e, depois, pelo plenário da Câmara e do Senado – ou em sessão conjunta do Congresso Nacional, caso haja um acordo entre as Casas.

Defesa

Presente à sessão, o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, negou que o governo federal tenha violado a Lei de Responsabilidade em 2014. Ele também rebateu a acusação de que que o pedido de afastamento de Nardes tenha sido um ataque do governo à corte.

“Apenas registrar que, ao contrário do que se estabeleceu ou se disse politicamente por políticos ou por outras autoridades, de que se tratava de ataque à corte, não se trava e nunca se tratou. Tanto que eu nunca questionei o parecer da área técnica. Aliás, disse que respeito. Posso divergir, mas respeito”, afirmou.
Ofensiva do governo

A Advocacia-Geral da União (AGU) fez duas tentativas de adiar o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), mas os pedidos foram negados pelo ministro Luiz Fux.
Antes disso, a AGU havia protocolado no próprio TCU um pedido para afastar o ministro Augusto Nardes da relatoria do caso, alegando antecipação de voto. A solicitação, avaliada nesta quarta-feira, antes do julgamento das contas, não foi aceita pela corte.
Nardes negou que tenha antecipado o voto e acusou o governo de tentar “intimidá-lo”. Ele disse que distribuiu o parecer prévio sobre o caso aos outros ministros cinco dias antes do julgamento, como manda o regimento interno do TCU, e que não foi o responsável por “vazar” o documento para a imprensa.

Antes do julgamento, o plenário do TCU decidiu, por unanimidade, manter Nardes como relator do processo que analisa as contas do governo de 2014. O ministro-corregedor do TCU, Raimundo Carreiro, considerou que as declarações de Nardes se referiam ao conteúdo de relatórios do tribunal já concluídos, e não à decisão final da corte. Por isso, a decisão por arquivar o processo.
Explicações  

O primeiro pedido de esclarecimentos sobre as contas de 2014 foi feito em junho pelo TCU, com prazo de 30 dias para resposta. Mas, devido à inclusão de novos fatos ao processo, o governo acabou ganhando mais tempo para se defender.
‘Pedaladas fiscais’

Entre as supostas irregularidades analisadas pelo TCU estão as chamadas “pedaladas fiscais” e a edição de decretos que abriram créditos suplementares sem autorização prévia do Congresso Nacional.

As “pedaladas fiscais” consistem no atraso dos repasses para bancos públicos do dinheiro de benefícios sociais e previdenciários. Essa prática obrigou instituições como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil a usar recursos próprios para honrar os compromissos, numa espécie de “empréstimo” ao governo.

Nos dois casos, o Executivo nega a existência de irregularidades e argumenta que as práticas foram adotadas pelos governos anteriores, sem terem sido questionadas pelo TCU. As explicações entregues pela AGU na defesa do governo somam mais de 2 mil páginas.

7 de outubro de 2015 às 20:25

Inquérito para investigar senador José Agripino não correrá em segredo de justiça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Valor Econômico

