Thaisa Galvão

24 de outubro de 2015 às 10:00

Dilma e Henrique faturam reconhecimento dos artesãos que tiveram a profissão regulamentada [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Serão 16 mil os artesãos do Rio Grande do Norte beneficiados pela lei que regulamenta a profissão da categoria. Em todo o Brasil, mais de 10 milhões serão reconhecidos como profissionais do artesanato.

A lei, já aprovada, estava na fila do Planalto para ser sancionada com um sina vermelho à frente, já que há uma recomendação da equipe econômica no Planalto de vetar reconhecimento de profissões.

Acionado pela Confederação Nacional dos Artesãos, durante congresso realizado em Natal, o ministro do Turismo e expuseram o assunto, e a expectativa dos artesãos de todo o Brasil pela regulamentação da lei já aprovada na Câmara e Senado.

O ministro potiguar fez um trabalho de bastidores junto à Casa Civil do governo Dilma, e em tempos de popularidade da presidente em baixíssima, o Planato entendeu que agradar 10 milhões de artesãos em todo o país seria marcar um gol de placa.

Faturou Dilma, faturou Henrique, que daqui pra frente incluirá a regulamentação da profissão de artesão no seu currículo eleitoral.

Com a profissão regulamentada, os artesãos brasileiros passsrão a ter carteira profissional direito a apoio profissional por parte dos governos.

Ontem Isabel Gonçalves, presidente da Confederação que reúne 21 federações em todo onBrasil, entrou em contato com a assessoria do Ministério do Turismo para agradecer o apoio.

“A articulação dele foi fundamental para conseguirmos essa vitória histórica. Vamos formalizar o nosso reconhecimento numa correspondência e queremos agendar uma reunião para agradecer formalmente”, disse Isabel que seguirá com a luta agora para desenvolver parcerias e políticas públicas que atendam a categoria. 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*