Holiday

Thaisa Galvão

24 de janeiro de 2017 às 21:37

Prefeito de Nísia Floresta apóia decisão do Governo de extinguir o presídio de Alcaçuz [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Prefeito de Nísia Floresta, onde está localizado o presídio de Alcaçuz, e acompanhando o noticiário negativo sobre o município, o prefeito Daniel Marinho emitiu nota favorável à extinção do presídio.

O prefeito segue a posição do governador Robinson Faria que é de acabar com o que pode ser considerado o maior equívoco do Rio Grande do Norte: a construção de um presídio em área de dinas e de Turismo.

Abaixo a nota:

A Prefeitura Municipal de Nísia Floresta e o prefeito do município, Daniel Marinho, sempre se manifestaram contra a implantação da Penitenciária de Alcaçuz em seu território, por se tratar de um município que tem o Turismo como uma das suas principais atividades econômicas, sendo, portanto, incompatível a convivência com a tranquilidade necessária à sustentabilidade do Turismo. 
Diante dos acontecimentos dos últimos anos, demonstrando total descontrole por parte do Governo do Estado, fica comprovada a fragilidade da localização da citada penitenciária numa região geologicamente composta de areia e dunas, com total facilidade para escavação de túneis, facilitando as constantes fugas dos apenados, provam que a Prefeitura Municipal de Nísia Floresta sempre teve razão para tentar impedir a construção da Penitenciaria de Alcaçuz nessa região e sustentar a desativação da mesma. 
A completa destruição da penitenciária pelos apenados amotinados, colocando em risco a já assustada população da região, traz à tona a necessidade da imediata relocação desse equipamento para um local distante da Região Metropolitana de Natal, de forma a eliminar os constantes riscos de fugas e a consequentemente tranquilizar os moradores, turistas e visitantes, como realmente deve ser um destino turístico. 
Assim, a Prefeitura Municipal de Nísia Floresta fará o que estiver ao seu alcance para desativar e transferir o presidio para outra localidade do Estado, além de sugerir e articular a nível político a criação, naquela área, de um espaço destinado a uma escola de formação profissional para a população local. 
A decisão do Governo do Estado em desativar a Penitenciaria Estadual de Alcaçuz, conta sim com o apoio da Prefeitura Municipal de Nísia Floresta, que estará à disposição para contribuir no que for preciso para que, de fato, o presidio seja desativado. 
Prefeitura Municipal de Nísia Floresta, 24 de Janeiro de 2017
Daniel Marinho – Prefeito 

24 de janeiro de 2017 às 21:18

Leitura da Mensagem Anual pelo governador é adiada de 2 para 7 de fevereiro [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Marcada inicialmente para 2 de fevereiro, a leitura da Mensagem Anual do Governo, pelo governador Robinson Faria, foi adiada para o dia 7.
É que no dia 2 o governador, que terá reunião em Brasília no período da volta do recesso judiciário e parlamentar, ainda não estará em Natal.
A leitura, no plenário da Assembleia Legislativa, será no dia 7 às 10 horas.

24 de janeiro de 2017 às 15:44

Mulher de Lula, Marisa Letícia sofre AVC [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1
Marisa Letícia sofre AVC e é internada no Sírio-Libanês, em SP
Ela chegou consciente e foi levada diretamente para a sala de cateterismo. Após saber do AVC, o ex-presidente Lula foi para o hospital

A ex-primeira dama Marisa Letícia, de 66 anos, mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico e foi internada no Hospital Sírio-Libanês, no Centro de São Paulo. 

Após saber do AVC, o ex-presidente Lula foi para o hospital.

De acordo com o hospital, ela deu entrada às 15h30. 

Ela chegou consciente e foi levada diretamente para a sala de cateterismo, onde os médicos tentarão estancar a hemorragia.

O cateterismo é procedimento utilizado para detectar a existência, localização e gravidade de obstruções em artérias. 

Por meio dele é possível acessar áreas difíceis sem a necessidade de procedimentos mais invasivos.

