Thaisa Galvão

7 de abril de 2016 às 20:57

Procurador Rodrigo Janot muda de ideia e pede que STF anule posse de Lula na Casa Civil  [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Estadão:
Janot muda recomendação e pede que STF anule posse de Lula na Casa Civil



GUSTAVO AGUIAR



Procurador-geral da República afirma em parecer que decreto ‘reveste-se de aparência de legalidade’, mas defende que se verifique se ato foi praticado com ‘desvio de finalidade’
BRASÍLIA – Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mudou de opinião sobre a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, agora, se mostra favorável à anulação da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil.
O parecer foi enviado nesta quinta-feira, 7, ao ministro Gilmar Mendes, relator da ação que suspendeu a nomeação do ex-presidente como ministro. O mérito do caso deverá ser levado para julgamento em plenário do Supremo.
“O decreto de nomeação, sob ótica apenas formal, não contém vício. Reveste-se de aparência de legalidade. Há, contudo, que se verificar se o ato administrativo foi praticado com desvio de finalidade – já que esse é o fundamento central das impetrações –, e ato maculado por desvio de poder quase sempre ostenta aparência de legalidade, pois o desvio opera por dissimulação das reais intenções do agente que o pratica”, escreve Janot.

7 de abril de 2016 às 20:14

Nome do ex-deputado federal Ney Lopes de Souza no páreo para disputar a Prefeitura de Natal [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Eita…

Mais um pré-candidato?

O ex-vereador Ney Júnior se refere ao pai, o ex-deputado federal e ex-vice-prefeito de Natal, Ney Lopes de Souza.

Os dois são filiados ao PSD.

   
 

7 de abril de 2016 às 17:56

STF homologa delação de executivos da Andrade Gutierrez que revelaram pagamento de propina às campanhas de Dilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou o acordo de delação premiada de Otávio Marques de Azevedo, ex-presidente da empreiteira Andrade Gutierrez, e de Flávio Barra, ex-executivo da empresa.
Os dois cumprem prisão domiciliar.

Segundo publicou a Folha, nos depoimentos prestados aos procuradores da Lava Jato, os dois afirmaram que a Andrade Gutierrez fez doações às duas campanhas da presidente Dilma Rousseff com dinheiro de propina de obras superfaturadas da Petrobras.

Entre as obras listadas com pagamento de propina estão estádios da Copa do Mundo: o Maracanã, no Rio, a Arena Amazônia, em Manaus, e o Mané Garrincha, em Brasília.

7 de abril de 2016 às 17:50

No plenário da Câmara Federal, deputado-prefeitável Rafael Motta faz críticas à gestão do prefeito Carlos Eduardo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em pronunciamento agora à tarde no plenário da Câmara, o deputado federal Rafael Motta (PSB) fez críticas à gestão municipal de Natal.
Ele disse que a gestão do prefeito Carlos Eduardo Alves não responde à população na questão da saúde, citando postos de saúde e Hospital Municipal; também falou de transporte, obras inacabadas, obras inauguradas como o Mercado das Rocas.

O deputado, cotado para disputar a Prefeitura de Natal, citou o projeto de lei de sua autoria, quando vereador de Natal, que proíbe a inauguração de obras públicas inacabadas.

“Isso parece o óbvio, mas devido a uma prática já histórica dessa administração, a Lei se fez necessário, e infelizmente esta matéria ainda tramita na Câmara Municipal de Natal. Permitindo assim a inauguração de obras com pompa e que depois permanecem fechadas ao público, como o Mercado das Rocas. Ainda posso destacar obras paralisadas sem um desfecho que a entregue à população, como é o caso do viaduto do Baldo, interditado há anos e orçado em quase R$ 2 milhões”.

E o discurso continuou…

“Por isso se faz necessária uma conversa sem reservas com a sociedade. Não é possível mais conviver com soluções capengas, verdadeiras gambiarras apresentadas como material de primeira. E para isso é preciso coragem para mostrar a realidade como ela realmente é”.

