Holiday

Thaisa Galvão

6 de maio de 2017 às 6:51

Previdência: Da bancada do RN, quem obedece a Temer e quem atende o eleitorado… [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da coluna Painel, na Folha de hoje:

Do Blog – Trazendo o assunto para o Rio Grande do Norte…
Do PSDB e PMDB: o deputado tucano Rogério Marinho, que relatou a reforma trabalhista, vota com Temer para aprovar a reforma da Previdência.

O deputado peemedebista Walter Alves já se posicionou várias vezes contra, resta saber se será puxado pelo cabresto de Michel sob ameaça de ter que ver exonerado algum amigo que indicou para um cargo no governo.
Do DEM: o deputado Felipe Maia vai permanecer fiel ao presidente e votar Sim, pela reforma.

Calcula no momento o risco de perder o apoio do governo. Lá na frente pode achar que não caculou o risco de perder votos.
Do PSD: o deputado Fábio Faria vota pela reforma da Previdência.

Também não calcula os riscos futuros.
Do resto da bancada do RN:
Beto Rosado (PP) já anunciou que vota Não.

Mas o fato de ter votado pela aprovação da reforma trabalhista deixou seu eleitorado de cabelo em pé.

Falta uma podição pública de Beto, ou para reafirmar o que já falou ou para anunciar possível mudança de cenário.
Zenaide Maia (PR) permanece contra a reforma da Previdência.

Votou Não à trabalhista.
Rafael Motta (PSB) perdeu cargos porque votou Não à reforma trabalhista. Foi retaliado pelo presidente Michel Temer.

Quanto à da Previdência, questionado pelo Blog, preferiu silenciar.

Mas anteriormente Rafael já havia se pronunciado contra a da Previdência e seu eleitorado não espera por alteração no posicionamento do parlamentar.
Antônio Jácome (PTN) também sofreu represália do Palácio de Temer ao votar pela reprovação à reforma trabalhista.

Permanece com o voto contra a da Previdência.

Essa semana ele gravou um vídeo reafirmando sua posição e postou nas redes sociais.