STF autoriza abertura de inquérito contra senador Agripino

Maíra Magro | Valor

BRASÍLIA – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso autorizou a abertura de inquérito contra o senador José Agripino Maia (RN), presidente do DEM, por suspeita de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Investigações apontaram a suspeita de que o senador teria combinado o pagamento de propina com executivos da OAS para construção do estádio Arena das Dunas, em Natal, para a Copa do Mundo.
“Presentes os elementos indiciários mínimos da ocorrência do fato e de eventual autoria por pessoa com foro por prerrogativa de função perante esta Corte, determino a pleiteada instauração de inquérito”, disse Barroso na decisão. O ministro também determinou o fim do sigilo do caso, que até então corria em segredo.
Segundo as investigações, a apreensão de telefones celulares do presidente da OAS, Leo Pinheiro, possibilitou a identificação da troca de várias mensagens com Agripino.
“Um grupo de mensagens revela a possível solicitação e recebimento de vantagens indevidas pelo senador José Agripino Maia em troca de auxílio na superação de entraves à liberação de recursos de financiamento do BNDES para construção do estádio ‘Arena das Dunas’, em Natal, pela OAS, presidida por José Aldemário (Leo Pinheiro), devendo se salientar que a licitação para a construção do estádio foi vencida pela OAS em 2011, na gestão da governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, do DEM-RN”, diz o processo.
Em maio de 2013, diante de irregularidades constatadas pelo Tribunal de Contas da União que impediam o repasse de recursos do BNDS, o presidente da OAS Dunas, Carlos Eduardo Paes Barreto, teria enviado mensagem a Leo Pinheiro afirmando ser “importante o apoio do senador Agripino na agilização do processo do TCU com o BNDES, para não comprometer a entrega da Arena.” 
Segundo a Procuradoria Geral da República (PGR), Agripino teria conseguido a liberação dos recursos do BNDES. Em contrapartida a OAS teria doado R$ 500 mil ao diretório nacional do DEM. Além disso, as apurações da Lava-Jato teriam indicado o pagamento de propina, pela OAS no Rio Grande do Norte, entre 2011 e 2014. Como a construção da Arena das Dunas era a única obra de grande porte no Estado no período, o Ministério Público apontou que os pagamentos se relacionariam ao estádio. 
O procedimento acrescenta que o doleiro Alberto Youssef confessou, em delação premiada, ter administrado caixa dois da OAS, usado para pagamento de propina, e enviado R$ 3 milhões em espécie para Natal. Rafael Ângulo Lopes, braço direito de Youssef, também afirmou ter levado dinheiro para pessoas do Rio Grande do Norte.
Além disso, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou operações suspeitas de lavagem de dinheiro envolvendo o senador.

7 de outubro de 2015 às 18:10

Mulher é atropelada em faixa exclusiva para ônibus e bicicletas na Prudente de Morais [1] Comentários | Deixe seu comentário.

De Kennedy Diniz:

   
 

7 de outubro de 2015 às 17:53

Secretaria de Segurança não tem data para autorizar transferência de Fernando Freire para presídio de Apodi [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Secretaria de Segurança do Estado está aguardando o momento mais “oportuno e seguro” para fazer a transferência do ex-governador Fernando Freire para o presídio de Apodi, no Oeste do Rio Grande do Norte.

É certo que a transferência não acontecerá hoje e que Freire permanecerá, por tempo indeterminado, no Comando do Bope, na zona Norte de Natal, onde passou a noite de ontem.

A Secretaria de Justiça já informou que a cela que vai receber o ex governador está pronta.

O espaço de 4 metros por 3 metros tem banheiro com chuveiro simples e sanitário de bacia. 

Se a família do preso levar aparelho de TV e se dispuser a pagar pelo canal fechado, Fernando Freire terá, assim como outros detentos, TV por assinatura.

Também tem direito a levar ventilador.

Apesar da garantia do conforto, o ex-governador, como preso comum,  terá que usar o uniforme da unidade: camiseta e bermuda.

7 de outubro de 2015 às 16:14

Como presidente da Femurn, prefeito Francisco José Jr diz que ajuste fiscal do Estado irá repor perdas dos municípios [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois das entidades de classe se unirem contra o projeto de ajuste fiscal do governo do Rio Grande do Norte, o prefeito de Mossoró, Francisco José Silveira Júnior, se pronunciou como presidente da Federação dos Municípios.

O presidente da Femurn disse que o projeto, que está tramitando na Assembleia Legislativa, caso seja aprovado, também ajudará a repor perdas dos municípios do Rio Grande do Norte.
Silveira Jr – A Federação dos Municípios entende como importante e essencial por causa da crise que estamos passando a nivel de município, a nível de estado, a nível de país.
Thaisa Galvão – Mas a matéria teria que passar na Assembleia Legislativa…
Silveira Jr – Dos 9 estados do Nordeste, 7 ja aprovaram esse ajuste nas Assembleias Legislativas, e o Rio Grande do Norte não é diferente, passa também pelos mesmos problemas.

Thaisa Galvão – Os municípios também seriam beneficiados?

Silveira Jr – Os municípios potiguares, sendo aprovada essa reforma, nós teremos também um percentual dessa alíquota, aumentando 1%. Vinte e um por cento desse 1% vão para os municípios e 75% para o Estado. Sem contar que o secretário de Tributação, André Horta, me afirmou que haveria também um ajuste de meio por cento na questão do IPVA, onde 50% desse 0,5% também irá para os municípios. Então seria um incremento também de receitas que garantiria os serviços essenciais do Estado e dos Municípios porque, nesse ano, os municípios perderam em média 30% das receitas, por isso é algo necessário, fundamental nesse momento.