E mais…

“É urgente um caminho para a solução do transporte público em Natal e na sua região metropolitana, pois são 1,5 milhão de habitantes, dos quais 800 mil dependem desse serviço. O que temos hoje é uma indefinição com relação a uma política séria e transparente sobre o transporte público. Soluções caras e totalmente sem uso, como estações de transferência que não transferem ninguém. Um total desrespeito com o usuário, que é obrigado a enfrentar sol e chuva sem o abrigo decente nas paradas de ônibus. Sem falar na falta de soluções criativas para melhorar a vida dos passageiros, como aplicativos com horários para consulta online”.

“As novas gerações não podem continuar a mercê de um progresso superficial e refém de oportunidades rasteiras. Afinal, estamos rompendo a metade da segunda década do século vinte e um. E para tanto, se faz necessária à gestão pública, a implementação de novos e integrados modelos e caminhos de planejamento e gestão”.

  

7 de abril de 2016 às 17:03

Dilma repete o “Majó” Theodorico Bezerra [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff, que distribui cargos em troca de apoio para não ser afastada, decidiu que só vai fazer a reforma administrativa depois da votação do impeachment.
Tipo…sugere agora o que dará a determinado partido ou parlamentar, mas só sacramenta depois que vir o voto dele contra o impeachment.

A presidente Dilma Rousseff repete um método antigo adotado no Rio Grande do Norte dos Coronéis pelo “Majó” Theodorico Bezerra, ex-deputado.
Em tempos de eleição, ele fazia promessas a eleitores que garantiam o voto, e adiantava metade do prometido, deixando o resto para depois da eleição. Tipo, ao eleitor que pedia um par de sapatos, ele entregava um pé e deixava o outro para depois da contagem dos votos.

É mais ou menos isso o que Dilma está fazendo.
Copiando o Majó da Fazenda Irapuru, em Tangará.

7 de abril de 2016 às 16:33

PEC que dá autonomia administrativa e financeira à Polícia Federal se arrasta no Congresso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Aonde a Lava Jato quer chegar?

A pergunta foi respondida por um riso pelo delegado da Polícia Federal, Santiago Hounie, que no Rio Grande do Norte representa a Associação dos Policiais Federais.

Em entrevista ao Jornal da Noite/95, nos falou sobre a PEC 412, que dá autonomia administrativa e financeira à PF, mas que está se arrastando no Congresso Nacional.

Veja a entrevista:

7 de abril de 2016 às 15:56

Nos bastidores do PT [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nos bastidores da sessão solene da Assembleia Legislativa, em homenagem ao Dia do Jornalista, um flagrante do deputado-prefeitável Fernando Mineiro (PT).

Numa aula para ensinar a fazer aviãozinho de papel para os filhos da jornalista Cláudia Angélica, repórter da TV Ponta Negra e uma das homenageadas do dia.

Foto Marília Rocha

  

7 de abril de 2016 às 14:23

Música na Arena: Skank abre projeto da Arena das Dunas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Arena das Dunas estreia sábado o “Música na Arena”.
Abrindo o projeto, antecipado aqui no Blog pelo superintentente da Arena, Mauro Araújo, uma das maiores bandas do país: Skank, com a turnê “Velocia”.
O show será neste sábado, em apresentação única, com a participação de André Rangell, do artista baiano O Liberato, e da Banda Alforria, dividindo a festa em dois palcos no gramado da arena. Os ingressos estão à venda pelo www.arenadunas.com.br
PREÇOS ATUALIZADOS COM A VIRADA DO LOTE
Arena (inteira): R$ 80
Arena (meia): R$ 40
Premium (inteira): R$ 120 (o valor inclui entrada inteira + benefícios: R$ 80 entrada inteira + R$ 40 benefícios)
Premium (meia): R$ 80 (o valor inclui entrada meia + benefícios: R$ entrada meia + R$ 40 benefícios)
Benefícios Premium:
Localização privilegiada
Banda exclusiva,
Incluso água e refrigerante

APÓS TERÇA 05.04:
Arena (inteira): R$ 90
Arena (meia): R$ 45
Premium (inteira): R$ 130 (o valor inclui entrada inteira + benefícios: R$ 90 entrada inteira + R$ 40 benefícios)
Premium (meia): R$ 85 (o valor inclui entrada meia + benefícios: R$ 45 entrada meia + R$ 40 benefícios)

7 de abril de 2016 às 13:57

Deputado José Dias é o aniversariante de hoje [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado José Dias (PSDB) é o aniversariante desta quinta-feira, 7 de abril.

