Thaisa Galvão

28 de março de 2016 às 23:29

Vice-presidente do PRP, Nildo Rodrigues entrega cargo na FJA para disputar vaga na Câmara de Natal [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Vice-presidente do PRP em Natal, o jornalista Nildo Rodrigues, que trabalha na Fundação José Augusto, vai entregar o cargo nesta terça-feira.

Nildo, que distribui há anos na zona Norte o jornal Tribuna de Notícias, vai disputar uma vaga na Câmara Municipal de Natal.

Na sua saída, expressa gratidão pela confiança ao governador Robinson Faria.

  

28 de março de 2016 às 23:01

Ministério Público Federal apresenta mais de 2 milhões de assinaturas de apoio às 10 medidas contra corrupção [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato na Procuradoria da República:

  
  

  

28 de março de 2016 às 22:24

Funasa com PTN poderá ter indicação do deputado Antônio Jácome no RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com a exoneração do presidente nacional da Funasa, entregando o órgào ao PTN, e a saída do ministro Henrique Alves do governo…

No Rio Grande do Norte já se espera que a Funasa, ocupada por Antônio Barbosa, indicado de Henrique, passe para as mãos do deputado federal Antônio Jácome, mais novo presidente do PTN no Rio Grande do Norte.

Ou Jácome também desenbarca do governo?

28 de março de 2016 às 22:19

Senador Humberto Costa, líder do governo, diz que, “se arrancarem a presidente, Temer será o próximo a cair” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do líder do Governo no Senado, Humberto Costa (PT-PE), na tribuna do plenário:
“Não pense que os que hoje saem organizados para pedir ‘Fora, Dilma’ vão às ruas para dizer ‘Fica, Temer’, para defendê-lo. Não. Depois de arrancarem, com um golpe constitucional, a presidenta da cadeira que ela conquistou pelo voto popular, essa gente vai para casa porque estará cumprida a sua vingança e porque não lhe tem apreço algum. E, seguramente, Vossa Excelência [Michel Temer] será o próximo a cair”.

28 de março de 2016 às 22:08

Em delação premiada, publicitária revela que recebeu 6 milhões ilegalmente da campanha de Dilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De InfoMoney:

Agência ligada ao PT confirma que recebeu ilegalmente R$ 6 mi da campanha de Dilma



O valor teria sido pago pela empreiteira Andrade Gutierrez, em janeiro de 2010, segundo trechos da delação premiada




SÃO PAULO – Trechos da delação premiada da publicitária Danielle Fonteles, uma das sócias da agência Pepper Interativa, confirmam o recebimento de R$ 6,1 milhões de forma ilegal referente a serviços prestados à campanha de Dilma Rousseff em 2010, segundo o jornal Folha de S. Paulo. 

O valor teria sido pago pela empreiteira Andrade Gutierrez, em janeiro daquele ano. 

A versão corrobora pela primeira vez de maneira oficial ao teor do depoimento de Otávio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, sobre parte das movimentações financeiras das campanhas da presidente. 
Danielle só teria aceitado o acordo de delação premiada após tomar conhecimento dessa acusação. Em depoimento na Lava Jato, ele teria dito que a empreiteira repassou mais de R$ 6 milhões para a campanha de Dilma em 2010 a partir de um contrato fictício de prestação de serviços com a Pepper. A empreiteira teria feito os pagamentos à agência a pedido do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), um dos coordenadores da campanha de Dilma naquele ano. 
Segundo informou Danielle, sua empresa bancou as despesas da campanha de Dilma em 2010, como pagamento de funcionários do comitê da petista, com recursos repassados à Pepper pela construtora Andrade Gutierrez. Além dos R$ 6,1 milhões recebidos de forma ilegal, a campanha da petista pagou oficialmente R$ 6,4 milhões à Pepper. A expectativa é que a delação seja enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal), em razão de Dilma ter foro privilegiado. 

28 de março de 2016 às 19:36

Leia carta de Henrique Alves para Dilma [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Eis a carta cim o pedido de exoneração do ministro do Turismo, Henrique Alves:

  

28 de março de 2016 às 19:02

Henrique já está com a carta de exoneração pronta para entregar a Dilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

Ministro do Turismo, do PMDB, pedirá demissão do governo

DANIELA LIMA
DÉBORA ÁLVARES
DE BRASÍLIA

O ministro Henrique Eduardo Alves (Turismo) já redigiu carta em que pede demissão do governo Dilma Rousseff. O peemedebista, próximo ao grupo do vice-presidente Michel Temer, é o primeiro dos sete integrantes do partido a pedir para deixar o primeiro escalão do governo da petista.

O documento já está pronto. A decisão do ministro foi oficializada minutos após o PMDB decidir pelo desembarque do governo, que será oficializado nesta terça (29).

