Thaisa Galvão

24 de janeiro de 2017 às 12:01

Rebelião no interior de São Paulo já vai em 200 fugas contabilizadas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de Manaus, Porto Velho e Natal, agora o caos no presídio de Bauru, no interior de São Paulo.

Em menores proporções presos já se rebelaram em Recife, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Da Folha Online:
200 presos fogem durante rebelião em presídio de Bauru, no interior de SP

Um grupo de detentos conseguiu escapar durante uma rebelião na manhã desta terça-feira (24) no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Bauru, no interior paulista. De acordo com o Centro de Operações da Polícia Militar, ao menos 200 presos teriam fugido. Não houve reféns.
O tumulto começou por volta das 8h30 durante uma revista de rotina no CPP 3 Prof. Noé Azevedo. A confusão teria começado, segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) de São Paulo, quando um agente penitenciário surpreendeu um dos presos com um celular.
Os apenados incendiaram colchões e conseguiram escapar da unidade. Ao menos sete carros do Corpo de Bombeiros foram acionados para controlar o incêndio.
A SAP informou que a situação dentro do presídio já está controlada e que a Polícia Militar, com ajuda do Grupo de Intervenção Rápida, formado por agentes de segurança penitenciária, realizam a contagem dos presos. Contudo, a secretaria não informou quantos presos fugiram e quantos foram recapturados.
O helicóptero Águia, da PM, percorre a cidade para ajudar a localizar os detentos fugitivos. A penitenciária fica na altura do km 349 da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros. Ela tem capacidade para 1.124 detentos, mas abriga atualmente 1.42 em regime semiaberto –podem sair para trabalhar durante o dia, mas precisam retornar para a unidade à noite.
De acordo com a SAP, 208 presos trabalham fora da unidade, exercendo atividades externas, outros 65 em empresas dentro da unidade e 358 trabalham em atividades de manutenção do próprio presídio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*