Thaisa Galvão

18 de outubro de 2015 às 17:14

Enquanto milhões foram liberados para Nicolelis, neurocientista faz campanha para arrecadar dinheiro e concluir projeto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Enquanto o governo federal entrega milhões sem retorno ao neurocientista Miguel Nicolelis, que conseguiu instalar no Rio Grande do Norte um projeto de elefante branco, e durante a Copa do Mundo, um projeto de mico…

Do blog Gizmundo, no portal Uol:

  
Com a crise econômica e os cortes de orçamento, a situação está difícil para realizar ciência no Brasil. Prova disso é que Suzana Herculano-Houzel, uma das cientistas mais proeminentes do país, precisa pedir dinheiro via crowdfunding para que seu grupo de pesquisa não acabe.
Uma campanha no Kickante quer arrecadar R$ 100.000 para que Suzana e sua equipe continuem suas pesquisas sobre cérebro e neurociência.
Este ano, o governo interrompeu o pagamento de recursos já aprovados para pesquisas científicas. Alguns grupos simplesmente tiveram que fechar as portas; Suzana tirou dinheiro do próprio bolso para evitar o mesmo destino, mas isso não é o bastante.
Em entrevista ao Gizmodo Brasil em agosto, Suzana explicou a lamentável situação:
O governo no momento cortou drasticamente os recursos para a pesquisa. Os recursos aprovados, que já não eram enormes (da ordem de 50 a no máximo 100 mil reais para projetos de 3 anos, que é o que o Edital Universal do CNPq oferece), não foram repassados.
Temos algum dinheiro no papel, mas não na prática. Ou eu coloco dinheiro do próprio bolso em meu laboratório — que, só para constar, vem publicando uma média de 8 artigos por ano em revistas internacionais excelentes, inclusive com um artigo recente na prestigiada revista Science -, ou fecho as portas e mando os jovens cientistas da equipe para casa. Já me devo mais de 15 mil reais.
Ela diz na campanha que este “é um experimento com um novo modelo de financiamento da pesquisa científica: pelo próprio público que se beneficia de seus avanços e descobertas”.
Você pode contribuir com valores a partir de R$ 20 e receber brindes dependendo da contribuição, indo desde um e-mail de agradecimento, um livro autografado ou uma visita ao laboratório da equipe.
Suzana comanda o Laboratório de Neuroanatomia Comparada, na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), que já publicou 46 artigos científicos em revistas especializadas. Um deles foi na Science, e explica a existência de dobras no córtex cerebral de mamíferos. Outra pesquisa, publicada na Proceedings of the Royal Society, mostra que a quantidade de sono é proporcional à concentração de neurônios no cérebro dos animais.
Suzana também descobriu quantos neurônios o cérebro humano realmente tem; ela apresentou a descoberta em um TED Global de 2013, sendo a primeira brasileira a dar palestra no evento.
Além disso, a neurocientista trabalha há anos com divulgação científica através de livros, do site Cérebro Nosso de Cada Dia e programas na TV. Caso a campanha do Kickante ultrapasse a meta, Suzana cogita realizar “visitas a vários Estados brasileiros para palestras gratuitas em universidades”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*