Thaisa Galvão

7 de outubro de 2015 às 21:11

Caso Congresso mantenha rejeição das contas, impeachment da presidente ganhará força [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Após serem rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União, as contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff seguem para o Congresso Nacional.

O relatório será avaliado primeiro pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso.

Depois, pela Câmara e pelo Senado.

Também poderá ocorrer uma sessão conjunta do Congresso Nacional.

Caso o Congresso mantenha a reprovação das Contas, aí sim, existirá fato jurídico que justifique o impeachment da presidente Dilma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*