Thaisa Galvão

1 de março de 2017 às 13:36

Bloquinho da Odebrecht comandado por Janot passou Carnaval em silêncio para fazer barulho nos próximos dias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O fim do Carnaval pode ser o começo de um novo ano para a lava-jato.

A força-tarefa do Ministério Público Federal passou todo o Carnaval debruçada sobre as 77 delações de executivos da Odebrecht e o que se espera é que o procurador geral, Rodrigo Janot, peça o afastamento do sigilo dessas delações e a aberturas de inquéritos contra políticos acusados de corrupção pelos executivos que foram ouvidos pelo MPF e PF.

Foi o Bloquinho da Odebrecht com seus tambores silenciosos, mas que deverão fazer barulho depois da festa.
Entre os prováveis alvos das investigações estarão deputados, senadores e ministros apontados como beneficiários de desvios de contratos entre a Odebrecht e administração pública, especialmente da Petrobras.
Sobre o sigilo das delações, Janot só quer deixar em segredo as informações de interesse estratégico para novas etapas das investigações. 
O Congresso Nacional, que não é de ferro, sob o susto das delações, só retomará os trabalhos na terça-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*