Na carta, Henrique Eduardo Alves cita o vice-presidente Michel Temer e diz que seu gesto denota “lealdade” a ele e ao seu grupo político. A Folha apurou que o ministro afirma ainda que é preciso “admitir” que, neste momento, as possibilidades de diálogo com Dilma se exauriram.

28 de março de 2016 às 16:31

Advogados contra e a favor do novo pedido de impeachment protestam na Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Barulho na Câmara Federal…

De um lado, advogados que apoiam a decisão da OAB que entra com novo pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Do outro, advogados contrários e militantes governistas.

Brasília ferve.

28 de março de 2016 às 16:28

PP não quer perder o Ministério da Integração Nacional [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O PP não quer perder o Ministério da Integração e para isso não deverá fechar questão em relação à decisão de abandonar o barco do governo Dilma.

O PP tem 49 deputados e deverá se reunir na quarta-feira.

Os parlamentares estarão liberados para tomar posições.

28 de março de 2016 às 16:22

Líder do PMDB na Câmara ainda não definiu se vota pelo desembarque ou pela permanência no governo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O líder do PMDB na Câmara, deputado Leonardo Picciani, filho do deputado Jorge Picciani, presidente do PMDB do Rio de Janeiro, que já adiantou que desembarca do governo, disse há pouco à Globonews que ainda não definiu seu voto na reunião de amanhã:

  

  

28 de março de 2016 às 16:13

Ministro da Saúde, peemedebista Marcelo Castro está com Dilma e não abre [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A permanência do peemedebista Marcelo Castro no Ministério da Saúde já é tida como certa.

Durante a reunião dos ministros do PMDB com a presidente Dilma Rousseff, no calor da discussão, falou-se até na possibilidade de Castro, ou deixar a legenda ou se afastar do Ministério e voltar à Câmara para votar contra o impeachment.

Se desfiliando do PMDB ele corre risco de ter o mandato questionado pelo partido presidido por Michel Temer.

Mas esse assunto rolou no calor da reunião.

28 de março de 2016 às 16:03

Ministros do PMDB não deverão comparecer à reunião de amanhã para tratar do desembarque do governo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff, que está se valendo de todos os santos para se manter no cargo, apelou hoje para os ministros do PMDB, partido que acena com p desembarque do partido numa reunião marcada para amanhã.

Dilma conversou durante uma gora com os ministros Eduardo Braga (Minas e Energia), Mauro Lopes (Aviação Civil), Marcelo Castro (Saúde), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia), Henrique Alves (Turismo) e Hélder Barbalho (Portos). 

Somente a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, da cota pessoal de Dilma, não compareceu.

Antes da reunião com Dilma, o ministro Eduardo Braga se reuniu com o vice Michel Temer, que também reuniu os ex-ministros da Aviação Civil Eliseu Padilha e Moreira Franco, peemedebistas da sua convivência pessoal.

Ainda convocaria hoje os ministros que foram a Dilma.

Tanto em uma reunião quanto na outra, foram feitos cálculos.

Dos diretórios do PMDB nos estados, fala-se que 11 desenbarcarão do governo.

Até o final da semana esse número era 14, segundo se divulgava.

A estratégia de Dilma é evitar que os ministros do PMDB, mais os senadores Renan Calheiros e José Sarney não compareçam à reunião de amanhã.

Segundo publicou a Folha de S. Paulo, os ministros do partido se comprometeram a não comparecer e a conversar com suas bancadas federais na tentativa de evitar presenças de deputados, senadores e dirigentes estaduais e municipais da legenda.

28 de março de 2016 às 14:55

Velório de Adolfo Mesquita Neto começa às 15 horas em Emaús [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Começa daqui a pouco, às 15 horas, numa capela do Morada da Paz, em Emaús, o velório do engenheiro Adolfo Navarro Mesquita Neto.

Sócio-proprietário da AR Engenharia, deixa viúva Fátima Lapenda, secretária do DEM.

Uma missa será celebrada às 19 horas, seguida do sepultamento.

  

28 de março de 2016 às 14:02

TV paraibana mostra que tubarão fêmea e filhotes morreram quando foram arrastados do mar para a areia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um telejornal da Paraíba mostrou hoje o que está sendo cogitado como crime ambiental.

Um tubarão fêmea foi arrastado de dentro do mar e, na areia, começou a dar cria.

A informação da emissora é que tanto a mãe quanto os filhotes morreram.

Veja o vídeo:

28 de março de 2016 às 13:48

Em nota, STTU diz que vai apurar denúncias de agente de mobilidade sobre gestão de multas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sobre a postagem no facebook do agente de Mobilidade, denunciando a “gestão de multas” por parte da STTU, o órgão emite nota.
NOTA OFICIAL


Com relação à denúncia do agente de mobilidade Weldson Goes veiculada em alguns blogs e sites da cidade, a Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, informa que tomará as providências cabíveis para apurar os fatos relatados por meio de processo administrativo que será instaurado

Todas as colocações feitas pelo agente de mobilidade serão apuradas. Pois, não há determinação da STTU para punir quem trafega com segurança, respeito à vida e cumpre as normas do Código de Trânsito Brasileiro.

