Thaisa Galvão

28 de março de 2017 às 23:44

Vídeo: Avião pega fogo nos Andes Peruanos mas passageiros conseguiram escapar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Globo por Agência EFE:

Avião comercial pega fogo ao aterrissar em aeroporto no Peru




Todos os passageiros saíram da aeronave em segurança. Asa direita se rompeu, diz passageira

Um avião comercial da companhia aérea Peruvian Airlines pegou fogo nesta terça-feira (28) ao aterrissar no aeroporto de Jauja, situado nos Andes peruanos.

Todos as pessoas a bordo puderam sair da aeronave antes que as chamas se estendessem pela fuselagem, segundo relatou à emissora “Canal N” uma das passageiras, identificada como Jessica Núñez.

A passageira comentou que a asa direita se rompeu e começou a pegar fogo assim que o avião tocou o solo, o que fez com que a aeronave acabasse fora da pista de aterrissagem.

Outro dos passageiros, Mario Pérez, declarou à mesma emissora que houve um impacto forte durante a aterrissagem, o que fez com que as pessoas se alarmassem, mas que os próprios passageiros pediram calma para deixar a aeronave sãos e salvos pelas portas do lado esquerdo.

O avião incendiado é um Boeing 737-300, que fazia o trajeto entre Lima e Jauja, e cuja decolagem do aeroporto limenho Jorge Chávez tinha acontecido pouco depois das 15h30 (horário local, 17h30 de Brasília).

A companhia aérea peruana tinha inaugurado a rota entre Lima e Jauja há 11 dias e era a segunda a operar nesse aeroporto andino.

O aeroporto Francisco Carlé, em Jauja, se encontra cerca de 260 quilômetros ao leste de Lima, e a uma elevação de 3.320 metros sobre o nível do mar, e é utilizado majoritariamente para chegar a Huancayo, capital da região de Junín, e também à floresta central do país.

28 de março de 2017 às 18:05

Vereador quer acabar com 5 meses de recesso na Câmara de Poço Branco e polêmica emenda à Lei Orgânica será votada esta noite [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Polêmica na votação marcada para esta noite na Câmara do município de Poço Branco.

É que o vereador Rodrigo Lucas (PSB) apresentou proposta de emenda à Lei Orgânica que bota a Casa para trabalhar.

Atualmente a Câmara tem sessões durante dois meses e folga um, voltando a ter mais dois meses de trabalho…

A soma no final do ano dá 7 meses de trabalho e 5 de recesso.
A emenda do vereador Rodrigo Lucas, que hoje será votada em primeiro turno, modifica o período legislativo, passando a ter recessos somente em janeiro e julho, como ocorre no Congresso Nacional, nas Assembleias Legislativas e nas Câmaras das capitais.
Detalhe: além das folgas longas dos vereadores, nos dois meses destinados à labuta, eles só tem sessões às terças-feiras.

O que significa 4 dias de trabalho por mês…e um mês de férias depois de 8 cansativos dias de trabalho.
Vergonhosamente o vereador eleito em Poço Branco só é obrigado, por lei, a trabalhar uma média de 28 dias por ano, com raras exceções, quando ocorrem sessões extraordinárias.

“A medida tem amplo apoio popular e promete movimentar a política local, diante da repercussão e pressão da população, que em tempos de moralização dos agentes públicos, vê a câmara de Poço Branco dividida diante da votação”, disse Rodrigo Lucas ao Blog.
A polêmica se dá porque, mesmo com o apoio maciço da população em tempos de Brasil desmoralizado, há vereadores que não concordam com a mudança na lei, e querem continuar dando expediente menos de um mês por ano.
O tema da emenda do vereador de Poço Branco tomou conta das redes sociais e a sessão de logo mais às 20 horas promete lotar as galerias da Câmara.

Os vereadores que se dispuserem a votar contra vão bater de frente com a população em um palanque que funciona 24 horas por dia e sem recesso: as redes sociais.

28 de março de 2017 às 11:04

Delegada pede que vítimas de assaltos em apartamentos leve o caso à polícia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por causa de alguns vídeos com registros de ocorridos em outros estados, a titular da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur), Danielle Filgueira, está pedindo que pessoas que foram  vítimas de furtos em apartamentos, compareçam à delegacia para registrar a ocorrência.
O apelo se dá para que a polícia comece a investigar.
Segundo a delegada, de todos os vídeos publicados, somente um deles teve o caso registrado.