Holiday

Thaisa Galvão

8 de julho de 2017 às 19:37

Funaro diz que Geddel pediu propina de 80 milhões a Joesley para liberar empréstimo na Caixa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ex-ministro de Lula (Integração Nacional) e Temer (Secretaria de Governo), e Vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa no governo Dilma, Geddel Vieira cobrou propina de 80 milhões para liberar um empréstimo de 2,7 bilhões ao grupo J&F.
Dinheiro que permitiu que Joesley Batista comprasse a Alpargatas.
Foi o que disse o doleiro Lúcio Funaro, assim, ó, com Geddel, em sua delação.
Segundo Funaro, esse foi o último negócio que ele participou com Joesley e Geddel.

Na época Geddel não era mais vice-presidente na Caixa, mas, segundo Funaro, continuava mandando no pedaço.
Na delação, Funaro deu detalhes.

Disse que no dia 12 de dezembro de 2015, Joesley foi com a mulher, a ex-apresentadora da Band, Ticiana Villas Boas, até sua casa pedir para que ele entrasse em contato com Geddel e pedisse ajuda com a liberação do empréstimo bilionário.
 A propina combinada com Joesley para este caso seria de 80 milhões, mas, pelo que Funaro sabia até agora, o débito não teria sido saldado.

8 de julho de 2017 às 19:04

Dnit deixa túnel de Neópolis pronto para mais um deslizamento [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Olhe que serviço bem feito do DNIT no túnel de Neópolis (Makro), em Natal, onde teve deslizamento de terra por causa da chuva forte e chegou a ser interditado.

Em vez de retirar a areia e levar para bem longe, deixou pelas beiradas e jogou na lateral, prontinho pra escorrer assim que chuviscar.

Um serviço meia boca prestes a deixar os motoristas que se utilizam dessa via na mão mais uma vez.

Basta chover.

8 de julho de 2017 às 15:44

O que há por trás da segurança de Temer em não temer Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente Michel Temer (PMDB) disse ontem em Hamburgo, na Alemanha, que é “zero” sua preocupação em relação a uma delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB).

Não que Cunha não tenha o que dizer.

Temer sabe que o MPF não tem simpatia pela colaboração de Cunha.

Já sobre uma delação dr Geddel Vieira (PMDB) ou Henrique Alves (PMDB), não sei bem qual seria o índice de preocupação do presidente.

Zero não seria.

8 de julho de 2017 às 15:39

Michel Temer no Brasil é um desastre e fora do país é uma gafe [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nem lá nem lô.

O presidente Michel Temer nem pode ficar no Brasil e muito menos sair do Brasil.

Se ficar, não faz nada a não ser tentar se explicar.

Se sair, só faz cometer gafes.

Em Hamburgo, na Alemanha, disse que o Brasil não tem crise econômica.

Gafe ou surto?

E de tão perdido, disse que seu governo aumentou o desemprego.
Na última viagem internacional, à Rússia e Noruega, cometeu um festival de gafes.
CLIQUE AQUI para relembrar as gafes do presidente.

8 de julho de 2017 às 15:11

Vem aí a fase Rodrigo Maia de um país em turbulência [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Congresso já se bandeia para o lado de Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara, que substituirá Michel Temer (PMDB) em caso de afastamento.

Já dá até agonia ouvir declarações de políticos afirmando que Maia é capaz de equilibrar o Brasil.

Os mesmos que juravam que Temer tinha que tomar o Governo de Dilma para equilibrar o país.

Maia já está cheio de melhores amigos novos.

E o clima é tão pesado no Brasil que a torcida de Temer já jura que com Rodrigo Maia as reformas trabalhista e da Previdência serão aprovadas sem dificuldades.

Mais uma vez a classe política se esquece que além deles, existe povo.

Povo indignado, diga-se de passagem.

Engana-se quem acha que Rodrigo Maia vai sentar numa poltrona tranquila.

Apenas vai começar tudo de novo.

Se Maia quiser ser feliz no Palácio do Planalto, vai ter que ficar em paz com a população.

E pensar em aprovar reformas trabalhista e da Previdência, vamos combinar, não significa ficar em paz com a população.

Convém aguardar a terceira etapa de um governo pra lá de turbulento.