Thaisa Galvão

13 de fevereiro de 2016 às 23:56

Festa do padrinho [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Leitor do Blog, o aniversariante do sábado foi o ex-deputado, ex-presidente da Assembleia Legislativa, Luiz Antônio Vidal.

Comemoração discreta, em família.

Vidal foi o padrinho político do governador Robinson Faria quando entrou na política, e é compadre do amigo, por ser padrinho da primeira filha do casal Robinson e Julianne, Maria Fernanda.
  

13 de fevereiro de 2016 às 19:34

Prefeitável Robério Paulino e secretário de Saúde Luiz Roberto reunirão imprensa no Hospital de Natal na 2ª feira [3] Comentários | Deixe seu comentário.

A campanha política já começou.

E se no rádio e TV, falar sobre o assunto pode ser caracterizado como propaganda antecipada, as redes sociais são o palanque do momento.

E quem estreou no palanque virtual, realizando o primeiro debate político, foi o pré-candidato a prefeito de Natal, Robério Paulino, do PSOL, que debateu com o secretário municipal de saúde, Luiz Roberto Fonsêca.

Depois de um bate-boca virtual, no Twitter, secretário e prefeitável vão se encontrar no Hospital de Natal, na segunda-feira, às 7h30.
  
  
  
  
  
  
  
   
 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
 

 
   

  

13 de fevereiro de 2016 às 8:35

Julgamento de contas de campanha de Henrique Alves deverá ter placar invertido no TRE [4] Comentários | Deixe seu comentário.

Pressão.
Essa é a palavra que impera nas cercanias do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte.
A viagem que a presidente da Corte, desembargadora Zeneide Bezerra está fazendo, juntando com a data do julgamento, e uma articulação democrata, vai mudar o cenário da votação das contas de campanha do ministro Henrique Alves.

O placar que seria de 4 X 2 pela reprovação das contas, está sendo trabalhado para passar aos mesmos 4 X 2, porém, pela aprovação.
A desembargadora votaria com o relator, o juiz federal Almiro Lemos, e seguindo os pareceres do Ministério Público Eleitoral e da Contabilidade do TRE, que se posicionaram pela reprovação das contas.

Porééém, a data para o juiz Herbert Motta apresentar o voto vista cheio de pressão, e adiado umas 3 vezes, marcada agora para o dia 16, exatamente durante a viagem da desembargadora, inverterá o placar.
Já acertada uma troca de opinião no Pleno e uma substituição mais amigável vinda do Tribunal de Justiça.