Thaisa Galvão

13 de outubro de 2017 às 18:33

Em Roma, Robinson e Julianne tem encontro na Embaixada do Brasil na Itália [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria e a titular da Sethas, Julianne Faria, almoçaram hoje na Embaixada do Brasil na Itália.

Julianne foi escolhida pela Arquidiocese de Natal e pelo Governo do Estado como coordenadora da comissão organizadora da canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçú.

Estavam no almoço a chege da delegação brasileira, ministra-chefe da Advocacia Geral da União, Grace Mendonça, oembaixador do Brasil junto à Santa Sé, Luiz Felipe Mendonça, e o embaixador do Brasil na Itália, Antônio Patriota, que é ex-ministro da Relações Exteriores.

Presença também da deputada italiana pela União Sul-Americana dos Emigrantes Italianos, a brasileira Renata Bueno. Ex-vereadora de Curitiba, ela é a primeira mulher do Brasil a ser escolhida deputada e representará italianos na América do Sul.

Além de Robinson e Julianne, a delegação do Rio Grande do Norte na Itália conta com os secretários de Projetos, Vagner Araújo, de Comunicação, Juliska Azevedo, de Turismo, Ruy Gaspar, e com a diretora da Fundação José Augusto, Isaura Rosado.

13 de outubro de 2017 às 16:52

MPF denuncia Flávio Rocha por crime contra a honra da procuradora do Trabalho Ileana Neiva [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público Federal protocolou na quarta-feira,

denúncia contra o empresário Flávio Rocha por prática de crimes de coação no curso do processo, calúnia e injúria.

Os crimes teriam sido praticados contra a procuradora regional do Trabalho, Ileana Neiva Mousinho, no exercício da função.

Ileana e outros 9 procuradores do Trabalho ajuizaram, em maio passado, ação civil pública contra a Guararapes, da qual Flávio é vice-presidente.

A denúncia tem como base carta publicada no perfil de Flávio Rocha no Facebook, dirigida à procuradora,

acusando-a de perseguição.

Segundo a denúncia do MPF, o empresário, em outras redes sociais, chamou a procuradora de “louca”, “perseguidora” e “exterminadora de empregos”, e sugeriu a retirada dela do cargo na procuradora.

“A proposta é simples. Tirem a Dra. Ilena Mousinho de nossa vida e nós vamos transformar o RN”, postou Flávio Rocha.

“Flávio Gurgel Rocha atribuiu à procuradora regional do Trabalho ser autora de comportamento típico de natureza penal, consistindo além de crimes de abuso de autoridade, previstos expressamente na Lei nº 4898/1965, no crime de prevaricação, previsto no art. 319 do Código Penal”, destaca a denúncia.

A denúncia cita campanha lançada nas redes por Flávio Rocha: “mexeucompainhomexeucomnostudinho” e #exterminadoradeemprego e lembra que ele convocou manifestação em frente à sede do MPT obrigando a Peocuradoria a reduzir o expediente por questões de segurança.

A ação cita também as seguintes frases postadas por Flávio nas redes: “O nosso povo está animado…”, “Entendeu o recado, doutora?”.

Para o MPF, a ação civil pública movida pelo grupo de procuradores deve ter como arena própria de debate o processo judicial.

“As ações promovidas pela procuradora regional do Trabalho são decorrentes do exercício de sua atividade institucional, em defesa dos direitos coletivos dos trabalhadores, sempre instrumentalizada por meios de provas, submetendo suas imputações ao diálogo e à possibilidade de ser firmado compromisso de ajustamento de conduta entre as partes (MPT e empregador) – dentro dos parâmetros legais – ou ao amplo contraditório, no âmbito da Justiça do Trabalho”, reforça a denúncia.

A ação tramita na Justiça Federal do RN sob o número 0809937-49.2017.4.05.8400.

13 de outubro de 2017 às 12:04

Do Vaticano, Padres Flávio Medeiros e Júlio César falam ao Blog sobre expectativa para canonização dos Mártires do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A dois dias da canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, é grande a expectativa da igreja católica brasileira que passará a contar com 30 novos santos.

Do Vaticano, nesta sexta-feira, o Padre Flávio Medeiros, que atua como Cerimoniário na equipe do Papa Francisco, e o Padre Júlio César, responsável pela cerimônia no âmbito da Arquidiocese de Natal, falaram ao Blog com exclusividade sobre este momento de bastante relevância para o Brasil.

13 de outubro de 2017 às 11:29

Afonso Pena: um teste muito caro [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Apesar de, em contato com o Blog, o vereador Kleber Fernandes (PDT), que solicitou à STTU o estudo para transformar a avenida Afonso Pena em via de uma única pista, transformando as outras em estacionamento oficial, foi implantado em fase de teste por 120 dias, podendo não ser definitivo…

Há quem garanta que a declaração do vereador tem tom de recuo, já que, nem ele nem a STTU informaram sobre teste, anunciando que o projeto teve o aval dos comerciantes e dos frequentadores da avenida.
E mais: a STTU gastou muito dinheiro com sinalização e iluminação para um projeto ser apenas testado.
Quando publicou sobre o assunto no instagram, Kleber não falou em fase de teste.

13 de outubro de 2017 às 5:55

Empreendimento turístico sob suspeita [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Tem um imóvel, ainda não concluído, no setor turístico de Natal, que está sob suspeita.

O que se diz por aqui é que ele pertence ao irmão de um senador do PT, que não é do Rio Grande do Norte.

O que se diz também é que o empreendimento, que está feito um elefante branco há mais de dois anos, foi projetado para ser construído com recursos do BNDES que teriam sido gastos, na realidade, na campanha do senador.

Coincidentemente, mesmo período em que repasses sob suspeita começaram a ser investigados e torneiras foram fechadas.

E o empreendimento de grife, mesmo com financiamento do BNDES, continua enfeiando uma rua movimentada de Natal.

13 de outubro de 2017 às 5:43

Concretizada a venda da Tribuna e rádio Cabugi que mantém Henrique como sócio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Concretizada a venda do jornal Tribuna do Norte e rádio Globo/Cabugi ao grupo do empresário Fernando Camargo, que já domina a InterTV Cabugi.

Henrique Alves permanece no grupo com 14%.

Ricardo Gobat, que continuarà como gestor, tem 4%.

Os demais ‘Alves’ que tinham participação no grupo, venderam suas cotas

Fernando Camargo também comprou o prédio onde funciona o Memorial Aluízio Alves, em frente à InterTV.