Holiday
Holiday

Thaisa Galvão

9 de julho de 2017 às 16:47

Fora do Governo por ‘irritar’ Geddel, Marcelo Calero passa na cara de Temer o que tentou mostrar mas foi impedido pelo Planalto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vocês lembram quando o ministro da Cultura, Marcelo Calero, deixou a pasta?

Em entrevista ao Fantástico, era novembro do ano passado, ele disse ter ouvido do presidente Michel Temer que ele estava “lhe causando dificuldades operacionais”. 
As dificuldades seriam o parecer do Iphan não autorizando a construção de um edifício de 30 andares em Salvador.
Temer também disse a Calero que “Geddel teria ficado muito irritado”. 

 “Queriam que eu criasse uma chicana jurídica para que o caso fosse levado à Advocacia Geral da União”, disse Calero na entrevista, ao ver que o presidente Michel Temer estava mais preocupado com as questões pessoais de seu ministro Geddel Vieira.

Levar o caso à AGU seria a certeza de que a decisão final seria de Temer, e não do Iphan nem desse ministro que se recusava a apoiar a palhaçada montada por Geddel com apoio de Temer.
Fora do Governo, Calero assiste de camarote tudo o que está acontecendo no Brasil.

Com Geddel e com Temer:

No seu facebook ele passa na cara de Temer.

Veja postagem de 17 de junho:

No dia 30 de maio ele escreveu mais.

Deu na cara de Temer, o presidente que o acusou de ser…honesto.

Leia:

-Apenas em um país profundamente doente, um deputado é flagrado recebendo uma mala de dinheiro e permanece solto;
Apenas em um país profundamente doente, um senador da República é flagrado combinando propina e permanece em liberdade;
Apenas em um país profundamente doente, o presidente é flagrado em evidente prevaricação e permanece presidente;
Apenas em um país profundamente doente, existem partidos e políticos que se dispõem a defender o deputado da mala, o senador da propina e o presidente da prevaricação.

9 de julho de 2017 às 10:02

Brasil entre amigos e familiares [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E assim caminha a política no Brasil.

De Elio Gaspari, no Globo:

9 de julho de 2017 às 9:20

O barulhento e caro silêncio de Eduardo Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Lauro Jardim, no Globo