24 de janeiro de 2017 às 14:11

Comissão de Segurança é formada na Assembleia com participação de 8 deputados [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Definidos hoje os nomes dos 8 deputados que farão parte da Comissão Especial de Segurança Pública, anunciada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza.
A Comissão foi formada pelos deputados Larissa Rosado (PSB), Márcia Maia (PSDB), Vivaldo Costa (PROS), Hermano Morais (PMDB), Jacó Jácome (PSD), Kelps Lima (SD), Getúlio Rêgo (DEM) e Dison Lisboa (PSD).
“Os nomes foram escolhidos de forma democrática. Cada líder de partido indicou um nome para a Comissão que vai acompanhar todas as ações do Executivo. Além disso, os deputados vão acompanhar e fiscalizar a aplicação dos investimentos feitos, entre eles a construção do presídio em Ceará-Mirim. Vamos lutar para que o Governo Federal possa fazer novo investimento e de uma vez por todas sepultarmos o problema de Alcaçuz e construir novas penitenciárias”, disse Ezequiel.
A Comissão atuará como representante da Assembleia nas discussões em torno da solução para a crise penitenciária que já dura 11 dias.

24 de janeiro de 2017 às 12:01

Rebelião no interior de São Paulo já vai em 200 fugas contabilizadas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de Manaus, Porto Velho e Natal, agora o caos no presídio de Bauru, no interior de São Paulo.

Em menores proporções presos já se rebelaram em Recife, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Da Folha Online:
200 presos fogem durante rebelião em presídio de Bauru, no interior de SP

Um grupo de detentos conseguiu escapar durante uma rebelião na manhã desta terça-feira (24) no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Bauru, no interior paulista. De acordo com o Centro de Operações da Polícia Militar, ao menos 200 presos teriam fugido. Não houve reféns.
O tumulto começou por volta das 8h30 durante uma revista de rotina no CPP 3 Prof. Noé Azevedo. A confusão teria começado, segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) de São Paulo, quando um agente penitenciário surpreendeu um dos presos com um celular.
Os apenados incendiaram colchões e conseguiram escapar da unidade. Ao menos sete carros do Corpo de Bombeiros foram acionados para controlar o incêndio.
A SAP informou que a situação dentro do presídio já está controlada e que a Polícia Militar, com ajuda do Grupo de Intervenção Rápida, formado por agentes de segurança penitenciária, realizam a contagem dos presos. Contudo, a secretaria não informou quantos presos fugiram e quantos foram recapturados.
O helicóptero Águia, da PM, percorre a cidade para ajudar a localizar os detentos fugitivos. A penitenciária fica na altura do km 349 da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros. Ela tem capacidade para 1.124 detentos, mas abriga atualmente 1.42 em regime semiaberto –podem sair para trabalhar durante o dia, mas precisam retornar para a unidade à noite.
De acordo com a SAP, 208 presos trabalham fora da unidade, exercendo atividades externas, outros 65 em empresas dentro da unidade e 358 trabalham em atividades de manutenção do próprio presídio.

24 de janeiro de 2017 às 11:56

Polícia em Alcaçuz para varredura e apoio à instalação de muro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Bope, Tropa de Choque e Grupo de Operações Especiais estão dentro do presídio de Alcaçuz desde cedo, como anunciado ontem.

A rebelião chegou ao 11º dia.

Os policiais dão apoio à instalação de containers para formar um muro separando as facções ceiminosas que ainda dominam o presídio.
A Secretaria de Segurança e o Itep tem certeza que partes se corpos não serão encontrados.

Eles se referem a pedaços que foram jogados em fossas.

São 40 fossas existentes no presídio.

24 de janeiro de 2017 às 10:26

Áudio recuperado no avião que caiu com Teori Zavascki não pode ser divulgado porque investigação corre sob sigilo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

Em áudio, piloto que levava Teori menciona chuva e não relata falhas




LEANDRO COLON

DIRETOR DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

RUBENS VALENTE

DE BRASÍLIA

A gravação de áudio do avião em que voava o ministro Teori Zavascki (Supremo Tribunal Federal) indica, segundo peritos da Aeronáutica, que não houve relato de problemas na aeronave antes da queda em Paraty.
Segundo a Folha apurou, os registros da cabine do avião King Air teriam captado diálogos do piloto Osmar Rodrigues com outros pilotos que voavam pela região.