Ainda com relação ao caso, a STTU repudia publicamente as postagens do agente. 

O órgão reafirma que está cumprindo o que determina o Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito do Denatran, bem como o que preceitua o Código de Trânsito Brasileiro.

Também são infundadas as colocações sobre o pagamento de R$ 500,00 como incentivo a ação de multar. 

As gratificações, diferenciadas, são para aqueles agentes de mobilidade que dirigem viaturas previstas na lei que regulamenta a função.

Por fim, a STTU esclarece que vem realizando inúmeras ações de conscientização e combate às infrações de trânsito, inclusive em conjunto com o Ministério Público, mais precisamente nos casos de garantir a vaga especial para idosos e deficientes nos estacionamentos públicos e privados da cidade do Natal.
Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana

Assessoria de Imprensa da STTU

28 de março de 2016 às 13:17

Ney Lopes Júnior deixa direção do Procon para disputar vaga de vereador em Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Diretor geral do Procon Estadual, Ney Lopes Júnior foi o primeiro a pedir exoneração do governo para disputar eleições em outubro.

Filiado ao PSD, Ney Júnior vai disputar uma vaga de vereador em Natal.

Ney Júnior conversou hoje cedo com o governador Robinson Faria e  entregou o cargo.

28 de março de 2016 às 9:29

OAB protocola hoje novo pedido de impeachment [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será hoje que a OAB vai protocolar mais um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
O pedido será protocolado às 16 horas na Câmara Federal.
A Ordem está convocando advogados a participarem do ato.

28 de março de 2016 às 9:18

PMDB na pauta do dia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1

Expectativa sobre decisão do PMDB mobiliza meio político na semana

Diretório nacional decide nesta terça-feira se partido deixará o governo

Fernanda Calgaro e Gustavo Garcia
Brasília

O diretório nacional do PMDB deve confirmar nesta terça-feira (29), em uma reunião na Câmara dos Deputados, o desembarque já esperado do governo da presidente Dilma Rousseff.
Se confirmado o rompimento do partido com o governo, a sessão do Congresso marcada para o mesmo dia para analisar vetos presidenciais poderá servir como prova de fogo para o Palácio do Planalto.

Segundo apuração do G1, até este domingo, 11 diretórios estaduais sinalizavam que seus integrantes votarão a favor do desembarque do PMDB do governo Dilma Rousseff na reunião de terça-feira. Somente um diretório, o do Maranhão, defendeu a manutenção da aliança, enquanto outros 11 afirmaram que ainda não tinham posicionamento definido.
O G1 não conseguiu contato com representantes do partido em quatro estados (Ceará, Pará, Roraima e Rondônia).

A eventual saída do PMDB, maior partido aliado, também preocupa o governo devido à possibilidade de um “efeito dominó” entre outros partidos da base aliada, com reflexos na comissão especial do impeachment, que analisa o pedido de afastamento da petista.
Nesta segunda-feira, em uma situação incomum, está prevista uma sessão deliberativa no plenário, convocada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB- RJ).
O objetivo é contar mais um dia no prazo para a presidente entregar a sua defesa. Se houver sessões todos os dias da semana, conforme o plano de Cunha, a data final será dia 4 de abril.

Ainda nesta segunda, o presidente da comissão, deputado Rogério Rosso (PSD-DF), e o relator, Jovair Arantes (PTB-GO), farão uma visita de cortesia ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, relator da ação sobre o rito do impeachment.
Rosso explica que o encontro não tem como objetivo tirar dúvidas sobre a decisão, mas apenas mostrar à corte que as regras estabelecidas pelo tribunal estão sendo seguidas.

Ainda nesta semana, os líderes partidários deverão definir, após dois adiamentos, a distribuição das vagas nas comissões permanentes da Casa, entre elas a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), cujo comando é cobiçado por vários partidos.

Na pauta de votações, um dos principais projetos é um que estabelece novas regras para o refinanciamento das dívidas dos estados com a União, o que poderá desafogar um pouco os estados endividados.

Senado
A decisão do PMDB sobre a possível saída do governo também deve repercutir no Senado nesta semana.
O partido conta com 18 senadores, entre eles o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). Na semana passada, Renan repetiu que, por ser o presidente do Congresso, adota uma “postura de independência” com relação ao governo federal.

O peemedebista, no entanto, deu uma declaração que desagradou a setores do partido que pedem o desembarque da sigla da base governista.

Após se reunir com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ele disse que um impeachment sem provas tem outro nome. Ele não usou a palavra “golpe”, mas causou mal-estar na ala mais rebelde do partido.

28 de março de 2016 às 7:31

Agente de trânsito da STTU denuncia que para ser considerado produtivo tem que ter vontade de multar [2] Comentários | Deixe seu comentário.

De um agente de trânsito da STTU em seu facebook: