Thaisa Galvão

10 de setembro de 2017 às 12:50

Boca Raton: Família potiguar opta por permanecer em casa após mudança no roteiro do furacão Irma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O furacão Irma continua aterrorizando a Flórida, e principalmente as pessoas que não estão acostumadas a fenômenos dessa natureza.
Conversei há pouco com uma empresária potiguar que mora com a família em Boca Raton, onde vivem muitos brasileiros.

Ela e a família optaram por permanecer em casa e não acompanhar um grupo de brasileiros que evacuou e, devido a mudança de rota do furacão, pode estar até em situação de maior risco do que estaria se não tivesse evacuado.

Neste momento chove e venta bastante em Boca Raton.

E mesmo o olho do furacão estando a 200 quilômetros, já fez estragos na casa da família potiguar.

Veja a velocidade do vento, apesar da distância do furacão:


A casa da família está bem abastecida de mantimentos, bateria, água e um kit pronto com documentos pessoais, além de combustível, caso seja necessário deixar a região.

“Se preparem para o pior é esperem o melhor”.

O conselho é do governo da Flórida.

A família brasileira optou por acompanhar orientação de grupos de vizinhos americanos e se mantém tranquila em relação à qualidade das casas, feitas para suportar essas situações.
Os empresários estavam preocupados na quarta-feira à noite quando a precisão era que o olho do Irma passasse a apenas 4km de Boca Raton, mas a mudança de rota os tranquilizou.
Agora a preocupação é com o José, outro furacão que segue a rota do Irma.

Além dos que deixaram Boca Raton, um grupo de 27 brasileiros optou por deixar suas casas mas permanecer em um abrigo da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*