Em uma conversa, de acordo com informações obtidas pela reportagem, o piloto diz que vai esperar a chuva diminuir antes de pousar. Pouco depois, a gravação teria sido interrompida, segundo análises preliminares.
Na avaliação de técnicos do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), o teor aponta, em caráter preliminar, que o piloto pode ter perdido o controle da aeronave, levando-a ao choque com a água. 

O áudio não explica exatamente o que ocorreu – a investigação depende também de outros fatores para que a causa da queda seja esclarecida.

A Aeronáutica confirmou na noite desta segunda (23) que os técnicos conseguiram acessar material arquivado no gravador de voz da cabine do avião que se acidentou na última quinta-feira (19), matando o ministro do STF Teori Zavascki.
O conteúdo da gravação não foi divulgado –a Justiça Federal decretou sigilo sobre as investigações.

O aparelho sofreu danos pelo contato com a água do mar, mas eles não foram graves a ponto de impedir o acesso aos dados. O equipamento grava os últimos 30 minutos de conversa na cabine do avião.
Segundo a Folha apurou, o registro de áudio foi feito durante todo este período.

O aparelho, chamado de CVR, chegou a Brasília na manhã do último sábado (21) e está sob os cuidados do Labdata (Laboratório de Análise e Leitura de Dados de Gravadores de Voo), do Cenipa.
À tarde, a Aeronáutica havia informado que os próximos passos do Labdata eram: “secagem do aparelho, verificação da integridade dos dados, processo de degravação dos dados e processo de transcrição”.

Segundo a Aeronáutica, o CVR possui “duas partes”. “A primeira é o gravador em si, que armazena os dados. Essa parte é altamente protegida. A segunda é chamada ‘base’, que contém cabos e circuitos que fazem a ligação com o armazenamento de dados. É essa segunda ‘parte’ que está molhada e precisa ser recuperada”, informou a nota.

O aeroporto para o qual o avião se dirigia, na cidade de Paraty (RJ), não dispõe de torre de controle. Se o gravador estava acionado durante o voo, em tese registrou conversas na cabine e contatos do piloto com a torre de controle do Campo de Marte, em São Paulo, de onde o avião partiu. 

A análise das supostas conversas poderia dar pistas aos investigadores sobre as causas do acidente.

A investigação do Cenipa é focada na identificação de causas da queda e possíveis recomendações para redução de riscos e não tem prazo para acabar.


INQUÉRITO

O inquérito tocado pela Polícia Federal sobre a queda do avião inclui investigações em Sorocaba (SP), onde se localiza o hangar principal utilizado pelo avião King Air que se acidentou, Paraty (RJ) e no aeroporto do Campo de Marte, em São Paulo, onde foi apreendido equipamento de vídeo com imagens captadas sobre a chegada do ministro do STF no dia do acidente.

Os policiais, entre os quais um ex-piloto de avião comercial, são lotados na direção geral da PF, em Brasília. 

O grupo básico é formado por seis investigadores, alguns dos quais também trabalharam no inquérito que apurou a queda do jatinho que, em 2014, matou o então candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB).
O objetivo do inquérito sigiloso da PF é averiguar se alguma ação criminosa concorreu para a queda do King Air.

Além das investigações do Cenipa e da PF, a queda do King Air é apurada pela Polícia Civil do Rio e pelo Ministério Público Federal.
A empresa fabricante do King Air, a Textron Aviation Corporate, que controla a Beechcraft, confirmou à Folha, por e-mail, que poderá auxiliar nas investigações no Brasil. “A Textron Aviation trabalha em estreita colaboração com as autoridades governamentais responsáveis pela investigação de acidentes e ofereceu assistência investigativa às autoridades locais”, informou a companhia. Sobre detalhes do trabalho, a empresa afirmou que não faz comentários sobre investigações em andamento.

Sediada em Rhode Island (EUA), a Textrom fabrica aviões Beechcraft e Cessna e helicópteros Bell, entre outros aparelhos.
O acidente que matou Teori foi o segundo na região de Paraty envolvendo um King Air desde o início de 2016. No dia 3 de janeiro do ano passado, um avião do mesmo modelo pertencente à cadeia de supermercados Shibata também decolou do Campo de Marte, a exemplo do caso do avião em que estava Teori, e se acidentou durante procedimentos de descida no aeroporto de Paraty. As duas pessoas que estavam no avião morreram.

