Thaisa Galvão

7 de janeiro de 2017 às 11:26

Cai mais um no governo Temer: sobre mortes em presídios, secretário diz que ‘tinha que ter uma chacina por semana’ [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A porta de saída se abre para mais um no governo Temer.

Morre pela boca agora o secretário de Juventude, Bruno Júlio.

Sobre o massacre que deixou 93 mortos nos presídios do Amazonas e Roraima, ele declarou, em entrevista a O Globo, que “tinha que matar mais”… “Tinha que fazer uma chacina por semana”…
Em outra declaração imbecilizada, criticou a atenção dada à matança nos presídios.
Morreu pela boca o rapaz indicado pelo pai, o deputado federal Cabo Júlio (PMDB-MG).
Em nota, o secretário que tem a pasta vinculada à Secretaria de Governo, onde o titular Geddel Vieira também caiu desastrosamente, Bruno Júlio disse que “está havendo uma valorização muito grande, pela morte entre condenados, muito maior do que quando um bandido mata um pai de família que sai do trabalho ou a ele se dirige”.
E continuou: “Sou filho de policial e sei o dilema diário da família. Quando esses saem de casa sem a certeza de quer irão voltar; em razão do crescimento da violência”…
As declarações de Bruno Júlio são polêmicas devido ao cargo que ocupa.

É pessoa pública, autoridade ligada ao presidente da República, e o que disser vai ser sempre uma declaração do Governo.

Mas vamos combinar que o que o secretário desastrado falou, foi exatamente o que tem ecoado a população. 

Infelizmente esse é o retrato do país que vivemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*