Comemora com a família.
Foto Thaisa Galvão

  
José Dias e Diúda Alves

7 de abril de 2016 às 10:52

No dia do jornalista, Assembleia Legislativa homenageia profissionais de comunicação [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No Dia do Jornalista, a Assembleia Legislativa, por proposição do presidente Ezequiel Ferreira de Souza, homenageou 10 profissionais de comunicação.

Depois de um discurso, o presidente entregou a placa de homenagem ao homenageado e orador, jornalista, ex-deputado federal e ex-vice-prefeito de Natal, Ney Lopes de Souza.
Fotos Thaisa Galvão

  
Também homenageados os jornalistas Aldemar de Almeida, Aldemar Freire, Cacilda Medeiros, Cláudia Angélica, Fred Carvalho, Ismael Medeiros, Jota Oliveira (homenagem póstuma entregue à sua sobrinha Melina Oliveira), Mírian Moema e Murilo Meirelles.

  

 
 

7 de abril de 2016 às 10:41

Charlatão se passa por Padre Nunes e pede dinheiro para uma fictícia viagem de pessoas carentes a Juazeiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Atenção para mais um golpe.

Tem um charlatão se passando pelo Padre Nunes, enviando mensagens por uma conta fake de whatsapp em nome do padre, pedindo dinheiro…

A vários políticos ele se identificou como sendo o padre e pediu dinheiro para complementar os custos de uma viagem a Juazeiro.

A viagem, segundo o fake, levaria pessoas carentes para pagar promessas.

Nas mensagens, o charlatão demonstra conhecimento até de pessoas mais próximas a gestores.

Portanto, quem receber mensagem do Padre Nunes, ligue pra ele antes de qualquer coisa.

Há poucos meses um caso como esse aconteceu envolvendo o nome de um deputado, que também teve o nome usado por um desonesto.

7 de abril de 2016 às 9:07

Proprietários de vans pedem apoio da AL para reverter resolução que impede a categoria de trabalhar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Nelter Queiroz foi ao plenário da Assembleia nesta quarta-feira e levantou um tema levado a ele por representantes da cooperativa de transportes alternativos do Seridó e Trairí.

Eles reclamam da portaria do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que regulamenta a atividade no Rio Grande do Norte.

Os proprietários de vans alegam que a regulamentação, desde 2008, vem prejudicando a categoria, já que toda semana alguma van é apreendida.

Depois do pronunciamento, os representantes da associação foram recebidos pelo presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira, e pelos deputados Nelter e George Soares, que disseram que vão intermediar o assunto com o governo do Estado para saber o que será possível fazer pela categoria.

“Estamos assumindo um compromisso com a categoria, que representa mais de mil proprietários em todo o Estado e milhares de usuários. Eles relataram que os carros estão sendo apreendidos e podem ficar, inclusive, sem licença. Iremos procurar o órgão responsável, o DER, para intermediar uma solução para o problema”, disse Ezequiel.

A portaria questionada pelos proprietários de vans determina que cada viagem “fretada” tem que ter uma autorização de 24 horas de antecedência, ou seja, o motorista tem que se deslocar a Natal um dia antes da viagem para conseguir a licença para a viagem do dia seguinte.

“Todos nós temos licença expedida pelo próprio DER, pagamos os impostos em dia, mas mesmo assim estamos tendo os nossos veículos apreendidos diariamente. Estamos sendo prejudicados e contamos com o apoio dessa Casa para regulamentar a nossa situação”, explica o presidente da cooperativa de transportes alternativos do Seridó e Trairí (COOPTARSE), Samuel Vasconcelos da Silva.
Enquanto estava na Assembleia, Francinaldo, de Caicó, estava com sua van apreendida no DER.


