Thaisa Galvão

5 de setembro de 2017 às 2:04

Comunicadores de Currais Novos unidos para protestar contra tratamento do deputado Rogério Marinho a repórter [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da imprensa de Currais Novos, revoltada com a forma como o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator da reforma trabalhista na Câmara, se dirigiu a uma jornalista da TV local:

Nota de Repúdio

A imprensa curraisnovense sente-se extremamente ofendida pela forma ofensiva e desrespeitosa pela qual o deputado federal e relator da Reforma Trabalhista, Rogério Marinho, tratou a repórter do Canal 4, da Sidys Tv a Cabo Ana Paula Julgman em seu exercício profissional.

O deputado, que participava de um evento na cidade ficou irritado e considerou a pergunta da profissional “cretina” ao ser indagado sobre a se “a flexibilização da CLT, o chamado negociado sobre o legislado, não deverá aprofundar o desequilíbrio nessa relação entre patrão e empregado?”. 
Depois de insinuar que a repórter estava reproduzindo o que tinha ouvido, o “nobre” representante do povo, desrespeitou não só a profissional, mas toda imprensa da cidade, que estava ali para cobrir o evento, em respeito aos organizadores e ao tema, tão pouco discutido e de tamanha importância para o povo brasileiro.

Somos uma imprensa forte, unida e aguerrida. 

Não podemos admitir que nem o deputado Rogério Marinho e nenhuma outra fonte falte com respeito ou seja destrate nenhum colega de profissão, durante a sua árdua missão de levar a informação ao público. 

De acordo como o dicionário a palavra “CRETINA” significa: “Cretino é o adjetivo que serve para designar um indivíduo que tem uma incapacidade mental. O cretino é aquela pessoa que apresenta uma deficiência ou um retardo no aprendizado, sendo considerado imbecil ou idiota. É aquele que não tem muita inteligência. Cretino é também utilizado no sentido pejorativo, para designar uma pessoa cínica, manipuladora e trapaceira, que tem prazer em prejudicar outras pessoas, independente da relação que tenha com elas”.

Portanto, nobre deputado Rogério Marinho, essas características não se aplicam a nossa colega Ana Paula, nem tão pouco ao seu trabalho exercido dignamente, há quase duas décadas na comunicação da nossa cidade.

Lendo e nos aprofundando no significado da palavra utilizada pelo senhor, ela caberia muito bem a outra categoria que deveria estar lutando pelos direitos do povo brasileiro e não usando palavras “chulas”, quando se sentir incomodado por uma imprensa séria como é a da nossa Currais Novos. 

Receba, portanto, o nosso repúdio e a nossa indignação pelo seu comportamento “cretino” com a imprensa da nossa cidade.

Profissionais da Comunicação 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*