7 de outubro de 2015 às 14:35

PTB de quem? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pelo menos até o próximo dia 21, o PTB no Rio Grande do Norte está sob o comando de…nenhum político com destaque no círculo do Estado.

O que se sabe é que a legenda foi oferecida aos deputados estadual Ricardo Motta e federal, Rafael Motta.

Só que os dois, hoje no PROS, dependem de autorização, por justa causa, da justiça eleitoral para a troca de partido.

Enquanto isso, o PTB, que já foi presidido pelo hoje presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira de Souza, e foi tomado pelo então secretário do Governo Rosalba Ciarlini, Benito Gama, segue com uma comissão provisória sem destaque na política.

  

7 de outubro de 2015 às 12:49

Governador Robinson Faria visita obras de abastecimento e saneamento em Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria reservou a manhã desta quinta-feira para fazer visitas a obras de abastecimento e saneamento.

Acompanhado de auxiliares como os secretários de Obras, Jader Torres, e de Assitência Social, Julianne Faria, e do presidente da Caern, Marcelo Toscano, foi a vários bairros de Natal.

O Blog encontrou a equipe do governador na avenida Afonso Pena.

7 de outubro de 2015 às 12:27

Outubro Rosa: Priscila Gimenez abre Jogê em novo endereço e destina parte da renda do dia ao Grupo Reviver [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A empresária Priscila Gimenez abrirá amanhã a nova loja da Jogê, que troca o piso 3 do Midway pelo bairro de Petrópolis.

A nova Jogê fica na Afonso Pena.

Em pleno Outubro Rosa, a loja lançou uma parceria com o grupo Reviver, que atua no RN com ações de prevenção ao câncer e todas as vendas da Jogê nesta quinta-feira, segundo Priscila, destinarão parte do valor pago ao Reviver.

Iniciativa interessante.

  
  

7 de outubro de 2015 às 9:17

Eleição na OAB/RN: Posição da advogada Marisa Almeida só será anunciada no último dia de registro de chapas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na primeira conversa do dia, agora cedo, o grupo que apóia a candidatura da advogada Marisa Almeida a presidente da OAB/RN, definiu:

A posição de Marisa – se sairá em chapa própria ou se aliará ou à pré-candidata da oposição Magna Letícia ou ao pré-candidato da situação Paulo Coutinho – só será anunciada ao meio-dia do último dia do prazo de registro das chapas: 16 de outubro.

A decisão foi confirmada ao Blog pela advogada Marisa Almeida.

7 de outubro de 2015 às 9:11

Contas de Dilma, já reprovadas pelo relator, serão julgadas hoje no TCU [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1

TCU julga contas do governo Dilma Rousseff de 2014 nesta quarta

Ministros também vão avaliar o pedido do Executivo para afastar o relator. Entre irregularidades apontadas estão as chamadas ‘pedaladas fiscais’

Por Débora Cruz
O Tribunal de Contas da União (TCU) julga nesta quarta-feira (7) as contas do governo federal de 2014. Entre as irregularidades apontadas pela corte estão as chamadas “pedaladas fiscais”, que são manobras para aliviar, momentaneamente, as contas públicas.

ENTENDA o que está em jogo no julgamento do TCU.

A Advocacia-Geral da União (AGU) pediu na véspera ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão do julgamento, mas ainda não há resposta da corte.
O parecer do tribunal será encaminhado ao Congresso, que tem a palavra final sobre as contas. A análise do TCU, portanto, não tem efeito prático, já que funciona como uma recomendação aos parlamentares, mas uma eventual rejeição poderá ser usada como argumento para abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
Antes de julgar as contas, o plenário do TCU irá decidir se acata ou não o pedido feito pela Advocacia-Geral da União (AGU) para que o relator, ministro Augusto Nardes, seja afastado da condução do processo.
O governo alega que Nardes cometeu irregularidade ao manifestar opinião sobre o caso e antecipar publicamente seu voto antes do julgamento. Segundo a AGU, o regimento interno do TCU e a lei orgânica da magistratura – as quais os ministros do tribunal estão submetidos – proíbem os magistrados de emitir opinião sobre processos que estejam conduzindo.