O Cenipa ainda não divulgou relatório sobre as causas do acidente de 2016.

24 de janeiro de 2017 às 4:37

Governo vai extinguir presídio de Alcaçuz [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Considerado o maior equívoco do Rio Grande do Norte, o presídio de Alcaçuz, que fugiu ao projeto original e foi construído numa área de dunas facilitando a escavação de túneis para fugas de bandidos, será extinto pelo governo Robinson Faria.
E a medida, pela segurança do estado, tem contado com o aval do presidente Michel Temer e do ministro da Justiça Alexandre Morais, que tem apoiado o governo e as ações para tentar driblar a crise no sistema penitenciário que não ocorre somente em território potiguar.

24 de janeiro de 2017 às 4:33

Fantástico mostrou Alcaçuz como um problema antigo dentro de um contexto nacional de crise generalizada [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Um problema antigo e sem soluções tomadas em anos que se arrastaram, e um presídio considerado o maior equívoco do estado, construído em cima de uma duna e apontado pela imprensa internacional como um grande queijo suíço, dado ao grande número de furos que permitiram ao longo dos anos, fugas e mais fugas.
Foi esse o tom da reportagem exibida pelo Fantástico sobre a crise no sistema penitenciário do Brasil, que no Rio Grande do Norte chegou ao ápice devido a todos esses pontos, com a guerra entre fações criminosas.
E o tom não poderia ter sido outro.

Foi jornalístico, contrariando o tom político onde se esperava que a TV Globo desagradasse o governo atual, passando uma borracha nos visíveis e atuais erros do passado.
Alcaçuz não foi construída na semana passada.

O PCC, facção paulista e a maior do Brasil, que comanda o tráfico de drogas e instala exércitos em cada estado, não chegou ao RN agora.

Se instalou sorrateiramente há anos e sua presença no estado foi ignorada pelas autoridades de segurança pública.

A formação de uma facção local para combater os paulistas e seus soldados, não aconteceu da noite para o dia nos últimos meses.
Foi isso o que compreendeu a reportagem do Fantástico, que só surpreendeu pelo teor a quem faz de conta que tudo isso era história de trancoso.

24 de janeiro de 2017 às 4:31

Os desafios do governador em relação ao falido sistema prisional do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A crise que explodiu no sistema penitenciário do Rio Grande do Norte há mais de uma semana não foi o primeiro desafio na área para o governador Robinson Faria.

Logo que assumiu, Robinson se deparou com a intenção de líderes de facções criminosas de indicar a direção do presídio de Alcaçuz.

Os nomes do governo desagradaram os criminosos que dispararam, de dentro do presídio, o primeiro ataque a ônibus e prédios públicos na capital.

Foi a primeira vez que o governo adiantou que não negociaria com bandidos.
O segundo desafio foi quando decidiu, de forma inédita nos governos estaduais, instalar bloqueadores de sinal de celular em presídios como o PEP, em Parnamirim, Alcaçuz em Nísia Floresta e a penitenciária de Nova Cruz.
No primeiro, o PEP, novos ataques a ônibus e prédios públicos, com ações comandadas de dentro de presídios e que dessa vez se estenderam pelo interior do Rio Grande do Norte.

Pela segunda vez foi anunciada a decisão de não negociar com facções criminosas.
O terceiro desafio teve data para começar, mas ainda não almeja estipular uma data para terminar.

A atual crise que resultou nas mortes, até agora anunciadas, de 28 detentos, sendo 26 na primeira noite de rebelião e 2 em outro motim, pode ter mais mortes, mas até agora nem a polícia nem o Itep conseguiram ir além dos números divulgados.

O PCC fala em 117, e os boatos de zap zap dando conta que um vizinho de um amigo tem um filho no presídio e ele diz que foram 180 mortes…continuam.
Nesse terceiro desafio, o governo se mantém firme em não negociar com presos…porém há controvérsias.

