Thaisa Galvão

25 de novembro de 2017 às 23:21

Depois de petistas decepcionados com o PT, deputada tucana se diz envergonhada com o PSDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de petistas se decepcionarem com o PT, é vez da decepção dos tucanos com o PSDB.

Quem comprova isso é a deputada federal Mara Gabrilli, que atacava o PT e o petismo, mas agora se diz “envergonhada” com o seu partiro.

Mara é a entrevistada das páginas amarelas da revista Veja deste final de semana.

Leia a íntegra da entrevista:

25 de novembro de 2017 às 18:00

Governo mostra categorias com salários atualizados e diz que os atrasados contam 25 dias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Governo do Estado sobre salários e repasses a Poderes:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A respeito de informações que circulam nas mídias sociais e na imprensa sobre o atraso nos salários dos servidores, o *Governo do RN* faz os seguintes esclarecimentos:

1. Não procede a afirmação de que os servidores estão “há 60 dias sem salários”. A folha de pagamento que está parcialmente em aberto é a de outubro. Portanto, se o salário deveria ter sido pago no último dia do mês de outubro, hoje são contados 25 dias de atraso. Não há qualquer categoria de servidores públicos estaduais com 60 dias de atraso, e é preciso deixar claro que, a depender da vontade do Governo, não existiria atraso nenhum;

2. Todos os servidores de órgãos da administração indireta que dispõem de recursos próprios (entre eles Detran, CAERN, Potigás) e todos da área de segurança pública, sistema prisional e da Educação, já receberam integralmente os salários do mês de outubro, estando, portanto, com os vencimentos em dia. Também receberam seus vencimentos mais de 80% dos servidores da Saúde;

3. Os servidores ativos e inativos de todos os demais órgãos e secretarias que ganham até R$ 2 mil receberam seus salários do mês de outubro, estando, portanto, também com os vencimentos em dia;

4. Atualmente, estão em atraso os salários dos servidores ativos e inativos que ganham acima de R$ 2 mil e não pertencem às categorias já citadas;

5. O Governo do RN sofreu bloqueios de decisões judiciais de mais de R$ 115 milhões em 2017. E, nos últimos dias, foi alvo de decisões que obrigam o repasse do duodécimo em atraso ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ao Ministério Público Estadual (MPE). Os recursos serão subtraídos, por ordem da Justiça, da mesma conta de onde saem os recursos para pagamento dos salários dos servidores;

6. O Governo aguarda a confirmação de repasses federais para prosseguir, o mais breve possível, com o pagamentos dos servidores referente ao mês de outubro;

7. As obras que estão sendo realizadas pelo Governo do RN, notadamente as iniciativas de combate à seca, as obras viárias, as obras de saneamento e reformas em prédios públicos NÃO SÃO FEITAS com recursos que poderiam ser destinados a pagar salários, mas com recursos federais ou de empréstimos cuja destinação é estabelecida por lei. Portanto, esses recursos não podem ser utilizados para o pagamento de salários. *Se isso fosse possível, já teria sido feito, pois o pagamento da verba alimentar dos servidores é prioridade absoluta*.

*GOVERNO DO RN*

25 de novembro de 2017

25 de novembro de 2017 às 16:20

Desembrgador dá prazo de 48 horas para governo pagar atrasados ao Ministério Público [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O desembargador Cornélio Alves, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, deu prazo de 48 horas para o Governo repassar e comprovar o pagamento dos percentuais dos duodécimos devidos ao Ministério Público do Estado referentes às folhas dos meses de setembro, outubro e novembro.

O desembargador julgou mandado de segurança impetrado pelo MP.

Também foi decidido que o Estado e a Secretaria de Planejamento devem apresentar, dentro das 48 horas corridas, o calendário para quitar os duodécimos, indevidamente retidos ou não, repassados em 2017, sob pena de multa diária de 5 mil ao Estado, ao

governador Robinson Faria e ao secretário Gustavo Nogueira, até o limite de 200 mil, sem prejuízo de majoração, em caso de não cumprimento da medida.

O desembargador ainda determinou a Robinson e Nogueira que efetuem, no âmbito de suas competências, até o dia 20 de dezembro, o repasse do percentual do duodécimo devido ao Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, referente àquele mês.

Em caso de descumprimento integral ou parcial do repasse dos percentuais dos duodécimos devidos ao MPRN, o desembargador decidiu pelo bloqueio judicial/arresto das contas do Estado do Rio Grande do Norte.