Na semana passada, veio a público o parecer em que o relator recomenda aos demais ministros da corte a rejeição das contas. Nardes garante, no entanto, que não foi o responsável por “vazar” o documento para a imprensa e acusa o governo de tentar “intimidá-lo”.

‘Pedaladas fiscais’

O primeiro pedido de esclarecimentos sobre as contas de 2014 foi feito em junho pelo TCU, com prazo de 30 dias para resposta. Mas, devido à inclusão de novos fatos ao processo, o governo acabou ganhando mais tempo para se defender da suspeita de ter adotado manobras para aliviar, momentaneamente, as contas públicas.

Entre as supostas irregularidades analisadas pelo TCU estão as chamadas “pedaladas fiscais” e a edição de decretos que abriram créditos suplementares sem autorização prévia do Congresso Nacional.
As “pedaladas fiscais”consistem no atraso dos repasses para bancos públicos do dinheiro de benefícios sociais e previdenciários. Essa prática obrigou instituições como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil a usar recursos próprios para honrar os compromissos, numa espécie de “empréstimo” ao governo.
Nos dois casos, o Executivo nega a existência de irregularidades e argumenta que as práticas foram adotadas pelos governos anteriores, sem terem sido questionadas pelo TCU. As explicações entregues pela AGU na defesa do governo somam mais de 2 mil páginas.
Próximos passos

Depois de o TCU decidir se recomenda a reprovação ou aprovação das contas de Dilma, o parecer tem de ser encaminhado ao Congresso Nacional, que terá a palavra final sobre o caso.

Se as contas do governo forem realmente rejeitadas nessas votações, isso poderá ser usado como argumento para abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, sob o argumento de que ela feriu a Lei Orçamentária e, portanto, cometeu crime de responsabilidade.

7 de outubro de 2015 às 9:01

Demissionário, secretário de Justiça Edilson França se submeterá a uma cirurgia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Licenciado da pasta da Justiça no governo do RN, o secretário Edilson França se submeterá a uma cirurgia até o dia 18.

Depois de exames em São Paulo, ele está em Natal, mantendo o pedido de exoneração, mas informado sobre o que está acontecendo na Secretaria, que vem sendo tocada pelo adjunto Francisco de Assis Castro, PM Coronel da Reserva.

7 de outubro de 2015 às 8:53

Eleição na OAB/RN: Prazo para registro de chapas termina no dia 16 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Termina na sexta-feira, dia 16, o prazo para registro de chapas para concorrer à eleição na OAB/RN.

Até lá, tudo continua embaralhado.

Por enquanto, os advogados Magna Letícia, pela oposição, e Paulo Coutinho, pela situação, seguem com as pré-candidaturas postas, e tentando atrair a advogada Marisa Almeida, que também almeja encabeçar uma candidatura pela oposição.

Os grupos de oposição sabem que precisam se unir, e que as candidaturas de Magna e Marisa, saindo cada uma numa chapa, enfraquece a oposição e dá gás à candidatura de Coutinho, que tem o apoio do atual presidente, Sérgio Freire.

Hoje Marisa se reúne com seu grupo para definir se manterá a candidatira ou se unirá a um dos candidatos.

A proposta de Coutinho é para Marisa ser a vice dele, mudando o perfil de hoje oposicionista da advogada.

A proposta de Magna é para Marisa disputar uma vaga de conselheira federal.

Muitas conversas no grupo de Marisa acontecem agora pela manhã.

7 de outubro de 2015 às 8:37

Prefeito Jaime Calado comemora autorização do Vaticano para abrir processo de canonização dos Mártires do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Através de um vídeo, o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, fez um balanço da Festa dos Mártires, realizada no fim de semana na Comunidade de Uruaçu.

No vídeo Jaime também comemora a declaração do arcebispo Dom Jaime Vieira da Rocha, afirmando, como havia antecipado este Blog, que o Papa Francisco autorizou a abertura do processo para canonizaçãos dos Mártires do RN.

VÍDEO Clique Aqui para ouvir o prefeito e ver as imagens da festa

  
“Tive a grande satisfação de fazer parte daquele momento que foi único para nós brasileiros. O Papa João Paulo II beatificou os Protomártires do Brasil, os primeiros mártires brasileiros, e agora estamos na expectativa da Canonização dos Mártires, com isso vamos ter os primeiros mártires santificados e reconhecidos pela Igreja Católica e esses mártires fazem parte da história e da religiosidade de São Gonçalo e do Rio Grande do Norte”, lembrou Jaime Calado.

  

7 de outubro de 2015 às 8:19

TRE mantém mais uma absolvição ao prefeito de Mossoró Francisco José Júnior [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, disse ao Blog que está tranquilo porque cumpriu todas as regras eleitorais e confia na justiça.Ele se referiu ao julgamento em segunda instância, favorável a ele, de 16, das 17 ações impetradas contra ele pelo grupo da ex-deputada e ex-candidata à prefeita, Larissa Rosado, em que ele foi absolvido em primeira instância, e agora absolvido em todos elas na esfera do Tribunal Regional Eleitoral.
O placar foi de 4 X 1 em favor do prefeito Francisco José.

Os juízes do TRE entenderam que não houve irregularidade no pleito do ano passado.

O prefeito foi acusado de coagir os funcionários do município a votarem nele na eleição suplementar em que ele venceu a candidata Larissa.

7 de outubro de 2015 às 8:05

Ex-governador Fernando Freire passa a noite no Comando do Bope e deve seguir hoje para Alcaçuz [1] Comentários | Deixe seu comentário.

De alta ontem do Hospital São Lucas, depois que os médicos constataram que ele estava bem e que não precisava de cirurgia, o ex-governador Fernando Freire foi levado para o Comando do BOPE, na zona Norte de Natal.

A transferência dele para o presídio de Alcaçuz está marcado para agora cedo.

O advogado pernambucano Bóris Trindade já está em Natal para atuar no caso.

Ele quer estender a todas as condenações de Freire, o habeas corpus concedido pelo STJ.

Porém, para isso, preciss que o ato do Superior Tribunal de Justiça seja publicado, o que ainda não aconteceu.

Como as outras 3 ordens de prisão se encontram ainda na justiça potiguar, o advogado precisa da publicação do acórdão para que possa tentar estender.

Enquanto isso não acontece, Freire deverá seguir para Alcaçuz.

7 de outubro de 2015 às 7:45

Em Brasília, prefeito Maurício Marques tenta destravar recursos para obras de saneamento em Parnamirim [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, se reuniu ontem em Brasília com o diretor do Planejamento e Saneamento Ambiental, do Ministério do Planejamento.Marques foi à capital federal tentar a liberação dos recursos necessários para a 3ª etapa do saneamento básico do município.

São 165 milhões que precisam ser repasados.

O representante do governo federal, Marcel Oliver, falou das dificuldades financeiras, mas afirmou que o Ministério tem interesse na conclusão da obra e fará de tudo para garantir o repasse. 

A senadora Fátima Bezerra acompanhou a comitiva do prefeito na audiência.

Hoje Maurício Marques e os secretários do Gabinete Civil, Márcio Cezar e de Obras, Naur Ferreira, irão ao Ministério do Turismo para tratr com o ministro Henrique Alves sobre a passagem da Tocha Olímpica por Parnamirim.

Também irão ao Ministério das Cidades onde serão recebidos pelo ministro Gilberto Kassab.

Saneamento também na pauta do encontro com Kassab.

  

7 de outubro de 2015 às 7:35

8º encontro da família Diógenes será no Ceará [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A família Diógenes vai promover, no próximo domingo, dia 11, o seu encontro anual.A família, com ramificações no Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Maranhão, marcou a confraternização para a cidade cearense de Iracema.

“É um congraçamento, uma integração, que reúne a ‘parentada’ do Brasil inteiro”, disse Licurgo Quarto, membro da grande família
A VIII edição do encontro acontecerá no “Iracema Atlético Clube”, a partir das 15 horas e se estenderá pela noite com forró ao vivo, sorteios, brindes, show pirotécnico e jantar de confraternização.

7 de outubro de 2015 às 0:17

Dilma vai trocar comando do Sebrae e PT perde mais um espaço [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O PT, que já anda reclamando por ter perdido espaço no governo, em detrimento da sanha do PMDB, que ampliou seu loteamento, vai perder ainda mais.

O presidente nacional do Sebrae, Luiz Barreto, nome do PT, vai cair para dar espaço ao PSD, e de Guilherme Afif Domingos, que assumirá o cargo.