O que se diz é que houve um acordo para retirada de líderes de facção…

O governo rebate e afirma que uma ‘negociação’ não teria permitido os ataques às ruas, nem mesmo ameaças à integridade física do governador.
Com negociação, segundo quem acompanha de perto todo o desenrolar das ações para controlar a crise, nada disso teria acontecido.

24 de janeiro de 2017 às 3:52

Polícia fará revista em Alcaçuz nesta terça-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Polícia Militar e o Grupo de Operações Especiais (GOE) vão entrar no presídio de Alcaçuz nesta terça-feira.
Segundo o secretário de Segurança, Caio Bezerra, os policiais farão uma revista minuciosa nos pavilhões.

 A medida foi definida na reunião do governador Robinson Faria com a cúpula da segurança nesta segunda-feira.
Também foi anunciado que 70 agentes penitenciários federais chegarão a Natal, vindos de 4 estados, para dar um reforço em Alcaçuz.

24 de janeiro de 2017 às 3:42

Para Robinson, Dorian Gray ‘foi uma estrela de brilho intenso no firmamento cultural do estado’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do governador Robinson Faria sobre a morte do artista plástico e escritor Dorian Gray:

24 de janeiro de 2017 às 2:54

Itep recolhe mais uma cabeça em Alcaçuz [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Numa revista nesta segunda-feira em Alcaçuz, o Itep recolheu mais uma cabeça de detento assassinado na rebelião que começou no sábado retrasado.
Os técnicos alertaram que não se trata de uma morte a mais.

É que alguns corpos foram entregues às famílias dos mortos sem a cabeça.

Outra revista está prevista para hoje.

24 de janeiro de 2017 às 2:38

Vídeo: Dorian Gray fala sobre os 20 anos que se destacou com a tapeçaria [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Artista plástico que encantou com sua pintura, escritor que ganhou cadeira na Academia Norte-rio-grandense de Letras, Dorian Gray ficou conhecido em todo o Brasil, e fora do país, pela tapeçaria.

Foram 20 anos se dedicando aos tapetes.

No vídeo abaixo ele conta tudo sobre esse período que o fez, além de ganhar muito dinheiro, levar seu nome até para a Casa Branca, nos Estados Unidos.

24 de janeiro de 2017 às 2:33

Senador Garibaldi Filho emite nota lamentando a morte de Dorian Gray [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Garibaldi Filho emitiu nota lamentando a morte do artista plástico Dorian Gray.

Eis:

“A cultura do Rio Grande do Norte sofre com a morte de Dorian Gray Caldas, uma perda irreparável. 

Dorian era um homem de diversas artes. Ele esculpia, trabalhava com cerâmica, fazia tapeçaria, era poeta, escritor, mas, sobretudo, desenhava e pintava.
Lamento profundamente a notícia e envio aos familiares e amigos de Dorian Gray o meu mais profundo pesar. O Brasil perde um dos seus grandes artistas”.

Garibaldi Alves Filho

24 de janeiro de 2017 às 2:24

Velório de Dorian Gray terá início às 7 horas na Pinacoteca do Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Começa a ser velado às 7 horas desta terça-feira, na Pinacoteca do Rio Grande do Norte, o artista plástico e escritor, Dorian Gray, que morreu de infarto no começo da noite desta segunda-feira no Natal Hospital Center.

Com pneumonia e se submetendo a sessões de hemodiálise, ele estava internado há 12 dias.

Dorian Gray tinha 86 anos e era membro da Academia Norte-rio-grandense de Letras.

Ele será sepultado às 16h30 no cemitério Morada da Paz, em Emaús.

24 de janeiro de 2017 às 1:38

Assembleia Legislativa vota hoje a doação de 50 viaturas para a segurança pública e sistema prisional do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Assembleia Legislativa vota hoje, em sessão extraordinária convocada pelo presidente Ezequiel Ferreira de Souza, a doação de 50 viaturas que serão encaminhadas pelo Poder Legislativo para o Governo.

As viaturas serão para uso da segurança pública e sistema prisional do Rio Grande do Norte.
Também serão votados projetos da área de segurança que tramitam na Casa e oficiaizada a formalização da Comissão Especial de Segurança.
Os nomes dos deputados que irão compor a Comissão serão anunciados hoje e o trabalho deve iniciar logo em seguida.