  

7 de abril de 2016 às 8:16

PMDB em cima do muro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E no placar do impeachment do jornal O Estado de São Paulo, o que não é surpresa para seu ninguém: a posição em cima do muro do PMDB:

  

7 de abril de 2016 às 8:00

Impeachment: Dilma acredita que no plenário tem vitória garantida [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Estadão:
Planalto já mira no plenário como seu foco principal contra impeachment

Governo esperava decisão desfavorável a Dilma do relator e avalia que colegiado deverá acompanhar voto dele pelo prosseguimento

VERA ROSA E TÂNIA MONTEIRO
BRASÍLIA – O governo já esperava que o relatório do deputado Jovair Arantes (PTB-GO) acolhesse a denúncia de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, mas avalia ter apoio para reverter o quadro no plenário da Câmara. Mesmo assim, a ordem é não baixar a guarda e intensificar a distribuição de cargos nos Estados, além de ampliar os contatos com os indecisos, principalmente do “baixo clero”, grupo formado por políticos pouco conhecidos.
Dilma está tão confiante na vitória que nesta quarta-feira, 6, deu sinal verde para os preparativos da viagem a Nova York e à Grécia, entre os dias 19 e 24, logo após a votação do impeachment. 

Na primeira parada, ela pretende participar de uma reunião na Organização das Nações Unidas (ONU) sobre meio ambiente. 

Na Grécia, a programação prevê o recebimento simbólico da tocha dos Jogos Olímpicos.
Antes mesmo que Jovair terminasse de ler seu relatório de 128 páginas, Dilma se reuniu com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com os ministros Jaques Wagner (Gabinete Pessoal) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), no Palácio da Alvorada. Fizeram as contas. 

Pelos cálculos ali apresentados, Dilma terá 200 votos no plenário. Para barrar o impeachment, ela precisa de no mínimo 171.
O mapa do Palácio do Planalto tem um balanço otimista do “varejo” político, hoje comandado por Lula, que, apesar da nomeação suspensa na Casa Civil, trabalha como se já fosse ministro. 

No diagnóstico do governo, mesmo com o rompimento do PMDB do vice-presidente Michel Temer, o partido dará a Dilma de 20 a 25 votos contra o impeachment. 

O balanço conta, ainda, com adesões avulsas de outras siglas que estão na oposição, como o PSB, e leva em conta mais divisões em legendas que ocupam ministérios, a exemplo do PP, PR e PSD.
Na reunião, Dilma, Lula e os ministros avaliaram como “acertada” a decisão de anunciar a reforma na equipe só após a votação do impeachment no plenário, que deve começar no dia 15 e ir até o domingo, 17, mas, num primeiro momento, houve divergências no Planalto sobre a estratégia, considerada de alto risco. 

O governo admite que Dilma pode perder na segunda-feira, quando a Comissão Especial, com 65 integrantes, analisar o relatório de Jovair, mas está certo de que ela ganhará no plenário.
Embora o Planalto queira passar a mensagem de que não está trocando ministérios por votos, na prática as negociações estão avançadas. Além disso, há vários cargos de segundo e terceiro escalões em barganha nos Estados para aliados que prometem votar contra o afastamento da presidente. 

“Nós também pedimos ao governo para não fazer a reforma ministerial agora. É inoportuno e não fica bem”, argumentou o líder do PP na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), que foi ministro das Cidades.
Análise

Nos bastidores, auxiliares de Dilma apontaram a estreita ligação do relator Jovair com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Na ânsia de demonstrar (…) algo que fundamente a conclusão de seu voto, o relator confirma a brilhante defesa do ministro da Advocacia Geral da União (AGU), José Eduardo Cardozo, que deixou cristalina a verdade: não há crime de responsabilidade para justificar o impeachment”, disse Berzoini, em nota. “Confio que a maioria dos deputados fará Justiça.”