25 de novembro de 2017 às 15:56

Com PMDB e DEM garantidos, Carlos Eduardo conversa com Ezequiel (PSDB) e João Maia (PR) [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), anda a mil por hora para tentar viabilizar sua candidatura a governador.

A sexta-feira foi de fazer política para o prefeito, que conversou com o presidente da Assembleia Legislativa e do PSDB, deputado Ezequiel Ferreira de Souza, e com o presidente do PR, João Maia.

Dos 3 que estavam na lista para procurar, só está faltando o presidente do PP de Mossoró, Carlos Augusto Rosado, marido da prefeita Rosalba Ciarlini.

Carlos Eduardo já conta com o PMDB e terá o primo-senador Garibaldi Filho na chapa majoritária como candidato à reeleição.

Também já tem o DEM, com o senador-candidato à reeleição, José Agripino Maia, também na chapa majoritária puxada por ele.

Pelo que o Blog apurou, a chapa do governadorável Carlos Eduardo pode ser completada com um vice indicado por Carlos Augusto, na intenção de contemplar Mossoró.

Outros dois maiores colégios eleitorais seriam assim contemplados:

Parnamirim, com apoio de amigos do ex-prefeito já falecido, Agnelo Alves, pai de Carlos Eduardo/

Um desses amigos é o ex-prefeito Maurício Marques, ex-vice de Agnelo, pré-candidato a deputado estadual.

O outro colégio, Caicó, ficaria a cargo do seu vice, Álvaro Dias (PMDB), que deverá assumir a Prefeitura de Natal em definitivo, caso Carlos Eduardo renuncie ao mandato no dia 7 de abril para disputar o Governo do Estado.

25 de novembro de 2017 às 15:37

Quem se habilita a ser governador? [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O governo Robinson Faria (PSD) enfrenta um desgaste sem tamanho desde que começou a atrasar os salários dos servidores.

A queda de braço com o funcionalismo se dá agora com os Poderes.

Judiciário, Ministério Público, Tribunal de Contas e Legislativo entraram com ação para obrigar o Executivo a repassar o que lhes é de direito – o duodécimo – em dia.

Sem conseguir pagar aos funcionários dentro do mês trabalhado, o Governo se vê no

imprensado de ter que cumprir o calendário dos Poderes, sob pena de ver ameaçada ainda mais a governabilidade.

Numa queda de braço com judiciário e MP, por exemplo, o governo deverá enfrentar uma enxurrada de ações judiciais, e aí ter que parar em definitivo.

O pior de tudo é que, diante de todo esse caos, o Rio Grande do Norte chove de pré-candidatos a governador.

Todos querendo ocupar a cadeira com soluções no papel, que todo mundo sabe que todo mundo sabe, continuarão no papel…

Quem se habilita a…

Demitir servidores EFETIVOS para diminuir o tamanho do Estado?

Porque cobrar demissão de comissionados não vai resolver nadica de nada.

Os comissionados não representam nem 2% da folha do mês, então o corte terá que ser real, e não simbólico.

Reduzir os repasses do duodécimo aos Poderes?

Muito se diz que outros estados do Nordeste não repassam os altos valores que o governo do RN, há anos, repassa a Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Assembleia Legislativa e Ministério Público.

Só aí nesses dois pontos dá pra se levantar as seguintes questões, se referindo aos que já surgiram como pré-candidatos ao Governo do RN.

Pré-candidato a governador, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT) vai brigar com o Tribunal de Justiça e o Ministério Público, por exemplo?

Pré-candidata ao Governo, a senadora Fátima Bezerra (PT) vai demitir funcionários efetivos?

Vai bater de frente com servidores e sindicalismo, categorias que fazem a sua base eleitoral?

Hoje dentro do prédio da Seplan, ao lado de grevistas, Fátima, caso eleita, vai sentar do outro lado da mesa sem ter o que negociar com seus próprios militantes?

Pré-candidato a governador, o desembargador Cláudio Santos, ainda sem partido, vai bater de frente com o Tribunal de Justiça que ele presidiu até ano passado, e reduzir os repasses mensais?

Mais: vai obrigar o TJ a pagar, com os recursos que lhe sobram, os salários de aposentados e inativos, hoje saindo dos cofres do Executivo?

Governador e pré-candidato à reeleição, Robinson Faria (PSD), vai reduzir repasses do duodécimo e demitir efetivos, o que não fez até hoje?

Então..

Lançado o desafio para o próximo governador do Rio Grande do Norte.

E também para os militantes da próxima geração.

25 de novembro de 2017 às 15:05

Áudio gravado por ocupante da Seplan afirma que movimento ‘político e midiático’ foi vitorioso ao sair na Globo [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O áudio de uma professora da Uern, circulando nas redes sociais, reforça a tese de movimento político na ocupação do prédio da Secretaria de Planejamento do Estado.

Ela ressalta o objetivo “midiático” do movimento, comemora que foram notícia na Globo e que iriam “sair no Jornal Nacional”, valorizando a emissors que repudiam.

A pessoa, identificada como professora, confirma que o movimento foi político e que foi “vitorioso” ao sair na Globo.

Fica a impressão de que receber o salário em dia é um mero detalhe, e desgastar ainda mais o desgastado governo é o objetivo considerado alcançado.

25 de novembro de 2017 às 14:56

Parlamentares do PT e reitor da Uern criticam judiciário e polícia que retiraram grevistas da Seplan [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O reitor da Uern, Pedro Fernandes, além da senadora Fátima Bezerra (PT), do deputado Fernando Mineiro (PT) e da vereadora Natália Bonavides (PT) se manifestaram nas redes sociais em protesto contra a decisão judicial, que mandou desocupar o prédio da Secretaria de Planejamento do Estado.

O prédio ocupado por manifestantes e alguns servidores da Uern e da Saúde, que estão em greve, foi desocupado pela polícia cumprindo decisão judicial.

Os manifestantes e os parlamentares do PT culparam o Governo do Estado pela “radicalização” e “falta de diálogo”.

O movimento, que é legítimo quando se trata da cobrança por parte dos servidores, pelo pagamento dos salários em dia, perde o sentido quando vira um ato político com vistas às eleições do próximo ano.

25 de novembro de 2017 às 13:32

Manifestante desconcentra repórter que fazia transmissão e grita “Globo lixo” ao vivo no Jornal Hoje [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O repórter Bruno Tavares, da Globo de São Paulo, falava ao vivo agora há pouco, no Jornal Hoje, da frente do Hospital Sírio Libanês, informando sobre a permanência ali do presidente Michel Temer, que se recupera de uma cirurgia, quando foi surpreendido…

Um manifestante se posicionou atrás do repórter e gritou duas vezes “Globo lixo”.

O repórter se desconcentrou, disse que iria esperar…e o apresentador no estúdio fez um comentário sem graça e seguiu com o jornal.

25 de novembro de 2017 às 9:55

STTU cria horário “entre picos” para liberar conversão na Prudente de Morais e pode confundir motoristas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A STTU decidiu liberar a conversão à esquerda da Prudente de Morais para a avenida da Integração.

Mas, detalhe: somente nos horários de “entre picos”.

Resta saber se os motoristas vão saber que danado é horário de “entre picos”.

Seria entre um horário de pico e outro?

Mas aí seria fora do horário de pico…

Como os motoristas entenderão isso, vez que hoje em Natal, com o trânsito cada vez pior, qualquer horário pode ser considerado de pico?

Principalmente na continuação da Prudente de Morais a partir de Candelária, que a partir da interdição da BR-101, virou saída obrigatória para retomar a BR depois do trecho interditado.

A STTU proibiu a conversão, obrigando o motorista que precisa entrar à esquerda para a avenida da Integração, a seguir em frente e fazer um retorno na continuação da Prudente, provocando ali um congestionamento.

A STTU diz que atende solicitação dos comerciantes da região.

Essa parte não ficou bem explicada…

Os comerciantes da Integração não querem que os motoristas entrem na avenida?

Oi?

Nos horários de pico a conversão continuará proibida e agentes de mobilidade estarão no local para orientar os motoristas.

É a STTU que está falando “orientar”.

Torcer para que a orientação não se converta em multa.

Segundo a STTU, caso o órgão identifique que a conversão durante o horário de pico não trará prejuízo ao trânsito, ela será permitida.

Mas…não já era permitida?

Causava ou não causava problema?

Ninguém estudou antes de anunciar a mudança?

No final de semana, a conversão será permitida o dia todo.

Resumindo: é muita informação extra-oficial para a cabeça dos motoristas que correrão risco de serem multados.